MENU

quinta-feira, 17 de outubro de 2019 - 17:48F-1

MUDOU

RIO (tá valendo) – Aproveitem para chamar a Toro Rosso de Toro Rosso até o fim do ano, porque em 2020 a equipe passa a atender pelo nome de AlphaTauri, a marca de roupas da Red Bull.

(Já expliquei outro dia a origem desse nome — é a estrela mais brilhante da constelação de Touro. Está num post de alguma corrida recente, é só dar uma procurada, se interessar.)

A grife foi criada pela empresa de energéticos em 2016. O time, nascido como Minardi, foi comprado pela Red Bull em 2006 para ser uma filial da equipe principal.

AlphaTauri é um nome legal. Muito melhor que Racing Point. Mas a gente se acostuma com tudo. Quero ver é como a Globo vai chamar a equipe. ATR?

31 comentários

  1. T.Leal disse:

    Só pra explicar direitinho: o nome comum da estrela é Aldebaran (alguém aí lembrou do Cavaleiro de Touro?). O nome científico é Alpha Tauri porque essa é a designação astronômica padrão para estrela mais brilhante de uma constelação. Alpha Tauri é a estrela mais brilhante de Touro, Alpha Scorpii de Escorpião (chamada popularmente de Antares), Alpha Canis Majoris de Cão Maior (chamada popularmente de Sirius) etc.

  2. Bola da Vez disse:

    O mercado em primeiro lugar.

  3. CRSJ disse:

    Toro Rosso ainda ainda vai ficar por algum tempo na cabeça de muita gente pelo costume, agora Alpha Tauri vai demorar um pouco para se acostumar.
    Aquela abreviação daquela Globo com a Red Bull Racing em dizer RBR é uma completa porcaria, basta dizer Red Bull.

  4. Gabriel P. disse:

    Talvez seja porque a a tal Petrópolis (bebidas) tenha o seu próprio Red Bull, será?
    Mas….essa Alpha Taurus tem aqui no Brasil ??

  5. Flavio Mendes disse:

    ATR é fabricante de Avião. Será curioso ver a linha adotada pela emissora para não fazer propaganda “de graça”.

  6. Luciano Vido disse:

    Nova Andrea Moda. Agora em alto estilo.

  7. Valter disse:

    Cortam a imagem dos bonés com a logomarca dos patrocinadores usados pelos atletas. Um repórter da Globo ao entrevistar um piloto da Stock teve a cara de pau de tentar tirar os óculos do piloto pra não mostrar a marca. A Liberty a FIA, os patrocinadores tem que entrar com uma ação na justiça pra obrigar a Globo a respeitar seus investimentos. Que falta faz um Eurico Miranda nessas horas…

  8. rogerv disse:

    Sera que vem preta fosca com logo em chrome prata?

  9. Fernando Neris da Costa disse:

    Flavio, na década de 80 tinha uma equipe chamada ATS certo? Então para ATR a diferença é pouca…

  10. Ricardo Bigliazzi disse:

    A F-1 ao comercializar o seu produto deveria exigir que os nomes da equipe fossem ditos sem rodeios. Como os nomes dos Estádios de Futebol (produto BILIONARIO no mundo todo) que a RGT teima em sacanear.

    Por que a Ferrari, Mercedes e Mclarem são beneficiadas tendo os seus nomes falados sem siglas? Ferrari e Mercedes recebem propaganda de graça bem como a Mclarem que também comercializa uma série de itens como carros esportivos.

    Para mim, isso está completamente errado. Dois pesos, duas medidas.

  11. Ricardo disse:

    Se fosse pra seguir a lógica da Benneton, chamaria pelo nome. Contudo, a política da empresa mudou, pois chama mais atenção ainda do telespectador desavisado. Quem ouve uma sigla quer saber o que ela quer dizer!

  12. Andre Nascentes disse:

    O Kimi vai chamar de “that toro rosso or whatever the fuck its called”

  13. Nick B disse:

    Oieee.
    Sei que vc fica indômito quando faço isso, essas sumidas. Uma palavra: Martinica. Desculpadinho?

    Também estou em sérias conversações com tarólogos, numerólogos e afins com o intuito de mudar o meu nickname para 2020. Ou deixo Nick B mesmo? Hum…

    Nick B
    (ao som dos Stones, You can’t always get what you want). Grande segredo da vida: você não pode ter sempre o que quer, mas procurar somente o que precisa.

