MENU

sexta-feira, 9 de junho de 2017 - 17:17F-1

SAI, ALVIN! (1)

can175

RIO (não assusta a gente!) – Antes de mais nada: Alvin, que brincadeira é essa? A gente vive falando, neste fim de semana de junho, neste especificamente, não estamos falando do mês inteiro, entenda, não dá para ficar batendo perna por aí, rapaz! Tem uns caras que não freiam, não! Ah, você queria andar mais que o Alonso no primeiro treino livre? OK, já andou. Agora ligue para casa e avise que está tudo bem, porque quem viu pela TV ficou apavorado.

Esquilos…

Olha, posso estar parecendo repetitivo nesse negócio de falar de Alonso o tempo todo. Mas como ignorar o ano do espanhol? Zero ponto, nenhum resultado digno de nota, mas a mídia é toda dele. Para o bem, quando se trata de analisar o que faz na pista, e para o mal, quando se trata da McLaren e da Honda.

Fernandinho mal andou de manhã. Ah, que saudades da Indy… Seu carro apresentou problemas de natureza hidráulica — o que pode ser traduzido como: câmbio não funciona, direção fica pesada, não dá para guiar essa merda.

Aí de tarde, o cara quase não anda. Séculos parado nos boxes, até que a equipe o solta na pista. E o sujeito, com meia-dúzia de voltas, enfia um sétimo tempo na cara na sociedade.

Alonso é um gênio que merecia mais do que tem em números. Conversava com o Mattar e com o Thiago Alves aqui na redação carioca sobre isso. Um piloto como ele ter apenas dois títulos é uma maldade do destino. Se tivesse lidado melhor com o “fator Hamilton” na McLaren em 2007, talvez pudesse ter sido campeão naquele ano mesmo. E no seguinte. O que aconteceria daí em diante é impossível prever. Será que a Mercedes, alguns anos depois, optaria por Lewis? Será que teria existido aquela passagem pela Ferrari?

Nunca saberemos. O que sabemos, agora, é que o rapaz está guiando o fino. Não vai largar em sétimo, duvido. Mas vai que larga… E Montreal é corrida das boas, com muro perto, neguinho bate, quebra, fica sem freio. Sonhemos com um pódio para Alonso, nós que gostamos de pilotos bons.

can172

Quanto ao resto — que inclui os líderes do campeonato, as surpresas do dia, as equipes de ponta, o solitário brasileiro –, o primeiro dia de atividades no Canadá mostrou um interessante embate entre Mercedes e Ferrari que vai ser resolvido em pequenos detalhes ao final da corrida domingo. Um desses detalhes se chama Kimi Raikkonen, e nem é tão pequeno assim.

Pode ser cedo para afirmar categoricamente que o finlandês acordou, mas não se pode negar que a pole de Mônaco ligou uma chavinha interna que ele parecia não se lembrar onde ficava. Kimi foi o mais rápido do dia com respeitáveis 0s2 e alguns quebrados sobre Hamilton e Vettel, segundo e terceiro. Para Bottas, a diferença esbarrou nos 0s4. Verstappinho ficou no mesmo segundo, em quinto, e aí veio Massa, numa boa sexta posição — mas longe no cronômetro, mais de 1s. Para, depois, aparecer Alonso.

O motor Honda, é sabido, não é grande coisa. Numa pista como a canadense, de enormes retas e pouca asa, ninguém apostaria um iene furado nos japoneses. Mas com o asturiano, o carro andou. Quem também mostrou serviço nos dois treinos foi a Force India, muito graças à potência mercêdica. A briguinha do quinto para trás será legal, inclusive porque dela participará a Red Bull.

Aí embaixo, os tempos. Chama-me a atenção, corrida após corrida, a disparidade técnica entre os pilotos das duplas de Williams e Renault. Stroll ainda tem a desculpa do noviciado. Palmer é realmente muito fraco. Disso a Force India e até a Toro Rosso têm se aproveitado neste campeonato para beliscar pontinhos que, normalmente, seriam destinados a essas equipes. Às vezes o barato sai caro, como se diz. Piloto pagante é bom, porque entra com o cacau antes de chegarem os boletos. Mas lá no fim, será que os pontos que cada time desses deixou de marcar não farão falta no balancete?

can171

Bom, dito tudo isso, vamos aos palpiteiros de plantão. Vossas apostas para a pole? A minha é Kimi, com Vettel em segundo de novo, Bottas em terceiro e Hamilton em quarto. Não sei bem por quê, mas estou achando Lewis esquisito, ultimamente.

