MENU

quarta-feira, 1 de julho de 2015 - 17:07F-1

O POVO FALA

SÃO PAULO (concordo & discordo) – Lembram daquela pesquisa da GPDA? Pois 217 mil fãs de F-1 no mundo inteiro responderam (muitos daqui deste blog, creio) e fizeram um diagnóstico da categoria.

O povo não quer nenhuma grande revolução com coisas como grid invertido, uso de lastro e outras baboseiras que não combinam com a F-1. Por outro lado, gostariam de ver de volta o reabastecimento e a guerra de pneus. Mais competitividade, mais barulho e mais potência também estão entre os desejos mais votados e apoiados.

Estou com o povo, nessa.

Raikkonen, Alonso e Button são os mais populares. Estranhei a ausência de Hamilton nessa lista. Em compensação, algo que sempre intuí se confirmou: a maioria não torce para piloto algum, nem para equipes. Apenas gosta da categoria, e migra sua torcida de GP para GP, de ano para ano. Um dia está do lado da Ferrari, em outro curte uma Williams, num domingo rói as unhas por Hamilton, no seguinte se descabela por Vettel.

Senna, Schumacher e Prost formaram o pódio dos maiores pilotos de todos os tempos. Nenhuma surpresa. A molecada não sabe direito quem foram Fangio, Clark e Stewart, por exemplo. E quando digo “molecada”, já estou falando de quem tem até 30 anos. Ademais, a lista tríplice é boa.

E aí, o que acharam no geral? Deu para perceber que as pessoas estão descontentes — se 89% querem uma F-1 mais competitiva, significa que só 11% acham que está boa, afinal é de competição que se trata.

Espero que os dirigentes olhem com carinho para esses resultados. E comecem a pensar em algo.

73 comentários

  1. Anselmo Coyote disse:

    Também estou com o povo nessa. E, claro, gostei de ver o resultado do Raikkonen.
    Mas está cheio de Cunhas por aí, doidim pra encomendar outra pesquisa… kkkkk
    Abs.

  2. Segafredo disse:

    Onde está a turma que diz: “Esse negócio do Senna foi a Globo que enfiou goela abaixo”….kkkkkkk

    Os piores tipo de torcedores na F1 temos aqui no Brasil…..e eles não são “viúvas”!!

    • Secundino Retranqueiro disse:

      Pros “piquetistas” pirarem…rsrs
      Comparação dos pilotos quando correram em mesmíssimos carros, em 1 ou 2 temporadas
      Ranking: 1º) Senna; 2º) Prost; 3º) Mansell; 4º) Piquet
      Explicação histórica:
      3)Mansell NA FRENTE de Piquet: em 86/87, no mesmíssimo Williams FW11 Honda Turbo, Mansell ficou na frente de Piquet 32 vezes (contra 29, de Piquet), somando os grids de largada e o final das corridas; (Resultado: em 88, Piquet foi demitido da Williams e Mansell permaneceu)
      2)Prost NA FRENTE de Mansell: em 90, na mesmíssima Ferrari F1 641 V-12, Prost ficou na frente de Mansell 18 vezes (contra 11, de Mansell), somando os grids de largada e o final das corridas; (Resultado: em 1991, os “amiguinhos” Prost e Mansell foram demitidos da Ferrari)
      1)Senna NA FRENTE de Prost: em 88/89, na mesmíssima McLaren MP-4 Honda (Turbo e V-10), Senna ficou na frente de Prost 45 vezes (contra 17, de Prost), somando os grids de largada e o final das corridas; (Resultado: em 1990, Prost foi demitido da McLaren e Senna permaneceu, para ser mais lenda ainda)
      Pois é…com a história, com a estatística e com o espírito da F1 não tem conversa: quem larga na frente do outro e quem termina a corrida na frente do outro está lá, registrado: Senna em 1º…Piquet em último, atrás do Mansell e do Prost
      Resta aos fanzocas do Piquet aguardarem a próxima “traquinagem” do Secundino Retranqueiro (Piquet): mês retrasado, beijou o lauda na boca, “de brincadeirinha”…semana passada, segurou e balançou a do Prost…o que será que o Biquet fará agora?…eu, hein… rsrs

  3. Giovanni disse:

    O Hamilton é o Neymar das pistas. Muito talentoso, mas a questão é que o seu estilo de ser chama a atenção da mídia, só que a mídia não vai julgar esse lado dele. Mas as pessoas consideram, sim; e a maioria não gosta, principalmente o público da F1 que é um público mais seletivo que do futebol.

  4. Fontana o poderoso disse:

    O que falta na Fórmula 1 é o imponderável. A temporada que mais gostei foi a de 2008, título decidido no final, Hamilton e Massa abandonando em diversas corridas, provas imprevisíveis, dobradinha da BMW Sauber no Canadá, Nelsinho quase vencendo GP da Alemanha, Felipe se ferrando em Cingapura com um erro primário na mangueira de reabastecimento e ainda teve, Kovalainen conseguindo sua primeira(e última) vitória na categoria graças a uma quebra de motor de Felipe.

    O saco da Fórmula 1 atual, é que os carros da Mercedes-Benz nunca quebram ou batem. Eu adoraria ver na Inglaterra uma corrida com Hamilton rodando e batendo, Rosberg estourando motor e uma vitória esmagadora de Raikkonen, com os dois pilotos da Williams no pódio fazendo companhia ao homem de gelo. E lá atrás, Ericsson conseguindo um excelente oitavo lugar, ao segurar Sergio Perez no final da corrida, com Nasr chegando em décimo, ao aguentar a pressão de Carlos Sainz no final da prova.

    E depois, já pensou em uma dobradinha da Williams, com vitória de Massa em Hungaroring?

    É de corridas assim que todos nós gostamos, Gomes..

  5. RENE FERNANDES disse:

    Faço parte deste universo de 217.000 tarados por F1! Salvem a F1, o Urso Polar, o Boto Cor-de-Rosa ( Corderosa, Corde-Rosa, Cordero-Sa ) e a Baleia Mink!!!

  6. Rama disse:

    Não curto a ideia de guerra de pneus. Se todo mundo quer mais equilíbrio entre Piloto e Máquina, pra quê colocar um terceiro ingrediente que maquia a capacidade dos outros 2? A última experiência virou uma competição de pneus e deixou tudo sem graça, sem referência.

    Eu gosto da ideia dos híbridos e, sinceramente, o lance do barulho não me incomoda. Só poderiam equilibrar as relações de motor x aerodinâmica, como a Indy fez. Não precisa ter carro feio. Mas o lance de poder fazer a curva junto já é um grande adianto, podiam até dispensar o DRS, que é uma caca.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>