MENU

segunda-feira, 29 de setembro de 2014 - 18:32#69, Classic Cup

LENTO, LENTO…

SÃO PAULO (e agora?) – Não, não vou dizer que minha corrida no Velo Città sábado foi boa pacas. O evento, sim. O dia, ótimo. Mas o desempenho do Meianov está me deixando meio desolado. No fim das contas, não estraga o programa, claro. Mas aborrece.

Não pude treinar na sexta, por conta do trabalho. Choveu. O pessoal andou no seco e no molhado. O Nenê deu algumas voltas com o bravo soviético, e vi que a melhor delas foi na casa de 2min14s. No seco. Como virei 2min11s no ano passado, as perspectivas não eram as melhores.

Também não classifiquei. A uns 30 km de Mogi Guaçu, estourou a correia do Wartburg. Tivemos de deixar o carro num posto e fomos resgatados pelo Dú Cardim e pelo Ronei Ring. Cheguei ao autódromo quando o briefing estava começando. Teria de largar em último.

Largamos com 19 carros e pista úmida. Mas secou bastante, e o Meianov não andou nada. OK, larguei bem, passei o Karmann-Ghia do Adrian Flechtman (que comprou o carro do Mauro Kern) e o novo Chevette do André Mello, fiz uma primeira volta razoável, depois passei o Escort do Henry Shimura e vi que tanto ele quanto o KG ficaram para trás, e aí me preparei para o tédio de uma prova correndo sozinho.

Mas lá pela quarta volta, quando já nem olhava mais no retrovisor, o Adrian me passou de surpresa no fim da reta dos boxes. Então, durante mais umas cinco ou seis voltas, me diverti um pouquinho tentando passar o KG, andando muito perto dele. Depois coloco um vídeo. Mas na reta ele abria, e depois que tive de tirar o pé para deixar um dos líderes me passar, perdi o contato, fiquei de saco cheio e desisti, porque os tempos de volta não baixavam de jeito nenhum. Acho que minha melhor foi na casa de 2min17s, o que é uma vergonha.

Ganhou na geral o Antonio Chambel com uma atuação exuberante em seu monstruoso Passat, virando todas as voltas abaixo de 2min, ali em torno de 1min55s. Deu um show. Meianov ficou em 12° na geral e em sexto na sua categoria. Nem troféu deu.

Depois do almoço, ainda tivemos de resgatar o Wartburg, e isso acabou sendo tranquilo. Achamos na cidade uma loja de peças, compramos uma correia (é igual à do Corcel II), trocamos e viemos embora. Antes um pouco, o Eduardo Souza Ramos nos mostrou algumas das novas aquisições de sua coleção espetacular de carros antigos e esportivos. O que mais gostei foi um Gordini verde. Falta um DKW ali.

E é isso. Agora não sei quando vamos correr de novo. Não sei também se vou insistir no Meianov. Ele está chegando ao ponto em que chegou o #96 quando decidi aposentá-lo. Daquele mato não saía mais cachorro, e deste não sai mais coelho. O carro está piorando e estou desanimando. O #96 correu de 2003 a 2008, seis temporadas. Meianov está na ativa desde 2009, também fechando agora seu sexto ano completo. Pode ser que o ciclo desses carros, para mim, seja este: seis anos.

Só que precisa de grana para trocar. E preciso pensar em um carro que tenha algum significado para mim e seja minimamente competitivo. Um Passat, por exemplo, seria escolha fácil: temos muitos correndo e as receitas são bem conhecidas. Mas não sei, Passat não me diz muito — os de rua, sim; nem tanto os de corrida –, e como são vários no grid, perdeu a graça. Gosto de coisas diferentes. Um Corcel II? Pode ser, mas é uma barca. Um Corcel? Me agrada, mas anda bem? Vamos colocar o quê lá dentro para ficar pelo menos perto dos AP? Gol quadrado, se houver a união com o pessoal do Turismo Clássico? Pode ser. Voyage também me fala ao coração.

Sei lá, teremos de pensar. Fato é que Meianov dá sinais claros de cansaço. Teremos tempo para refletir. Nem sei quando vamos correr de novo, agora que Interlagos ficou fora de combate pelo menos até abril do ano que vem.

102 comentários

  1. Igor Petrauskas disse:

    Não sei quanto as regras, mas um Chevy Vega com motor Iron Duke…
    Ou mesmo um Dodge 1800 bem feito deve ser divertido!