  14. Valter disse:

    Desconfio que não é a Globo que veta o nome das empresas e sim o Galvão Bueno que cobra por sua voz. Já ouvi outros narradores da Globo falando abertamente Red Bull, Toro Rosso, Volei Bradesco, Vôlei Nestlé, Red Bull Brasil Futebol. Quando o filho do Galvão corria(?) na categoria Stockcar e sua patrocinadora era a Red Bull, Galvão Bueno enchia a boca ao pronunciar o nome da fabricante de bebidas energéticas.
    Ah…Galvão vai chamar a equipe se Beta, Gama, Delta…. alfabeto grego inteiro menos AlphaTauri

  15. Cristiano disse:

    Podem fazer igual na época da Virgin, que ainda estreante virou “VR, antiga Manor” ou “antiga Manor”, que depois virou Manor mesmo quando a equipe que estrearia voltou ao nome original. Esperemos um “ATR, antiga STR”.

  16. Geraldo Netto disse:

    Minardi era muito mais bonito.

  17. Sim, ATR. O perfil de F-1 da Globo no Twitter já renomeou a equipe em uma publicação.

  18. Guto disse:

    Incrível como até hoje a Globo continua com esses RBR e STR.
    Até dói o ouvido na hora que soltam um desses….

  19. Eduardo disse:

    No site da Globo.com já estão chamando de ATR….de STR para ATR

    é uma vergonha isso…não falar o nome das empresar por causa de marketing

  20. Thiago da Silva Lima disse:

    Vão chamar de ex STR, certeza kkkkk

  21. Luiz Filipe disse:

    É só a AlfaTauri patrocinar o Cacá que o Galvão chama pelo nome, assim como aconteceu com a RedBull.

  22. Saima disse:

    Por que não chamar de Aldebaran, o nome popular dela?

  23. Fernando disse:

    ATR não dá pq é o nome de um avião usado no Brasil….

  24. Beno Guths disse:

    A Benetton foi de fabricante de roupas à F1. Interessante agora ver alguém inverter a equação.

  25. paulo disse:

    Nunca entendi essa parada da Globo não falar o nome da Red Bull, faz “merchandising” falando o nome das montadoras, mas a equipe com um nome de uma marca que não seja de carro não fala, depois o português sou eu!!!

    • Marcos Ferreira disse:

      Eu também nunca entendi isso. É realmente uma questão de grana no fundo, não paga o jabá, não falo seu nome.

      Mas vamos falar nas corridas de categorias nacionais, mais especificamente a Stock, que a Globo detêm o direito de imagens. No meu pensamento existe um circulo vicioso no meio, não vou colocar grana numa equipe, pois a televisão não fala o meu nome. A tv não fala o nome por que não pagam um por fora. A categoria tendo menos patrocinadores, tende a ser menos forte, menos forte fica uma categoria sem publico, sem publico, a categoria vai morrendo com o tempo.

      Um lixo realmente tudo isso. Acredito eu que teríamos outra situação se a Stock fosse transmitida em outro canal, mas já me disseram que vale mais a pena em questão de retorno ter uma cobertura fajuta da Globo do que correr em horário nobre das outras emissoras.

    • Renato F1/FE Mercedes disse:

      Prezado Paulo, também não entendo, mas acredito ser por força de contrato de um dos patrocinadores. Se eu não estiver enganado, a TNT Energy Drink compete com a Red Bull pelo mercado de energéticos e é ligada ao Grupo Petrópolis, ao qual pertence a cerveja Itaipava, uma das patrocinadoras. Deve existir alguma cláusula de veto de pronunciar o nome da concorrente; por isto, creio eu, a Red Bull Racing virou RBR e a Scuderia Toro Rosso virou STR.

      Não sei exatamente se é isto, mas é a explicação mais lógica que eu consegui encontrar.

    • charles disse:

      Pensa bem, a maioria esmagadora da população nunca vai conseguir comprar um Mercedes, uma McLaren e muito menos uma Ferrari, já uma latinha de Red Bull……….

  26. Allan da Cunha Luz disse:

    Olha, que pelo preço das roupinhas que eles vendem, da para manter eternamente uma equipe de f1… detalhe… preços em Euros… não é para o meu bolso…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *