ONE QUESTION | Blog do Flavio Gomes | F1, Automobilismo e Esporte em geral
MENU

quinta-feira, 14 de maio de 2015 - 12:13One question

ONE QUESTION

Quem explica, depois de anos de proibição de propaganda de cigarro na F-1, o fato de a Philip Morris manter um contrato bilionário com a Ferrari desde sempre e sem data para acabar? Acabaram de renovar.

fermarl

67 comentários

  1. ster.noberto disse:

    Marlboro não pode, Martini pode…hipocrisia

  2. Ricardo Bigliazzi disse:

    Puro marketing, tanto é que temos agora 65 posts falando da Ferrari e da Marlboro, acredito que muita gente ao ler os posts lembrou que tinha que comprar cigarro, ou mesmo teve vontade de fumar mais um.

    É simples assim, de vez em quando dadas as limitações os caras são obrigados a ser um pouco mais criativos.

    Lendo os posts vi que alguém lembrou da Lotus JPS. As Lotus atuais estariam fazendo propaganda subliminar e gratuita dos cigarros JPS? Vale a pena lembrar que as Lotus mais puristas eram da cor verde com detalhes em amarelo.

  3. Gabriel Medina, O outro disse:

    Fora o que já falaram aqui, do logo, o tom de vermelho usado pela Ferrari desde a entrada da Marlboro como patrocinadora principal mudou bastante, logo, dentro desta grana toda deve estar uma cláusula para a manutenção dessa tonalidade.

    A pintura usada atualmente pelo Graham Rahal na Indy lembra o vermelho pré-marlboro da equipe italiana:

    http://www.motorsport.com/all/photo/main-gallery/graham-rahal-rahal-letterman-lanigan-racing-honda-318/?d=604&sz=9&s=-6&oft=46&id=3884749

  4. Thiago Muniz disse:

    Pura estratégia de Marketing de Guerrilha da Philip Morris. Eles usam o vermelho da Ferrari e associam a marca Marlboro, veiculando em todos os veículos. Uma mensagem subliminar que faz com que associamos a Ferrari com Marlboro. Muito provavelmente o faturamento da Philip Morris não diminuiu e o retorno da marca (mesmo sendo de baixa visualização – na teoria) é relativamente bom. No final todas ganham, o vermelho continua com o vermelho, o fumante continua fumante e a Ferrari e Philip Morris continuam faturando “rios” de dinheiro.

  5. Roberto disse:

    Em sempre achei que a “escolha” de Arrivabene como novo chefe da Ferrari, depois da bagunça que estava por lá, era nada mais, nada menos que a Marlboro tomando a frente do negócio, já que o italiano era quem representava o patrocinador na relação com a equipe. Ou seja: eles resolveram tomar conta antes que seu “investimento subliminar” fosse para o brejo. Essa renovação me deixa ainda mais convencido disso. Assim como Ericsson tem “investidores” que não querem aparecer, a Marlboro não é mais uma clássica patrocinadora e sim investidora, talvez até sócia mesmo, que aporta fortuna, mas colhe também dividendos financeiros, já que não pode exibir a marca. Os seja business.

  6. Japoneis disse:

    Por isso que eu digo que nunca mais veremos uma pintura branca e vermelha como os carros de 88-93 da mc laren, nos carros atuais. A mc laren faria propaganda de graça para o concorrente?

  7. Claudemyr disse:

    Fumar não é coisa pra homem

  8. Fontana o poderoso disse:

    Propaganda subliminar, reparem o atual logo da equipe.

  9. Paulo disse:

    EU não gosto de cigarro, mas cada um faz o que quer com o seu pulmão.

    Mas os carros eram bem mais bonitos quando havia a grana das empresas de tabaco rolando..

    As pinturas da Mclaren com a West mesmo eram foda.

  10. josé disse:

    Ninguém paga essa grana toda pra propaganda subliminar. Tão é lavando mesmo.

  11. Cristiano disse:

    Mistério do mundo dos negócios sendo que ao que parece todos estão satisfeitos. Tem uma história que a tabagista adianta todo o orçamento e os patrocínios vendidos depois vão pro caixa dela. Aliás, interessante notar a logo da Alfa Romeo e da futura equipe Haas na lateral do carro, a última naquela faixinha preta embaixo com alguns patrocínios menores, que pra mim ficou bacana.

