LEGIÃO URBANA | Blog do Flavio Gomes | F1, Automobilismo e Esporte em geral
MENU

terça-feira, 26 de abril de 2011 - 16:27Legião urbana

LEGIÃO URBANA

SÃO PAULO (sim, senhor!) – A história é a seguinte. Este Comodoro SL/E, 1991, pertence ao Exército Brasileiro. Está “lotado” no QG do 2º Exército em SP, no Ibirapuera. Nos últimos anos, serviu a um general cujo nome não sei. O general  foi transferido para Brasília. Provavelmente tem direito a um carro oficial novinho em folha. Pelo jeito, abriu mão. Pediu para embarcarem o Opalão para a capital assim que pintar uma cegonha, ou algum transporte para lá. É com ele que quer circular em sua nova base.

O carro tem 99 mil km rodados e está impecável. Não é legal ver que, de vez em quando, o patromônio público é tratado com zelo e cuidado? Parabéns ao general.

51 comentários

  1. Bruno disse:

    Amigos, conheço o General Eduardo há quase 30 anos e quando vi o post do FG não tive dúvida, enviei para ele!

    Parabéns.

  2. Evans Faria disse:

    Sou arquiteto e comprovo que os prédios das forças armadas são os mais bem conservados do país. Tem prédio aqui em Brasília de 50 anos idade que parece novo. A manutenção e conservação do patrimônio é uma das boas características da caserna.

  3. Darcy disse:

    Aqui no R.J. esses opalas são comumente vendidos em leilões, ou então com venda direta, dependo do Q.I., inclusive eu tenho em minha decoração algumas placas brancas, com essas iniciais.

  4. paulo touron disse:

    Meu pai é militar e serve no ibirapuera… mostrei a foto e ele logo reconheceu o opalao, inclusive o nome do general é eduardo… parabens a ele por conservar e valorizar tao bem o veiculo… de fato os militares cuidam com mto zelo de todo o patrimonio nacional e merecem mais respeito da população, ao contrario do que o colega vinicius disse ai em cima, um general com crtz nao é um velho gagá… e sim alguem mto preparado pra assumir tal função. Está na hora de acabar com esse discursinho anti-ditadura, abra os olhos e veja que hj, vc vive em uma mto pior que aquela que começou em 64 (e nao me refiro ao PT) … mas deixa isso pra lá… vida longa ao opalão!!!

  5. Tiago Mio disse:

    Eu sou louco para ter um Opala desses modelo 90

  6. Álvaro Azevedo disse:

    O eterno carro de representação oficial do governo. Ainda é tempo de Chevrolet Opala ! Tenho um amigo aqui na cidade que comprou um Opala L 1987do ministério da Justiça, 32 mil km rodados, nem os pneus foram trocados. Zerado mesmo…como Opaleiro eu nunca vi um tão novo quanto este Opala L, além de ser raríssimo ! No mais, parabéns ao bom gosto do General de ainda andar neste clássico imortal brasileiro. Queria ser o motorista desse general…

  7. Alessio Marinho disse:

    Esse Opalão está muito usado.

    A uns 5 anos o TRT 10 desfez da sua frota de Opalas. O do Presidente do Tribunal era um Diplomata 91, preto. O carro foi vendido com 6 mil km originais.
    Nem o óleo do motor havia sido trocado. E o 6 canecos funcionava redondo!
    Nem precisa dizer que esse e os outros foram disputados a tapa.
    Aliás, as placas de carros oficiais em Brasília tem uma curiosidade: No tempo das 2 letras, o detran reservou as letras FO – Frota Oficial para esses veículos. Quando vieram as placas 3 letras, e como Bsb ficou com a J, para manter a tradição virou JFO.
    Pena que de um tempo para cá emplacaram carros particulares com essa combinação.

  8. Luciano disse:

    Flavio, creio que este Comodoro seja modelo 1992, e não 1991. No máximo 91 modelo 92, pois ele tem os encostos de cabeça vazados. Deve ser 4cc, também.

  9. Andre Decourt disse:

    General, por causa disso mais uma estrela para o senhor !!!!

  10. JP disse:

    Aqui em SJCampos, até há pouco tempo, eu via os MB 362 (ou 364) do COMAER, naquela tonalidade de azul que só eles usam. Impecáveis.

  11. Baroni disse:

    Eu cresci andando de Opalas e Caravan´s, paixões do meu pai, e por causa disso já fui o feliz proprietário de três desses automóveis (pois carro são os outros, Opala sempre será AUTOMÓVEL).

  12. Vinícius Amaro disse:

    Não tiro o mérito da conservação (o comentário de não vermos veículos militares sucateados me parece bem próximo da realidade), mas bancar carro pra um general que talvez seja um velho gagá metido a linha-dura sem nenhuma utilidade ao país é mais uma mostra de nossa capacidade brasileira de jogar dinheiro no ralo. Quem vai bancar o transporte do capricho do general? Aposto que seremos nós…

    • Rafael Rodrigues disse:

      Amigo, mais respeito. Quem chega a general tem mais tempo de estrada que todos nós aqui. Ele, seja quem for, certamente já defendia nosso país enquanto você cheirava a merda.
      Se não respeita a instituição, pelo menos respeite os mais velhos.

  13. PauloJr disse:

    Aqui em BH na delegacia da Policia Civil que meu irmão trabalha, eles tem uma GM Veraneio muito conservada! Eles não deixam ela ir embora de jeito nenhum, virou uma espécia de xodó da delegacia! Vou ver se consigo uma foto!

  14. Fernando Vieira disse:

    Parabéns ao general e ao Opala que deu sorte de cair nas mãos dos militares e não nas dos manos vida loka que teriam acabado com ele…

  15. Pedro Sena disse:

    Apesar da maioria não dar valor, aqui em Brasília, onde temos o QG do exército e diversos tribunais, ainda encontramos alguns veículos mais conservados. Poderia servir de exemplo para outros órgãos públicos.

  16. Conde disse:

    Neste site

    http://www.opaleirosdoparana.com/t5775-opala-diplomata-91-do-exercito-brasileiro

    os “opaleiros” afirmam que é um dos mais zerados que conhecem . Tem uma foto dele num plataforma do Exército .

  17. Rogério disse:

    É só o general me custear a gasolina,os pedágios e uma passagem de volta que eu levo para ele dirigindo. Que delícia que deve ser uma viagem São Paulo – Brasília nesse Opalão!

  18. Marcos Reis disse:

    Sem contar que as letras JFO da placa nos faz deduzir (segundo á mesma tabela que vc publicou aqui algum tempo atrás) que foi emplacado em Brasília…
    Bem vindo de volta, Comodoro!!!

  19. marcão disse:

    Quem cuida do carrão é sempre o soldado raso, lava encera tira o pó, lubrifica e tudo mais…
    Quem paga a manutenção é o povo….
    Quando aquela maldita polia do ar condicionado escapa é um problemão!!!
    Tem gente que gosta, e eu repeito o gosto…

  20. Pedro do Opala, da Caravan e do Kadett disse:

    Inteligente, afinal não encontraria algo igual mas novo por menos de 100 mil reais, que sairiam do nosso bolso, e o melhor, ele vai continuar andando no melhor carro do mundo, só que eu traria o carro da melhor maneira possível, rodando e curtindo a estrada!

    Esses carros oficiais (placas JFO) são excelentes pedidas em leiloes, uma vez negligenciei um Comodoro 89 que estava a venda por 8.500 reais, pelo arrematador do lote, e perdi um carro impecável, lacrado, com ar e direção,, seis cilindros e menos de 100 mil km rodados! Felizmente um grande amigo, companheiro daqui do OpalaGyn arrematou a jóia e cuida dele como merece. O carro é um dos melhores que conheço!

    • Rafaaph2011 disse:

      Pedro você conhece a história ou já soube de Opalas , não sei quantos que aqui no Brasil já chegaram a Um milhão de km sem retifica no motor? pois muito se fala na resistência dos Vw aps.
      Porém na minha opinião apesar do sucesso dos aps e do lindo desisng da Volks a Chevrolet leva vantagem em praticamente 100% da frota da década de 80 e 90 na questão de suspenção e estabilidade o que você acha?

    • Pedro do Opala, da Caravan e do Kadett disse:

      Fala, Rafa,

      Eu ja soube de um Comodoro 4c a gasolina, taxi, daqui do interior de GO, que teve seu motor aberto pela primeira vez aos 1.000.000 de km rodados sim, e já vi esse tipo de história espalhada Brasil afora.
      Acho que com excesso de zelo consegue-se essa marca, mas normalmente os 4c duram em torno de 600 mil numa boa. Eles são mais robustos até que os 6c, por causa das torçoes menores nos eixos.
      É como eu costumo dizer, enquanto esses motores “thundercats” de hoje, cheios de firulas, começam a queimar óleo, o Opala tá acabando de amaciar hehe

    • Paulino Gerlack disse:

      Tenho um opala comodoro SL/E com placa JFO, estou pesquisando mas, por enquanto o que sei e que era de um General de Brasilia, hoje ele tem 106.000 km rodados esta impecavel

  21. Gustavo disse:

    Tem que ver os onibus mercedes antigos, que pertencem ao Exército e até hoje rodam/desfilam aqui em Brasília. Quando tiver oportunidade tiro fotos e envio.

  22. Venax disse:

    Aqui em Brasília há diversos veículos do Exercito em perfeito estado de conservação, incluindo Ônibus antigos e caminhões. O Galaxie que pertenceu ao JK foi restaurado pelo Exército com apoio do Clube do Galaxie.

  23. Jorge Diehl disse:

    Ouvi certa vez isto: – Nunca imaginamos nos anos 70 que mais de 30 anos depois teríamos saudades dos militares e da gonorréia hehe…

  24. Flavio Almeida disse:

    Os militares sempre cuidam bem dos veiculos, não vemos por ai, caimnhão do exercito caindo aos pedaços ou se arrastando pelas ruas. Nisso nosso exercito é competente. Sempre foi. General, brasileiro é boa praça, tem orgulho do produto nacional.

  25. Rafaaph2011 disse:

    Carrão mesmo, faz anos que acho lindo o desing da Volkswagem, mas quando eu comprar o meu primeiro carro será uma confortavel e robusta Caravan 4 cilindros.

  26. Rodrigo Moraes disse:

    Acho que o segredo é o motorista. Tem motorista que é zeloso, tem outro que só quer acelerar e que se dane o mundo. Às vezes vou a leilões de frotas de empresas e é impressionante a diferença entre um carro bem tratado e outro não, mesmo que ambos tenham a mesma idade e prestado o mesmo serviço.

  27. Orlando Salomone disse:

    Os militares são referência para um monte de coisas. Parabéns, general.

  28. Banana Joe disse:

    Pois esse General tem ótimo gosto para carros.
    Opala Rules!!!

  29. Acarloz disse:

    Parabéns ao General, belo carro.

  30. RICARDO DIPLOMATA disse:

    Aí sim hein! Indiana Gomes continua postando histórias de encher os olhos!! parabéns pelo POST!! Lindo carro, e se eu fosse o General faria o mesmo, sou opaleiro de coração!!

  31. Gabriel, o Pensador disse:

    Lindão, o carro.

    Abraço!

  32. Luís Lins disse:

    Flavio, servi o exército por algum tempo. Sempre vi as viaturas sendo tratadas com certo zelo, afinal de contas, se param de funcionar o militar responsável é punido.

    No idos de 1995 na unidade em que prestei meu serviço militar (28º BIB em Campinas) havia um Opalão parecido, em estado impecável também, que era guiado pelo Cabo Luiz, só que bege (cor horrível). Depois foi a leilão se não me engano após ser substituído por um Fiat Tempra.

