MENU

segunda-feira, 8 de setembro de 2008 - 17:14Indy, IRL, ChampCar...

CAMPEÃO TAMBÉM!

SÃO PAULO (pentelhésimos) – E na Indy-Indy, a grandona, acabou o campeonato (tem mais uma corrida, mas não vale pontos) com título conquistado por Scott Dixon, numa prova bagunçada à beça em Chicago, porque o cronômetro, que nunca erra, errou. E deu vitória ao neo-zelandês apesar de ele ter chegado atrás de Helio Castroneves por um microlésimo de segundo, ou coisa assim. A foto tirada da TV (quem mandou foi o Rodrigo Ruiz, nosso lambe-lambe oficial) mostra que o bico do carro do brasileiro recebeu a bandeirada primeiro.

Helinho largou em último e fez uma corrida supimpa, pelos relatos que li (não pude ver a corrida). Teve uma ótima temporada e recuperou a confiança da Penske no seu taco. É que a Ganassi esteve muito forte durante todo o ano. No fim, ele ficou com a vitória, claro, e terminou a temporada em alta. Tony Kanaan também teve um bom campeonato e os demais brasileiros, como disse abaixo, fizeram número e a alegria do locutor oficial, que passou o ano mandando abraços a eles e seus familiares. Alguns deles, pelo menos.

Para 2009, além da corrida em Recife ou Porto de Galinhas, ou talvez em Olinda, espero que a Indy consolide a incorporação da ChampCar e que faça um campeonato de bom nível técnico, voltando a crescer. Seria legal, também, ver outras marcas de motor e chassi chegando, mas acho que isso é mais para a frente.

29 comentários

  1. Rodrigo Ruiz disse:

    Essa corrida foi realmente uma das mais emocionantes dos últimos tempos. O Luciano do Valle falou mesmo mutas besteiras, mas isso não é novidade nas transmissões dele, mas a corrida valeu. Nem vou comentar dos entrar em detalhes da corrida pq foram muitos.. 3wide por várias voltas.. o passão do Weldon pelo Briscoe depois de trocentas voltas escoltando o Helinho, o bolo de mais de 12 carros com o Dixon lá no meio e o Luciano falando que o carro do Dixon não rendia nada no tráfego.. kkkkk….
    A chegada então, que doidera!!!!.. o live timing da Indy mudou os tempos 3 vezes até mostrar o resultado final. Nisso pelo menos a Band acertou logo de cara, dizendo que o Helinho tinha ganhado…

    e pra completar…. Mário? kkk

  2. Victor Massami disse:

    Lamentável a narração durante a corrida de domingo. O cidadão que outro dia deu xilique por que seus companheiros de cabine não possuem diploma de jornalista, está precisando de uma reciclagem, ou até mesmo aposentar.

    Francamente, com os caracteres na tela e após cobrir boa parte da temporada, é lamentável que este ser vocifera ao microfone.

    A grande preocupação durante a corrida, foi rogar praga ao Scott Dixon, ao invés de pronunciar corretamente o nome dos pilotos. Graham Rahal, por alguns momentos viraram Graham Hill. Ryan Briscoe, passou a corrida toda como Brian Ryscoe. Ernesto Viso mudou de bandeira, passou a defender as cores da Espanha (!), entre outras coisas.

    Cada vez mais está sendo melhor assistir Fórmula Indy a partir do site da categoria…

  3. edevar jr disse:

    ´´EMUIOT ENGRAÇADO OAS REPORTAGENS DA BAND FAZENDO AQUELE SENSACIONALISMO MARCANTE QUE SÓ ELES SABEM FAZER MOSTRANDO EM VARIOAS REPORTAGENS SOBRE A CORRIDA DESTE FIM DE SEMANA “HELINHO VENCEU POR 4 CENTIMENTROS” SO SE FOR 4 CM AMERICANOS POIS TUDO LÁ É SUPERESTIMADO UNS 30 A 40 CM AI SIM ISSO QUE É DISTANCIA PARABENS AO HELINHO DE ULTIMO A PRIMEIRO SHOW ABRAÇO A TODOS

  4. veber disse:

    acompanhei a corrida e realmente foi muito emocionante,,,, em várias voltas haviam 08 carros andando juntos durante a volta completa e o momento mais espetacular foi quando durante 04 voltas Helio, Weldon e Kanan andaram os 03 lado a lado a centimetros um do outro até aparecer uma bandeira amarela e estragar a festa………….. foi sensacional e as ultimas voltas o Helinho tentando passar o Dixon também foi show e acho que ele fez quase um milagre ao passar um carro da Ganassi por fora em um tri-oval,,, foi por pouco,,, alias foi por míseros 0,0033 e no final não teve comissário puxando o saco de nenhuma equipe,,,, fizeram o que exatamente deu pra o mundo ver na tela….. até 2009,,,,, Já que o Franquitti voltou poderia vir também o Montoya

  5. Viscondi disse:

    Caro Gomes,

    Por algum mistério dessa vida, tive a oportunidade de assistir, in loco, uma corrida de formula indy, no circuito de Milwaukee no estado de Wisconsin.

    Gostaria de comentar que, embora a formula um seja mais técnica e muito mais rica (inclusive em detalhes que podem fazer a diferença entre vitória ou derrota), e bem mais sofisticada em termos de tecnologia, as corridas nos circuitos ovais é um espetáculo pensado para o público presente.

    Você estar postado no final de uma reta e ver aproximando, à sua frente, 3 carros a aproximadamente 360km/h e estes fazerem a curva lado a lado é a coisa mais emocionante que um aficcionado por velocidade poderia vivenciar.

    Não quero com este comentário dizer que tal categoria é melhor do que a outra, pois cada uma tem sua própria característica e emoção, mas gostaria que você atentasse sobre o “espírito” do americano médio no que se refere à corridas de automóveis: eles gostam do motor (isso mesmo, eles são fissurados em saber qual o motor é mais forte, mais veloz ou mais rápido para arrancar). Se o carro corre está bom, não interessa muito a habilidade do piloto ou a tecnologia embarcada na máquina, só é preciso que o carro corra muiiito.

    É o espírito americano de ter o mais forte ou mais rápido motor. Daí o fascínio que ele têm com os circuitos ovais e também com as corridas de arrancada. (ps. tem arrancada até de barcos)

    Um abraço.
    ps. eu particularmente gosto de ver corrida de tudo que tem motor, até as corrida de carrinhos de controle remoto que tem em Brasília.

  6. Adilson disse:

    Sem dúvida a corrida em ovais é mais emocionante. Existem muito mais chances de ultrapassagens do que a F1. É isso que está muito carente na F1. Sorte a nossa que o Massa tem um carro muito bom pra gente poder torcer. Porque caso contrário, teríamos que torcer pra que chovesse em todas as corridas. Gosto muito da F1, mas está ficando cada vez mais chata as corridas sem ultrapassagens. Está na hora de copiar alguma coisa da indy pra tentar melhorar nesse quesito. Ver três carros lado a lado a mais de 300 km foi muito bom. Abraços.

  7. Anselmo Manzano disse:

    Essa corrida me fez lembrar das eleições americanas, onde quem vence com mais votos, não leva.
    Alias, a Indy ta precisando de um up-grade. As corridas tão muito chatas. Até a Nascar consegue ser melhor.

  8. Rafael disse:

    A corrida foi um primor. Como deve ser divertido e excitante andar num oval!

    Quando estavam os 3 primeiros lado a lado foi de prender a respiração. É coisa d elouco aquilo.

    Eu torço MUITO para que a IndyCar volte aos bons tempos porque as corridas sempre foram infinitamente melhores que as de F1 e os circuitos nos EUA ainda são de MACHO!

    -Superspeedways
    -Laguna Seca
    -Watkins Glen
    -Elkart Lake
    -Long Beach

    Automobilismo é um esporte de risco e quando ele inexiste parece que ele fica castrado. Perde a graça.

    E se voltarem os turbos então? E se liberarem chassis? E se voltarem os Mansell, Zanardi, Montoya, Unser Jr.? Quem segura?

  9. Bugre disse:

    Foi divertido ouvir Brian Riscoe e Dom Weldon o tempo todo. Outro dia ele ofendeu um telespectador e deu o maior xilique quando foi corrigido quanto ao nome do Dan Weldon. Aí deu uma desculpa dizendo que falava “Dom” em homenagem ao Dan, pois ele era uma ótima pessoa e assim merecia o título de “Dom”, tipo Dom Pedro. Pontepretano e ridículo…

  10. Rubens Fernandes Junior disse:

    Quem viu sabe, correram Bryan Riscoe, Graham Hill e o grande
    Vitinho. Inacreditável.