  12. Christian - Do Niva disse:

    Se a Ferrari estiver vencendo está ótimo para mim.

  13. leopoldo disse:

    Definição do grande Millor Fernandes para o cigarro: cilindro de papel com uma brasa numa ponta e um imbecil na outra.

  14. Pedro Perez disse:

    A bem da verdade, é que se não fosse pela proibição da indústria do tabaco teríamos bem mais equipes enchendo o grid da F1.

  15. Henry disse:

    Há muitos anos atrás ouvi uns boatos que, quando proibissem as propagandas tabagistas de uma vez por todas, a Ferrari seria patrocinada pela Budweiser. Previsão nunca confirmada.

  16. Apu Lhad disse:

    Só um palpite, talvez porque ainda tem países que ainda não tem tantas restrições à publicidade do tabaco, principalmente na Ásia (China, Japão, Indonésia, etc.).

  17. Pablo disse:

    Porque há essa propaganda subliminar no símbolo da Scuderia Ferrari, que nada mais é do que um logo estilizado da Marlboro.
    Engraçado que a Ferrari usa esse logo desde 2011 quando no ano anterior os “JÊNIOS” da FIA e possivelmente de alguma organização anti-fumo caíram em cima daquele código de barras que tinha nos carros da Ferrari e mandaram tirar por se tratar de “propaganda subliminar” da Marlboro, mesmo que ela usasse isso desde 2008 quando baniram de vez da F1 as propagandas tabagistas só foram falar algo 2 anos e meio depois. Mas até agora ninguém falou nada dessa logo da Ferrari. Ainda..

    E também porque há lugares em que ainda pode fazer propaganda de cigarros e fazem essa associação com a Ferrari e tal,sem contar que no site da Ferrari na parte de patrocinadores, o primeiro da lista é justamente a Philip Morris

  18. charles disse:

    O carro mais lindo de todos os tempos e pilotado pelo maior de todos os tempos.

  19. Pdr Rms disse:

    Acho que a Phillip Morris pode ter participação acionária na Ferrari ou vice versa.

  20. Tuta Santos disse:

    O maior patrocinador de uma equipe da Fórmula 1 não aparece.

    Não pode.

    As regras não permitem.

    Desde que as leis anti-tabagismo chegaram ao automobilismo o nome da
    Marlboro desapareceu dos bólidos.

    Mesmo assim a marca ainda despeja milhões na Ferrari.

    A estimativa é que a cada temporada 150 milhões de dólares entram nos
    cofres italianos originados da empresa americana de tabaco.

    E como funciona isso?

    Fora eventos promocionais, como o Wrooom, realizado em Madonna di
    Campiglio, a Marlboro é dona de toda a carenagem do carro.

    Quando um patrocinador deseja estampar seu nome nas Ferraris de Fernando
    Alonso e de Felipe Massa, a Scuderia Italiana repassa o dinheiro recebido para
    a fabricante de cigarros.

    Estranho, não?

    Por exemplo, o Santander investe anualmente cerca de 60 milhões de dólares
    nos carrinhos vermelhos.

    Essa grana não fica em Maranello.

    Vai direto para a conta bancária da Philip Morris, proprietária da marca Marlboro.

    Interessante notar que a FIAT coloca pouco ou nada na sua equipe de Fórmula 1.

    Enquanto que a Shell, parceira de longa data, possui um contrato separado que
    destina sua cota exclusivamente para o desenvolvimento do motor.

    Existem outros recursos gerados pela marca Ferrari em produtos e nos direitos da
    televisão.

    Só aí estariam as fontes de mais 150 milhões de dólares a cada temporada.

    Mas é peculiar essa relação da Ferrari com a Marlboro.

    Vale ressaltar que ela permite muita liberdade para equipe na escolha de seus
    pilotos.

    Lembrando que o acordo deverá durar ainda uns quatro anos.

    Quando deverá ser renovado.

    Devido a um fato muito importante.

    Todos os envolvidos no negócio parecem bem satisfeitos.