    Abraço.

  33. Darthvex disse:

    Po, outro dia tive de empurrar um…. MEU DEUS!! Nem com motor a diesel!! É muito pesado!!! kkkkk

  34. Ricardo Sacco disse:

    No lugar dele, não faria diferente.

    “Nós somos da Pátria a guarda,
    Fiéis soldados,
    Por ela amados
    Nas cores de nossa farda
    Rebrilha a glória,
    Fulge a vitória”

  35. jefe rodolfo disse:

    E ainda tem gente que reclama dos militares. Ô saudade, principalmente do meu pai.

  36. sérgio castro disse:

    Mas parece que por aqui o Opalão fugiu dos olhares do General, pois acho que “dungaram” as belas rodas originais do 91 e colocaram essas “serrinhas” do 89.

  37. Diego disse:

    Legal!
    Além de ser um carro com estilo e design impecável, o carango tem um belo conforto e mecância que são capazes de concorrer com os automóveis de alto luxo lançados agora, no século XXI!
    Parabéns ao general!

    • Guilherme disse:

      Não exagera. O Opalão tem lá seu valor, mas compará-lo aos modelos de luxo atuais (que contam com air bags, freios com ABS, ar-condicionado digital, entre outras trapizongas) é demais. Acho que você quis compará-lo com os “atuais” GM Vectra e Astra.

    • Pedro do Opala, da Caravan e do Kadett disse:

      GUILHERME,

      Possuo uma Caravan Diplomata automática 1988 e trabalho numa concessionaria Toyota, portanto passo boa parte do tempo convivendo (e dirigindo) Corollas, então com conhecimento de causa posso te dizer, a Caravan gasta um pouco mais (pouco, faz 4, o Corolla, no alcool 5), mas anda bem mais, transmite muito mais conforto ao rodar que o Toyota e ainda tem muito, mas muuuuuuuito mais estilo e personalidade!
      Segurança ativa acho que seria a unica vantagem relevante do carro, que custa 12 vezes o que paguei pela minha Caravan.

    • Guilherme disse:

      Pedro, acho complicado comparar carros de gerações distintas. A família Opala pode até ter mais personalidade no visual, mas pensando de modo mais racional (economia de combustível, emissões, tecnologia e segurança) eu ainda prefiro o Corolla.

    • Pedro do Opala e do Kadett disse:

      Guilherme, não acho o consumo uma vantagem do Corolla, visto que o torque e a agilidade em acelerações da Caravan são superiores, mesmo ela sendo cerca de 100kg mais pesada, portanto é aceitável um consumo ligeiramente maior.
      A segurança passiva eu concordo, se eu bater um Opala de frente com um Corolla e puder escolher, gostaria de estar no Toyota. a tecnologia deveria ser convertida em beneficios, e o unico que eu vejo é este referente à segurança passiva, mas eu entendo que um carro mais leve e com motor cheio de novas tecnologias incorporadas, diante de um velho seis-cilindros com comando de valvulas no bloco e carburador, deveria haver um abismo em relação à eficiência, o que não ocorre. Da mesma maneira o cambio, enquanto meu velho e bom ZF 4HP22, automatico com quase 30 anos de projeto, deveria ser uma lástima se comparado a um japonês recém projetado com padle-shift e tudo mais, mas isso não ocorre, mais uma vez.
      Resumindo, o carro tem suas vantagens nas questoes se emissoes e segurança, mas jamais vai justificar o valor que se paga para comprar e para manter. aliás, manutenção barata também deveria ser vantagem em carros com mais tecnologia, e o que vemos é exatamente o contrário.

  38. Ricardo Kolasco disse:

    Flávio, muito legal que o exército e o general tenham preservado esse belo automóvel. Olhando os bancos dele, da para ver que os encostos de cabeça são vazados. Portanto, suponho que ele seja um modelo 1992.

  39. Fernando Assis disse:

    Tive um diplomata 90 completo…
    Sei bem qual é a desse general… Eu faria o mesmo…

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>