13 comentários

  1. Alfredinho disse:

    O nosso Flavio Gomes sempre conhecedor, preciso e detalhista em suas explanações, mas quando se trata de apostas… mas, olhando bem, acertou o segundo e o terceiro. Nada mal.

  2. Fernando disse:

    Você não está sendo repetitivo não meu amigo!!! Você continua somente a escrever e dizer coisas relevantes como sempre fez. Você vê além daquele jesto batido do “número um” você vê o todo Flavinho e é por isso que parou para ler o que você escreve e ouvir o que você diz. Grande abraço e boa sorte no nosso Rio de Janeiro. Só não passa lá pelo bairro onde morei, Guadalupe que por sinal faz divisa com Deodoro que é ou foi mais uma das mentiras absurdas dos políticos cariocas. Abração!!!

  3. Araujo disse:

    Kimi acordou graças ao choro do menino francês no GP de Barcelona. Aquilo mexeu com ele com certeza.

  4. ags disse:

    Hamilton..
    kimi-maluco
    Bottas frias
    e o resto é resto…………

  5. Fernando disse:

    Pois é FG…desses talentos que a gente vê passando pela história sem poder usar todo o potencial, limitado por outras questões. Neste caso, o melhor piloto do grid está limitado pelo equipamento.
    É como no futebol…triste ver um jogador do calibre do Ibra jogar pela Suécia.

    Alonso merece melhor sorte, ultimamente, parece ter se transformado em um cara mais relaxado. Deve estar vislumbrando o fim da carreira já e aceitando cada vez mais o fato do que o tão sonhado tri não venha mesmo.

  6. Artur disse:

    Muito altos esses tempos, ainda estão piores que a pole do ano passado.

  7. Chupez Alonso disse:

    Vandoorne classificou em 7º no treino da corrida passada.

    E foi ao Q3. Em Mônaco!

    Button também.

    Nada digno de nota, claro.

  8. Fernando Monteiro disse:

    Sobre Alonso, o rapaz já teve tanto azar e fez muita escolha errada, porém acho que no final deste ano algo muito bom vai acontecer com ele. Vamos a ver, acho que o Hamilton realmente está muito esquisito este ano, está meio desligadão de F1 – ou automobilismo -, o inglês morenão vem dando alguns sinais sobre isso. Acho que ele quer fazer outras coisas, já até falou sobre isso diversas vezes, então não duvido muito que no final do ano ele dá uma de Rosberg e encerra a carreira, abrindo assim uma vaga para Alonso. Me parece que ele, Hamilton, sente que já fez tudo o que tinha que fazer nesta nova F1 – depois falarei sobre isso – inaugurada por Schumacher, a F1 dos multicampeões.

  9. Richard disse:

    Flavio essa do alvin e alonso me matou de rir ,mas realmente em 7 apos poucas voltas e extremamente surpreendente el fodon de las asturias.

  10. valter rodrigues disse:

    Lewis está dando uma “paradinha”.

  11. Garlet disse:

    ALONSO não tinha como lidar com HAMILTON na MCLAREN. Pois todos sabem que este sempre será favorecido com o melhor carro, melhores peças, melhores mecânicos. Sempre foi assim, ele é o representante inglês da F1, que é inglesa……….negócios…..o Alonso não aceitou e foi catapultado…………….O caso do Rosberg foi um parênteses, provavelmente já teria avisado que ia parar (não me venha com esse papo furado que pegou a equipe de surpresa, alemão monta arvore de natal com fita métrica, eles não improvisam nada nunca). E como desenvolveu a Mercedes durante anos juntamente com o Schumacher, teve uma beirada ali e aproveitou muito bem, foi campeão……. Mas isso foi uma rara excessão………..

  12. moisesimoes disse:

    - Aposto um iene: BOT- RAI – HAM.
    Um iene furado: Alonso na pole, se chover e o motor não se afogar.
    Amanhã até o Alvin é mais rápido que a Honda.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>