SÓ CHI FOR AGORA (2)

foice2222SÃO PAULO (cinzenta)A Mercedes, com Hamilton, enfiou quase 0s7 na Ferrari de Vettel, o segundo colocado hoje na abertura dos treinos em Sóchi. É muita coisa, e assim será o fim de semana todo. A falácia de “a Ferrari está mais perto” é só isso, uma falácia. Para tentar empolgar os fãs. A Ferrari está tão perto quanto estava no ano passado. Ou seja: longe.

Aliás, pode ficar perto quanto quiser, porque Vettel teve problemas elétricos e os italianos já trocaram o câmbio de Sebastian, que perderá cinco posições no grid. Prejuízo e tanto.

Mas as corridas têm sido boas, Mercedes à parte. Aliás, Rosberg à parte, porque como Hamilton tem feito muita bobagem, dá uma animada nas coisas. Ele não pode nem pensar em perder a quarta seguida na temporada — e sétima consecutiva, se considerarmos as três últimas de 2015.

Surpresa, hoje, foi ver os dois carros da McLaren entre os dez primeiros — virando tempos parecidos com os da Williams e da Red Bull, e à frente das até agora decepcionantes Toro Rosso e Force India.

A Haas não repetiu o que fez nas primeiras etapas do campeonato, mas é perdoável. Cada GP, para os ianques, começa do zero. Voltar a fazer pontos deve ser a meta de Grosjean e Gutiérrez. Sem sonhar muito alto, pelo menos por enquanto.

Faz frio na Rússia, apesar do sol tímido. Esse circuito gasta pouco os pneus, portanto não se deve imaginar nenhuma grande maluquice estratégica de ninguém.

[bannergoogle] Do lado de fora da pista, fatos e decisões importantes. A eles:

– A FIA determinou que em 2017 os gasto com motores, para uma temporada inteira, deverão ser um milhão de euros menores do que neste ano. E, em 2018, três milhões de euros. Isso, claro, para os times que compram as unidades de potência dos outros. Isso será feito com uma drástica redução na quantidade de motores que cada piloto poderá usar durante um campeonato.

– Os fornecedores de motor — hoje são Honda, Mercedes, Ferrari e Renault — serão obrigados a vender seus produtos para equipes que, eventualmente, estiverem sem nenhum contrato vigente. E o sistema de “tokens”, que controla e restringe o desenvolvimento das unidades, será abolido. Todo mundo vai poder mexer à vontade em seus motores, o que é muito positivo. Afinal, se o cara erra a mão no projeto de um motor, tem de ter a possibilidade de corrigir o rumo das coisas.

– A FIA também prometeu mexer no barulho dos motores até 2018, pelo menos. Sei lá como.

– O Aeroscreen da Red Bull foi elogiado por Horner, que acha que uma decisão para o ano que vem terá de ser tomada logo, no máximo em dois meses.

– O para-brisa (tem gente escrevendo parabrisa, e juro que não sei o que é o certo agora, com a reforma ortográfica mais sacal de todos os tempos) testado pela equipe também foi aprovado por Ricciardo, que só estranhou a falta do “barulho do vento”.

– Alonso diz que ainda dói.

Subscribe
Notify of
guest

28 Comentários
Newest
Oldest Most Voted
Inline Feedbacks
View all comments
Leandro Batista
Leandro Batista
8 anos atrás

A única coisa que eu consigo imaginar quando a FIA diz que vai mexer nos barulhos dos motores é a inserção de um pedaço de PVC no aro das rodas, assim como fazíamos nas bicicletas para fazer de conta que havia ali um motor bem potente.
Pra nós era o máximo. Para os outros era um barulho ensurdecedor.

Edward Fernandes
Edward Fernandes
Reply to  Leandro Batista
8 anos atrás

Antigamente as penicilinas, em pó, viam embaladas em um pequeno vidro. a gente pegava um vidro desses no lixo das farmácias marrava com arame na ponta do escapamento de um carro fazendo um angulo aproximado de 45 graus provocando um assovio assombroso. Meu pai tinha uma Rural e eu coloquei um vidro desses em seu escapamento, na cidade era um assovio bacana e meu pai aceitava, porém, com o deslocamento do vidrinho em relação ao escapamento não assoviava mais, nisso fomos fazer uma viagem longa e a certa altura o vidrinho voltou à posição original e o assovio ficou insuportável. e a bronca foi grande.

MarcioD
MarcioD
8 anos atrás

Seria impensável anos atrás a possibilidade que a F-1 um dia estaria discutindo sobre como aumentar barulho de motor………..