  2. Ale Farah disse:

    Eu sei que é difícil de achar, mais um carro que o Flavio sempre fala bem é o SP2,, e vejam é um esportivo genuíno, nas pistas.

  3. Leonardo Mendes disse:

    Flávio, que tal um Dardo?
    Mecânica de 147 Rallye, com uma preparação leve pode te proporcionar muita alegria.

  4. Anatole Cirello disse:

    Flavio, que tal um Fusca Dellabarba recordista de pole positions em uma única temporada? Não temos mais onde guardar o Speed 19 do Mariano Cirello, que fez 9 poles em 11 provas na sequência em 2003/2004. Está igual zero, polido e encerado. PS: as poles foram feitas disputando com o Zé Augusto, por isso são muito valorizadas. O carro é lindo e a categoria é muito competitiva. É divertido e ganha-se muita experiência.

  5. Márcio Rocha disse:

    Bota o Twingo pra rolo Flávio…

  6. Rovilson disse:

    Muito triste a situação do Meianov. Só não esquece de avisar a gente lá no lada fans pra organizarmos uma despedida à altura das glórias do bravo soviético.

  7. RENE FERNANDES disse:

    Vi a cabeça ( de cima) do Putin, no capô, falando algo em russo…BOM, BOM, BOM! NEGÓCIOS PONTO COM!

  8. victor freire disse:

    flávio, uma sugestão, se o regulamento permitir: que tal um 147 ou oggi com motor sevel e preparação hermana (já que o sevel é o ap dos argentinos)? seria algo bem inusitado.

  9. Trapizomba disse:

    FG, se puderes pegar um Passat TS, claro que esse e’ o melhor caminho (conselho: dependendo do seu estilo de pilotagem, numero de voltas, ou seja, estrategia de corrida, bota uns pesos na traseira (seria porta-malas?) do bichinho. Eu tive um TS tunado mas saia de traseira um pouco “rebelde” demais pro meu gosto. Um dia, guardei 2 baterias usadas na traseira e o problema desapareceu. O Passat TS foi o melhor carro ja’produzido no Brasil.

  10. Tiago Pastorello disse:

    para competir com AP um fiatzinho a 8 mil giros. seria legal.

  11. Atenágoras Souza Silva disse:

    O desempenho do Trabant é pior?
    Dá para correr de Gordini?
    Que Opala, o carro dos manos?

    Um grande abraço do fundo do meu coração vermelho de outubro de 1917,
    Atenágoras Souza Silva.

  12. Jonny'O disse:

    Uma receita que é diferente e com os pés na cortina de ferro….. um Skoda 120 …. 1985 , motor traseiro, nele pode meter um AP ,ficou parente da VW, acho que seria muito interessante nas pistas …… teria uma reação de Porsche nas curvas?

  13. Maurício disse:

    Simples! Um Lada SAMARA com mecânica de passat, gol, voyage, santana… Imagino que seja fácil, afinal tem um certo parentesco. Se bem que, pelo que xeretei no gooooogle, o do Uno é mais parecido, então, beleza também. O importante é a carroceria, afinal, tá cheio de chevette com motor vw correndo (deveriam usar o motor 2.0 do Omega).

  14. RODRIGO disse:

    Pensa numa peruinha .. Panorama ..

  15. Giovanini disse:

    Sugiro um Farus. Motor traseiro entre eixos (transversal ou longitudinal), suspensão independente nas quatro rodas, freio a disco nas quatro rodas.

  16. Fabio Tust disse:

    O legal de ser um Escort MK1 é que, além do carro ter uma associação direta a corridas ele é um RWD, como o Lada.

    Dois vídeos para os entusiastas dessa idéia:
    https://www.youtube.com/watch?v=HXnt51YjPsk

    https://www.youtube.com/watch?v=foMaFFnVgUU

  17. luciano disse:

    O que pode ser feito de motorização, pelo regulamento?
    Um chevectra com freio a disco nas quatro rodas pode?

  18. Daniel disse:

    Eu compraria o Fiat 147 do Thadeu que corre na Copa Classic-Endurance do gaúcho, carro campeão em 2009 e 2012 em sua categoria. Está a venda no M.L., e como sabemos que você tem um sentimento pelo 147, quem sabe…

  19. ALEX B. disse:

    Eu to dizendo que o MEIANUEV esta com os dias contados… Ai-ai-ai-ai-ai-ai! Dada Putin esta ficando putin… com o camarada Gomov!

  20. Andre disse:

    Não aposente o 69 trabalhei no evento na sexta e no sábado na área dos boxes da classic cup, tirei várias fotos do carrinho, arrume o motor procure alguma forma de melhorar o desempenho dele, ele é o carro mais legal dessa categoria sensacional.

  21. Andre disse:

    Um BMW 2002 ou uma Alfa GTV…
    Pena que o Voyage não tinha tração traseira.

  22. Carlos Galvão disse:

    O charmoso e ignorado Oggi, evidentemente!!!

  23. Paulo Pinto disse:

    O meu Corsa Wind 1.0, ano 94, ainda dá pro gasto. Se estiver interessado…

  24. Andre disse:

    Um Zé do Caixão com motor preparado seria demais!

  25. Rafael Ribeiro disse:

    Já teve homenagem ao coração 2 tempos no #96, à pátria-mãe no #69.. poderia vir agora uma homenagem a um grande nome do passado. O problema é que os pilotos que você gosta fariam repetir (se bem que não seria tanto problema assim) algum DKW.

    Quem sabe a Brasília do Ingo?

  26. Julius disse:

    Você precisa de um Batmovel…
    Escolha um deles aqui…
    Batman Evolution – ThePianoGuys (a trilha sonora é mto legal!!!… e os carros…ahhh..os carros…rsrsrs)

    https://www.youtube.com/watch?v=yFfjUMinFPk#t=114

  27. Andersom Calder disse:

    Um Doginho porque como o chevette é um pequeno de tração traseira e pouco visto por ae, Corcel I (têm muita receita esperta para o CHT, não é atoa que os escort davam suador nos aps no brasileiro de marcas, tá certo que a suspensão e aerodinamica era boa no escort só que o motor também tinha seus méritos mas também da para colocar o “EA827″ e cambio VW sem stress)
    Algum Fiat , Oggi, 147.

  28. marco, de brasilia disse:

    pode gol quadrado?

  29. Carro, já te recomendaram um monte. Agora, sensacional a primeira foto. Qual lorota tu tava contando pro povo?

  30. Fabio Tust disse:

    Escort MK1 uruguaio ou argentino.

    A resposta esta nos parceiros do Flatout:
    http://www.flatout.com.br/um-ford-escort-mk1-ao-melhor-estilo-dos-ralis-classicos-conheca-o-project-cars-44/

    Algo como o dessa foto, mas sem a pegada de rally:
    http://www.mercadoracing.org/imagenes-anuncios/38/234501/ford-escort-mk1.jpg

    Boa sorte ao escolher o próximo carro, pois o 69 e 96 se tornaram ícones!

  31. Daniel Cavalheiro disse:

    Flávio,
    Por você não troca só o motor do soviético. Sevel nele. Ou apela pro Ap.
    Continue com o tijolinho na pista!
    Abraço

  32. Gus disse:

    Monza hatch (pra ser diferente mesmo, nos moldes do Monza da equipe Touring de Rally), Voyage, Gol, Escort…etc.

  33. Hélio disse:

    Pô: o Fusca, lógico! Digo, Porche… empatia direto com a torcida, afinal todomundo teve Fusca na familia. Pra quê corrê forte, Flavio… o barato é a disputa. Ou senao, como já sugeriram, Puma! Seria bem legal tambem! Refrigerados a ar: mais simples… tração traseira: mais divertido… De fibra: mais leve, mais rapido, o Puma… o Fusca? Mais parecido com a forma do capacete, mais fácil de fazer o concurso da pintura: faz um só e resolve pros dois!

    Corcel II só me faz lembrar do Aquamovel… aquele carrinho “movido a agua”… uma patifaria, póis descobri que precisava de pilhas; ainda bem que era do vizinho… Pois carro-de-patife é a associação que faço dele…

  34. Alessandro Silva disse:

    Eu não conheço o regulamento pra saber até que ano pode, mas eu usaria, em ordem de importância, ou um Escort 86, 87, ou um Voyage do mesmo ano, ou ainda um Chevette 76. O Escort e o Voyage tu sabes, tem passado e acho que não são carros caros de adquirir nem de manter. Afinal, ambos usam mecânicas comuns e consagradas.

  35. Frank disse:

    monta um monza hatch…

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>