“GP ÀS 10”: ESPORTE X BUSINESS

&

Sobre o Autor

Flavio Gomes

Flavio Gomes é jornalista, mas gosta mesmo é de dirigir (e pilotar) carros antigos.

55 Comentários

  • Toto Wolff sentiu medo e calafrios tendo uma sensação de derrota dando soco na mesa quando Vettel passou Hamilton depois do Pit Stop, quando o Hamilton recuperou o segundo lugar ultrapassando Vettel o Toto Wolff nem pensou duas vezes em fazer o jogo de equipe, e o pobre do Bottas ainda pensou em devolução, pobre Bottas! Pelo menos o Toto não esconde nada de ninguém naquilo que faz, e já a postura do Hamilton ao tentar escapar da entrevista do Paul di Resta é que foi mais vergonhosa ainda.

  • Acho que o medo de Toto , era Hamilton tentar ultrapassar Bottas , assim como
    fêz com Vettel, e dar alguma confusão que beneficiaria o Alemão. Arriscar
    pra que ? Bottas teve 15 corridas pra disputar o titulo com Hamilton e veja
    quantos potos tem hoje …não pode reclamar de nada…

  • Em 2007 em seu ano de Estreia Hamilton pardeu o titulo por 1 ponto com a vitoria de Kimi no Brasil que Massa deixou ganhar.
    Ps: perdeu tb com os erros nas duas ultimas corridas.
    Acho que a formula 1 é assim ha algum tempo.

  • Eu, que sempre fui um fã fiel desde criancinha, e assisto até a corrida mais chata, vou fazer como outros fãs decepcionados, vou parar de dar audiência, de dar dinheiro para essa marca “Formula 1”. Não são negócios? Estou insatisfeito como cliente e vou tratar como negócios. Não é o produto que me venderam. Que apresentem melhor o produto “Formula 1”, que sejam honestos ao menos no anúncio do que vou assistir/consumir. Já cancelei minha inscrição no site da F1 que sempre recebia notícias e só não tinha o F1 Pro ainda por idiotice do sistema deles que não aceitava cartão de crédito brasileiro porque estou vivendo na Alemanha. E nem de débito alemão. Já cancelei o pacote do brasileirão no passado quando teve a palhaçada contra a Portuguesa. E olhe que sou Flamenguista – mas nunca aceitarei decisão antidesportiva que afete o resultado decidido em campo ou na pista. Quem quer defender isso, que morra abraçado com a Formula 1, cada vez mais despecando a audiência. Mas ainda irei ler seus artigos e ver seus vídeos, Flávio. O som agora está ótimo e com qualidade! Abração.

  • Ter uma opinião contra ou a favor faz parte da democracia. Mas em rede nacional comentaristas e narrador incentivando que fizessem isso de forma mais discreta, foi patético. Não gostei da atitude, mas foi feito às claras e assumido. Eu pude ter uma opinião formada porque tive como avaliar o que foi feito. Espero que o reflexo do que o narrador fez não repercuta nem incentive a maioria; preferir ser feito de bobo para não sujar o nome da categoria. Me poupe! Baniram todos os meus comentários com essa base no site da emissora que narrou o GP.

  • eu ainda acho que o grande perdedor dessa historia foi o hamilton o cara teve a chance de fazer diferente seria exaltado seria comparado ao seu idolo senna que devolveu a vitoria combinada com o berger lembrada até hoje mas foi fominha fez igual ao shcumacher que como o FG disse apesar de todas as conquista ta la o famigerado gp da austria uma mancha na sua carreira

    • Acorda, Lelli! Schumacher devolveu a vitória da Áustria em Indianápolis no mesmo ano. A vitória que Ross Brawn tirou do Rubinho, diga-se de passagem.

      O mal de vocês é um só: quando falam de algum “santo”, não contam o “milagre” por completo!.

      • então basta o hamilton deixar o bottas ganhar a proxima que apaga tudo ?
        não sou eu que esta dizendo que a austria é um ponto negativo na carreira do schumacher é como FG falou

      • Paulo, você quer uma lista das ocasiões em que Schumacher foi anti-esportivo ou mesmo vigarista? Não precisa né, você conhece todas. Nada disso diminui o grande piloto que ele foi, assim como não diminuirá Hamilton e os outros 50 que já fizeram isso.

      • Pinto….porquê então ele não devolve o título de 94 pro Hill….?? Ali a decisão foi só dele de acertar o Inglês, entende? Não, claro que vc não entende. Esses desesperos na Carreira do Alemão não o deixam jamais ser aproximado de Senna!!

