MENU

Wednesday, 30 de May de 2012 - 16:03Indy, IRL, ChampCar..., One comment

ONE COMMENT

…e a gente reclama do Galvão. Final das 500 Milhas de Indianápolis narrado em japonês. Fernandão Silva encontrou a preciosidade. Imperdível.

88 comentários

  1. Como fazer para treinar lá no fim de semana?
    Nós pobres mortais do Paulista de Velocidade Força Livre?

  2. Andréluís says:

    Franchitti, espetacular, Indianápolis não foi feita para amadores!!

  3. rodrigo says:

    MAIOR ASSALTO AO VIVO QUE JA VI… SIMPLESMENTE JOGOU O CARRO PRA CIMA DE SATO E NÃO RENDEU UMA PUNIÇÃOZINHA..

    VERGONHA

  4. Miki Rakkonen (Finlandes Hibrido) says:

    Notas

    1- a transmissao foi uma droga (imagens) pois ninguem sabia o estado do Sato apos batida

    2- gosto de narraçao japonesa

    3- na ultrapassagem do Sato se fosse na narraçao brasileira falariam que o narrador esta tentando fazer coco e quando consegue todos ficam felizes

  5. Hugo says:

    Ao final do video, os narradores aplaudem o Sato…dizendo que foi muito bem…pois poderia ter ficado em segundo lugar, mas que resolveu partir para cima…outras palavras do video:
    ike: vai (tipo “go” em inglês)
    Haitta: entrou (no caso, no vácuo do Dario)
    Gambare: força

    Abs

  6. Robinson Oliveira says:

    Sensacional a transmissão japonesa é uma pena que somos obrigado a ouvir o pessoal da Ban### e da GLOB###. TAKUMA SATO foi fantástico na corrida e se não fosse a fechada de porta do Dário teria se consagrado como primeira piloto japonês a vencer. O engraçado é que ainda vem o Tonny falar no dia seguinte que SATO foi ingênio e que deveria saber que o Dário é normal fechar, então para que serve as regras??? Não deveria ser cumprida??? Campeão SATO.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *