PRENDE EU

Alguém arrisca o ano em que a PM de São Paulo usou Gurgel na sua frota?

Comentários

  • Vivi uma história divertidíssima a bordo de um desses, que aqui no interior do RJ era usado pela polícia civil em 90/91.
    Eu trabalhava para a Associação comercial de Araruama e o delegado da cidade, em parceria com o presidente da associação firmou um convênio onde os comerciantes ajudariam a delegacia com suprimentos básicos (sim, é dever do estado, mas…) Munido de um ofício da associação lá foi o delegado pelos comércios da cidade, e eu, há época um jovem contínuo, fui de carona.
    Até aí tudo parecia ok mas, só depois de parar no primeiro comércio, é que eu me dei conta que as pessoas achavam que eu estava indo em “cana”, e em um posto de gasolina (onde o delegado parou para ir ao banheiro e estava demorando ) tentaram impedir minha saída do carro , por acharem que eu estava tentando fugir :-) :-)

  • Posso dizer que em 1993 ainda usavam. Em uma madrugada em Bauru, voltando de um bar, um amigo nosso nos levava embora em seu Opala, furando todos os semáforos da Duque de Caxias até que cruzamos com um Gurgel desses da PM, que veio atrás de nós. Nosso amigo motorista tentou despistar o carrinho, entrando pela contramão em várias ruas (quem conhece Bauru sabe que as ruas são bem organizadas, uma sobe, outra desce, uma vai para esquerda e outra, para direita) até achar que foi bem sucedido e voltar para a Duque, dessa vez devagar e cuidadoso. Quando paramos em um semáforo, fomos cercados por 3 viaturas da PM, fomos para o muro, revista, etc., 10 minutos depois chegou o gurgelzinho. O capitão passando o sermão na gente, dizendo que estávamos pondo todo mundo correndo daquele jeito, e meu amigo diz “não passamos de 60”. Aí o policial do Gurgel gritou pra gente “mentira, estava a 80 na Rio Branco e vocês sumiram na nossa frente!” De fato, não era um carro adequado para a PM.

  • Esse é um X-12 TR, valente e polivalente, creio essa foto é do final dos anos 80, chuto 1988/89. Na PM SP eram relativamente raros, numa época em que a maioria esmagadora das viaturas eram Opalas

  • Pela pintura, chuto segunda metade dos anos 1980.

    E lembro dos Carajás da Polícia Florestal em Mongaguá, já nos anos 1990, quando passava férias na casa dos meus padrinhos que lá moravam.