Alfredinho
Alfredinho
Reply to  MarcioD
8 anos atrás

Poderiam discutir o aumento da audiência…

Rafael P.
Rafael P.
8 anos atrás

Acabaram os trocadalhos infames? :(

Aliandro Miranda
8 anos atrás

Como a FIA vai mexer no barulho dos motores?

As equipes instalarão um gerador de ruídos. Me desculpem, podem me chamar de purista, mas isso não é automobilismo. É uma descaracterização do esporte.

Edu Moreno
Edu Moreno
8 anos atrás

E vão mesmo conseguir mexer mais nos motores e, ainda assim, repassá-los 1mi mais baratos? Ainda mais em caso de recuperação de um projeto mal executado? Na prática, parece uma tática pra continuar inibindo o desenvolvimento dos motores.

Chupez Alonso
Chupez Alonso
8 anos atrás

Eu avisei que ia doer!!!

E vai doer mais…

Chuuuupa Allonzo!!!

Tetra é luxo.

Allez Mão!

Jean
Jean
Reply to  Chupez Alonso
8 anos atrás

Uff! Eu também não gosto do Alonso, mas você sabe ser chato, cara kkkkk

Alfredinho
Alfredinho
Reply to  Jean
8 anos atrás

Eu acho que é um robô, porque repete sempre a mesma coisa.

Chupez Alonso
Chupez Alonso
Reply to  Chupez Alonso
8 anos atrás

kkkk?

Sei!!!

Alfredinho
Alfredinho
Reply to  Chupez Alonso
8 anos atrás

Não, não é um robô. É um chatonildo de plantão.

guest
guest
8 anos atrás

Não passo mais apuros com a reforma ortográfica: consulto o VOLP da Academia Brasileira de Letras (http://www.academia.org.br/nossa-lingua/busca-no-vocabulario) e lá está, para-brisa.
Mas não consigo memorizar as regras de jeito nenhum…

Giovanni
Giovanni
8 anos atrás

Tava olhando o traçado dessa pista, meo deos, é uma mistura de Valência com Abu Dhabi! Chega a doer de ver. Lamentável!

Elmo
Elmo
8 anos atrás

Não que isso tenha algum peso frente à questão da segurança, mas o parabrisa tira um valioso espaço para patrocinadores e, imagino, atrapalhará a filmagem das câmeras onboard, ao menos do ângulo que elas pegam hoje em dia.

guilherme
guilherme
8 anos atrás

Sempre desconfio que seja provocação pra gerar comentários, mas sempre mordo a isca. Essa vez não será exceção.

Segundo o VOLP:
http://www.academia.org.br/nossa-lingua/busca-no-vocabulario
Palavra
para-brisa s.m.; pl. para-brisas

Jorge Machado
Jorge Machado
8 anos atrás

Rolls Royce conversível preto.

Jorge Machado
Jorge Machado
8 anos atrás

Foice e martelo!!! Breve vamos desinfetar o assento do RR.

Chupez Alonso
Chupez Alonso
Reply to  Flavio Gomes
8 anos atrás

Deve ser o Reginaldo Rossi.

Atenágoras Souza Silva
Atenágoras Souza Silva
Reply to  Flavio Gomes
8 anos atrás

Só consigo pensar em Ronald Reagan, mas está um pouquinho fora de data… :-)

Um grande abraço do fundo do meu coração vermelho de outubro de 1917,
Atenágoras Souza Silva.

Jean
Jean
Reply to  Jorge Machado
8 anos atrás

Que tal desinfetar seu cérebro? Aff! Coxinhas estão em toda parte.

Tales Guimarães
Tales Guimarães
8 anos atrás

Alonso: “Mas o que mais me dói e tomar 2 décimos do Button!”

Kkkk
Kkkk
Reply to  Tales Guimarães
8 anos atrás

Em treino não dói. Dói na qualificação, principalmente se o chefe tiver nos boxes, hahahaha.

Paulo Pinto
Reply to  Kkkk
8 anos atrás

Só dói quando senta. Quando senta no carro e lembra que há dez anos não ganha campeonato..

Kkkkk!
Kkkkk!
8 anos atrás

A Ferrari tem sérios problemas de confiabilidade, mas a troca do câmbio foi devido o toque que Vettel deu no Kimi na China por ter sido “espremido” pelo kvyat. A dupla de pilotos começa a se sentir pressionado pela imprensa italiana, mas quem está sofrendo mais pressão é o Kimi? O segundo piloto? Hein??? Cada uma!

GunneR
GunneR
Reply to  Kkkkk!
8 anos atrás

O câmbio do Vettel, antes da corrida na China, já não estava lá essas coisas > https://twitter.com/autosportlive/status/721196721146044416

Até agora a Ferrari deu suposições…

Jose Brabham
Jose Brabham
8 anos atrás

Agora nem barulho do vento…