ALONSO E A MCLAREN

SÃO PAULO (pff) – Sinto um certo alvoroço no ar, um monte de gente “cravando” Alonso na McLaren. E não tem nada no Grande Prêmio? É que, na verdade, essa notícia que estão espalhando hoje o Américo Teixeira Jr. deu no dia 1° de outubro. Assim, supomos que não seja novidade para vocês, assim como não é para nós.

Novidade, agora, apenas quando sair o anúncio oficial. Que só está demorando um pouco porque a McLaren quer, antes, definir quem será o outro piloto. A balança estava pendendo para Magnussen. Mas as últimas atuações de Button viraram o jogo um pouco.

Em Abu Dhabi tudo deverá ser divulgado oficialmente. Talvez alguns dias antes da corrida. E assim que sair o comunicado da McLaren, sai o da Ferrari anunciando Vettel para seu lugar.

Comentários

  • Na minha opinião Button ainda tem uns 2 ou 3 anos para dar à F-1, considero-o no mesmo nível de Raikonen e Massa.
    O problema é seu salário que está acima do que ele realmente vale hoje, se aceitar baixar ganha ele e a McLaren.
    Aliás McLaren (se ficar com Button) e Ferrari estarão com uma configuração de pilotos muito parecida em 2015, um primeiro piloto de ponta e um segundo piloto experiente e campeão mundial.

  • Acho que o Button já deu o que tinha que dar… Muito bom piloto, ganhou um título ,com um carro muito superior do que os demais, e pronto! Acho que já deu! Não devemos ficar aqui analisando o que foi o Button. É melhor sair assim.
    Não acho justo queimar o Magnussen por causa de uma temporada, tem talento e é veloz, merece outra oportunidade.
    Estou gostando dessa nova configuração na F1, com pilotos vitoriosos em equipes de ponta. Vamos aguardar…

    • Concordo com tudo isso. Magnussen precisa de uma sequência de temporadas, para conseguir demonstrar seu verdadeiro potencial e se firmar como piloto de ponta. Nem todos chegarão chegando, é necessário muitas vezes ter paciência. Até mesmo o Senna teve que esperar 5 anos para poder conseguir seu primeiro título. Vamos devagar, o Magnussen tem potencial, e não pode ter tratamento de segundo piloto no caso de Alonso ser seu companheiro. Alonso já está no final de carreira, Magnussen estará somente em seu segundo ano de Fórmula 1. Deixem o rapaz se desenvolver, que ele poderá sim, ser um futuro campeão da categoria.

  • Só pra apimentar: o Button foi melhor que todos seus companheiros de equipe durante a carreira, incluindo Hamilton. Fez mais pontos em 3 anos que o Hamilton e ainda conseguiu um vice.

    Ou seja, seria a “sombra” ideal pro Alonso, sem contar que não é muito chegado numa briga…

    • Não foi não. Ele perdeu várias vezes para seus companheiros de equipe. Quando era estreiante, em 2000, ele foi facilmente derrotado por Ralf Schumacher na Williams. Depois, passou dois anos na Benetton, e levou uma surra do Fisichella em 2001 e depois levou outra lavada do Jarno Trulli em 2002. Button só deu a virada na sua carreira em 2003, quando surpreendentemente derrotou Jacques Villeneuve, numa temporada aonde todos os críticos apostavam que Button seria destruído pelo canadense. Em seguida, com a saída de Villeneuve da BAR, Button pegou o seu companheiro mais fácil de sua carreira, Takuma Sato, sendo que o japonês foi um verdadeiro saco de pancadas nas mãos do britânico. E Button ainda voltou a perder para companheiros de equipe em outras ocasiões, em 2008, na horrível Honda, ele foi facilmente derrotado por Barrichello. Após isso, Button teve seu auge na Brawn, aonde fez uma linda temporada e conseguiu um merecido título, com grandes atuações na primeira metade daquela temporada Depois disso, ele foi derrotado na concorrência interna de equipe em 2010 por Lewis Hamilton. Como pode ver, Button na verdade é cheio de altos e baixos na Fórmula 1. Mas teve seus grandes méritos, derrotou dois campeões do mundo em duas ocasiões (Villeneuve em 2003 e Hamilton em 2011). E derrotou pilotos medianos, foi por exemplo, um dos grandes responsáveis pela curta carreira do Pérez na McLaren.

    • Felipe,
      Eu estava pensando justamente nisso !
      A Mclaren tem bala – $$$ – para alinhas três carros.
      Não sei se isso seria interessante para a Red Bull, pois ela já alinha 4 ( RBR + STR )
      Enfim…
      Mas no caso de sois lugares, para mim o Buton já dançou.

