MENU

sábado, 29 de novembro de 2014 - 17:36F-1

TÁ TUDO BEM

SÃO PAULO (aqui, Porsche)Hamilton e Rosberg fizeram as pazes. E acho que é sincero. E se for, mesmo, é algo a se comemorar. Companheiros de equipe quase nunca são amigos de verdade, quando têm um nível técnico semelhante. E na maioria das vezes é normal que seja assim. Os caras se conhecem já adultos, naquela fase idiota “não tenho de ser amigo de ninguém porque sou competitivo”. Tem gente que acha que ser competitivo é sinônimo de ser idiota.

Lewis e Nico se conhecem há uns 15 anos. Desde moleques, no kart. E amizade de criança e adolescente é sagrada. Não pode acabar.

Neste ano, por conta de dois episódios, os meninos pararam de se falar. O primeiro deles foi em Mônaco, quando Hamilton acusou Rosberg de errar de propósito na classificação para provocar uma bandeira amarela e impedir que ele fizesse uma volta melhor. O segundo aconteceu em Spa — onde, numa tentativa de ultrapassagem, o alemão furou o pneu do inglês.

Mas em Abu Dhabi Rosberg foi cumprimentar o campeão. E reconheceu que ele foi melhor ao longo da temporada. E isso levou ao início de uma reconciliação. “Nossa relação voltou ao ponto em que duas pessoas normais conversam sobre coisas normais”, disse Lewis.

Acho bem legal. Imagino como deve ser bacana correr numa equipe que tem um carro imbatível, e lutar por um título de forma limpa e solidária com seu melhor amigo. Brigar na pista, claro, mas com as armas da decência e da ética esportiva. Para no fim do dia tomar uma cerveja e contar mentiras.

Hamilton e Rosberg estiveram hoje em Stuttgart para o “Stars & Cars”, evento da Mercedes de fim de ano. Mais de 50 mil pessoas foram ao museu da marca para ver seus ídolos do presente e do passado e carros, muitos carros. Alemão tem uma relação diferente com automóveis. Aquele negócio de ter orgulho daquilo que está dentro da sua garagem.

Stars & Cars, Stuttgart, 29.11.2014

22 comentários

  1. Flavio Bragatto disse:

    … até disputarem o título outra vez.

    Isso não acaba nunca! Seria a mesma coisa, se eles estivessem apaixonados pela mesma mulher… iria rolar sangue!

    Ficam amigos (pero no mucho), a imprensa vê e dá noticias de que ta tudo bem.

    Não sei… eu sou ruim de perdoar. Acredito que um coração ferido, cicatriza, mas fica a marca no lugar.

    Estes dois nunca mais serão amigos como antes.

  2. Paulo Pinto disse:

    Os dirigentes da Mercedes não são bobos. Campeonatos ganhos já foram perdidos no passado, por causa de brigas entre pilotos da mesma equipe.

  3. Gabriel P. disse:

    E ainda bem .
    Parece que há decência neste mundo e por isso que não acaba tão já.
    Seria muito bom que os brasileiros soubessem disso,
    Todos temos limites e podemos perder.
    Faz parte do “jogo da vida”
    Parabéns aos dois e ao Flávio que reconhece isso com maestria.

  4. Danielle Sanzello disse:

    Eu já ia dizer que tu separou eles nas tags mas foi a ordem alfabética mesmo. Kkkkkkk

  5. FRANCÊS disse:

    Veja bem todos eles faturando mitos milhões, então Rosberg em seu iate, com 2 ou 3 loiras ao redor, com um bom champagne francês decidiu perdoar o Hamilton. E vocÊ , eu , aqui, perdendo nosso tempo………falando bem ou mal deles hahahahaha………….

  6. mario disse:

    Superaram a era do Alonso insuportável e o alemão em coma.

  7. rogerio de carvalho disse:

    eu não sou alemão, mas tenho essa relação diferente com meu carro, tenho sempre muito carinho pelos meus carros :)

  8. Pastana disse:

    Se fosse Nico campeão… Lewis selaria a paz?

  9. Clayton Moura Belo disse:

    Olha, FG, vou repetir aquu, algo que falei no ano passado: É muito bom saber que não se é o único maluco do pedaço… Compartilho contigo essa coisa de alemão ter um tipo “sui generis” de relação com automóveis. Ontem, tive um sentimento de orgulho em ser brasileiro, que há muito não sentia. Estava indo de Curitiba, para trabalhar em Joinville e, na BR-101, no sentido contrário, três carretas tipo “cegonha” carregadas de BMW’s. E só BMW’s! A última vez que vi algo parecido, eram carros apreendidos pela receita. Então, é um orgulho poder dizer: Yes, nós também fazemos BMW (e vamos fazer Mercedes, Harley, Rover, Triumph…). Abraços!!!

  10. Conde disse:

    Deve ser muito bacana para esses dois amigos , estarem juntos nessa posição top do automobilismo ,

  11. carlos lima disse:

    Ótimo texto! “E amizade de criança e adolescente é sagrada. Não pode acabar.”
    É isso mesmo, caro escriba.
    Bravo!

  12. Paulo Travaglini disse:

    A amizade vai durar até a primeira curva de 2015. Aí eles ficam de mau de novo rsrs.

  13. Chupez Alonso disse:

    “Brigar na pista, claro, mas com as armas da decência e da ética esportiva.”

    Concordo.

    Coisas que Schumacher e Alonso nunca tiveram: decência e ética.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *