FOTO DO DIA

Uma hora antes da cerimônia de gala da FIA para a entrega de prêmios para os campeões e destaques do automobilismo mundial em 2021, estacionaram esse caminhãozinho perto do Louvre, onde aconteceu a festa. A Mercedes não foi. Mandou um carro de Fórmula E por causa do título de Nyck de Vries. Mas a turma da F-1, campeã mundial de Construtores, não apareceu.

Comentários

  • Essa vitória arranjada para o Verstappen, equivale a vitória de Alain Prost sobre o Ayrton Senna no GP de Mônaco em 1984.
    Nada como um piloto de duvidoso caráter, ganhar uma corrida de forma suja.
    Quanto mais passar o tempo, mais patente vai ficar a manipulação feita pelo diretor da prova Michael Masi que, em 2020, no Grande Prêmio de Eifel, tomou uma decisão totalmente diferente na mesmíssima situação. Naquela corrida ele alegou que ““Há uma exigência nos regulamentos esportivos para que todos os carros retardatários ultrapassem o safety car e se alinhem no final do pelotão.”
    Alain Prost perdeu o campeonato para o Niki Lauda por 1 ponto em 1984. Ironia do destino, se ele tivesse chegado em segundo na corrida de Mônaco, ganhando os pontos integrais, teria sido campeão.
    Vamos ver qual a ironia virá para o “Campeão” de 2021. Uma coisa é certa. Pegou mal, foi feio.

  • Alem do Hamilton não ir a entrevista coletiva (imagina o Max em segundo e não indo o que o Mundo inteiro não falaria: “garoto idiota mal perdedor”. Agora é a Equipe que não aparece?

    Segue o jogo, saber perder é uma das lições mais importantes que existe na vida.

    Se fosse a Mercedes abandonaria a F-1, ela tem que saber perder quando não é a melhor (como esquecer de Silverstone?).

    • Você andava sumido, o que foi ótimo para a paz do blog. Se voltar com esse tipo de comentário vazio (“choro é livre”, “mimimi” etc.), pode ir embora de novo. Ou, simplesmente, te bloqueio. Sem paciência para esbarros de rede social.

  • Papelão é o que Masi fez!

    Roubaram descaradamente a Mercedes.

    O garoto enxaqueca vai ser sempre lembrado por esse título….ganhou na marmelada! Nojento! E o asco dos fãs da F1 aumenta a cada dia…

  • Depois da vergonha mundial da última corrida, se meu nome fosse Paulo Benz ou Paulo Mercedes, eu mandaria a FIA para o quinto dos infernos, tiraria o time inteiro de campo, com os motores e tudo, para eles verem o que é bom para tosse.