ATÉ QUE ENFIM!

SÃO PAULO (ufa) – A Mercedes anunciou há pouco a renovação dos contratos de Lewis Hamilton e George Russell por mais dois anos. Ambos ficam no time até o fim de 2025. Se chegar ao final do compromisso, Lewis terá completado nada menos do que 13 temporadas na Mercedes. Sem contar o apoio da marca no kart, nas categorias de base e nos tempos de McLaren. George é piloto da marca há um bom tempo, também: desde 2017. Correu três Mundiais pela Williams, de 2019 a 2021, e virou titular do time alemão no ano passado.

Hamilton é o piloto mais bem sucedido da história, com sete títulos mundiais e recordes de vitórias, poles e pódios na categoria. Com a estrela de três pontas, ganhou 82 corridas, fez 78 poles e conquistou seis campeonatos.

Pode ser o último contrato do heptacampeão, que terá quase 41 anos no final de 2025 — ele nasceu em 7 de janeiro de 1985. É difícil querer adivinhar, hoje, se o cara está a fim de dar uma de Alonso para encarar o início de uma nova era, a partir de 2026, com mudança de regulamento da F-1.

Mas…

Mas e se a Mercedes acertar a mão e voltar a vencer? Aí, Alonso passa a ser um bom exemplo no qual se mirar. A verdade é que nem ele, Hamilton, sabe o que será do futuro. Ninguém sabe. Quanto a Russell, é bola de segurança da equipe alemã. Uma boa bola de segurança. O menino é ótimo, embora não faça um grande campeonato neste ano. Mas é o sucessor natural de Lewis.

Uma novela a menos. Aguardemos as próximas!

Subscribe
Notify of
guest

15 Comentários
Newest
Oldest Most Voted
Inline Feedbacks
View all comments
Peixe
Peixe
5 meses atrás

Bem que faz a Mercedes.
Não teria motivo para mudar.
Não se desfaz de um heptacampeão se ele não quiser ir embora, e o Russell é bom piloto também.

Na sua opinião Flavio, esta é a melhor dupla de pilotos no grid atual da F1?

Marcus
Marcus
5 meses atrás

Muito feio o que fizeram com o Massa.

O crítico
O crítico
Reply to  Marcus
5 meses atrás

Muito feio o que o Massa está fazendo.

Marcus
Marcus
Reply to  O crítico
5 meses atrás

É direito dele.

O crítico
O crítico
Reply to  Marcus
5 meses atrás

O que não justifica o injustificável, e só compromete a imagem dele.

Mauricio Rocha
Mauricio Rocha
5 meses atrás

Hamilton é um exemplo de esportista. Não precisa provar nada para ninguém. Teve o título de 2021 tirado de suas mãos de forma, no mínimo, contestável. Desde 2021 a Mercedes vem ruim, mas ele está lá trabalhando para melhorar. Pelo que vi ele não se ofereceu para correr de graça na Red Bull….

Jorge
Jorge
Reply to  Mauricio Rocha
5 meses atrás

Porque se fosse pra red bull ia tomar um coro do verstappen. Já perde em classificação pro russel.

O crítico
O crítico
Reply to  Jorge
5 meses atrás

Bola de cristal, jogo de búzios ou cartomante?

Mauricio Rocha
Mauricio Rocha
Reply to  Jorge
5 meses atrás

Nada….ia ser pau a pau. Super legal de ver.

Last edited 5 meses atrás by Mauricio Rocha
Carlos Jose Pimenta Franco
Carlos Jose Pimenta Franco
5 meses atrás

Vida longa e prosperidade a essa dupla.

Chupez Alonso
Chupez Alonso
5 meses atrás

Rumo ao 8cta…!

Lá em 2028…

O crítico
O crítico
Reply to  Chupez Alonso
5 meses atrás

Esse sujeito é um marmocta, coitado. Aqui em 2023 e desde sempre …

CHAGAS
CHAGAS
5 meses atrás

E a Mercedes salva o dia.

Marcos Bassi
Marcos Bassi
5 meses atrás

Ainda acho a melhor dupla de pilotos do grid. Se a Mercedes voltar a acertar eles vão brigar, até entre si. E torço para que não seja a última renovação de Lewis. Ainda queria ver ele nas mudanças de 2026. Não sabemos nem se o mar não vai ter engolido os autódromos até lá…quanto mais se a Mercedes vai voltar a ganhar, Lewis vai ter ímpeto, George vais estar desanimado, Albon vai ressuscitar a Ferrari (se fosse a Ferrari, contratava Albon e Piastri e via no que dava…ou Norris…embora acho que Norris acaba na Mercedes depois de Lewis).

Last edited 5 meses atrás by Marcos Bassi
Ciro Magalhães
Ciro Magalhães
5 meses atrás

Opa! Passando pra registrar meu acesso no dia internacional do blog, que fui descobrir que é em 31/08 pela similaridade da data com a palavra. Valeu!