Comentários

  • Belíssimo fundo musical. Nunca tinha associado o hino com a fórmula 1.
    Ficou simplesmente fantástico.
    Só gostaria de fazer um comentario Eu que sou veterano de Interlagos.,
    72/73/75/76/77/79/80/90/03/04/05/06/07/09/11..
    Lembrar que como público de arquibancada setor A. Merecemos melhor conforto, logistica,respeito,etc
    Por isso penso cada vez mais antes de voltar ao meu autódromo.

  • Como enche o saco essa babação de ovo pelo FELIPE MASSA hein? Meo deos. Falta profissionalismo e isenção no jornalismo esportivo do Brasil, principalmente nas Organizações Globo. Confundem “bom mocismo” com competência, ‘simpatia’ com méritos esportivos.
    Essa semana e o fds inteiro vão querer empurrar ao telespectador de F1 que Felipe Massa vai fazer falta na F1. Não faz falta COMO PILOTO nem para a equipe que lhe paga o salário. Um cara “tão bom piloto e tão bom caráter” não teria dificuldades para conseguir patrocinadores que o bancassem em outra equipe da F1.
    É muito confete para NADA.
    Ano que vem ninguém mais vai pronunciar o nome de Felipe Massa na F1. E a cada ano que passar mais difícil vai ficar para lembrar. A exemplo do ano passado, assistir os treinos e a corrida do GP Brasil de F1 pela TV, só com o botão do “mute” acionado do começo ao fim. Haja paciência.
    Chegamos ao ponto de quase agradecer por não ter um piloto brasileiro no grid da F1. Graças á Barrichello e Massa. E ficam festejando esses caras dando um tamanho em importância para a F1 que nunca tiveram.
    São duas “Miss Simpatia”. Só isso.
    Por um 2018 sem tanto “pachequismo” mentiroso na F1!

    • Quanta babaquice. Felipe Massa foi campeão em 2008, perdeu após a linha de chegada, por uma ultrapassagem do HAmilton (sem nada a acrescentar para ele). Foi um dos poucos momentos em que teve um carro vencedro (era o carro do Schumacher). Após isso a Red Bull dominou tudo e a Mercedes depois. Infelizmente o Brasil não tem memória, não tem respeito, e não estuda, nem mede palavras antes de digitar algo tão imbecil quanto o seu texto. Não basta ser excelente piloto para estar em uma equipe de ponta, existem interesses econômicos em tudo isso. Ele não tem o dinheiro do Stroll, e nem interessa as outras equipes, mas não pelo talento, e sim pelo dinheiro que ele (não) pode trazer.

      • PelamordeDeus!!
        Só você enxerga esse talento todo no Massa, Garlet!
        O Brabham-5 foi cirúrgico no comentário dele, mas você não se conforma!
        Tudo bem, já entendi:
        Enquanto para você o Fumassa é sinônimo de “talento”, para todos os outros habitantes da galáxia, ele “tá lento” mesmo. . .

  • Parabéns FG… vc é o cara! Teve invejo, numa boa, Temos praticamente a mesma idade e a tbém, acho, a mesma paixão por automobilismo e F1. Sinto uma certa inveja porque vendo vc celebrar o 30o. GP Brasil percebo como o tempo passa rápido e nossa vida idem. Se minha vida tivesse sido um pouco diferente (não estou reclamando) certamente teria ido atrás do desejo de me envolver com a F1. Vc trabalhou em 30 GP’s do Brasil e eu nunca fui a Interlagos.. Que bobeira a minha!!! Mas, como a vida é feita de escolhas e de saber aproveitar oportunidades, vc seguiu fazendo o que queria e eu, de certa forma, tbém. Gde abraço e novamente Parabéns!!!
    Simão

  • Vc FG é uma figura. Parabéns pelos 30 anos de GP Brasil. Fica a dica de escrever um livro sobre estes 30 anos, que tal ??? Bastidores, histórias e estórias, curiosidades, fotos, entrevistas. Que bacana seria. Pense nisso !!!

  • Parabéns pelos 30 anos em Interlagos.
    Quanto a “provocação”, veremos entre os comentaristas do blog, quem frequentou a aulas de história e estudou e aqueles que “fugiram” da escola e nada sabem.
    Viva Lenin
    Viva Trostsky