DICA DO DIA

RIO (obra de arte) – Maravilhoso o curta de animação “Le Mans 1955”, do cineasta belga Quentin Baillieux. Conta a história do maior acidente da história do automobilismo, nas 24 Horas daquele ano. Para quem não lembra, a Mercedes 300 SLR de Pierre Levegh voou sobre o público depois de bater no Austin-Healey de Lance Macklin. Oficialmente, 83 pessoas morreram. Mas a corrida continuou. A Mercedes, que liderava a prova, acabou se retirando da prova e ficou fora das pistas por décadas.

É um trabalho delicado e sensível, esteticamente impecável, com personagens fortes e diálogos, embora curtos, muito comoventes.

Comentários