LÁ E CÁ

RIO(quanta diferença) – A Justiça argentina condenou dois ex-executivos da Ford por terem colaborado com a ditadura militar no sequestro e tortura de pelo menos 24 sindicalistas entre 1976 e 1977. O centro de detenção ilegal ficava numa área para churrascos da fábrica de Pacheco, na Grande Buenos Aires. Anderson Grzesiuk mandou a notícia.

Aqui, a VW comprovadamente colaborou com a ditadura brasileira nos anos 70. Mas quem está investigando o caso é a própria Volkswagen.

Na Alemanha.

FORDarg

Comentários