ESTARRECEDOR

SÃO PAULO (inacreditável) – Vejam o vídeo, e fiquem atentos a partir dos 50 segundos. Se aparecer alguém aqui para defender esse assassino, será imediatamente eliminado do blog. Não há limite de tolerância para o que esse cara fez.

Peço aos blogueiros do Sul que nos mantenham atualizados sobre as investigações da polícia.

Comentários

  • Boa Tarde!

    Uma carta provocante, mais marcante.

    Estou aqui para comunicar, que nesse curto período, duas, três, cinco, dez pessoas deram em algum hospital, vítimas da verdadeira desgraça que é o trânsito da cidade. Ai vem à pergunta, e quem será o próximo? Pode ser um vizinho, do lado da nossa casa.

    Pode ser um parente, um filho, um amigo, alguém que está hospedado em nosso coração. E pode ser qualquer um de nós, vitimados pelo bêbado, pelo exibicionista, pelo o psicopata ou até mesmo pelo distraído que coloca o veículo – como uma arma no nosso caminho.
    “Estamos em uma guerra. Só não sabemos quem vai atacar, nem onde, nem quando. Esta é a pior das guerras. Até porque é uma guerra sem propósitos, sem bandeira e que se mostra sem fim. O que podemos fazer? Conscientizar os ciclistas, motoristas isso agente ta fazendo, mais o duro e eles criarem vergonha na cara e respeitar’’.
    Vimos à extensão da desgraça. E não podemos permitir que esse quadro, de caos e de fatalidade continue a nos ameaçar.
    O automóvel foi criado para ser instrumento da civilização, e não para ser arma de guerra, como ocorreu em Porto Alegre – RS na sexta-feira dia 25 de Fevereiro.
    “O Ministério Público e a Polícia Civil do Rio Grande do Sul pediram a prisão preventiva do motorista que atropelou um grupo de ciclistas. O funcionário do Banco Central, Ricardo Neves, de 47 anos, se apresentou à polícia para dizer que acelerou o carro contras os ciclistas para se proteger. No dia do atropelamento, ele estava com o filho de 15 anos na carona.
    Eles se enfureceram e começaram a agredir violentamente o carro. Quebraram o espelho, deram vários socos e jogaram a bicicleta para cima. Naquela situação eu me desesperei e procurei sair mais rapidamente possível para evitar um linchamento, relata o funcionário público Ricardo Neves.O atropelamento foi na sexta-feira (25) à noite, quando mais de cem ciclistas participavam de uma manifestação para ter mais bicicletas nas cidades.’
    Por isso, paz no trânsito; paz no espírito; paz no coração. Para que as ruas tenham o vermelho das flores, e não o vermelho do sangue de irmãos.
    Cadê as pessoas que tem responsabilidade social? Que são capazes de decisões. Que são criativas. Que deveriam se pronunciar diante todos, pois Goiânia e uma cidade nova, com belos parques, belos bosques, avenidas grande o bastante para ser colocada uma ciclovia, pois muitos de nos usamos a bicicleta como meio de transporte, que nos leva para o trabalho, pra faculdade, escola, academia, etc.
    O desafio é enorme, mas não pode ser maior do que a capacidade de reagir.
    “Gritemos, se for preciso! Não o grito de desespero dos mutilados, mas o grito dos bravos; o grito dos insatisfeitos com o infortúnio; o grito de evocação dos valores da vida’’.
    Peço com gentileza que essa carta sirva de início, para as obras da ciclovia pois não e só um que luta aqui, aqui é a união de todos que faz a força.

    ”MAIS AMOR, MENOS MOTOR”.

  • Não desejo, como Tiago Mio disse, pena de morte e muito menos tortura pra esse cara. Quem fala isso não sabe o que é tortura.
    Desejo sim, que ele pague pelo que fez. Que seja preso, que pague indenizações a cada uma das pessoas que estavam lá naquela manifestação tão bonita, como acontece em várias capitais do Brasil.
    Desejo que ele enxergue o erro enorme que cometeu, que se encha de vergonha e nunca mais consiga olhar alguém nos olhos. Desejo que isso pese o tanto que tiver que pesar qdo enfim ele morrer.
    Punição justa, condizente com a barbárie cometida por ele. E só.
    Mais amor, menos motor. E muito menos ódio.

  • Longe querer defender a atitude desse motorista, pois o que vimos nas imagens é um absurdo.
    Mas, já estive dentro de um carro quando criança com meu pai quando passou um protesto, e embora meu pai estivesse parado com o carro, os manifestantes “pacificos” começaram a bater e balançar o carro. Meu pai não jogou o carro em cima de ninguém, mas desceu e discutiu com eles e por graça de Deus não cometeram nenhuma violência com ele.
    Por experiência digo que é apavorante se sentir acuado numa multidão.
    Condeno o que esse motorista fez, mas é difícil julgar sem ver como tudo acoteceu. O que aconteceu antes dessa imagem dele atropelando os ciclistas…
    Se ele tinha outro caminho para sair(ou fugir) dalí…

    • Quando falei “acuado numa multidão” estava me referindo ao que eu senti na minha experiência.
      Como disse antes, não sabia o que hove antes da imagem dele indo contra os ciclistas. Mas encontrei um vídeo no Youtbe que mostra o golf parado com alguns poucos ciclistas parados em volta do carro e uma mulher com a mão sobre o carro, como que pedindo que ele aguardasse.
      Bem, o vídeo é bem curto, mas até ai não demonstra nenhum dos motivos que ele alegou para disparar pra cima dos ciclistas.
      Lembro de um caso semelhante aqui em Recife, em que em uma passeata do MST, um grupo deles armados com facões e foices quebraram o vidro da janela de um gol quadrado e deferiram golpes dentro do veículo com as armas. Dai então o motorista arrancou com o carro atropelando alguns deles.
      Sei que há uma imensa diferênça entre o MST e os ciclistas, mas sabe-se se algum deles estava armado e discutiu com o motorista ameaçando-o? Acontece, mas parece não ser o caso.
      Pelo que vem aparecendo de informações do histórico do motorista, parece que ele fez o que fez porque é uma “besta-fera” e que apareçam ainda mais vídeos derrubando a sua defesa, e que a justiça não seja branda como infelizmente costuma ser em crimes de trânsito.

  • O lugar de ciclista é na ciclovia, e o de pedestres na calçada… ambos, longe da rua como dizia minha avó!!! Por isso amigos ciclistas, qdo estiverem na rua tomem cuidado pq o brasileiro é muito estressado e comete isso direto!!!

    Como este país não pune quem anda errado e tampouco quem não constroi suas calçadas, sempre dará nisso, infelizmente… o pior eh saber que o kra por ser do BC vai ficar impune!!!

    Quem mandou votar na Dilma, agora vão ter que aguentar!!!

  • Não menos absurdo é a tentativa de alguns tentarem amenizar a culpa do imbecil. Não tem justificativa. E não foi por jogar beijinhos aos participantes da manifestação que ele quase foi linchado.

  • Ricardo,

    Ninguém viu o “antes” do vídeo, realmente. Mas qual é o “antes” do vídeo que vc acha que justificaria isso?

    Não é o carro burgês que se critica aqui; é a idéia que vem sendo vendida com esses carros, que faz com que o novo proprietário, como este cidadão aí, quando tem o carro estapeado na funilaria, ache que está no direito de sair jogando o carro contra a massa, covardemente e ainda pelas costas.

    Notaram que ele sequer buzinou?! Ele não quis simplismente se livrar do aperto que alegou ter tomado, quis deliberadamente ferir.

    Se vc acha que há alguma margem de justificativa pro ocorrido, acho que vc é potencial repetidor da cena, que considera a integridade do monte de lata e plastico brilhante do teu carro mais importante do que as vidas dos outros. Lamentável.

    Motociclistas agem assim principalmente por serem agredidos e desrespeitados no trânsito a todo instante. Não cogite derrubar um motociclista, simplismente tome cuidado e não derrube. É só dar seta e checar o retrovisor e o ponto cego ANTES de virar. A dificuldade que vc vislumbra num confronto vc X bando de motoqueiro, é da mesma proporção que vc impôe a um motoqueiro quando vc empurra teu carro de 1000kg pra cima dele, sem dar tempo dele desviar, é da mesma covardia. A diferença é que num caso, há uma tentativa de se fazer entender o ponto de vista do outro lado, ainda que agressivamente há um fundo pedagógico; no outro, é só uma falta de cuidado e desprezo pela vida do outro; qual a mais ofensiva?

    • Desculpe, mas você está sendo totalmente tendencioso!
      Não adianta os motoristas de carro olharem o retrovisor pois o motoqueiros andam cruzando as faixas a todo instante. Num momento se olha e não vem ninguém, daí em 1 segundo aparece um do nada se emprensando pela esquerda ou direita do carro.
      Não se pode mais nem desviar de um buraco nas ruas hoje em dias, pois motoqueiros andam cercando os carros pelos lados quando nem mesmo há espaço, enquanto eles se acham livres para circular por onde, e como querem!
      Há, e cuido com os retrovisores senão você perde um só por olhar feio pra esses “donos” das ruas.
      Se era para ser parcial TX650, fui sob a vista dos motoristas.

  • Ele pensou que fosse matar alguém! Não morreu ninguém!
    Pessoas de mente sã, mesmo sobre pressão, não fariam o que ele fez.
    Aguardaria pacientemente até eles passarem.
    Ficaria com raiva se tivesse um compromisso, mas aguardaria.
    Por experiência própria já passamos por diversos momentos semelhantes, não de bicicletas.
    Meu pai saia para passear conosco de carro.
    às vezes tinham procissões religiosas, blocos carnavalescos e esperávamos o povão passar.
    Imagine se fossem pessoas a pé?
    Imaginem se ele estivesse dirigindo uma pick-up ou caminhão?
    O estrago seria maior e com certeza teríamos mortes.
    É como eu digo hoje!
    Há muitas pessoas deitadas em berço explêndido neste país.
    Só esquecem que um dia vão parar dentro de um caixão fechado, escuro, sem luz.
    Há pessoas que serão lembradas pelo bem que fizeram (merecem minha admiração e respeito. Já outras…
    Não precisa dar o nome aos bois! Com todo respeito a classe animal!

  • “Eu estava sendo agredido, eles quebraram o retrovisor” (?)

    eu realmente estou MUITO assustado com a deturpação de valores q não só nossa sociedade + o mundo está tomando.
    essa frase acima foi a desculpa dum psicopata q atropelou + de 10 ciclistas em POA
    então quebram meu retrovisor e eu jogo meu carro encima de 100 ciclistas (que promoviam um passeio ciclístico em favor do uso das bicicletas no tráfego urbano) atropelo 10, q ficaram feridos, sendo oito com lesões, só porque quebraram meu retrovisor?????, o q o senhor funcionário do Banco Central Ricardo Neis fez pra sofrer tal atrocidade de um retrovisor profanado?

    o mundo tá muito doido pra mim, PAREM O MUNDO Q EU QUERO DESCER.

    http://www.jb.com.br/pais/noticias/2011/02/28/tive-que-fazer-isso-diz-homem-que-confessou-atropelar-ciclistas/

    ps: com um bom advogado e muita grana será indiciado apenas por lesões corporais e ñ tentativa de assassinato como deveria.

  • hoje dia 28 o cara se apresentou a policia acompanhado do advogado, alegou uma serie de besteiras, verdadeiras estorinhas do lobo mau, e todo mundo vai acredittar nele, teve até comentarista de tv dizendo que ele invadiu uma rua sem movimento de carros em porto alegre, besteiras e mais besteiras.que se prendam ele e o advogado e joguem a chave fora.
    não vale mais apena comentar esta barbarie, resta esperar pela justiça, só que ela não vem a cavalo, e sim de hispania.

  • Que o cara é um animal, não se discute.

    Por outro lado, qualquer um que já esteve, de dentro do carro, muito próximo de uma manifestação (nem tão) pacífica de ciclistas na Av. Paulista, já sabia que uma merda destas não tardaria a acontecer.

    Apesar de haver muitas mulheres, crianças, idosos e cãezinhos indefesos entre os grupos, há muitos ciclistas que adotam uma postura muito hostil em relação aos carros. Já vi, com estes olhos que serão doados assim que eu empacotar, ciclistas chutando carros na Paulista, sem a menor necessidade, apenas para que abrissem espaço para a passagem da “manifestação pacífica” que vinha logo atrás.

    Na ocasião, até falei sobre isso no meu blog: Pedaladas fora da lei (http://dentrododireito.blogspot.com/2009/11/pedaladas-fora-da-lei-curta.html)

  • Cretino é vc Zé taubaté! eu não defendi o lunático! vc sabe ler???
    Falei que não são só playboyzinhos que fazem esse tipo de merda… Deixa ver se eu entendi.. todo mundo aqui só tem fusca e brasília, é isso? Ter golf ou outro carro melhor é sinal de pecado, de ser playboyzinho e de sair atropelando todo mundo? Critiquem o lunático, doente mental que atropelou os ciclistas!! Daqui a pouco vão falar que a culpa foi por ele ter um carro bom!! Flávio Gomes, pq me ofendeu me chamando de besta??? Eu não defendi o cara! Abordei os assuntos que estavam em volta! O lunático tem que ser preso!
    Gostaria de uma explicação do pq fui chamado de besta!!! Não lhe ofendi em momento algum!