AUSSIES (1)

Melbourne: treinos começam hoje à noite

SÃO PAULO (retomando) – Tem bastante coisa para a gente atualizar a algumas horas da abertura dos treinos para o GP da Austrália. As atividades de pista em Melbourne começam logo mais, às 22h30. Por isso vou recorrer às nossas caixinhas, para não precisar encher o blog de postagens, uma sobre cada assunto. É uma boa forma de resumir e comentar o noticiário dos últimos dias.

FICO – Comecemos com Verstappen. Todos sabem que nas últimas semanas, por causa do “Caso Horner”, as especulações sobre uma eventual saída do holandês da Red Bull se intensificaram. A Mercedes teria entrado em campo, depois de perder Hamilton. Aos fatos. Max tem contrato até o fim de 2028. A tal cláusula que permitiria sua saída se Helmut Marko deixar a equipe nunca foi confirmada. Portanto, vamos desconsiderar. Nas entrevistas pré-corrida, Verstappen procurou ser claro e objetivo. Disse que quer ficar na equipe, que pretende cumprir seu compromisso, que não sabe o que fará depois de 2028 e que tudo, no fim das contas, se resume a performance. Enquanto estiver feliz com o equipamento que tem nas mãos, não ocupa seu tempo pensando no que a imprensa e as redes sociais dizem. “Para ser honesto, não penso muito em Fórmula 1 quando estou fora de um autódromo”, falou. Jogou água na fervura. Baixou a temperatura da boataria.

Verstappen: não pensa em sair antes de 2028

NÃO FICO – Mas… Mas o diz-que-diz na F-1 é sempre muito intenso, então merece registro algo que tem sido publicado e replicado intensamente nos últimos dias. Trata-se do interesse que a Aramco teria em comprar a Aston Martin, equipe que já patrocina. A petroleira estatal saudita (dá para imaginar empresa com mais dinheiro?) também é patrocinadora oficial da categoria. No intenso processo de “sportswashing” que a Arábia Saudita tem levado a cabo nos últimos anos (a Copa de 2034 já está garantida, entre outras coisas), a ideia inicial seria mesmo de comprar a F-1, o que acabou não rolando. Se resolver adquirir a Aston Martin por inteiro, o objetivo seria ambicioso: levar para o time verde Verstappen e Adrian Newey. Feito o registro. Por enquanto, mais no campo da curiosidade do que qualquer outra coisa.

E NEWEY? – Este, de acordo com a imprensa alemã, “Bild” à frente, estaria na mira da… Ferrari! “Não acredito”, me disse uma fonte muito próxima de Maranello. “Pela idade (65 anos), por ter de se mudar para a Itália, pelo salário, pelo tempo necessário para desenvolver um projeto… É muito difícil.” Mas fica mais um registro. Também acho difícil. Newey está na estrada há muito tempo, como mostram as fotos abaixo, de seu primeiro carro autoral — a Leyton House de 1989. Se eu tivesse de apostar em alguma coisa, seria na sua permanência na Red Bull até pendurar a lapiseira.

É DÚVIDA – Lembram quando a gente falava no futebol que fulano, que vem de contusão, fará um teste no vestiário para saber se dá para sair jogando? Pois o teste no vestiário de Carlos Sainz será o primeiro treino livre de hoje à noite. Ele vem de uma cirurgia de apêndice, na véspera do GP da Arábia Saudita — que permitiu a estreia encantadora de Oliver Bearman pela Ferrari. O espanhol falou que não está 100%, mas que vai tentar. E que será o primeiro a dizer que não dá, se sentir dores ou alguma dificuldade em pilotar. “Não sou idiota”, disse. Os médicos da FIA ficarão de olho. Bearman, claro, está em Melbourne. Até porque tem duas corridas de F-2 para ele fazer.

PAU NA FIA – Susie Wolff entrou com queixa-crime contra a FIA, porque a entidade — leia-se Mohammed Ben Sulayem, seu presidente — insinuou, no fim do ano passado, que ela passava informações privilegiadas a seu marido Toto Wolff, chefe da Mercedes. Susie faz parte da F-1 Academy, a categoria das meninas, que por sua vez é vinculada à FOM — Formula One Management –, a detentora dos direitos comerciais da F-1. A FOM pertence ao Liberty Media Group, dono da F-1. A FIA não provou nada e tentou abafar o assunto. Não conseguiu.

PANO DA FIA – Já as investigações internas da FIA contra seu presidente, acusado de interferir no resultado do GP da Arábia Saudita do ano passado e de tentar atrapalhar a homologação do circuito de Las Vegas, não deram em nada. Os órgãos internos de “compliance” concluíram que Ben Sulayem é inocente. “Falta transparência na FI”, comentou Hamilton. Com razão.

ALPETTI – A Andretti anda muito quietinha depois que as equipes recusaram seu ingressos no Mundial. Fiquemos atentos. Que ninguém se espante se daqui a pouco aparecer um anúncio de venda de time de F-1 na OLX ou no Mercado Livre. Convém aos interessados conhecimentos básicos de francês. Mas se não der, negocia-se em inglês, também. Com sotaque.

Subscribe
Notify of
guest

14 Comentários
Newest
Oldest Most Voted
Inline Feedbacks
View all comments
Danilo
Danilo
25 dias atrás

Chutes na lua e com torcida… Andretti vai conseguir entrar de alguma forma. Os Árabes ainda não perceberam q o ben – na minúscula como ele merece – faz mal para o negócio. Newey em Maranello – foi um chute de 2 semanas atrás – improvável, porém…

Sandro
Sandro
26 dias atrás

Capelli e Gugelmin.
O nome da equipe era do patrocinador máster Leyton House! Mas no Brasil era March!
Maurício Gugelmin pontuou uma única vez em 89: no Brasil com um surpreendente terceiro lugar! Olocomeu! Nos reclames do plim plim!
Gugelmin sofreu um acidente depois da largada no GP da França. O carro capotou. E arrastou de ponta cabeça. O capacete de Gugelmin raspou no asfalto! Depois da relargada Gugelmin, com o carro reserva, fez a melhor volta da corrida!

Vai Vettel!
Vai Vettel!
26 dias atrás

Sair da Red Bull, um foguete poucas vezes visto na categoria, seria de uma burrice estratosférica! E Max não é bobo.

Last edited 26 dias atrás by Vai Vettel!
Edissom
Edissom
26 dias atrás

pra variar, a Ferrari tendo seu momento de brilho nos TLs… chega na corrida, MAX destroi a concorrência.
e a Willians quem mandou o Sargent para casa por conta do acidente do Albon se eu fosse ele pedia as contas, é muito humilhação.

Ralph
Ralph
26 dias atrás

Pessoalmente, acredito que se Verstappen realmente sair da Red Bull, a sua futura casa tem tudo para ser a Aston Martin. Ele já tem história com esse nome, além disso, confia bastante no motor Honda. O próprio Grande Prêmio noticiou o desapontamento dele em ver a fornecedora deixar a Red Bull:

É uma pena, eu diria. Quero dizer, sempre tivemos e tínhamos um relacionamento muito bom com eles e vê-los ir para a Aston Martin é uma pena.

Além disso, a Aramco me parece bem disposta a investir bastante na categoria, e não haveria investimento melhor do que contratar o atual campeão da F1. E pelo histórico da equipe, Verstappen não teria dificuldades para se impor, já que do outro lado da garagem está Lance Stroll. Mas se a Aston realmente estiver empenhada em evoluir, ela vai trocar também o filho do dono pelo Tsunoda.

Ralph
Ralph
26 dias atrás

Verstappen na Mercedes é o sonho de Toto Wolff, que precisa de uma contratação de impacto para superar o “trauma” que foi ver o frenesi em torno da ida de Hamilton para a Ferrari.
Com essa saída surpreendente, muitos começaram a achar que o carro da Mercedes era ruim e que os projetos futuros não eram tão promissores. Mas uma eventual ida do Verstappen para lá funcionaria como um voto de confiança para a equipe alemã e seu projeto para 2026.

imagem_2024-03-22_103611491.png
Marcus
Marcus
26 dias atrás

Chamou minha atenção a Williams, em 2024, não ter um terceiro carro à disposição. Nos anos 80, isso acontecia quando os pilotos destruíam os 3 ou 4 carros disponíveis para o fim de semana, como aconteceu com a Tyrrell nos GPs da Bélgica e da Áustria de 1987. Mas foi há quase 40 anos.

Last edited 26 dias atrás by Marcus
Chupez Alonso
Chupez Alonso
26 dias atrás

Definitivamente, ninguém quer um Logan…

IMG_2644.jpeg
Chupez Alonso
Chupez Alonso
26 dias atrás

Temos um djogo!

IMG_2643.jpeg
Paulo F.
Paulo F.
27 dias atrás

Alpeti? KKKKKKKKK!!!
Os franceses já compraram a AMC (prá quem não sabe, American Motors Corp., que era detentora da marca Jeep e grande introdutora de inovações nos EUA.). Agora vão dar o troco e vender o bagaço da Alpine prá Andretti? E por cima vão fornecer os motores…

A grana faz maravilhas, Tipo convencer alguem com o sobrenome iniciao em “N” a morar numa villa italiana.

Devem ter soprado no ouvido do Max que em boca fechada mosca não entra!

Sulayem ainda vai conseguir fazer muitos terem saudade do Balestre!

O Valentino Rossi tentou uma parceria com a Aramco. Não deu certo!

E se a F1 ampliasse o nº de equipes muita coisa se resolveria como mágica.

Marcelo Alves de Castro
Marcelo Alves de Castro
27 dias atrás

Em 89 Capelli e Gugelmin.
Ano do único pódio do brasileiro no Rio. Eu estava lá.

Fritz
Fritz
27 dias atrás

Ótimo Flaviovsk,. tás em forma velhote!
Uma frase que começa com dizem que… não merece ser lida dizia minha professora, mas no ramo da boataria que é geminada com a midia isso é um bom combustível, valeu Flavão.
Eu admiro o MAX também pela sua educação, polite em inglês, simples, sussinto, sincero você não vê muito isso na F1.
A Mercedes não perdeu Hamirto ela se livrou dele bananeira que já deu cacho
E os espertos da Ferrary morderam a isca os otários…
Viva a F1, Viva Max, viva RB, viva FG, viva nois. Que ronquem os motores
Helmut tem grande influência em Max e na RB, é quase um Rain Maker pelo que tu dizes my Friend.
Melembrede que no disque disque Hamirto ia compra o Arsenal e o Bahia, ficou desarmado e Bah!….ia, acho que essa fofoca só aí no Brasil teve sucesso

Chupez Alonso
Chupez Alonso
27 dias atrás

O mais importante, depois de tudo isso, é continuarmos ouvindo o Het Wilhelmus, seja na Red Bull, na Aston Martin ou numa casinha de sapê…

Viva o Guilherme!

Rumo ao 8cta…

IMG_2597.jpeg
Paulo Teixeira
Paulo Teixeira
27 dias atrás

¨¨Leyton House de 1989: quem lembra os pilotos de Newey?¨¨

essa é mole para nós,piratas,rsrsrs

Maurício Gugelmin e Ivan,o Capelli!!!!!!!