MENU

segunda-feira, 4 de junho de 2012 - 15:45Automobilismo brasileiro

FIM DO MUNDO

SÃO PAULO (para tudo) – A demora da direção de prova ontem para colocar o Pace Truck na pista enquanto Geraldo Piquet era atendido é daquelas coisas inaceitáveis no automobilismo. Não sei quem era o diretor de prova, mas ele: 1) tem de levantar as mãos para o céu e agradecer porque nada aconteceu; 2) tem de ser afastado imediatamente de suas funções. Na narração do Teo José, toda a indignação com o fato. Louve-se, aliás, o Teo — pelos motivos óbvios. Ele não pega leve com ninguém. É dos nossos.

40 comentários

  1. Cyro De Cicco disse:

    Os caras viajam, né? Acham que essa porra é autorama.

  2. Luc Monteiro disse:

    O público do automobilismo costuma ser o que mais entende do assunto mostrado numa transmissão. E, proporcionalmente, é o que mais fala besteira quando vai criticar alguma coisa.

    O fato do Pace Truck ser pilotado pela Talula Pascoli, que foi uma BBB, não influiu em nada o episódio de domingo em Goiânia. Fosse um astronauta, um macaco, uma freira ou eu, nada teria mudado. Quem determina como age o responsável pelo Pace Truck – o mesmo vale para o Safety Car de qualquer evento de automobilismo – é o diretor de provas. Talula executa durante a prova o que o diretor de prova lhe passa via rádio a título de instrução.

    O diretor de provas, em resposta à pergunta do blogueiro, era o Carlos Alberto Montagner.

    • nando figueiredo disse:

      Uma pergunta, alguem viu diferença nesse acidente pro que aconteceu com o Geraldo no fim do ano passado??? Chegada de curva forte, o caminhão não freia.
      Só que como bateu no “comentarista” da Band, foi execrado no mesmo instante. Não se perguntaram em nenhum momento se ocorreu algum problema no caminhão como fizeram agora.
      Se o Geraldo tomou gancho na outra vez deve tomar agora, ou a outra foi pra realmente não ter chance no campeonato?????

  3. Luiz Oliveira disse:

    O diretor foi lento e só tomou a iniciativa depois de cobrado no ar pelo Teo José…..Acho que o diretor se baseou em que o local estava sinalizado e com os carros de resgate…E os pilotos da truck mesmo antes da entrada do pace, já seguram seus cavalos…..Foi um acidente feio, mas que mostra que a gaiola do piloto está precisando de reforço nas laterais.

  4. Por essas e outras que prefiro o modo norte americano de promover corridas, como a NASCAR que não apenas organiza e promove, mas também sanciona suas próprias categorias, se algo dá errado não paga pelo erro dos outros.

  5. Toninho F1 disse:

    Não importa quem pilota o SC ou Truck Car, o que importa é que ele só entra com ordem do Diretor de Provas!

  6. Eduardo Melo disse:

    O problema foi a demora em ordenar a entrada do pace truck ou a demora do pace truck em chegar ao local? Se o problema foi a demora na ordem, o piloto do pace truck não tem culpa.

  7. Moacyr Lopes disse:

    Já imaginaram a dupla: Téo José narrando e Flávio Lada Gomes comentando a fórmula 1?
    Acorda Globo.

  8. Beto disse:

    Sei não. Esse Téo José me bloqueou no “tuíter” pq não aguentou o que eu escrevi quando a Band não mostrou a última corrida da indy do ano passado, nem a Band Sports. Aí, depois do acidente que teve a morte do Dan Wheldon, eu escrevo: “bonito Sr. Téo, narrando a corrida pelo twitter… cade a transmissão”. Ele não aguentou as verdades…

    • O cara é LOCUTOR, não tem absolutamente NENHUMA ingerência sobre a programação do canal, aposto que ele ficou muito mais chateado que você por não ter narrado a corrida ao vivo… É como reclamar com o FG por conta do fim do Limite.

    • Cyro De Cicco disse:

      Os caras estão colocando o Luciano do Valle pra narrar a Indy. O Téo vive muito mais a realidade do esporte e nem precisamos falar que é conhecedor do esporte. Com certeza ele gostaria de estar narrando a Indy, mas a Band deve achar que o Del Valle é que deve fazê-lo. É isso que as emissoras fazem, tiram o cara que manja e é especialista no esporte pra colocar o outro de mais tempo de casa e que é conhecido pelo público que não acompanha o esporte.

  9. Rafael Wuthrich disse:

    O Teo merece elogios, como sempre. Um dos mais antigos no ramo, sabe a realidade e não mede as palavras para falar a verdade. Perfeito elogio!

  10. Alex disse:

    Mudando de assunto, que belo trabalho fizeram com o autodromo de Goiania hein? Estava completamente abandonado meses atrás….

  11. Cacá disse:

    Grande Teo José!

    Excelente narrador, profissional de primeira linha.

  12. Tiago disse:

    Realmente foi indignante, tanto quanto ver o gordito louco narrar corridas “mais importantes” em preterição ao ótimo Teo. Mas o Eduardo Homem de Mello disse durante a transmissão que no momento do acidente ele (que tinha a escuta da direção de prova) ouviu o diretor falar imediatamente “pace truck”, desta forma, se isso for realmente fato, a culpa não foi o diretor de prova, pode ter sido do piloto do Pace Truck (que pelo que vi, era a Talula do BBB, ou era carona do Pace Truck?! Sei lá, não pude ver a corrida toda).
    Enfim, um grande absurdo.

    Aproveitando, vc deve ter visto esse video já, da corrida de carros históricos em Mônaco, olha a precisão do piloto, que coisa mais absurda, e com certeza os caras devem ter 3 bolas pra pilotar desse jeito!
    http://www.youtube.com/watch?v=13bQolwNoFU&feature=related
    Será que vc faria igual (ou melhor) com seu Meianov?

  13. Rafael Bilibio disse:

    Gomes,
    o diretor de prova era o Steve Wonder….
    wwwooooowwwww….

    Absolutamente lametável…

  14. Ricardo disse:

    Sei não viu FG… Não sei se ele tem a mesma postura com a SP Nestle Coca-Cola Pepsi Indy 300.

  15. Roskoff disse:

    FG, se não me falha a memória, o diretor da Truck é o saudoso Carlos Montagner, chutado dos mar de lama da Stock Car onde Valduga & Cia reinam…

  16. WELLINGTON disse:

    É A VÁRZEA DO AUTOMOBILISMO BRASILEIRO BEM REPRESENTADA…É BRINCADEIRA….

  17. Vitório Bahia disse:

    porra, qndo vi o título do post achei que seria algo sobre o planeta X ou o retorno dos anunnakis…. toma no cú geraldo piquet

  18. disse:

    O Téo não alivia.
    No blog do narrador Luciano Monteiro publicaram esta foto:http://bit.ly/NcoQrr
    Luiz Silvério querendo entrevistar o Geraldo?

  19. Ulisses disse:

    Pois é Flávio. E a Fórmula Truck que e se esforça tanto para ter uma organização “primada” na excelência, foi realmente uma pena esse detalhe ontem.
    Não deu para entender a direção da prova, acho que o diretor estava no banheiro ….. só pode!

    Quanto ao Teo José, aquela competência de sempre!
    Uma pena a Band não aproveita-lo mais na Indy.

    • Enko disse:

      ulisses, celso miranda é muito melhor, ontem assisti a indy pela band sport. show de narração, comentários precisos. o,m luciano não vale falou quen o felipe giaffone estava na formula indy sendo quemno cara havia terminadoa corrida da truck.

  20. DIVINO CESAR MARINARI disse:

    O diretor de prova é o sr. Carlos Montaigner(pesculpe se está escrito errado),eu estava a 50 metros do local.Como ex-piloto em Goiás eu já corri muito neste autódromo,achei um absurdo não entrar o PT logo após o acidente,tinha apenas uma bandeira amarela agitada na entrada o S,vocês podem observar no final do vídeio que o Medical Car sai, não usa a pista de serviço, usa a pista de corrida e é ultrapassado um caminhão logo na saída o S.
    Foi um grande facilo.Mas eu acho o Carlos Montaigner muito competente,ele já deu prova disso,só ele para explicar.

    • Ulisses disse:

      Sem dúvida Divino!
      A Fórmula Truck sempre cuidou muito da segurança de suas provas. Um vacilo desses poderia ter gerado um acidente grave que mancharia a reputação dessa categoria tão querida por todos os amantes do automobilismo.

  21. guirds disse:

    Grande Teo José !!!!

    parabéns pela isenção !!!

  22. Rodrigo Assis disse:

    Esse cara é 10!! Ele, na transmissão, fico P. Da vida por causa dIsso.Como dizia o saudoso Chico, vai levar ( 0 ) ..

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>