FOTO DO DIA

SÃO PAULO (no tranco) – OK, é de ontem, tive um dia atrapalhado (sem energia elétrica por 19 horas), só deu para publicar agora.

E está todo mundo falando da careca do Vettel! Minha solidariedade ao rapaz. Não muda nada. É só cabelo. As imagens são de seu primeiro dia de trabalho na Aston Martin. Fez o banco, conversou com as pessoas, aquela adaptação à nova firma que é sempre necessária.

A coisa que mais quero ver em 2021 é Vettel na Aston Martin. E Alonso na Alpine. Para mim, é o que interessa nesta temporada. O resto vai ser acessório.

Comentários

  • Tem um pessoal completamente doido dizendo que o Vettel é mediano.
    Ele, entra a estreia e os titulos, foi um piloto incrivel. Super rápido e talentoso. Conseguiu alguns resultados muito bons na Ferrari tb. Mas o provavel é que o auge tenha passado, e isso acontece com todos. Mas isso não apaga o que ele fez de bom.

    Quanto ao visual… até nisso eu acho o Vettel legal, apesar de ter achado feio. Ele não se vê como um super-heroi, astro, que precisa manter a imagem jovial e padrãozinho. Ele parece ser só um cara normal que pilota carros de corrida, cagando pro resto.

  • Off topic, o Canalha arrebentou no The Voice+. Que voz, foi de arrepiar. O mesmo programa que quase ignorou a Claudya. Triste ter visto isso. Uma artista consagrada, fenomenal, sendo esnobada por luminares musicais como Ludmilla, Mumuzinho, Daniel e Claudia Leitte, que ainda tentou consertar o vexame.

  • Virou ponto de referência. Atrás daquele careca, ao lado do careca ou pergunta pro careca bem ali. Hahaha, o Flávio deve entender essa situação. Aliás, já falei para o Flávio não tirar a barba, sob pena de ser confundido com o dono da Havan.

  • A Aston Martin acabou de soltar um comunicado técnico muito interessante. Devido ao fato do Vettel ter perdido 2 quilos de cabelo, os engenheiros ganharam a oportunidade de colocar mais 2 quilos no carro, em um novo pacote aerodinâmico, com um objetivo muito claro: melhorar o fluxo de ar na asa traseira.

  • Impressionante.
    Quem não conhece Vettel, pensaria ser um engenheiro qualquer testando alguma coisa no volante.
    E olha que em um poste sobre o fraco desempenho de Vettel, eu mencionei que poderia entre outras coisas, ser a idade e um leitor “bocó”, respondeu que o alemão era mais novo que Hamilton.
    A idade não chega de forma igual para as pessoas, a foto diz que chegou logo pra Vettel.
    Um super piloto que hoje corre como um aposentado. E antes de outros (ou o mesmo) bocó (s), achar (em) que estou escrevendo isso somente por conta da foto, veja (m) as corridas de Vettel nos últimos anos.

  • Acho que teremos uma bela temporada. Vettel vai recuperar a confiança, teremos Ricciardo na McLaren com motor Mercedes, Alonso de volta e a Red Bull sobe um degrau com Pérez, além de Verstappen afiadíssimo. Provavelmente dá Hamilton de novo, mas vai ser mais embolado.

  • Deve fazer uma temporada digna. Stroll não é um braço duro que imaginava, mas também está longe de ser um prodígio. E a experiência unida a uma pressão menor devem propiciar bons resultados ao alemão. Apostaria em alguns pódios ou até mesmo uma vitória em alguma corrida maluca, que resulte em infortúnio da Mercedes.

  • Alonso: parafraseando um leitor do blog, continuará sendo o mesmo “idiota veloz” de sempre. Se não ganhar tudo, e obviamente será o caso, destrói o clima na equipe.

    Vettel: última chance para tentar provar que não foi o multicampeão mais casual da F1.

  • Vettel ficou mais aerodinamico do que nunca.
    Acho que Berger, Teo Fabi e Pupo Moreno sao os ultimos pilotos a correrem de capacete duplo, alguém confirma essa importantíssima informacao?
    Vale lembrar que o maior de todos, Fangio, também tinha essa medida de reducao de peso.

    • Admito que demorei alguns segundos pra entender a referência.
      Acho que esses foram os últimos mesmo.
      Um que me recordo nitidamente que passou a usar esse recurso, mas salvo engano, só depois que deixou a F-1, foi o Gabriele Tarquini, que pra mim foi um dos capacetes mais marcantes da categoria. No caso, falo do capacete mesmo.

  • Vai ser bom de assistir três pilotos equipados com Mercedes nesta próxima temporada, Hamilton obviamente na equipe oficial, Vettel na Aston Martin (time B da Mercedes) e Ricciardo na McLaren (Mercedes) no que possa pesar a mudança de motor da temporada passada para esta, mas se as coisas forem bem feitas, será interessante de assistir estes três.

  • Sabemos que há vários leitores desse blog que tratam o Vettel como se fosse um Deus, o phoddão, o Top 1, e ainda ignoram e criticam pilotos como Senna, Schumacher e Hamilton. Do Fangio eles não falam nada, pois nunca viram um único documentário do pentacampeão.

    Sabemos também que o Vettel cometeu várias lambanças nos últimos anos e, portanto, é preciso estar preparado para aceitar um fato que pode acontecer: Lance Stroll pode chegar na frente dele em alguma corrida. Talvez, em mais de uma. Se isso realmente acontecer, quero ver qual será o contorcionismo retórico, o malabarismo intelectual que os leitores desse blog criarão para justificar o que só pode ser classificado como um vexame. Afinal, o principal argumento dos fãs do Vettel, é que ele é tetra, e todos os muitos erros de sua carreira, claro, precisam ser varridos para debaixo do tapete.

    • Não sou fã do Vettel e acho que ele não é nada disso (phodão etc). Mas sair de um carro ruim como a Ferrari e entrar em um carro bom como o da Aston Martin dá um gás e tanto no piloto, até mesmo em um mediano como ele. Em um carro ruim o piloto está muito mais suscetível a cometer erros e ser às vezes tomado pelo desânimo. Foi isso que o colocou na condição de segundo piloto apesar de todas as manobras que a Ferrari fez ferrando o LeClerc em 2019. Mas com carro melhor a vontade de ganhar de novo vem e disposição para tentar ele tem, principalmente porque já provou o gostinho da glória. As chances de ele andar bem são muito grandes e maiores ainda as chances de chegar atrás do Stroll em algumas corridas. Isso aconteceu com ele na Red Bull e na Ferrari, acontece com o Hamilton na Mercedes, aconteceu com Schumacher na Ferrari etc.
      Eu quero é ver o circo pegar fogo.

  • Em 2022 estarei “de olho” no Vettel e na Mclarem Mercedes, a minha torcida é para que Eles se reencontrem com as Vitórias.

    Agora, estou apenas na torcida pois até agora não sei por onde assistirei as Corridas… a GLOBO (SPORT TV) irá transmitir a temporada?

  • o que me assustou, flavio, foi perceber que a careca do tião é sinal de que o tempo passa muito rápido!

    eu lembro da primeira corrida dele, tinha acabado de fazer 19 anos, ainda fresquinho na faculdade. hoje, perto dos 33 e com uma cabeleira de dar inveja, me solidarizo com o pobre alemão. no entanto, ainda bem que ele não inventou de fazer implante. deixa careca que tá bom.