MENU

segunda-feira, 25 de abril de 2011 - 13:15Motoland

MOTOLAND

Me falem desta motocicleta. Que me parece interessantíssima. Essa é chinesa, mas tem mesmo uma versão da Sachs, alemã? Que estaria em promoção, como informa Mestre Mahar? Onde tem pra comprar?

40 comentários

  1. VANDERLEI disse:

    Eu tenho uma dessa m
    otinha esperta peças do motor compatíveis com biz cg125 e Lander quem quiser comprar vá enfrente notinha muito divertida e robusta

  2. VANDERLEI disse:

    Eu tenho uma dessa notinha esperta peças do motor compatíveis com biz cg125 e Lander quem quiser comprar vá enfrente notinha muito divertida e robusta

  3. wesley disse:

    a motinha e maneira mesmo?o foda e as pecas,alguem sabe onde fazer manuntecao?pecas da biz cabe nela?estou quase comprando.o que acham? [email protected]

  4. Maurício disse:

    A FYM a importava. Esta fabricante chinesa comprou a SACHS alemã. Parece que agora estão voltando para o Brasil por outra importadora (http://www.noticiasautomotivas.com.br/sachs-madass-125-e-lancada-aqui-no-brasil/) e querem trazer a MADASS 500 (http://www.sachs-bikes.cc/show_product.asp?id=243) Esta sim seria show de bola!
    O site oficial com os produtos da SACHS: http://www.sachs-bikes.cc/pro_list.asp

  5. Clovis disse:

    Vi uma parecida no Walt Mart da avenida dos estados na Vila Prudente, só que tinha motor de mobilette e estava pra ser vendida por R$ 1.500,00 OKM. Lógico que estou falando de uma moto diferente da foto em matéira de motor e tudo mais. mas o quadro é identico.

  6. Jefferson disse:

    ATÉ HOJE LEMBRO DO 171 DO VENDEDOR PRA CONVENCER A GENTE A COMPRAR

    ESSA MOTO É FINLANDEZA MONTADA NA CHINA COM TECNOLOGIA ALEMÃ

    HUAHAUHAUHA

  7. Sípoli disse:

    Um cara do meu prédio as importa, se quiser saber mais é só entrar em contato.

  8. Flavio disse:

    Tem sim uma versão da Sachs alemã. Se chama Sachs Spider Madass.
    Talvez se jogar no tradutor do Google dê para ver que no começo do texto fala que é alemã, e nos dados técnicos o país de origem está ドイツ, a forma que os japoneses falam Alemanha: Deutsch
    O preço no Japão é de 3 mil dólares
    Segue o link:
    http://www.apriliatokyo.com/pgo/Sachs3.html

  9. TOM SEM FREIO disse:

    Vivo no Chile, e aqui existe essa moto. Aqui ela leva o nome de Sachs.

  10. Pedro Pessoa disse:

    http://www.twomahana.com.br 7.800 reais. É exclusivo deles, dizem.

  11. paulo disse:

    Sai fora disso é fria muito cara e ñ tem peças de reposição.

  12. Abresser disse:

    9CV ? qualquer cortador de grama ou motor estacionario de gerador portatil nos anos 80 tinha mais potencia. Estou ficando velho mesmo… minha RD-Z 125 (2T !) era muito melhor (mas nao era suspensao mono), Nao existem mais 2T infeizmente (malditos radicais eco-chatos. tem hifen ?)…

  13. Paulo Franco disse:

    Adorei o design da bichinha!
    Lembro que quando ela foi lançada no Brasil, pensei seriamente em comprá-la para uso diário, pois me traria ótimas lembranças.
    Mas, embora eu tivesse certeza de que seria uma receita perfeita de bom desempenho urbano e diversão garantida, tambem achei que era muito dinheiro para uma marca desconhecida e com todos os problemas que vem com os novos importadores.
    Aliás, ela é quase uma Itália 1, ciclomotor brasileiro feito em Caxias do Sul pela Alpina nos idos de 1975/76, revisitada.
    A Alpina depois se tornaria a Agrale, que fabricou várias motos de sucesso nas competições, especialmente no off road.
    As semelhanças visuais são muitas!
    A mesma idéia de quadro tubular grosso que passa uma idéia de robustez, as rodas 16 com pneus mais largos que, junto com os paralamas curtos, chama a idéia do off road, o banco longo, guidão relativamente largo para o tipo de uso proposto, etc…
    Claro que a Itália 1 tinha só um motor Minarelli 2T de 1,4hp, carburador Dell´orto que só dava problemas, era um ciclomotor com pedais e a suspensão traseira era um bichoque reforçado para o uso daqueles tempos.
    Alem disso, com todo aquele quadro, a Itália 1 era muito pesada para o seu motor, não subia as ladeiras de São Paulo.
    Puxei a sardinha do design para a Itália 1 por ser brasileira, mas a verdadeira inspiração da Itália 1 e dessa Sachs sarada foram os ciclomotores italianos da Malaguti, que eram maravilhosos nos anos 70, como só os italianos sabiam fazer!
    Ah, e essa tal Itália 1 foi a minha primeira moto!
    Foi com ela que eu peguei esse vírus das duas rodas.

  14. Rodrigo Moraes disse:

    O forte dessa FYM é o marketing. Patrocinavam um time de futebol que tinha aqui em Campinas, chamado Guarani.

  15. tony disse:

    essa moto é du karalho… etnho uma e tiro um lazer bem maneiro… aqui e vitória ES tem várias pra vender… não é forte mesmo não. chega nuns 90km, 100 no talo e berrando… uma bicicleta motorizada. a

  16. ags disse:

    FG..Boa tarde…………………………………….e a KOMBI..cor cereja..alguem não fala dela não?rss

  17. Luis Albertyn disse:

    Aqui no Rio, na Two Mahana (a loja de moto com o nome mais estranho do mundo, teria alguma coisa a ver com o Mahar?) em Botafogo tem uma amarela, com a chancela da Sachs – vai ver é por isso que o cara pede 7500, me vez dos 6900 do modelo com os adesivos da FYM… Esse tipo de moto, praticamente só um quadro com motor, chama-se “underbone”. Imaginem a 500cc como não deve ser!

  18. Saulo Caridade disse:

    Garelli turbinada

  19. Eduardo Alves disse:

    Flávio, ela está em promoção por R$6900, veja o artigo do mestre Mahar:
    http://maharpress.blogspot.com/2011/04/mad-ass-moto-da-sachs.html
    [ ]‘s

  20. cesarTNZ disse:

    Os caras já falaram tudo. Mas pra mim ainda parece uma Mobilete metida a besta!!!

  21. Rafael Linhares disse:

    MadAss, da sachs, 125 cc, espertinha, leve simples, mas nao pagaria nunca oito mangos para andar na bunda louca, alternativa pra quem gosta de Picanto, Chana, Picasso ….

  22. Tohmé disse:

    É uma Mad Ass. chinedsa sem vergonha, também vendida na Argentina pela Zanella. Bonitinha, mas fraquinha. Tem uma parada aqui na frente do escritório, sempre.

  23. Fernando Rodrigues disse:

    Só sei que é chinesa e bem interessante!

  24. Geraldo disse:

    A marca FYM é chinesa … no Brasil, existiu a FYM DO BRASIL, que fechou … inclusive, o site http://www.fym.com.br está bloqueado … a moto da foto, embora ostente a marca FYM, é “clone” ou é a própria Sachs MadAss 125cc, fabricada pela Marschütz Carl SACHS, empresa fundada em 1886 na Alemanha … é possível encontrá-la no Brasil, entre 7 e 9 mil dinheiros, em lojas de motos importadas … em pesquisa na internet, apareceu um empresa chamada Barah, que se diz importador oficial, só que seu site está “em construção” …

  25. Luiz AG disse:

    É uma madAss 125cc, da Sachs/FYM. A Sachs foi comprada pela chinesa FYM. Chegou a ser vendida no Brasil por volta de 2008, junto com outras motos, como uma 125 cc genérica e uma Custom 250 cc que tinha motor de 2 cilindros gêmeos, com barulho parecido com o da CB 400. Ainda se vê algumas rodando pela rua.

    Tem 14 cv de potência e pneus esportivos.

    O representante no Brasil fechou as portas e deixou seus compradores na mão, sem ao menos ter peças de reposição. Parece que agora ela voltou a ser importada para o Brasil.

    A moto é mania nos EUA e Europa, tornando-se cult entre os adolescentes.

    Infelizmente eu não confio mais no importador e nessas marcas que aparecem e somem sem ao menos dar o mínimo de satisfação de quem comprou e confiou na marca.

  26. Franco disse:

    Deve ser bem confortável pilotar essa moto com esse escapamento bem perto da perna.

  27. Rocco disse:

    Quando lançou eu quase comprei uma. Esta motoca vendida pela FYM é bem legalzinha porém com baixa autonomia pois o tanque é minúsculo! Na época me informaram que é tecnologia alemã!

  28. Ricardo Sacco disse:

    “O uso dela em percursos mais velozes é desanimador para quem tem mais de 80kg. Rotação lá em cima e muita paciência. Lembra a Suzuki Katana dos Correios”… esclarece meu amigo Vagner, de Diadema.

  29. Maurício MV. disse:

    É uma Fym Sachs MadAss 125. Tem 9 cv de potência e pesa apenas 95 kg, o que faz dela um monstro em maneabilidade. A arquitetura do motor é semelhante à Honda Biz. Enfim, um brinquedo que adoraria ter.

  30. antonio disse:

    Aqui em Curitiba,quem vendia/vende e o Corujão tradicional revendedor Wolks.Via algumas rodando.Parece que tem algo tipo “desenho alemão” ou projeto.Estou curioso para saber mais detalhes.
    Antonio

  31. Marcelo disse:

    http://www.moto.com.br/acontece/conteudo/16700.html

    A FY-125-20 SACHS (FYM Motos) chama a atenção em qualquer lugar por onde passa e com certeza vai atrair os papais que gostam de aventura e ação em duas rodas.

    Esta motocicleta, desenvolvida na Alemanha e na China, tem um estilo que mistura as linhas de um veículo de trial e um chassi que remete o observador a uma espécie de “cub” magrela e futurista, com seções tubulares salientes e um reforço central. A FY SACHS traz dois faróis dianteiros e o escape ressaltado.

    Outros detalhes do design são personalizados, e tornam o modelo único. Entre o banco e a roda traseira há um grande vão, que lembra as aventuras off-road. O painel da FY SACHS é digital. O amortecedor traseiro, tipo monochoque, está instalado sob o banco. Na frente se destaca um freio a disco ventilado. O freio traseiro também é a disco.

    Seu motor, de quatro tempos e um cilindro, tipo OHC, tem 125cm³ de capacidade e desenvolve 9 cv de potência máxima a 8.000 rpm. O torque é de 8 N.m. a 7.500 rpm. A transmissão do motor é por engrenagem (primária) e corrente (secundária). A FY SACHS tem também partidas elétrica e a pedal. O câmbio é manual, de quatro marchas.

    Os pneus têm as medidas 90/90 –16 (dianteiro) e 120/80-16 (traseiro). As rodas são de liga leve. A capacidade do tanque de combustível é de 7 litros e o motor recebe 1,01 litro de óleo. As dimensões da FY-125-20 SACHS também chamam a atenção: compacta, ela tem 1,70 m de comprimento, 74 cm de largura e a altura de 1,02 m. A altura do assento é de apenas 84 cm. A motocicleta pesa 95 kg a seco. Alimentada por ignição de descarga capacitiva (CDI), a SACHS traz uma bateria de 12 volts.

    Ela pode ser encontrada nas versões preta ou amarela. O preço sugerido do modelo FYM FY-125-20 SACHS é de R$ 9.285,61. A moto pode ser adquirida por meio de planos de financiamento e consórcio.

  32. Allan Jurk disse:

    A moto é bem esquisita e tem motor Sachs ! A marca é FYM acho que só no Brasil.

  33. Ricardo Sacco disse:

    Chinesa, desenhada pela Sachs alemã, com preço suiço. A FYM do Brasil parece que suspendeu a operação de importação e é quase impossível achar alguma de segunda mão. Boa noite e boa sorte.

  34. Gusmão disse:

    Tenho a ligeira impressão que já vi esse “treco” na Av Paulista mesmo. Até lembro que a seta esquerda esta “caida” para baixo… não sei a origem dela não! abs

  35. Acarloz disse:

    Nunca ví, mas é um conceito bem interessante, artesanal talvez.

  36. disse:

    É o Fym da picada. Tem gente fazendo minis personalizadas de verdade c/ motor Honda. Esses motores aceitam tudo, até isso.: http://twitpic.com/3irqqw

  37. Alan Bandeira Preta! disse:

    Já vi algumas dessas rodando por ai. Elas tem bastante estilo, me parece ser de alguma oficina de customização. Muito bem feito o projeto.

  38. Ricardo disse:

    Flavio…ela só carrega o nome Sacs…mas infelizmente, é fabricada pela chinesa Fym…ou seja…viva a globalização.
    Algumas parecem ter sido vendidas por aqui, por preços absurdos para o que ofereciam como moto…
    O motor muito provavelmente é oriundo de antigos acordos de colaboração com a honda….me arrisco a dizer que seja uma cópia dos robustos motores utilizados nas antigas e atuais “Cub´s” da marca.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>