MENU

terça-feira, 22 de dezembro de 2009 - 9:41Kombi & cia.

ÊXODO

SÃO PAULO (a minha não sai) – As fotos não estão datadas, nem consegui identificar o porto. Mas o Alberto Polo Júnior, que mandou o link, tem a mesma impressão que eu: os europeus (ou americanos, ou japoneses) estão levando nossas Kombis.

Não há, que eu saiba, legislação que controle a saída de carros antigos do país. Alguma coisa que proteja o patrimônio automobilístico da mesma forma como são protegidos os papagaios, as araras e os micos-leões. Aliás, nem acho que deva haver, para ser sincero. Carros clássicos devem ficar com quem lhes dê atenção, aqui ou na China.

A gente apenas lamenta, mas não tem muito a fazer, não.

th-Kombi13

99 comentários

  1. Gustavo disse:

    Depois de muito tempo, se alguém ainda ler isso o meu comentário..

    Estou restaurando uma 61 e gostaria de fazer nesse padrão de cores, alguém sabe qual verde foi utilizado?

    O branco imagino que seja o Lotus..

    Abraço e obrigado.

  2. Ao mesmo tempo que saem carros daqui, também recebemos muitos carros antigos do exterior.
    É uma pena que muitas vezes as pessoas aqui não dêem valor ao que é nosso e deixem as kombis apodrecerem, muitas vezes por falta de grana para restaurá-las, já que não se encontram funileiros dispostos a mexer e que as peças acabam sendo caras.
    É bom saber que alguém cuidará das kombis, mesmo que fora do país.
    Concordo com o comentário do André!
    Visitem http://www.kombozanervoza.blogspot.com.br e veja a restauração da minha kombi 72.

  3. Clô disse:

    Kombi, amooooooooooooo!

  4. Tyren disse:

    Aqui no Japão tem revistas especializadas em VW em que se vê anúncios de lojas vendendo Kombis, com o detalhe de que se vê as placas brasileiras! Todas dos anos 60! Faz tempo que os japoneses vão ao Brasil comprar nossos fuscas e kombis antigos! E faz tempo que acho que vamos ficar sem nossos velhinhos…

  5. Caio, o outro disse:

    Palpito aqui que estes carros são de “cabotagem”.
    Não vão embora não.
    Algum colecionador ou operação de colecionadores indo de São Xico para Manaus, por exemplo.

    Xeretei no Termares, onde o navio muralha dos Grimaldis de Mônaco aportam e carregam, de que os carros devem ser “estacionados” igual em rampas de guincho e não embalados para transportes transatlânticos pois balangam muito e em caixas de metal eles balaçam mas não caem, só raspam e apertam.

    O embarque não é num dos terminais de Santos.
    Não deve ser, aliás!

    Perceberam, quase sei do que estou falando.
    Meio Cardim, hoje…

  6. Filipe Augustus disse:

    Um dia “SE” restar eu compro uma Kombi vermelha e branca com teto de lona interior branco e bagageiro cromado no teto…
    O.O

  7. lorente disse:

    Flavio,,pela placa essa e a minha kombi 69….comprei em jau…..e reformei pintando em duas cores,quando chegar aqui na Inglaterra,,nao irei vende la nao,,,,essa e patrimonio eterno…
    Abracos e boa sorte ai

  8. Clezio Soares da Fonseca disse:

    Para que me achou escroto deixo o recado que me preocupo com a dignidade do ser humano e quando posso me engajo nessa luta com meus pitacos.
    Ex: http://www.youtube.com/watch?v=UqbozAylcAc

  9. Clezio Soares da Fonseca disse:

    Valeu a crítica e as pedradas para mim, é sinal que tem gente que notou o que escrevi e espero que tenham realmente se indignado com o tema também, pois trabalho na saúde e vejo todo dia essas crueldades que fazem com os idosos. Neste país não se respeitam quem tem muita história para contar e para que se possa refletir e não errar no futuro. Trabalho na saúde e vejo quase todo dia, tipinhos
    que preferem tomar cuidado com seu lindo carrinho do que com o bem estar do seu ente que deveria ser querido. Esses ignóbeis que se preocupam em não arranhar o carro
    quando estão desovando um senhor na porta de uma UBS (não põem a mão nele e ainda fica falando para tomar cuidado com a porta, que se foda a porta! Um senhor com artrose não tem mobilidade suficiente para se contorcer e sair dentro do carro, tem que se fazer malabarismos para não piorar o estado dele e muitas vezes é preciso forçar a porta além do limite dela). Usei de sarcasmo de propósito
    porque um emblema que possa custar R$ 200 é mais facil comprar do que uma simples cartela de captopril. Quantos que aqui dedilham suas opiniões, não deixam seus “velhos”
    em casa e vão para baladas e rachas exibirem suas máquinas, não se preocupando com o bem estar deles após as cagadas que fazem nas noites de esbónia? Gosto de carros também, mas não os idolatro ao cúmulo de ser fanático, quis com tudo isso ser apenas uma leve brisa para dizer que temos coisas mais importantes na vida, a Vida.

  10. Fernando disse:

    No porto de São Francisco do Sul/SC, fazem uns dois anos era comum o embarque de Kombis para USA e Alemanha, estas Kombis eram reformadas aqui mesmo, no município

  11. André Scud disse:

    A um tempo fui a uma loja especializada e não teve papo, a Brasília já ia para Alemanha.

  12. Mario Mesquita disse:

    Eu ainda quero comprar a minha, uai! E um SP2, um KG, um Puma GT e GTB, um Interlagos… melhor ganhar na megasena…

  13. Samuel disse:

    Melhor ver as kombinhas mundo afora do que vê-las apodrecendo aqui no Brasil.
    Mas se alguém vier oferecer vida fácil e confortável na Europa ou onde for pra minha 66, leva fogo. Ela que não alimente esses sonhos de vida fácil no exterior, é tudo roubada. :)

  14. Edison Guerra disse:

    Uma das razões de eu visitar este blog diariamente,é a variedade de temas aqui postados.E num dia,que parece comum,um post aparentemente simples,consegue gerar um número imenso de comentários,com debates acalorados entre os participantes,com opiniões completamente antagônicas.
    Em breve o post 20.000, 30.000…..

  15. OLIVIER disse:

    Como vai Flavio, nao sao os carros antigos que devem ir embora do pais ! . Quem tem que sumir do mapa e gente como este Paulo Matogrosso, Luiz Fernando e este Clezio (este tem que ser enforcado) um monte de idiota que nao tem conhecimento da nossa linda historia automobilistica sao uns bostas
    abraco….

  16. LBM disse:

    Tem um site da Alemanha, um cara levou um SP2 e um Karmann Ghia TC. Numas das fotos o SP2 estava e exibição ao lado de um Ford GT40 da primeira edição.

  17. Fernando Jakobovski de Souza disse:

    Paulo! Acredito que carros antigos tem valor sim! não são entulhos como vc diz , eu não sou fã de muitos carros novos que andam por ai e tenho o meu ” bom velhinho” e definitivamente ele não é e nunca sera um entulho!

  18. Acho no mínimo demagógica e hipócrita a idéia de que carros brasileiros não possam ser exportados. Os que defendem essa idéia são os primeiros a importar carros antigos dos EUA e da Europa. A recíproca deveria ser verdadeira!

  19. Edilson Vieira disse:

    Não é a toa: Na seção classificados deste site de Portugal, um cara pede 3 mil euros por uma sucata de Kombi que, aqui no Brasil não valeria nem 300 reais:

    http://www.garagemvw.com/forum/viewtopic.php?f=29&t=6349

  20. Rodrigo Líbera disse:

    Em Cuba tem uma lei assim, que impede a saída de antigos. Do contrário, os dólares e euros já tinham levado aquelas bela banheronas todas embora.

    Até eu que não tenho grana e não sou colecionador perguntei quanto custava um por lá. Foi como descobri isso.

  21. Flavio R. Vicenzetto disse:

    Não é de se estranhar que levem um dos melhores veículos projetados pelo homem que, cerca de quarenta anos depois começaram (e ainda não pararam) de copiá-los, em todo mundo – as hoje conhecidas como “vans”, que, contudo, ainda não apresentam os excelentes resultados da Kombi, como, por exemplo, a relação peso próprio / carga transportada, versatilidade, etc.

    Não me parece que isto seja um prejuízo, contanto que deixem algumas para nossa posteridade…

    Flavio Vicenzetto

    • CARLOS ROBERTO RAMOS LEÃO disse:

      Olá pessoal, boa noite. Vocês poderiam me ajudar a entrar em contato com Flavio Vicenzetto. Fomos colegas na FEI mas nunca mais consegui encontra-lo. Agradeço antecipadamente a ajuda.

  22. Lg disse:

    Foram produzidas mais de 1.300.000 mil Kombis no Brasil. Por mais que sejam exportadas as antigas, com certeza sempre vamos ter algumas rodando em nossas ruas ou em coleções.

  23. Wagner disse:

    Esse Clezio, deve ter sido abuzado por algum aposentado, o tipinho idiota, quanto besteira esse cara escreveu. Perdeu a noção da vida, ou ele não pensa que também poderá ficar velinho.

  24. durval pereira disse:

    …como nnão tem luz de ré podemos torcer para que esteja chegando…e para quem for falar da placa…de uma cidade para outra

  25. Olá Flavinho
    ainda não pude dar uma melhorada na placa, mas acho que essa kombi pertencia a um fiscal da fazenda aposentado que morava em Perdizes. Ele manteve a kombi até o fim da vida…. aí os herdeiros a venderam. Ela era das poucas que tinha o câmbio na coluna de direção e de 4 marchas. Ele a mantinha com as cortininhas!! Sei que ela foi vendida por uns bons sacos de dólares!!
    abraços

  26. Jason Vôngoli disse:

    Sem grilo…

    Se as fronteiras estão abertas para importações, também devem estar abertas para exportações.

  27. Um fusca ou uma kombi bem conservada vale mais do que uma Jaguar com dez anos de uso no Japõn.
    Além de servir de condução cool para os pseudo-surfistas japoneses, o seven boys também serve como veículo de fuga para assalto a banco no Japón. Fujironakombi, né?

  28. Já presenciei este tipo de transporte em Terminais Alfandegados inclusive de Carcaças sem rodas de Kombis e postei no meu blog http://sergioricardo64.blogspot.com/2009/12/trabant-600.html
    a chegada de um Trabi 600 embalado a espera de desembaraço, como tirar foto nestes lugares é complicado ficaram meia boca mas pude levantar o plastico e ver os logos do Trabi.

  29. Murilo disse:

    não interessa Brasilia ,Opala,Corcel e outros mais…que andam nas ruas por aí??

  30. Murilo disse:

    não interessa Brasili tbém…

  31. No Rio, a algumas semanas, foi-se um Interlagos amarelo para a Bélgica. Provavelmente para aquele belga louco (no melhor sentido da palavra) que coleciona dezenas de Alpines em uma garagem subterrânea em formato de cogumelo (o pior é que isso é verdade).

    Se vai, uma pena para nós, que não conseguimos impedir ($$$) que isso aconteça. Só espero que todos esses carros sejam realmente bem tratados por lá. E devem ser, já que não conheço alguém que gastaria dinheiro pra trazer um carro de longe e depois tratar de qualquer jeito.

    E não vamos esquecer que, enquanto saem exemplares brasileiros, chegam exemplares estrangeiros. Mandamos carros que temos aqui às centenas ou milhares e recebemos outros que praticamente não temos no Brasil.

    Se isso é bom ou ruim, não sei dizer.

  32. jean disse:

    É uma pena mesmo…
    Ainda é um veículo que pretendo ter em minha garagem para fazer companhia com meu Puma 78.
    Vendem nossas relíquias e trazem estas porcarias americanas para cá…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *