GP DU SOLEIL

G

SÃO PAULO (bem capaz…) – Meu contato em Alexandria informa que os organizadores do GP do Canadá estão recorrendo a Guy Laliberté, dono do Cirque du Soleil, para salvar a corrida de Montreal. Para quem ainda não sabe, a etapa canadense do Mundial foi limada do calendário do ano que vem sem aviso prévio.

Aí, sabem o que aconteceu? Bernie Ecclestone aproveitou o gancho e pediu ao dono do circo para organizar e patrocinar um GP em… Las Vegas! Algo que, me informa a fonte egípcia, Bernie já tinha tentado antes e Laliberté não quis fazer.

Sobre o Autor

23 Comentários

  • eu nao sei como que os artistas do cirque du soleil dao conta de esticar o corpo desse jeito!
    mas essa arte e facinante!
    eu sempre queiz conhecer esse circo porque ele e demais!
    ele e o melhor circo do mundo e da face da terra!
    eu admiro muito esse circo e principalmente os artistas!
    voces estao de parabens!

  • Rubens Casses.
    Mais claro vai ser impossivel!
    Rubens Barrichello foi nos tempos da Jordan a promessa, vindo de uma carreira vitoriosa, desde o kart até chegar pela grana da
    Arisco na F1.
    Seu talento o levou lá.
    Mas, quando a mídia do Brasil precisava de um Piloto para dar seqüência ao ufanismo Senna, veio a panca de Ímola, e nos dias seguintes as catástrofes.
    Como Nélson fala, do pancão da Tamburello, que sofreu para ser Campeão, e que nunca mais pilotou como antes.
    Imagine o Rubinho, no fim de semana onde deu uma puta panca, viu 2 morrerem e ano depois desfilava com um casco meia mussa, meia calabreza.
    É um bosta, é o Piloto Brasileiro que mais ganhou dinheiro na F1,
    o merdinha que chamou um reporter gente boa do ramo de FILHO da PUTA na frente da imprensa mundial.
    Tem um Piloto que está se despedindo na maior boa, que passou por um acidente ( e causou muitos).

    http://newsimg.bbc.co.uk/media/images/44800000/jpg/_44800976_dcplanecrashap226.jpg

    Este sim merece meu respeito, pois homenageou centenas de vidas que perdemos aqui no Brasil.


  • Me desculpe…mas ainda não saquei…pode ser mais claro?…piloto protegido pelo IBAMA?…tá dificil.
    Me veio um clic agora e começo a perceber que vc se refere ao outro Rubens …o Pé de Chinelo.
    Desculpe Dú…mas teu comentário veio logo abaixo do meu…fiz confusão.
    Um abraço
    Rubens Pé de Chumbo…rsrs

  • Para mim fará falta um traçado tão tradicional em GP lindão e dentro de uma ilha.
    Acho que o pessoal do Canadá não foi competente na preparação do circuito, a ponto do asfalto esfarelar nas curvas da saida dos boxes. A reclamação dos pilotos só fez mostrar a gravidade da falta de segurança que ocasionou.
    Quem sabe numa segunda oportunidade os candenses tenham mais cuidado e censo crítico.

  • Rubens Casses, magina que foi pra vc. cara.
    Afinal se o Colin Chapman “tivesse visão” para o marketing, e não para o esporte, o Émerson teria ganho em Monza!
    Prefiri assistir o Soleil a perder tempo em Interlagos daqui a dias vendo a F1.
    O Sr. Rubens é uma maneira educada de chamar o piloto protegido pelo Ibama. Sacou?

  • A explicação é simples: Vc tem um terreninho legal sobrando ???? Tem $.$$$.$$$.$$$,$$ em cash (porque do jetio que vai o mercado, se vc tiver em ações ou outras cositas, já era) ?? Chama o Tilke (é assim que se escreve?), alfasta a bagaça, paga o que o Tio Bernie quer e vc terá um GP de F1 no seu quintal … fácil fácil …

  • FG,

    se a corrida de Montreal sair mesmo do calnedário será uma pena. Todo ano esta corrida é uma das mais emocionantes e surpreendentes.
    Nos resta torcer para que o quadro seja revertido.

    saudações celestes.

  • …aliás….o título de Campeonato Mundial de Pilotos já deveria ter sido alterado para Campeonato Mundial de Pilotos com Melhor Escudeiro de F1.
    Queria ver o Piquet…James Hunt…Jody Scheckter…Prost…Senna…Ronnie Peterson…Lauda…Jochen Rindt…Vittorio Brambilla…entre outros pilotos da F1…frearem seus carros para dar passagem a alguém…é ruiiimmmmmm!

  • Esse cara é engraçado… ele simplesmente cisma com as coisas e ninguém tira da cabeça dele, até ele conseguir o que ele quer. A paranóia dele é tão grande, que acredito que se ele fosse o “ditador” da Fórmula-1, teríamos 9 provas à noite e 9 provas em circuitos de rua, durante uma temporada.