  • Teremos o dominio da Mercedes por mais 2 ou mais temporadas. Sabendo disso Vettel e Alonso trataram de se arrumarem. Vettel mesmo sabendo que não vai obter resultados imediatos na Ferrari realiza o sonho de todo piloto que é pilotar pela equipe do cavalino rampante. Alonso com sonho já realizado agora trata de ganhar muitos euro$ e o que vier com a MacLaren-Honda é lucro.

    • acho que é por aí.
      mas vejo uma chance, ainda que pequena, de a McLaren Honda vir com um carro nível Mercedes.
      aí vai ser show.
      Alonso na McLaren Honda e Hamilton na Mercedes, os dois com carros para brigar de igual para igual.
      sem falar no Rosberg andando junto, no Magnussen logo ali, e na Williams e na Red Bull brigando com as ponteiras.

    • O que tranquiliza Vettel é que ele tem baixa idade ainda. Sua saída para a Ferrari lembra muito a saída de Schumacher da Benetton pra Ferrari em 1995/1996. Vettel ainda tem muito tempo para desenvolver o carro, sofrer bastante, até mesmo ficar no pelotão intermediário se necessário, até poder ter condições de fazer algo similar ao que fez Schumacher no início da década passada.
      Quanto ao Alonso, esse sim não tem mais tempo. Ou a McLaren-Honda revive os tempos de Prost e Senna, ou acabou pra ele. Lembrem que a Mercedes já descartou Alonso. E pelo jeito, nem se a Mercedes tiver um terceiro carro ela irá contratar o espanhol. E só pra sugerir, a McLaren bem que poderia no ano que vem voltar a usar laranja. Afinal, ser uma flecha de prata, é algo que caracteriza uma Mercedes ou no mínimo um carro com motor Mercedes. Honda já é outra história. Não sugeri o vermelho e branco do final dos anos 80, pois aquele também não era o layout de origem da McLaren, e sim o layout da patrocinadora da época, a Marlboro.

    • Creio que a chave é saber a quanto de distância estará o motor Honda dos Mercedes.
      Eu li que os japoneses adotaram o mesmo layout para o Turbo dos alemães.
      Mas as noticias de problemas no desenvolvimento são inúmeras.

      Acredito em um carro Mclaren bem melhor, pois os ingleses tem muito knowhow , e podemos notar a nítida evolução do carro nesse ano.
      Na minha opinião, é o carro que mais evoluiu ao longo do ano, seguida pela Ferrari.

  • Quando o Alonso colocar os pés na McLaren, a vida do Button ganhará um Plus. Só não enxerga quem não quer, o Button é mais do que um bom piloto e isso não se discute, Quando pressionado o cara vai lá para frente ( anda muito) e foi assim, quando ganhou o seu título Mundial. Acorda McLaren !!!!!

  • Para mim que leio diariamente o blog, esse assunto já não é novidade a muito tempo.
    Aproveitando a deixa, ná ultima segunda só queria ouvir seu comentário sobre a formula 1 e inclusive esse assunto no FSR e aqueles malas não deixaram…. PQP

  • Se Button ficar vai ter uma redução considerável de salário, e será que estará disposto a competir com Fernando Alonso e ser mais um campeão a passar vexame a nível mundial. Iria para a Endurance sem dúvida!!

  • As coisas se tornaram mais interessantes após a conta deletada do pessoal da @pitlanetalk no tweeter.
    Mas uma coisa é certa, a Ferrari só anuncia o Vettel depois do Alonso anunciar a McLaren. Isso mostra quem mexeu as peças no tabuleiro.
    A Ferrari era a única alternativa do Vettel, ou ir pra Maranello ou continuar levando ferro de um desconhecido, esse ano promovido a brilhante (ano que vem Kvyat vai mostrar quem é abusado).
    É nítido que a McLaren com Promodou melhorou e os japas não sao burros, mais fácil eles buscarem a Mercedes que Ferrari e Renault. Parece que, pela primeira vez em cinco anos, Alonso vai ter um carro melhor que o sortudo do Vettel.

    • E, depois daquela na classificação mandando ele com a bateria arriada ele jogou a toalha e tudo mais. Minha opinião e que Vettel e quem vai se dar mal nessa historia. Outra coisa, a McLaren tá levando um carro B só para ajudar a Honda a desenvolver o motor e testar pecas pro carro de 2015. Se vai ser um bom carro nao sei, mas que mostra que tem algo que a Ferrari perdeu faz tempo : rumo e organização.