MENU

domingo, 29 de maio de 2011 - 16:51Indy, IRL, ChampCar...

500, 100

SÃO PAULO (parece mentira) – Tem coisas que só em corridas com as 500 Milhas, mesmo. O final da prova de hoje foi histórico, inesquecível, inacreditável.

Os carros da Ganassi dominaram a prova toda, favoritos que eram, mas no fim, com menos bandeiras amarelas do que o habitual, Franchitti teve de tirar o pé para não ficar a pé, sem álcool, quero dizer, e apareceram duas zebras do tamanho de Indiana: o belga Baguette e o americano Hildebrand, este by National Guard.

Baguette parou a quatro voltas do final para colocar combustível. Eu arriscaria até na banguela, Baguette! Mas é claro que a equipe controla essas coisas direito. Não dá para confiar no ponteiro na reserva.

Então, o litro de leite caiu no colo de Hildebrand, que assina JR e não é Júnior. Quatro voltas, quatro voltinhas, 10 milhas para quem já tinha acelerado 490, e olha lá o estreante vencendo, curva 1, curva 2, curva 3, curva 4, não perde mais, bum.

Bum no muro.

Ô, Hildebrando. A poucas centenas de metros da quadriculada, e o carro veio lambendo o muro, todo esbagaçado, bobeasse ganhava daquele jeito mesmo, o cara com a bandeira na mão, a faixa de brickyard chegando, mas tinha alguém vindo com quatro rodas e motor funcionando, Dan Wheldon, de uma equipe que só corre em Indy, o cara que perdeu a vaga na equipe do Hildebrando para o Hildebrando.

E ganhou o british guy Dan, por vezes “Dom”, que já tinha vencido uma vez, em 2005, e batido na trave nas últimas duas edições, terminando em segundo.

Foi o maior drama que vi em toda minha vida numa corrida de automóveis. Pela dimensão das 500 na prova do centenário, pelo absurdo da batida sozinho, pelo que significa aquele círculo da vitória e ter o rosto estampado em alto relevo no Borg-Warner.

Hildebrando, meu menino, o que houve na curva 4?

105 comentários

  1. Marcio disse:

    Tive um dèja vu da narração do Téo José nos idos da CART, quando ele berrou NÃO PERDE MAIS e o piloto ficou sem gasolina e perdeu a prova… Lembram? E ele corrigiu gritando PERDE, PERDE SIM!… E isso não é lenda.

  2. Luiz Oliveira disse:

    A corrida foi morna até faltarem 30 voltas, mas a partir daí foi um suspense hitchcockiano de vido ao combustível. E, embora o dinheiro do 1º prêmio não tenha ido para a Panther, foi para o Herta. Super merecido.

  3. Milton Rubinho disse:

    Concordo contigo. Foi isso o que me veio a mente.

  4. Betaum disse:

    Sei que é bobeira mas vá lá.

    Se há um acidente e a bandeira amarela é colocada no ccto as ultrapassagens são proibidas ok , E no caso em que o acidentado ainda está em movimento disputando a prova , não seria o caso de penalizar a ultrapassagem?

    Ps.O Bolacha tem que pedir o boné e parar de narrar tá péssimo, confusão sobre confusão muito ruim mesmo.

  5. Roberto disse:

    Dizem que um raio não cai duas vezes no mesmo lugar.
    Mas, na Indy e na Nascar aconteceu o que seria o improvável.
    Na última curva o carro de Hildebrand, que era líder bateu no muro.
    Na última curva o carro de Dale Earnhardt jr, que era líder acabou o combustível.

    Dale Earnhadt Jr – J.R. Hildebrandt = JR
    Guarda Nacional – National Guard = patrocinadora de ambos os carros

    Se pesquisarem mais a fundo vão achar mais coindências!

  6. Hélton Fernandes disse:

    Por esse tipo de coisas que pouca gente leva a categoria a sério…

    • Fernando Ranzinza disse:

      O que não dá para levar a sério é esse seu comentário estúpido e imbecil !!! Sério é a Mc Laren praticar espionagem industrial, roubar segredos da Ferrari em 2008 e ser punida pela FIA só em relação ao mundial de construtores, não ao mundial de pilotos !!! Sério é um banana chamado Rubens Barrichello liderar um grande premio inteiro e receber uma ordem do Jean Todd para abrir e deixar o Schumacher passar e vencer !!! isso é que é seriedade, não é mesmo Helton Fernandes ???

    • Hélton Fernandes disse:

      Putzzzz o cara é ranzinza mesmo. Deve ser primo do Garoto enxaqueca.
      Falta de seriedade é ter um fulano instável liderando o que provavelmente é o maior evento automobilístico do mundo, se atrapalha todo com um retardatário e faz uma besteira desse tamanho…
      Gosto de indy.
      gostaria que mais gente gostasse de indy tb, mas tá difícil…

  7. TOM SEM FREIO disse:

    Assistindo ao vivo, uns disseram que ele perdeu a frente, outros que entrou na parte suja, que se confundiu com o retardatario. Na verdade o que ele fez, foi uma tremenda cagada. Como pode na ultima volta fazer isso. Deveria ter completado essa volta em primeira bem devagarinho, mas como nao fez perdeu um milhaozinho……

  8. Mário Gasparotto disse:

    Espetacular!! O lugar é sagrado!! Quem ama automobilismo TEM que ir no lugar pelo menos uma vez na vida e todos os dias de manhã fazer uma oração voltado para lá! Exageros a parte, não tem corrida melhor no mundo. Simples assim. Clark disse que é a corrida das 800 curvas à esquerda. Bem, pode ser, mas é como conquistar a mesma mulher 800 vezes!! Não pode bobear um segundo! E o Hildenbrand conquistou 799 curvas e falhou em uma só! Uma!

  9. Sandro disse:

    A pergunta que não quer calar. Quem é Hidebrando? Para uma corrida histórica é até constrangedor perguntar! E ver a cagada que ele fez é pior ainda. Só faltava ter ganho todo esbagaçado no muro. Seria um tipico roteiro de hollywood.

  10. totiy disse:

    parece até marmelada….

  11. Aliandro Miranda disse:

    Já tenho mais uma história para contar: na centenária prova da Indy 500, um piloto que venceria a prova bateu bem em frente a minha arquibancada, e todos levantaram, “wow”, e gritaram “go, go, go”!

    De fato, inesquecível!

  12. Eduardo disse:

    Vc viu que o Hildelbrand bateu o recorde mundial de salto com um carro? Bom, dizem que é ele, na verdade fazem um joguinho tipo ‘quem será o piloto.

    http://www.youtube.com/watch?feature=player_embedded&v=7SjX7A_FR6g

  13. fernandofn disse:

    O que aconteceu com o Scott Dixon no Final? Taxa com tanque cheio, com o melhor carro, como ele perdeu as posições para o Wheldon, Rahal e Kanaan? Essa eu não entendi.

  14. Paulo Fonseca disse:

    Bom Prezado Flávio Gomes,

    Neste domingo, dois grandes clássicos do automobilismo Mundial 500 milhas & Mônaco; a primeira com um século, organização e público no local em torno de 470.000 mil pessoas ”e apenas um pequeno show, um corrida espetecular, com um final de maluco, na ansia de passar um retardatario, o líder perdeu a oportunidade de vencer a prova do ano, ao passo que em Mônaco uma prova que começou a ser disputada antes da F-1, também foi atípica, com muitas ultrapassagens,porém hoje a F-Indy, está melhor que a F-1, que vai piorar com idéia de tirar bons motores V8, para colocar de 4 cilindros é ruim, vai ficar pior, para melhorar um pouco à F-Indy, poderia abrir espaço para os motore(s) Ford e Chevrolet, aí todo mundo iria disputar coma Honda, poderia voltar a Toyota e Yamaha, com um único forncedor de motor, teve o objetivo de baratear os custos operacionais das equipes,mais se no caso colocar outros motores com regras estipulando limites,com turbo, ficaria mais interessante.

    • Fernando Ranzinza disse:

      Discordo do trecho “ansia de passar um retardatário” ! Oras bolas,o retardatário facilitou a vida do Hildebrand, tirou o pé e colocou o carro juntinho da parte interna da pista ! O problema é que o Hildebrand simplesmente NÃO FEZ A CURVA, só isso ! Uma lambança histórica ! Pobre Hildebrand !

  15. Marcelo disse:

    Eu fiquei tentando pensar numa analogia pra esse EPIC FAIL do Hildebrando: imagina um jogador brasileiro perdendo um pênalti na final de 2014, em pleno Maracanã, contra a Argentina, que depois vai lá, faz um gol e é campeã. Foi mais ou menos nesse nível a cagada do Hildebrando… só que pior.

  16. Estevão disse:

    A NATIONAL GUARD não estava com sorte ontem. Coisa parecida aconteceu na NASCAR, na Coca-Cola 600, em Charlotte. O monstro sagrado Dale Jr. perde a corrida por ficar sem combustível na última curva. Uma pena! Que coisa, amiguinhos!
    O vídeo aqui, ó: http://www.nascar.com/video/post-race/final-laps/110529/cup-cha-high-final/index.html
    Abraços.

  17. Roberto Vix disse:

    Whell Done !!!

  18. Thiago Azevedo disse:

    Putz, um pecado… Foi confiante demais ao ultrapassar o retardatário e colocou as rodas na farofa.

  19. Jáder, O Pitoresco disse:

    Pô, Flávio… se o sinal da Band aqui em Fortaleza não fosse essa bosta que é, eu teria assistido u.u

  20. Ricky Bobby disse:

    If you are not first, you are last

  21. Diego Araujo disse:

    Fiquei com pena tb viu… Mas na hora dei risadas descontroladas sobre o quanto phoda foi essa corrida, esse final, fantástico!! Pena q dava vontade de meter no mute o tempo todo, coitado do LDV, torcer pra ano q vem colocarem o Téo….

  22. Burn baby.. Burn disse:

    Assim como o Corinthians, o americano Hildebrand comemorou o “sem ter nada” da Indy, com certeza terá que enfrentar corte marcial na Guarda nacional com bonus plus no pelotão de fuzilamento..

    Em resumo.. hilariante esta chegada.

  23. RobertoJP disse:

    Esse domingo foi de matar a gente do coração. Acabei de assistir a Coca-Cola 600 da Nascar Sprint Cup, e o Dale Earnhardt, Jr., que liderava a prova, ficou sem combustível na… última curva. É muita zica – só pode ser o patrocínio da National Guard que ‘macumbou’ ambos, Hildebrand e Little Dale… vá ser pé-frio assim na casa do capeta!

  24. Lisandro disse:

    Imagino uma sequencia de pensamentos pra essa ultima volta.
    1 – Cara, vou ganhar as 500 milhas!!!! :D:D:D:D
    2 – A curva!!!
    3 – Mer#%, segura e sai da sujeira!
    4 – Filha da mae!!!!
    5 – Ah nao, ah nao, ah nao!!! pisa que vai!!!!!
    6 – Ahhhhhhhhh!!!!!!!!!!

  25. Ricardo Bigliazzi disse:

    Essa corrida foi muito boa… o Tony fez um corridaço… e esse final foi de 40 X 0 contra Monaco.

    Além do que as velocidades são colossais… em HD a transmissão ganhou muito em qualidade… corrida de verdade é assim… pura velocidade… pura emoção… nada de forçassão de barra em ultrapassagens impossiveis (como em Monaco).

    Segue o jogo… os americanos são muito melhores… rs rs rs

    Imperador

  26. Fernando Ranzinza disse:

    Outro detalhe, Flavio; o J. R. Hildebrand, que foi campeão da Indy Lights, correu essas 500 milhas pela Panther Racing, a mesma equipe que em 2009 e 2010 chegou em segundo lugar, tendo como piloto ninguém menos do que o Dan Wheldon !!! Os donos, chefes, engeneheiros e mecânicos da Panther Racing devem estar SATSIFEITÍSSIMOS com o Hildebrand, vc não acha ? Meus Deus, com sinceridade, estou com pena mesmo do pobre coitado do Hildebrand ! Esse estigma ele vai carregar para o resto da vida, a não ser que ele venha algum dia a vencer uma Indy 500 !!! Nunca vi nada igual em automobilismo !!!

  27. Edevar vilela Martins Junior disse:

    FG o que aconteceu é que tinha um retardatalho que fez com que o piloto abrisse na curva e pegou sujeira projetando ele pro muro é só ver o video abraço

  28. Fernando Ranzinza disse:

    Foi uma das três maiores LAMBANÇAS da história do automobilismo em todos os tempos !!! Coitado do Hildebrand ! Flavio, vc já sentiu pena de um piloto assim desse jeito ??? Meu Deus do Céu !!! E que ninguém venha culpar o coitado do retardatário, que até tirou o pé e colocou o carro bem pro lado interno da pista, exatamente para não atrapalhar o líder !!! Eu me lembro do Senna batendo sozinho num guard-rail em Mônaco, quando liderva 45 asegundos na frente do segundo colocado !!! Mas bater na última curva, antes da reta de chegada, eu nunca vi na minha vida !! Se alguem se lembrar, informe pra gente !!! O que que o Hildebrand vai dizer para os seus chefes, engenehiros e mecânicos, hein ??? Coitado do californianao de Sausalito !

  29. Moises disse:

    Meu menino, e isso lá é hora de soltar um pum………punta merda…kkkkkk….foi a turbulência.

  30. Hausensson disse:

    Se fosse eu , jogava o carro de volta pra pista.
    Tomava aquela panca “estilo T” e voaria o suficiente pra chegar na bandeirada!
    Depois é só deixar o trofeu na enfermaria do hospital.
    Equipe:
    “You almost died, but you won. good job!”
    Hidebrant:
    “Ahhhhnnnn… thank you boys…”

  31. JP disse:

    Foi o “maracanazzo” da vida dele. Deu muito dó.

  32. Fernando Linhares disse:

    Acho que ele se desconcentrou na tentativa de ultrapassar um retardatário por fora na última curva. Agora imagina o que passou na cabeça deste cara na batida…

  33. Danilo A. disse:

    Isso aí não supera Interlagos/2008. Mas quase.

  34. Galvão disse:

    Essa foi de cinema. Nem o roteirista mais piegas ia pensar num final desse.

  35. Bandeira disse:

    O pior, para quem assistiu na Band, foi ouvir o narrador, sr Bolacha do Valle, trocando o nome dos pilotos a todo momento, ou então dizendo que o piloto estava entrando no pit quando na realidade estava saindo, ou vice-versa. Foi triste. O tempo passa e algumas pessoas não percebem.

  36. Oliveira disse:

    Flávio,

    Se fosse o desenho da Pixar o “Dom” teria parado e empurado o Hildebrando…
    Se fosse o Cléber Machada narrando teria gritado: “Hoje sim, hoje sim… Hoje não, hoje não…”
    E se fosse o Massa que tivesse batido o Galvão Bueno teria botado a culpa na Ferrari, no retardatário, na Pirelli, no muro, no Weldon…
    E Téo José teria gritado: “Não perde mais…”
    E se o carro fosse o 69 teria arrebentado o muro…

  37. Marcelo disse:

    Esse nome Hildebrand….ainda por cima junior….não é para ficar na história dos vencedores. Seria o mesmo que narain karthikeyan na f1, mas a indy pra mim é isso, pouca coisa pra ser lembrada nessas longas e tradicionais provas a não ser esses acidentes. 33 carros e um monte de gente medíocre que só corre ali, sem falar da compra de vagas na largada, é coisa pra americano mesmo além da band claro, que acha ou quer fazer daquilo a maior prova do automobilismo. A 1a, são as 24 horas de Le Mans, menos colorida hoje com menos marcas participando e depois vem Mônaco, claro, Monza e aí pelo número de espectadores e marketing envolvido, aí sim, indy 500. Já foi muito melhor, só assisto indy quando não há nada mais para ver, nem na tv a cabo. Mas que o Jr. vai ficar insone até a próxima corrida, vai.

    • Marcelo Ribeiro disse:

      Xará, não é Júnior. É John R., mas que ficou abreviado para JR. É o mesmo que JJ, AJ, PJ, entre outras abreviações conhecidas dos americanos.

    • Rafael Couto Marinho disse:

      Vai ser ressentido assim lá na casa do carvalho. Não gosta de Indy não assiste. A prova que iniciou as competições de Open Wheel no mundo, com 100 anos de história e tu vem falar essas merdas.

      Quantas Le Mans vc assistiu? Quantas? Quanto a Formula 1 nascia a indy 500 tinha 40 anos de idade e a F1 inclusive a incluiu no calendario tamanho a importancia dela.

      Não fale mentira sobre a Indy só por falar. Mostre o minimo de conhecimento cara.

      Gente mediocre é vc que não respeita a diversidade no automobilismo e pensa que só Formula 1 é corrida boa. CHUPAAAAA!

    • Lopes disse:

      No dia que esse 3 GPs que vc disse tiver um público de 500.000 pessoas no autódromo (Mais que 90% do municípios brasileiros), aí vou concordar com vc.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>