  11. Andre disse:

    Em uma coisa a Band bateu em Todos na transmissão.

    System of a Down na abertura !!!

    Parabéns para quem bolou a entrada.

  12. Andre disse:

    A camera que fica mostrando a lateral dos carros é agonia pura…
    Para quem gosta de velocidade é um colirio para os olhos.
    Tem que ser cabra macho lá de Pernambuco (ahuaahuahuah) pra ficar 2 horas desse jeito.

    Parabéns pro Hélio, pro Tony, para o Mario Moraes que fez uma bela corrida.

    Aviso pra Band:
    Ano que vem é preciso mudar o piloto do microfone.
    Téo José e Celso Miranda neles.

  13. Muller disse:

    Ops, só pra retratar:

    Quando Mercedes e Honda chegaram, a Chevy já tinha ido embora (sobrando alguns blocos, rebatizados de Ilmor, por causa do sobrenome do preparador)…

  14. Muller disse:

    Corridaça.
    Indy boa é assim mesmo, confusa, sem noção. O Helinho parecia pilotar um Herbie naqueles filmes dos anos 50.
    Achei do caramba a estratégia da Penske (que possui, sim, um chassi Dallara diferente, mas só pq PODE gastar muita grana) e ainda mais incrível a resposta da Ganassi. Nas últimas voltas, achei que os dois iriam parar no muro.

    E esqueçam isso de melhorias para os próximos anos. Talvez com os turbos, mas chassi de outra marca…
    Melhor ficar lembrando dos tempos em que Reynard, Penske e Lola disputavam com os chassis; a Mercedes, Honda, Chevy e Ford disputavam nos mortores e Goodyear e Firestone nos pneus.
    As combinações possíveis eram imensas, quase uma loteria saber qual a vencedora. Saudades…

  15. Rodolpho disse:

    O negócio é teclar Indy no goooooogle e assistir a corrida pelo site oficial, conforme a conexão da umas travadinhas mas émelhor do que a Band.

  16. Abreu disse:

    Como disse num post anterior, o maior prêmio da vida do Scott Dixon, não é esse segundo título nem mesmo a vitória nas 500 milhas de Indianápolis. A esposa dele, com todo respeito, enche a vida de qualquer homem de poesia pura. E a vida segue…
    Tinha esquecido outra do Luciano do Valle: Quem é William Power ?

  17. Roberto Zimmerman disse:

    Novo motor (ou motores, pq parece que eles querem competição), só em 2011, provavelmente com os turbos de volta.

    Já novos chassis, esquece.

    A ordem é ter um só fornecedor, pra conter custos…

    As vacas magras continuam. Pra trazer o público, e a grana, de volta depois de anos de separação que levaram as duas categorias a lona, vai levar MUITO tempo.

  18. Max disse:

    Tá mais fácil ter uma corrida de F1 aqui na lagoa da Pampulha, do que essas do Luciado do Baile.

  19. Al. Unser Jr. disse:

    Bom… a corrida foi muito boa, esse tipo de pista ajuda a ter esses finais, agora, tomara que o calendário seja alterado para 2010, pois, o de 2009 já conseguiram foder! Claro de que devem ter alguns contratos pelo meio etc, mas é muito ruim uma sequência de não sei quantos ovais não é nada bom… já o carro é feio mesmo, ficaram de colocar motor turbo para 2010/11, vamos ver se fazem isso até antes se possível.
    A Band, bom a Band… sei lá, deveria alguém ir lá e ligar o “desconfiometro”, porque tá delisgado e faz tempo, pelo menos não tem os comerciais… a já ia esquecendo, eu assisto as corridas via ESPN em espanhol, a transmissão é muito melhor (apesar dos comerciais) mas, “estranhamente” após o anúncio da tal Venus fazer as coberturas nas corridas, eles deixaram de passar ao vivo as transmissões e não falam nada ou quase nada sobre o evento.

  20. Renatov disse:

    Corrida em Porto de Galinhas? Só se for noturna…

  21. Aliandro Miranda disse:

    A categoria vai andar, creio que os bons tempos do automobilismo de monopostos americanos vão voltar.

    Mas, realmente, isso é mais pra frente…

  22. Lucas Israel disse:

    Ahhh esqueceram de outra do “Big Cookie”
    Ryan Hunter Reay é o filho de Bobby Rahal e não o Graham Rahal…

    Quase que eu pedi pra band chamar o bobão bueno…

  23. Smirkoff disse:

    Motores e chassis novos, acho que só em 2011. É quando vai estrear o novo regulamento, com a volta dos motores turbo e possibilidade de motores de seis ou oito cilindros (foi o que anunciaram há uns quinze dias). Até lá, diferença só se algum abnegado pagar do próprio bolso a recauchutagem de um chassi G-Force, e creio que nenhuma montadora fora a Honda vai se comprometer com um motor só por duas temporadas. De qualquer jeito, quem olhar MUITO BEM, vai ver que os Dallara da Penske têm algumas poucas peças diferentes dos outros.

  24. Bruno disse:

    eu adorava a antiga champcar, principalmente os champs de 1996 a 2000. essa ultima corrida foi um relance que conseguiu finalmente chegar aos pés da antiga categoria.
    foi uma corrida boa sim. principalmente por ver o hélio passando todo mundo nas primeiras voltas com uma facilidade imensa. teve um momento dos ponteiros andando em 3-wide durante algumas voltas que foi tenso também. enfim, boa corrida até.
    só esses finais fantasiosos “lado a lado” que não me convencem.

    espero realmente que de 2009 em diante, a indycar volte à suas velhas raízes, com nível técnico superior e principalmente um carro decente.

    quanto ao narrador, ja não tenho mais raiva dele, to começando a ter dó do coitado. Não entendo como a Band tendo Téo José, insiste em por o do Vale, que não consegue nem mais ler os nomes dos pilotos direito. cara tem que ter noção da hora de parar.

  25. Betaum disse:

    Corrida em porto de Galinhas !!! FG tu és um pândego!!!!!!

  26. Eric disse:

    Não assisto isso aí também.

    Ué,então roubaram o Helinho???Agora que não assisto mesmo…

  27. Rafael Mello disse:

    Eu acompanhei ontem a corrida e não pôde passar desapercebido algumas pérolas do bom e velho bolacha:

    - “Graham Hill” , quando o correto era Graham Rahal…
    - “O Profeta do Automobilismo”, ao se referir ao bravo Willie Hermann.
    - “Corrida em Recife em 2009″, essa já é velha e sem graça…
    - Saudações especiais ao grande Vítor Meira, “por questões pessoais”

    No mais, parabens ao Hélio pela sensacional corrida… Por que a transmissão, deixou a desejar, como de costume…

  28. Lucas Paulo disse:

    Finalmente um trio de posts interessantes! Eba! A F1 já cansou essa semana, sexta tem mais… Agora: um final de corrida como o da Indy ontem dificilmente será visto novamente… E a tática da Penske para segurar o Dixon quase deu certo, não fosse a Ganassi conseguir mexer e melhorar o acerto do carro do neo-zelandês no box. E tem gente que ainda diz que corrida em oval não tem graça… Belíssima corrida do Hélio… Infelizmente, quando comecei a ver ele já estava à frente (perto da volta 100), não o vi subindo, subindo…
    Queria ver quantos drive-throughs a F1 daria para uma corrida em oval… E quantas voltas Ferrari e McLaren colocariam na Honda, mesmo com safety car a cada (tentativa de) enrosco. E, a propósito, queria ver a Band transmitir a Indy o ano todo, né! O que salvou foi que aqui tem o Canal 21 (PlayTV, sei lá o que é)… Afinal, o narrador é hilário! (Bryan Riscoe e o Bispo Dom Wheldon que o digam)

  29. Thiago Pereira disse:

    O Luciano Do Vale é definitivamente o pior narrador de automobilismo do Brasil. O cara passou a corrida inteira secando o Scott Dixon, ficou a corrida inteira chamando o Ryan Briscoe de Bryan Riscoe. Também passou a corrida toda jogando confete no Mário Moraes. Agora eu pergunto a ele, Mário? Que Mário?

    Em fim, o cara não sabe o nome de ninguém nem a nacionalidade de ninguém. Chamou a Saara Fischer de Venezuelana, vez várias confusões. Resumindo, perdeu 3000 chances de ficar calado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>