      • Thiago, marmelada foi na Alemanha/2010, onde a vitória não foi devolvida.
        Fernando, você fala, fala, fala e sempre diz a mesma coisa.
        Sennafredo, o título de 1994 é de Schumacher por direito!

      • Thiago, o Pinto nunca responde aquilo que é perguntado. Ele sempre inventa uma estatística diferente do assunto.

        Se você continuar a questioná-lo ou mostrar o quanto ele é incoerente, em br eve saber tudo sobre a carreira do Thierry Boutsen, do Ivan Capelli, do Paolo Barilla, etc.

      • Não sabe interpretar texto, fique quieto, Sennafredo Zanetti!

        Se você tira algo de alguém e depois devolve por conta própria, você merece um tratamento melhor do que quem tira e não devolve.
        Entendeu ou tá difícil?

      • 1- Eu não sou o Segafredo. Sou fã de Senna como ele, mas somos pessoas diferentes.

        2- O apelido Zanetti é pra confundir ainda mais o Pinto.

        3- Pinto, se Schumacher não devolveu o título ao Hill em 94, não merece tratamento diferenciado. Simples!

        4- Prost devolveu o título ao Senna em 90. Foi um gentleman.

      • Eu estou falando uma coisa e você vem com outra. Isso é, inclusive, um subterfúgio muito utilizado por vocês, viúvas.
        Schumacher é um campeão diferenciado pelo simples fato de ser HEPTA.
        Me confundir? Hahahahahahaha! (sete, pra ficar bonito).
        Prost devolveu o título ao Senna em 90? Hahahaha! (quatro, o suficiente pra ficar à frente de Senna).

        Você pode não ser, mas é bem parecido com o Sennafredo: uma “viúva” rancorosa e recalcada!

      • Exatamente nobre colega Zanetti……..naquela corrida Berger havia disparado na frente enquanto Senna ficava amansando o Leão, isso até Mansell ver que não teria jeito e rodar sozinho no curvão. A partir dali foi Ayrton com a faca nos dentes caçando e ultrapassando Berger. No final da corrida Ron Dennis passou o rádio com a ordem, simples assim!

      • BOLA NO QUEIXO, se você não sabe da história, não escreva bobagens.

        O título estava garantido desde a volta 9. Senna alcançou Berger, ultrapassou, abriu vantagem e passou as últimas 15 voltas ouvindo o pedido do Ron Dennis para deixar o Berger ganhar.

        Senna não queria isso, Berger não ficou feliz ao saber.

        Está tudo por aí. Escrito e falado. Seja um pouco menos idiota e se informe.

  • FG, totó Wolf, disse querer ser o malvado e não o idiota, pois bem, acredito que ele conseguiu ser os dois ao mesmo tempo. Quanto a hAmilton, faltou grandeza, faltou zelo ao que, supostamente, representa ou representaria ao esporte. Estava em suas mãos agir como um homem ou um menino, preferiu ser o segundo. Quanto a nós (eu), que gosta de esportes, me senti um idiota, um bobo, que assistiu até os últimos metros da corrida na esperança de Hamilton justificasse o que, repito, representaria. Mas, ele foi só um garoto.

  • Se fosse num esporte totalmente coletivo, tudo bem, sei lá, um atacante querer dar o passe para outro fazer o gol ou bater um penalti, mas isso ocorre porque o coletivo mesmo nestes momentos ganha é muito mais importante., porque o time ganha e não o jogador que bate o penalti. Mas no automobilismo não é assim. Se a Mercedes fizesse 1-2 invertido ia fazer a mesma quantidade de pontos, mas a F1 é o que é hoje por causa da disputa individual dos pilotos e não de equipes. Por isso entendo que neste caso, o desempenho do piloto está acima dos objetivos da equipe e portanto, acho que pedir para um piloto dar a posição a outra é inaceitável, exceto em raras ocasiões como naquele caso da Hungria em que o Hamilton pediu licença pra arriscar pois sua agressividade maior poderia ser capaz de ultrapassar o carro a frente já que o Bottas parecia não ter condições, tanto que no fim devolveu a posição ao Bottas. Mas neste caso, não vejo como aceitável. Lamentável.

    Digamos que o Vettel encoste no campeonato e o Hamilton levar o campeonato por 6 pontos. Será que ele será considerado o maior de todos por ter levado esse campeonato desse jeito? Com certeza sua taxa de aprovação por méritos cairá drasticamente.

