HISTÓRIAS DE GUERRA (2)

SÃO PAULO (escolha a sua) – Lembram da história da moto DKW que contei na semana passada? Pois a versão em vídeo, com a matéria que fiz sobre ela para o “Limite”, da ESPN Brasil, está neste link aqui.

O Jayme, dono dela (melhor: filho do dono, right?), é uma figura. Sua casa simpaticíssima na zona norte de SP, além de guardar essa joia e mais algumas sobre rodas, ainda tem telefones, vitrolas e rádios antigos. Tudo funcionando perfeitamente.

E, na sala, uma outra moto — que eu deveria ter fotografado. Também foi de seu pai. Zerada. Gostei da ideia de colocar uma moto na sala. Poderia fazer isso com a minha DKW…

Subscribe
Notify of
guest
23 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Wagner  Soares
Wagner Soares
12 anos atrás

Flavio Gomes parabens pela bela reportagem sobre a moto alemã. Com riqueza de detalhes que raramente temos a satisfação de assistir.
Ainda bem que você tem seu próprio site para esses assuntos sobre automobilismo.
Um abraço, Wagner Soares

Túlio Parodi
Túlio Parodi
12 anos atrás

Duas preciosidades: a história e a moto. Parabéns pelo registro.

Abraços, Túlio

Borges Borsatto
Borges Borsatto
12 anos atrás

Belíssima reportagem, Gomes. Meus parabéns!

Hélio - TX650
12 anos atrás

Fantástica história!

Mas… guardar moto (que funcione) na sala é como criar arara na gaiola. Tá loco; que idéia de girico!

Parabéns pela matéria.

Maurício MV.
Maurício MV.
12 anos atrás

Só um lembrete:
No programa, você se referiu ao condutor como “motoqueiro”. O termo correto é “motociclista”. Motoqueiro é quem não respeita leis,não faz manutenção na máquina,enfim,não tem paixão pelo motociclismo.

Edivaldo Fernandes (Diadema)
Edivaldo Fernandes (Diadema)
12 anos atrás

O baixinho parabéns pelos seus 45 anos…..

Só o Indiana Gomes . . . . . .

Que máquinas

Helder
Helder
12 anos atrás

Incrível a moto e sua história. É uma moto com valor inestimável, simplesmente não é possível avaliar o quanto esta moto vale!!!!

YPVS
YPVS
12 anos atrás

Sensacional. Tudo. A matéria, a moto, a história…
Parabens mais uma vez.

Cléber Porto
Cléber Porto
12 anos atrás

Corrigindo, “a” DKW

Cléber Porto
Cléber Porto
12 anos atrás

A patroa vai adorar o DKW na sala…

Dú
12 anos atrás

Isso, guarda na sala. Mas lembre-se que é bom ligar para não gripar os anéis, rolamentos e juntas. Vai ser o ap. Two Stroke que fechou Congonhas!

Alfeu
Alfeu
12 anos atrás

FG, não tem como criar um canal no Youtube para o Indiana ???
Abcs

fe
fe
12 anos atrás

Depois de ler o post, bom demais assistir a matéria. Parabéns.

Rafael Chinini
Rafael Chinini
12 anos atrás

eu liguei na ESPN ontem, justo na hora dessa reportagem.
muito legal! até o cantil original!!
incrível o quanto essa moto rodou.
por questões de segundos, o pai dele não deixou pra trás a coitada.

Antonio Parras
Antonio Parras
12 anos atrás

Flávio:

Assisti a reportagem ontem. Essa é, de fato, uma linda história de coragem, aventura e determinação. Lindo também o gesto do filho, que guarda a moto que foi do pai com tanto carinho. Por ouvir histórias como essa é que continuo a acreditar que veículos tem “alma” e gostam de manhãs frias de outono.

Fabio Bill T. Aggio
Fabio Bill T. Aggio
12 anos atrás

Se tem vitrolas rádios e hi-fis antigos funcionado perfeitamente, é dos meus :)
Sou também restaurador e colecionador de aparelhpos de som antigos

Levi Davet
Levi Davet
12 anos atrás

Lendária é o adjetivo perfeito pra descrever essa moto. É incrível (e fascinante) ver como artigos como esse conseguem sobreviver tanto tempo e a tantas intempéries.

Eu vi a matéria ontem e parece que tinha uma marca de bala no sidecar… Será mesmo?

Ah, e feliz aniversário Flavio!

ALEX B.
ALEX B.
12 anos atrás

Sensacional a moto, ainda mais pra quem gosta de equipamentos da segunda guerra. Putz, já ía esquecendo, Flavinho, eu vi mal ou tinha um furo de bala na “proa” do sidecar?

ALEX B.
ALEX B.
12 anos atrás

Joinha, Joinha, Gomov! Tás ficando cada vez melhor! Até menos feio e calvo estás! Brincadeira! :) :) :)
Abraço e happy birthday, Flavinho! 45? Tô chegando lá tambem…

boris
boris
12 anos atrás

Flavio,nota 10 pela maneira que voce conduz os “INDIANA” trabalho de profissional.

Seven
Seven
12 anos atrás

Vi o programa e adorei, parabéns para os três, em especial para aquele que não está mais conosco.

Maurício MV.
Maurício MV.
12 anos atrás

Linda história,linda moto.

Alexandre Santiago
Alexandre Santiago
12 anos atrás

Flávio,
A história desta moto que você contou ontem no Limite, daria um baita enredo para um filme, e seria um filme bem emocionante. SImplesmente fantástica. E essa moto deveria estar em algum lugar para nós visitarmos.
Parabéns, para mim, de longe a melhor reportagem do Indiana Gomes.