MENU

Tuesday, 27 de December de 2011 - 22:56Cinema, One question

ONE QUESTION

Venderam por quase US$ 1 milhão o macacão que Steve McQueen usou em “24 Horas de Le Mans”. A pergunta: você pagaria?

 

37 comentários

  1. raul says:

    Se tivesse grana…pagaria sem a menor culpa… já que não tenho, preferi comprar o DVD “24 horas de Le Mans” a módicos R$ 11,00…não sabia se ria ou chorava…agora estou atrás do Grand Prix, com James Garner (aquele com aquela cena antológica do acidente em que o carro cai no mar em Monte Carlo), além da trilha sonora maravilhosa…

  2. Bira says:

    Nenhum brasileiro pagaria. Brasileirada male mal sabe o que é le mans, onde fica, o traçado, etc.
    Se fosse a cueca do Senna ou algum outro brasileiro, desde é claro que tenha corrido na F1, iriam comprar por uns 3 milhões até.

  3. Eduardo says:

    Pagaria se tivesse pois foi um grande piloto que atuava, nas horas vagas, moreu de cancer se não me engano em1980

  4. Mário Salustiano says:

    infelizmente não tenho essa grana toda, se tivesse talvez comprasse, mas pelo menos uso o relógio igual ao dele no filme, tenho a replica do porsche 917 nas cores da Gulf e o TAG monaco também nas cores azul e laranja

  5. Charmeston Scheller says:

    Nõs estamos julgando o comprador sem ao menos conhece-lo. Muito provável que ele tenha por volta de 50 anos,e assistiu ao filme quando tinha lá seus 10 anos ,e se encantou com toda a história do filme . Pense naqueles carros. Porsche 917,Ferrari 512S,Matra,Alfas,Lolas,Chevrons… Que de repente até ele já adquiro também,afinal ele é um colecionador! O sujeito é bilionário e de certa forma o filme de Steve Mcqueen,o fez chegar onde esta hoje. Então,qual é o problema? Qual é o problema de se apegar as coisas antigas,e principalmente as coisas que te fazem lembrar dos bons tempos dá infância. Qual o problema? Á se eu fosse bilionário também…

  6. Benicio says:

    Por este preço eu compro um putza carro!

  7. Thiago says:

    A resposta: definitivamente não. Nem que eu fosse o Bill Gates.

  8. Nick B. says:

    Olha, Fla, meu queriducho!
    Se o gatíssimo Steve McQueen viesse junto com o macacão, ressurreto e lindo como estava no filme, o Nickinho certamente ia morrer numa bufunfa sem fim!
    BNDES tem linha de crédito para esses fetiches?

    Bitocas.
    Nick B.
    (pensando em garimpar 24 Horas de Le Mans, Papilon, Inferno na Torre ou Apocalipse Now. Steve McQueen, que ator!!!)

  9. Allan says:

    Não. O cara ainda fumava, salvo engano. Isso deve feder… Mas por menos eu até compraria, já que é um uniforme de trabalho da JW-Gulf team.

  10. Renato F1 says:

    Não! Nem que o valor arrecadado fosse doado a uma instituição de caridade! Prefiro fazer a doação direto a dizer que paguei US$ 1 milhão no macacão, que, depois, só vai ocupar espaço. Pergunto: depois de arrematar a peça, o comprador vai fazer o que com ela?

  11. alessandro Neri says:

    Se tivesse pagaria facil facil. Esse macacão é um ícone que simboliza tudo o que não existe mais no automobilismo moderno. Pagaria rindo.

  12. Carlos Pereira says:

    Esse aí não !!! Agora se fosse um do Piquet ou do G. Hill …

  13. ags says:

    FG.Bom dia…………………….. meu..só são paulino paga pra uma coisa dessa…………..só mesmo..as santas do time do murumbi…kkkk..

  14. Danilo Candido says:

    Não impressiona o valor em si, mas sim a pouca diferença em relação ao preço atingido pelo Porsche 911 do próprio McQueen (também usado por ele no início do filme) vendido há pouco tempo atrás por cerca de US$ 1,2 milhão.

  15. Luizão says:

    Não compraria, já deve estar vencido.

