MENU

quarta-feira, 26 de agosto de 2015 - 18:38Automobilismo internacional

QUE APRENDA A LIÇÃO

SÃO PAULO (se é assim, que se cumpra) – Vocês lembram da polêmica corrida do DTM na Áustria no comecinho do mês, não? Para refrescar a memória, leiam aqui e depois voltem. Timo Scheider, da Audi, deu na traseira de Robert Wickens, que por sua vez bateu em Pascal Werhlein. Ambos abandonaram. Ambos da Mercedes. Pelo rádio, a direção de prova capturou o que teria sido uma ordem do chefe da Audi, Wolfgang Ullrich — lendário comandante das quatro argolas. Em alemão, ele grita para Scheider tirar Wickens da pista.

No dia, Ullrich negou que tivesse dado uma ordem. Escrevi, na ocasião, que ele merecia crédito por sua história no automobilismo. Que não achava que um cara como ele faria algo tão estúpido. Com a ressalva: “Depois de Cingapura, não duvido de mais nada”.

Pois é.

Ullrich e a Audi foram duramente punidos pela federação alemã. A equipe perdeu os pontos obtidos naquela prova, foi multada em 200 mil euros, Scheider foi suspenso por uma corrida e Ullrich, banido do pit-lane até o fim do ano. Não poderá mais aparecer nas corridas do DTM desta temporada.

A Audi não vai recorrer.

Interpreto a decisão de aceitar as punições quase como uma admissão de culpa. Ainda que Ullrich não estivesse literalmente mandando seu piloto bater no adversário — continuo achando que ninguém civilizado faria algo assim –, foi isso que falou pelo rádio. Alemão é um povo muito cartesiano. Diante de fatos claros, deixa a subjetividade de lado e não fica perdendo tempo discutindo intenções. Falou, aconteceu, culpado, cumpra-se.

Que Ullrich aprenda a lição.

14 comentários

  1. Takawara Nashiota disse:

    Um tapa na cara da cultura brasileira do “eu não sabia de nada…”

    Temos MUITO o que aprender com os cartesianos da terra da cerveja!

  2. Andre disse:

    Na Nascar isso é aceito, e até corriqueiro.

  3. Chupez Alonso disse:

    Punição justíssima.

    Qualquer castigo pra picaretagem é pouco. O único picareta que passou batido foi o Amonso. Mas está sofrendo mais na pista do que se estivesse em casa.

    E concordo plenamente com a frase:

    “Alemão é um povo muito cartesiano. Diante de fatos claros, deixa a subjetividade de lado e não fica perdendo tempo discutindo intenções. Falou, aconteceu, culpado, cumpra-se.”

    Se o povo brasileiro também fosse assim, não perderíamos tanto tempo e dinheiro discutindo intenções e subjetividades no Mensalão, Petrolão, Impeachment…Aconteceu, culpado, cumpra-se.

    Ainda bem que apareceu alguém para Moroalizar essa baderna.

  4. Brabham-5 disse:

    Gol da Alemanha,

  5. Nelson Barreiros Neto disse:

    Boa tarde a todos.
    Não tenho a menor sombra de dúvida… Ele não bate simplesmente, como que pra não danificar nada importante no seu carro, mas empurra o cara pra fora… Notem, ele mede o “totozinho” milimetricamente…

    Realmente como alguém escreveu, saiu muito barato…

  6. Acarloz disse:

    Falou demais, dançou.

  7. David disse:

    Se fosse um “totó” podia ate ter sido um erro , mas foi um empurrãozinho proposital

  8. Flavio Bragatto disse:

    A punição até que foi branda demais… 200 mil pra um, uma corrida de gancho para outro… O que bateu, que não corre mais este ano, mas ele pode pilotar qq outra coisa até a próxima temporada.
    Todos deveriam estar andando na prancha, no meu modo de ver.

  9. Lormandorni disse:

    Lorimar, donrmanov.

  10. Paulo F. disse:

    A falta de bom senso grassa! Foi proposital , a falta de recurso da Audi é sim admissão de culpa, e quer saber uma coisa: ficou barato, muito barato para o time de Ingolstadt.

  11. João Paulo Toledo Piza disse:

    Flavio estava assistindo ao vivo ou quase isso ( porque no dia, a Bansports começou a transmissão um pouco atrasado ) ,fiquei com pouquíssimas dúvidas de que foi ,de fato , foi propósito !!!

  12. Fernando Carvalho disse:

    Briatore chucrute…..

  13. Ulisses disse:

    É, não há o que se discutir.
    O vídeo deixou tudo muito claro! E foi um totózinho com muita classe, sem violência e danos materiais!
    Mereceram a punição!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>