A CALÇA BRANCA

SÃO PAULO(cqd) – Em algum texto perdido por aí, que sou incapaz de encontrar, falei da calça branca de Senna na quinta-feira de Imola. Talvez tenha sido em alguma entrevista, sei lá.

(Não vou mentir. Procurei e achei, sim, porque é coisa recente: “Memórias de uns dias de maio”, publicado aqui há dois anos.)

Hoje é quinta-feira, 28 de abril, 22 anos da quinta-feira de Imola, 1994.

A calça branca de Senna na quinta-feira de Imola é uma daquelas irrelevâncias às quais me apego para lembrar das coisas. Eu achava, mesmo, que ia espirrar molho de macarrão naquele branco imaculado durante o almoço/entrevista da quinta-feira de Imola.

Bem, o Tales Torraga velho de guerra mandou o vídeo abaixo, “As últimas 100 horas de Ayrton Senna”. Começa na quinta-feira de Imola, e a partir de 1min vê-se o brasileiro com sua calça branca a caminho do motorhome para a tradicional entrevista das quintas-feiras, e a 1min13s apareço de óculos escuros e gravador na mão, e o gravador está comigo e essa entrevista, também.

Comentários