    PS: já perguntei e pesquisei várias vezes e ninguém consegue me responder: DE ONDE SAIU ESSE TOTO WOLF que apareceu do nada como sócio da Williams em 2013 e em 2014 justamente no ano da virada de regualmento e da Mercedes dominar a categoria, coincidentemente se mudou pra lá? Não há informação histórica alguma do cara, nem de formação, nem de empresas que poderia possuir, NADA.

    • Não seja ingênuo, a Mercedes só liberou a briga NicoXHamilton pq era a equipe dominante de 2014 a 2016. Logo, podia se dar ao luxo de deixar seus pilotos disputando o campeonato.

      E pelo que foi dito, o próprio Lauda não queria que Hamilton devolvesse a posição para Bottas no GP da Hungria no ano passado.

      • Até acho bacana devolver a vitória, mas Lewis teria que fazer a pole, vencer e entregar… quem sabe depois do título garantido. Se simplesmente fizer igual ao Senna fez com Berger, pegaria mal pacas para o Bottas. Mais ofende do que exalta o piloto. Achei legal o Bottas não querer o troféu e nem subir no degrau mais alto, já que ele se submeteu a entregar, faça o serviço completo.

Por Flavio Gomes

Perfil


Flavio Gomes é jornalista, dublê de piloto, escritor e professor de Jornalismo. Por atuar em jornais, revistas, rádio, TV e internet, se encaixa no perfil do que se convencionou chamar de multimídia. “Um multimídia de araque”, diz ele. “Porque no fundo eu faço a mesma coisa em todo lugar: falo e escrevo.” Sua carreira começou em 1982 no extinto jornal esportivo “Popular da Tarde”. Passou pela “Folha de S.Paulo”, revistas “Placar”, "Quatro Rodas Clássicos" e “ESPN”, rádios Cultura, USP, Jovem Pan, Bandeirantes, Eldorado-ESPN e Estadão ESPN — as duas últimas entre 2007 e 2012, quando a emissora foi extinta. Foi colunista e repórter do “Lance!” de 1997 a 2010. Sua agência Warm Up fez a cobertura do Mundial de F-1 para mais de 120 jornais entre 1995 e 2011. De maio de 2005 a setembro de 2013 foi comentarista, apresentador e repórter da ESPN Brasil, apresentador e repórter da Rádio ESPN e da programação esportiva da rádio Capital AM de São Paulo. Em janeiro de 2014 passou a ser comentarista, repórter e apresentador dos canais Fox Sports no Brasil, onde ficou até dezembro de 2020. Na internet, criou o site “Warm Up” em 1996, que passou a se chamar “Grande Prêmio” no final de 1999, quando iniciou parceria com o iG que terminou em 2012. Em março daquele ano, o site foi transferido para o portal MSN, da Microsoft, onde permaneceu até outubro de 2014. Na sequência, o "Grande Prêmio" passou a ser parceiro do UOL até maio de 2019, quando se uniu ao Terra por um ano para, depois, alçar voo solo. Em novembro de 2015, Gomes voltou ao rádio para apresentar o "Esporte de Primeira" na Transamérica, onde ficou até o início de março de 2016. Em 2005, publicou “O Boto do Reno” pela editora LetraDelta. No final do mesmo ano, colocou este blog no ar. Desde 1992, escreve o anuário "AutoMotor Esporte", editado pelo global Reginaldo Leme. Ganhou quatro vezes o Prêmio Aceesp nas categorias repórter e apresentador de rádio e melhor blog esportivo. Tem também um romance publicado, "Dois cigarros", pela Gulliver (2018), e o livro de crônicas "Gerd, der Trabi" (Gulliver, 2019). É torcedor da Portuguesa, daqueles de arquibancada, e quando fala de carros começa sempre por sua verdadeira paixão: os DKWs e Volkswagens de sua pequena coleção, além de outras coisinhas fabricadas no Leste Europeu. É com eles que roda pelas ruas de São Paulo e do Rio, para onde se mudou em junho de 2017. Nas pistas, pilotou de 2003 a 2008 o intrépido DKW #96, que tinha até fã-clube (o carro, não o piloto). Por fim, tem uma estranha obsessão por veículos soviéticos. “A Lada foi a melhor marca que já passou pelo Brasil”, garante. Por isso, trocou, nas pistas, o DKW por um Laika batizado pelos blogueiros de Meianov. O carrinho se aposentou temporariamente no início de 2015, dando o lugar a um moderníssimo Voyage 1989. Este, por sua vez, mudou de dono em 2019 para permitir a volta do Meianov à ativa no começo de 2020.
ASSINE O RSS

Categorias

Arquivos

TAGS MAIS USADAS

Facebook

DIÁRIO DO BLOG

outubro 2018
D S T Q Q S S
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031