C39

A nova Alfa: com ela, Kimi deve se tornar o piloto com mais GPs disputados

RIO (gostamos) – Está aí a Alfa Romeo para 2020. O carro foi apresentado hoje de manhã em Barcelona, pouco antes do início da pré-temporada. Nome de batismo: C39. Segue a denominação inaugurada pela Sauber anos atrás. Peter Sauber batizava todos seus carros como C-alguma-coisa para homenagear a mulher, Christine. Adoro essa história.

Raikkonen e Giovinazzi tiveram um ano meia boca em 2019. Uma ou outra boa atuação, pouca consistência. A Ferrari deveria ajudar mais sua filial helvética — a equipe continua sediada em Hinwil, Suíça.

Com esse carro Kimi vai se tornar, nesta temporada, o piloto com mais GPs disputados na história, se nada de anormal acontecer. Pelas estatísticas, ele tem 312 largadas, contra 322 de Rubens Barrichello. Outros estatísticos apontam 326 x 315 para o brasileiro. A diferença nos números de ambos se dá por conta de uma ou outra corrida que teria os caras no grid, mas por alguma razão nem largaram — ficaram na volta de apresentação, pifaram nos boxes, coisas assim. Ou por conta de GPs que foram reiniciados depois de acidente na primeira ou segunda volta, sem a presença de um ou outro por falta de carro — Bélgica 1998, por exemplo, que teve um acidente múltiplo na largada, a prova foi interrompida, recomeçou do zero, mas alguns pilotos, como Rubinho, não tinham carro reserva para a nova largada.

[bannergoogle]

Comentários