    Las Vegas é uma boa alternativa, mas olhando pro calendário de 2009, mais um circuito de rua no calendário é insanidade demais…

  • Mais uma demonstração que o Circo da F1 está virando um Circo mesmo…ou seja….uma palhaçada….até o dia que os pilotos ficarão guiando os F1 de cabines….como se fosse um grande autorama…utilizando carros de rádio controle. Ganha a equipe cujo piloto tiver mais habilidade no controle do joistyck.

  • A F1 nunca foi tão circo quanto hoje, no sentido Soleileano da palavra. Las Vegas é perfeita para este processo “esquisito” pelo qual a F1 está passando. O espetáculo nunca antes foi tão superior ao esporte.

  • Bem que a F1 poderia re-aprender a fazer espetáculo com o genial do Cirque du Soleil.
    Tudo que os caras fazem é deslumbrante, um sonho.
    Porque essa F1 que tá aí, vou te contar… O antigo “circo” da F1 podia às vezes parecer mambembe, mas dava espetáculo de criatividade e técnica, tinha calor humano.
    Hoje o “circo” é asséptico, sem a menor graça.
    Bilionário, gelado, arrogante e distanciado de seu público. Puro business, e ultimamente chatinho e direitinho como um colégio de freiras.
    A gente gosta é de corrida de carros, e não de carros correndo.

Por

Perfil


Flavio Gomes é jornalista, dublê de piloto, escritor e professor de Jornalismo. Por atuar em jornais, revistas, rádio, TV e internet, se encaixa no perfil do que se convencionou chamar de multimídia. “Um multimídia de araque”, diz ele. “Porque no fundo eu faço a mesma coisa em todo lugar: falo e escrevo.” Sua carreira começou em 1982 no extinto jornal esportivo “Popular da Tarde”. Passou pela “Folha de S.Paulo”, revistas “Placar”, "Quatro Rodas Clássicos" e “ESPN”, rádios Cultura, USP, Jovem Pan, Bandeirantes, Eldorado-ESPN e Estadão ESPN — as duas últimas entre 2007 e 2012, quando a emissora foi extinta. Foi colunista e repórter do “Lance!” de 1997 a 2010. Sua agência Warm Up fez a cobertura do Mundial de F-1 para mais de 120 jornais entre 1995 e 2011. De maio de 2005 a setembro de 2013 foi comentarista, apresentador e repórter da ESPN Brasil, apresentador e repórter da Rádio ESPN e da programação esportiva da rádio Capital AM de São Paulo. Em janeiro de 2014 passou a ser comentarista, repórter e apresentador dos canais Fox Sports no Brasil. Na internet, criou o site “Warm Up” em 1996, que passou a se chamar “Grande Prêmio” no final de 1999, quando iniciou parceria com o iG que terminou em 2012. Em março daquele ano, o site foi transferido para o portal MSN, da Microsoft, onde permaneceu até outubro de 2014. Na sequência, o "Grande Prêmio" passou a ser parceiro do UOL até maio de 2019, quando se uniu ao Terra por um ano para, depois, alçar voo solo. Em novembro de 2015, Gomes voltou ao rádio para apresentar o "Esporte de Primeira" na Transamérica, onde ficou até o início de março de 2016. Em 2005, publicou “O Boto do Reno” pela editora LetraDelta. No final do mesmo ano, colocou este blog no ar. Desde 1992, escreve o anuário "AutoMotor Esporte", editado pelo global Reginaldo Leme. Ganhou quatro vezes o Prêmio Aceesp nas categorias repórter e apresentador de rádio e melhor blog esportivo. Tem também um romance publicado, "Dois cigarros", pela Gulliver (2018), e o livro de crônicas "Gerd, der Trabi" (Gulliver, 2019). É torcedor da Portuguesa, daqueles de arquibancada, e quando fala de carros começa sempre por sua verdadeira paixão: os DKWs e Volkswagens de sua pequena coleção, além de outras coisinhas fabricadas no Leste Europeu. É com eles que roda pelas ruas de São Paulo e do Rio, para onde se mudou em junho de 2017. Nas pistas, pilotou de 2003 a 2008 o intrépido DKW #96, que tinha até fã-clube (o carro, não o piloto). Por fim, tem uma estranha obsessão por veículos soviéticos. “A Lada foi a melhor marca que já passou pelo Brasil”, garante. Por isso, trocou, nas pistas, o DKW por um Laika batizado pelos blogueiros de Meianov. O carrinho se aposentou temporariamente no início de 2015, dando o lugar a um moderníssimo Voyage 1989. Este, por sua vez, mudou de dono em 2019 para permitir a volta do Meianov à ativa no começo de 2020.
ASSINE O RSS

Categorias

Arquivos

TAGS MAIS USADAS

Facebook

DIÁRIO DO BLOG