  21. Marcos José disse:

    O branco e vermelho na McLaren não pode (que seria uma alusão a bandeira japonesa por causa da Honda e não a Marlboro como a maioria diz) mas na Ferrari ninguém fala! Dizem que aquele “Scuderia Ferrari” na tampa do motor faz alusão ao patrocinio da Marlboro “camuflado” para enganar a legislação européia anti-tabagista! Tem uma história que desde os anos 80 e até hoje quem paga os contratos dos pilotos não era a própria Ferrari mas sim a Philip Morris; talvez isto explique está renovação do acordo entre elas.

  22. SERGIO RICARDO disse:

    O contrato tem haver com uso de imagem e ambas se auxiliam nestes quesito.

  23. Alex disse:

    Patrocínio subliminar…

  24. Newton Barbosa disse:

    Deve ter alguma coisa a ver com o Arrivabene. E em alguns lugares no mundo, eles podem fazer propagandas com associação à F1, segundo a BBC UK

  25. Michel disse:

    Forte vinculação de marca subliminar!

  26. O marketing é indireto.

    O formato da marca Scuderia Ferrari lembra em parte o logotipo da Marlboro.

    Além disso, o fato dos carros serem das cores vermelha e branca ajuda bastante.

  27. Gustavo Barreto disse:

    Soa estranho a princípio, mas nem é. A Phillip Morris também tem o direito de usar a marca da Ferrari em suas campanhas publicitárias, o que faz valer o contrato. Em países como a China, acho eu, a propaganda de cigarro ainda é liberada. E dada a qualidade típica dos cigarros chineses, a Phillip Morris deve fazer a festa por lá.

  28. Fabio disse:

    É a propaganda subliminar…

  29. Rafael disse:

    esse carro da foto é lindo

  30. Rafael disse:

    Para pagar parte do salário do Kimi em tabaco.

  31. Moro disse:

    É só ver o logotipo da Scuderia, disfarçadamente o logo da Marlboro de ladinho. Ainda mais agora que as caixinhas de cigarro da marca não vêm mais com o destaque do nome.

  32. Flávio Leal disse:

    Creio que o grafismo do vermelho continua a influenciar. A presença do branco nos carros da Ferrari como vermelho remete ao cigarro.

  33. Celso Renato de BH disse:

    Veja no link abaixo que a logo da Scuderia Ferrari, desde que a logo da Marlboro sumiu dos carros, é muito parecida e causa um efeito visual semelhante a Marlboro. Subliminar, na minha opinião. http://formula1.ferrari.com/wp-content/themes/ferrari/static/20-modules/the-car/2015car.jpg

  34. Ernandes disse:

    Ué?! Toda vez que vejo o logo da Scuderia Ferrari na parte de trás do carro da Ferrari eu lembro da Marlboro. Ou você acha que aquele formato é a toa? hehehe :)

  35. Igor Freire disse:

    lavagem de dinheiro?

  36. Fabio disse:

    Se não estiver enganado. A Marlboro é dona da carenagem, assim, de maneira bem simples…todos os patrocínios pagam à marca de cigarros e não diretamente á Ferrari.

  37. fabiom disse:

    Propaganda subliminar, olha a logomarca que a Ferrari usa hoje em dia na F1! eles modificaram a pra ficar parecido com o simbolo da Marlboro!!

  38. Chupez Alonso disse:

    Não tem o nome mas tem as cores. Mensagem subliminar.

  39. Hector Brenta disse:

    Lavagem de dinheiro seria uma !!!

  40. Diego Zomer disse:

    Talvez o Mauricio Arrivabene, talvez o fato de a scuderia se chamar Marlboro Ferrari (ainda chama?) Fato é que no site eles podem colocar a propaganda, e muita gente entra no site. Ainda existe a ligação da identidade da Marlboro com a Ferrari.

  41. Guilherme disse:

    Estranho, né? Alguma vez eu li em algum lugar (preciso pra burro, eu) que, em essência, a Marlboro funciona como “patrocinador exclusivo”, e revende os demais espaços (algo como uma terceirização de patrocínios)… e, claro, faz uma série de estrepolias paralelas usando a Ferrari como chamariz, né?

    Mas que é estranho, isso é.

  42. Nenê disse:

    Lavagem brava de dinheiro? :)

  43. Meirelles disse:

    É só ver o símbolo da Scuderia Ferrari e a posição que está localizado na carenagem. É um anúncio da Marlboro disfarçado em mensagem subliminar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>