    Flávio, FELIZ 2012 para Você & Cia

    Luizão

  16. Claudio says:

    Este tipo de leilão, principalmente nos USA, está muito mais associado a ações de caridade e beneficiencia do que ao valor do bem. O macacão, no caso, é só um ponto para chamar a atenção dos interessados às doações para determinada instituição filantrópica e organizadora do evento..

  17. Marcus Simões says:

    Adoraria poder torrar 1.000.000 de qq dinheiro em qq coisa que aparecesse…

    Vale quanto o Meianov?

  18. Guzz says:

    Se fosse Goodyear ao invés de Firestone, quem sabe…

  19. moacir says:

    Não só comprava como emprestava para museus de automobilismo ao redor do mundo – um objeto desses merece ser visto pelas pessoas.

    E mandaria fazer uma réplica do Porsche do filme para dar umas voltas em Tarumã, que é maior do que Le Mans.

  20. rinaldo cianelli neto says:

    EU TENHO ESTE FILME EM DVD,É O CLÁSSICO ,O MELHOR PARA QUEM GOSTA DE CARROS,POUCAS PALAVRAS E MUITA EMOÇÃO,COMPRARIA O MACACÃO E O RELÓGIO QUE ELE USA,A PORCHE QUE ELE APARECE NO COMEÇO,ATÉ UM PARAFUSO QUALQUER,QUEM NÃO ASSISTIU ESTA PERDENDO,E TEM QUE TER UM BAITA SOM PARA ACOMPANHAR, COLECIONO ANTIGUIDADES E TENHO UMA PERUA LADA AZUL QUE ESTA ATÉ COM O ESTEPE ORIGINAL QUE ESTOU(INFELIZMENTE) VENDENDO QUE ME DÁ O MESMO PRAZER,ABRAÇOS RINALDO

  21. Roberto Martinez says:

    US$1.000.000,00 , para quem tem “sobrando”, faria mais efeito em alguma ajuda social séria. Ter esse macacão é mera satisfação para o ego, como ter uma obra de arte de milhões ou tomar vinhos na casa do milhar , ou até menos.
    Rever o filme, como faço as vezes, me satisfaria mais…

  22. Márcio says:

    Pagaria e usaria para mexer nos meus carros, lixar massa, tirar vazamento de motor a ar, estas coisas….

  23. Tiago S. says:

    Não. Se fosse um zilhonário e o valor arrecadado fosse para alguma instituição pode ser que sim, sei lá. O problema é que nossa civilização, determinou que quanto mais exclusivo e raro for, mais valioso é. Se encontrarem uma vala com 1 bilhão de toneladas de diamante, vão fazer asfalto com ele. Mas tudo que é único e exclusivo nesse mundo é visto com outros olhos. Nada mais é absurdo neste planeta, no máximo tem destaque quando é único, e estatística quando é muito.

  24. ylan says:

    Flavio, eu juro, juro, se eu ganhar sozinho na mega-sena, eu compro essa porra, e te dou de presente.

  25. Marcelo (1 Carioca em SP) says:

    Se eu tivesse, sobrando, uns US$ 10 BI eu pagaria US$ 1 MI.

  26. Paulo F. says:

    Retrato de uma época!

  27. Ewerton says:

    Mundinho estranho. Não gosto, não pagaria nem que tivesse. Por US$ 1 milhão reflorestaria milhares de ares em Ibitiara.

  28. Cleiton Pessoa says:

    Sabe que esses dias até estava pensando nisso? Nisso que é colecionar coisas que na verdade tem utilidade zero. As vezes você se depara com o prazer vs lógica de colecionar. É como um cinéfilo que adora filmes e os coleciona de variados autores assistindo a sua coleção durante o tempo e tendo prazer em ver algo que talvez só ele entenda. Acredito que também seja assim com miniaturas, aeromodelismo, roupas, obras-de-arte (com ou sem hífen?). Qual a lógica em você ter um carro antigo apenas pelo fato de gostar de carro antigo? Desing? Saudosismo?
    Para essas coisas a lógica não vale, isso é mais denso e profundo do que uma simples lógica que desmonta qualquer argumento. Talvez o argumento mais aceito (por mim é claro), seria que isto, colecionar qualquer coisa, simplesmente parte do príncipio que isto nos faz mais felizes, mais humanos e prazerosos com o sentido ilógico da vida.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *