ESQUISITICES

A RFFSA, de saudosa memória, inspecionava trilhos com estilo…

ruraltrem

Comentários

  • Até hoje ainda tem este tipo de veículo adaptado para inspeção das linhas férreas. Na minha cidade, Patrocínio – MG, não é raro vê-los. Atualmente, salvo engano, são camionetes Toyota Hilux “Híbridas”. Usam a adaptação, que é removível, para inspecionar os trilhos e terminado o trabalho são aptas a rodas normalmente em estrada. Vou tentar fotografar para enviar.

  • Vi uma dessas no começo da década de 80 no trecho da ferrovia que cruzava o Rio São Francisco, entre Petrolina(PE) e Juazeiro(BA).
    Imagem que nunca esqueci e foi materializada com essa foto.
    Acabaram com a malha ferroviária no Brasil. Trem virou sinônimo de atraso.
    São visões equivocadas de uma modernidade que leva ao atraso.
    Triste Brasil…

  • Grande RFFSA, extremamente fomentada na década de 60/70 chegou a ter 22.000kmk de malha ferroviaria.

    Foi extinta em 2007. Queria entender como o Governo fez essa malvadeza.

    Segue o jogo. a “Rede” foi minha cliente no Rio Grande do Sul.. Paulista transferido a serviço do Banco Nacional, foi a minha primeira reunião em Terras Gauchas, primeira reunião em que vi uma “Cuia de Chimarrão” servir a todos.

    Tempo bom, que mataram e tiraram de todos nós.

    • Tentaram extinguir as ferrovias nos EUA mas não deu certo. NO início do séc passado, a General Motors criou uma empresa laranja para comprar todas as empresas ferroviarias, e extingui-las. Ao mesmo tempo que criou empresas de ônibus para substituir e obrigou o governo a aumentar a malha viária (Em Los Angeles por exemplo), tudo isso com o objetivo de vender carros na verdade. Então sempre tem algum motivo por trás de tudo. NO Brasil foi feito a mesma coisa. Como somos país pobre, não conseguimos manter malha ferroviaria significativa para transporte de carga. Os suecos deitam e rolam aqui vendendo caminhões, sobrecarregando rodovias, acidentes etc. Grande parte deste transporte deveria estar nos trilhos.

  • Morei numa chácara la no Paraná na qual a ferrovia passava ao fundo da nossa casa ; não dáva 100m até os trilhos . A gente criança pequena ia acenar para os caras que passavam nessas ruralzinhas , provavelmente iam e vinham fazendo inspeção e manutençao na ferrovia .
    Muitas saudades desse tempo !