LEGIÃO URBANA

É no silêncio de um Chevrolet…

Subscribe
Notify of
guest

21 Comentários
Newest
Oldest Most Voted
Inline Feedbacks
View all comments
Roberto
Roberto
8 meses atrás

Um comercial que entrou para a história da propaganda, trilha de Zé Rodrix

lagebeer
lagebeer
8 meses atrás

Saudades de meu Chevettinho SL azulzinho .. muito confortável e macio .. tração traseira .. álcool.. muito beberrão … que nem eu hehe

Marcus
Marcus
8 meses atrás

Geral jogando o Perez na frente do onibus, até o Verstappen. Feio isso. E o Drugovich já anunciou que segue na reserva da Aston Martin.

Jeff Treviso
Jeff Treviso
8 meses atrás

Flavio boa tarde
Vou ficar 1 ano na Europa em 2024 e gostaria de levar meu carro junto, pode me orientar em relação a como transportar, burocracia e cuidados com combustivel, fluidos etc?

Jeff Treviso
Jeff Treviso
Reply to  Flavio Gomes
8 meses atrás

Pensei em perguntar a você porque tenho visto matérias sobre o pessoal levando carros antigos para Europa, e acredito que seja algo parecido, se puder me indicar alguém do ramo para me dar uma ideia agradeço.

Last edited 8 meses atrás by Jeff Treviso
Marco Antonio
Marco Antonio
8 meses atrás

Eita que beleza…

Luiz
Luiz
8 meses atrás

Tive um Opala cupe prata 79 4cilindros que ficou comigo até 89 com uma retífica de motor. Várias viagens pelo sul do Brasil o carro nunca me eixou na mão mesmo quando a mangueira do radiador furo quando atravessava a Ponte da Amizade em Foz do Iguaçú!. Depois tive um Monza e uma Ipanema. Eram muito bons os Chevrolets desse período.

Lobo
Lobo
8 meses atrás

Vixe…caíram os frisos da Marajozinha, tadinha! E o opalao é TÃO placa Preta que até as ferrugens originais ele tem. Hahaha…

o nosso la de casa tb era marrom, mas com teto de vinil preto e tinha as ferrugens mais por baixo, no compartimento do estepe e paralamas…saudades.

Junior Melo
Junior Melo
8 meses atrás

Pq Legião Urbana?

Lobo
Lobo
Reply to  Junior Melo
8 meses atrás

É que a legião Rural só se aplicaria a carros da Willis. (Kkkkk)

Pelo visto vc nao acompanha o blog desde o inicio…é o nome dessa sessao onde pululam fotos de classicos flagrados en pleno tráfego das cidades, respirando resplandecentes contra a corrente da industria eléctrico-plastificada dos carros atuais e cada vez mais feios.

Paulo Eduardo Szwec
Paulo Eduardo Szwec
8 meses atrás

Enquanto o mundo perde a forma eu me encontro em mim…

Neuro Lauri Becker
Neuro Lauri Becker
8 meses atrás

As marcas Americanas tendem a desaparecer, os Americanos enjoaram delas, então meu caro FLA esses jingles serão meras lembranças

Felipe
Felipe
8 meses atrás

Já comecei a cantar aqui..
“…que o meu coração bate mais alto”

O crítico
O crítico
8 meses atrás

Tenho muitas lembranças da Caravan Comodoro 1979, verde metálica, da família. Tinha banco inteiriço na frente e câmbio de três marchas com alavanca no volante (como todos os Opalas anteriores que meu pai comprou). Motor 2.500 c.c, também conhecido por 4 cilindros 100 força. Ficou conosco de 1980 a 1993, passando inclusive por uma retifica nesse período. Me habilitei em 1983, ou seja, dirigi essa belezura por 10 anos. Era excelente na estrada, boa na cidade e especial quando acompanhado, por causa do enorme porta-malas, uma verdadeira cama, ainda mais com o banco traseiro rebatido. Faltava um toca-fitas, mas eu improvisava com um portátil a pilha. De vez em quando me fazia passar uns apertos, principalmente quando o câmbio engripava, mas logo peguei o macete para liberar. Em resumo: saudades, muitas!

Fabio Amparo
Fabio Amparo
Reply to  O crítico
8 meses atrás

Tenho muitas lembranças da Caravan também. Meu pai teve 9 ao todo, sendo a maioria delas 6cc. Me lembro especialmente de 3: Uma marrom metálico, uma bege (esta 4cc) e uma verde metálica também.

Fabio Amparo
Fabio Amparo
8 meses atrás

No silêncio de um Opala, tudo bem.

Agora Chevette, o que menos e tem é silêncio!….rs

Abs,

Luiz Gustavo Martins
Luiz Gustavo Martins
Reply to  Fabio Amparo
8 meses atrás

Nossa! Que falta de cultura automobilística. No silêncio de um Chevrolet é jingle famoso dos anos 80 composto pelo grande Zé Rodrix. Se nunca escutou, procure no YouTube. Vale a pena!

Fabio Amparo
Fabio Amparo
Reply to  Luiz Gustavo Martins
8 meses atrás

Fique tranquilo. Eu sei da propaganda e acompanho a cultura automobilística desde essa época.

O que eu fiz foi apenas uma sátira em cima do jingle, caso não tenha percebido.

Abs,

Luiz Gustavo Martins
Luiz Gustavo Martins
Reply to  Fabio Amparo
8 meses atrás

Desculpe-me se pareci agressivo. Entendi sua brincadeira, mas acho que ela não condiz muito coma situação daquela época. O Chevete era um carro de entrada que competia com Fusca, Brasília, Fiat 147, os primeiros Unos, os Gols mais simples e por aí vai. Posso estar enganado, mas o Chevete era o mais silencioso entre eles. Seu comentário me pareceu de alguém que esta olhando para um Chevete com os olhos de hoje, por isso minha referência ao comercial. De qualquer modo peço desculpas mais uma vez.