MENU

terça-feira, 6 de abril de 2010 - 16:24Arquitetura & urbanismo

ENCHE O TANQUE (15)

SÃO PAULO (e passamos dos 400 mil comentários…) – Meus blogueiros são demais, a maioria, e a minissérie dos postos está virando uma novela sem data para terminar. Vejam o e-mail que recebi agora há pouco do Arlei Vieira, com a foto excepcional:

Tcheê Flavio, uma foto diferente para a série “enche o tanque”…

Na foto, o postinho de combustível Ipiranga que até 2008 existiu assim como na foto, em Silveira, distrito de São José dos Ausentes, na região dos Aparados da Serra aqui no RS. Repara no padrão de logotipos Ipiranga utilizados tanto no poste quanto nas bombas, atestando o peso dos anos.

Não sei te dizer quando o postinho foi abandonado, a própria vila de Silveira parece uma cidade fantasma de faroeste americano, a prosperidade e dinheiro se foram junto com a extração de madeira das araucárias da região, as serrarias fecharam e a vila, o posto e tudo mais foi minguando, ficando velho.

Por fim, as bombas abandonadas e o poste com o logotipo de uma Ipiranga que há tempos se foi, foram desmontados e removidas em 2008. A foto é de 2006.

Vocês que são da região, contem… Como está esse lugar agora? E a cidade? Valeu, Arlei.

52 comentários

  1. Thomas Rost disse:

    Mas bah, se tu achou frio em janeiro, dá uma passadinha lá em julho…. ;)

  2. Almeida C. disse:

    Estive em Gramado em Janeiro e passei por SJAusentes. Infelizmente não vi esse posto, até porque estava frio demais e a preocupação com frio era maior.

  3. Thomas Rost disse:

    Silveira é um lugar bem legal mesmo, o turismo está crescendo muito naquela região, tem diversas pousadas, hotés fazenda etc…

    Um passeio mto legal é sair de Silveira e ir até São Joaquim, são 50km (chão batido) de paisagens incríveis.

    Olha a onça que o colega acima mencionou http://saojoaquimonline.com.br/?p=8619

    abraço!!

  4. denilson disse:

    Estive em São José dos Ausentos pela ultima vez em 2009. Minha esposa viveu sua infancia na vila de Silveira. Morava a uns 800 metros deste posto. A vila em si está meio abandonada (não tanto quanto o posto), mas a região em si é linda. A cerca de 20 Km do Silveira fica o pico do Montenegro, ponto mais alto do RS, 1400 metros acima do nivel do mar. Os cannions do Montenegro são de uma beleza impressionante. Existem várias pousadinhas na região, com comida tipica , passeios a cavalo,e um frio de lascar. Também a uns 20 Km do Silveira, mais em outro sentido, fica o cachoeirão dos Rodrigues. Uma linda queda d’agua, num lugar muito agradavel. O acesso até S. J. dos Ausentes foi asfaltado em 2009. Da sede do municipio até a vila do Silveira são 22 km de chão. Ah, já ia esquecendo. Em frente ao posto tem uma venda (aqueles mercadinhos do interior), onde o cara tem uma onça empalhada na prateleira. O avô dele matou a bichinha ali na vila nos anos 30. Pra quem gosta de frio, boa comida, gente agradavel, simples e que adora uma boa conversa, vale o passeio.

  5. ALEX B. disse:

    Uai, ficou suicida Flavinho?

  6. Thomas disse:

    SJ dos Ausentes tem esse nome porque na época em que a região foi dividida em sesmarias, os seus primeiros proprietários não assumiram as terras, que acabaram sendo leiloadas. Por este motivo, a região passou a ser chamada de Ausentes .

    Mais algumas fotos de Silveira e arredores aqui
    http://www.pedal.com.br/forum/topic3455.html

  7. Tio do Posto disse:

    Tô restaurando uma Bomba de Gasolina Wayne e preciso da tampa dos mostradores, em aço inox e frisada, igual a essa: http://img52.imageshack.us/img52/3259/1000021s.jpg … Contato: jcsantos@coagrisolnet.com.br

  8. Very disse:

    Cenário pós-apocalíptico. Aliás não devia ser permitido simplesmente abandonar posto de gasolina, tem que haver uma limpeza especial do terreno etc.

  9. Verde disse:

    Quanto à imagem, linda. Assim como o logotipo antigo do Ipiranga.

  10. marolla disse:

    Eu achava esses postos Ipiranga tão sinistros quanto os FNM quando era criança.

  11. Clenio Vilela disse:

    Muito legal deveria ser o postinho, nos idos tempos. Agora, apelo aos amigos: a caçamba que se vê encostada na parede é de Chevrolet Marta Rocha? Aguardo informações.

  12. Nilton "Boca" disse:

    bombas de combustivel e agua movido a manivela com certeza !!!

  13. Ricardo Gomes disse:

    Como repórter do Guia 4 Rodas que fui no começo de carreira, “passei” por São José dos Ausentes nos idos de 1985. O cenário já era esse. Fora o frio de rachar e a neblina. Tirei algumas fotos. Cidade fantasma é pouco! Nem gente (viva) eu vi!

  14. Chico Camargo disse:

    Lá no fundo do posto abandonado dá para imaginar o quarto do Antony Perkins vestido como sua velha e finada mãe sentado na cadeira de balanço esperando pela próxima vítima.

    Salve Alfred Hitchcok, salve “Psicose”.

  15. Renato Luiz Gomes disse:

    Eu conheci este posto sou do Parana e ja passei por la e uma regiao muito bonita que vale a pena ir la ver , quem for nao se arrependera , mas levem blusa e a regiao mais ria do Brasil , media de temperatura um grau a menos que Sao Joaquim e tem muitas pousadas.

  16. Flavio Bragatto disse:

    Um comentário: “Gasolina não tem hora para acabar mesmo!”

    Eu imagino quantos postos assim devam existir pelo Brasilzão grande sem porteira.

    Se ainda existem cidades fora do mapa e, podem acreditar que postos assim existam aos montes.

  17. Uns blogueiros tontos como eu querem colaborar com a série de postos, mas não sabem como. COMO mando fotos procê, FG???

  18. Deveriam preservar mais essas coisas…
    Tenho 32 anos, e tenho a impressão de que tudo era mais humano tempos atrás.

    Esse vídeo com comerciais antigos me fez pensar sobre um tempo que já vai longe, apesar de tão presente:

    http://www.youtube.com/watch?v=xYHADQG7Yqk

  19. Regi Nat Rock disse:

    Que mal pergunte passou dos 400mil a partir de quando?
    Começo do ano? do mes?

    Vcs nem imaginam o que é posto destrambelhado. Em Paranatinga-MT tinha um inacreditável. Um tambor e mangueira. Despejava num balde de 20 litros e dai pro tanque via funil. E se agradecia aos céus por ter gasosa pra comprar. 1980/1982 por aí. Nem faz tanto tempo assim

  20. Alexandre Ozorio disse:

    Quando começaste esta série do “Enche o Tanque” lembrei deste posto aí da foto.
    Na única vez e que fui a São José dos Ausentes, este posto ainda funcionava, mas a gasolina era muito cara (e claro que não abasteci).
    Esta vila fica entre o nada e o lugar nenhum, mas o visual é tri.
    Não está tão abandonada a vila. Segundo o dono da pousada em que fiquei (Aparados da Serra, recomendo!!), em uma festa da Igreja, reuniram mais de 800 pessoas (toda a cidade de Ausentes tem 5000 habitantes).
    Este posto deve estar há uns 12 km do centro de Ausentes…que tem apenas um posto de combustível.

  21. Moncho disse:

    Não à toa São José dos Ausentes ostenta esse nome. Os primeiros posseiros da região, paulistas – como os bandeirantes que povoaram o sul – acabaram abandonando o local. Poucos se sustentaram por ali. Daí o nome. Um frio dos infernos… Para mim, o paraíso.

  22. Adal Avin disse:

    Passei por Silveiras em Setembro de 2001 e em Setembro do ano passado, são apenas algumas casas de madeira, com certeza não se justifica um posto de combustível, a não ser para os veículos que estão de passagem pela estrada, que liga São José dos Ausentes à divisa de Santa Catarina, bem como dá acesso a algumas das atrações turísticas da região.

  23. B. Soler disse:

    No distrito dos Ausentes na região da Serra dos Aparados…
    Nomes sensacionais, perfeita combinação, parece começo de obra literária e o cenário do filme está pronto…

  24. General Degole disse:

    Reparem os canos embaixo do filtro. Só não tem a base de alvenaria que aparece no posto do tópico:

    http://images.quebarato.com.br/photos/big/6/7/2CCF67_5.jpg

  25. vitão disse:

    reparam nos pneus do criadouro de dengue ?

  26. marcio felomeno disse:

    Conheço este posto. Tinha a seguinte promoção: POSTO SOMENTE PARA ABASTECIMENTO DE LADAS LAIKAS BONITOS……..fechou, uma pena.

  27. José Angelo disse:

    O que mais me espantou foi como o poste ainda não havia caído!

  28. Al Unser Jr. disse:

    Essa história é show!

    Ainda tá faltando umas fotos de postos Atlantic!!!

  29. Mário Mesquita disse:

    Bela imagem. Bela e triste. Quase uma poesia.

  30. Jayme disse:

    Bomba preta é de diesel, mas aquela base não cabe um filtro, os antigos eram bem grandes. Pelo estado do “posto” não existem mais tanques já apodreceram faz tempo. Agora querem saber o que apodrece os tanques? A mistura de alcóol ou o próprio. Só tanques jaquetados aguentam. A região é realmente linda mas se me lembro só vai ter posto em São José, aliás desde que se sai de Canela, posto só se voce sair da estrada e entrar em alguma cidade, senão……

  31. Rafinha Dias disse:

    E lá atrás, amarelinha, em pé, descansa uma caçamba de Chevrolet C-10 …repararam?

  32. Hamilton_k disse:

    Um sujeito está vendendo uma bomba de gasolina da BR transformada em armário para ferramentas.

    Compra, Flavio: http://produto.mercadolivre.com.br/MLB-103583973-bomba-posto-de-gasolina-antiga-p-garagem-de-carros-antigos-_JM

  33. Felipe Trench disse:

    O posto parece mal assombrado. Mas essa região do Brasil é um espetáculo. Tem cânions fantásticos. Só torço para ninguém ficar sem gasolina nessa área, senão…

  34. Fábio Amparo disse:

    Bela foto, parece aqueles cenários característicos de velho-oeste.

    Pena o posto ter fechado. Grande relíquia.

    Abraços

  35. mayke disse:

    e impressão minha ou antigamente todos os postos so possuem 2 bombas de gasolina…reparem nos posts anteriores do “ENCHE O TANQUE”

  36. Guzz disse:

    A bomba da direita, a mais “nova”, é gasolina aditivada!!!

  37. petrafan disse:

    o pior é que os reservatórios devem estar enterrados ainda, com resíduos de combustível, enferrujando e vazando no lençol freático…

  38. Paulo Barros disse:

    E aquele tanque ali no meio das bombas, deve ser prá abastecer cavalo, não é?

  39. Relíquia este totem, e parece aquele aspecto tétrico da 66 do desenho “Carros”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>