MENU

Monday, 9 de July de 2012 - 19:30Imprensa

CADA VEZ MELHOR

SÃO PAULO (a gente segue…) – Não é por nada não, mas a Revista WARM UP está cada vez melhor e é leitura obrigatória para nosso povo. A edição #27 está fresquinha no ar, pronta para baixar ou ler no computador, ou no smartphone, ou no iPhone, ou no iPod, ou no iPad, ou no iFuckYou. Entrando aqui, o cardápio completo. No final, em vermelho, o link para ir direto à edição deste mês.

Na capa, de Bruno Mantovani, Pérez e Maldonado e as explicações para o fato de México e Venezuela terem pilotos promissores na F-1 (e em outras categorias de ponta) e o Brasil, não. Tem também Velo Cittá, Cascavel, doping…

Leiam, comentem, contem aos amigos.

14 comentários

  1. CorredorX says:

    Na matéria sobre os brasileiros nas 24hrs de Le Mans, acho que houve equívoco, pois o Jaime Melo já venceu em 2008 e 2009 na GT2, com uma F430. A não ser que estejam referindo-se à categoria LMP1.

  2. Ulisses says:

    Uai!
    E Felipe Nasr e Luiz Razia?

  3. Thiago basílio says:

    Desde quando Maldonado é um piloto promissor.O cara na verdade nem pode ser considerado piloto, não consegue sair ileso de quase nenhuma disputa por posição nas corridas.Tá sempre jogando o carro em seus adversários e na espanha ganhou uma corrida porque lhe deram a pole.Já tava esquecendo ganhou um campeonato de GP2 após 4 anos na categoria, algo que Hamilton conseguiu ganhar em 1 apenas ano.

  4. Antonio says:

    Temos um piloto promissor sim.
    Luiz Razia liderando a Gp2 com excelentes corridas.

  5. Andre says:

    Ótima revista!!
    Tem como disponibilizar a edição de número 21?
    Ao tentar acessá-la aparece a mensagem:
    Forbidden
    You don’t have permission to access /edicoes/21/ on this server.

  6. Ecco da Pedra says:

    Essa questão de pilotos sendo in$entivados pelo estado é ridícula e fascistoide, já que a intensão, nos casos citados, é fazer propaganda política do tipo nacionalista ou a mais perigosa delas que é a propaganda étnico cultural (o asteca bom de volante, o maia, o inca bom de roda, tipo: cucaracha também é gente)… Automobilismo se enquadra na categoria do poker, da sinuca e do nobre xadrez, atividades de competição. Querer chamar isso de esporte não é errado, mas também não é certo, fica no meio, possui atributos… e daí que não se enquadre no que chamam de esporte? Tudo, nesse caso, é meramente convencional. O que os estados tinham que estar incentivando era corrida de carros elétricos, aí sim tem tecnologia que interessa e que poderia ser alvo de uma política de estado. Compete ao estado é liberar a burocracia de quem esteja metido em desenvolvimento tecnológico ou cultural. O resto é conversa fiada, automobilismo de competição é para filhinhos de papai ou de gênios da coisa e esses sempre darão um jeito de chegar… O fato é que isso é uma questão de safra, como jogador de futebol. A impressão que passa é que estão querendo patrocínio da Petrossauro ou da X alguma coisa.

  7. Thiago C.A. Leal says:

    Capa linda!
    ¡Hasta la evolución! hehehehehehehehe
    Tá na hora de mais latino-americanos aparecerem na F1!
    Um argentino? Um paraguaio?
    Um chileno?
    Terceiro mundo é o caralho!

  8. Bruno Abila says:

    Pô, só agora descobri que tem o aplicativo pra iphone/ipad da warm up. Vou recomendar aos meus amigos, muito legal.

  9. Tiago Krug says:

    Nunca consigo baixar no iPad, sempre dá erro…

  10. John Barnard says:

    a entrevista com o Dino Altmann está ótima. parabéns.

  11. Rodolpho says:

    Ótima reportagem sobre os pilotos hispano americanos, só não entendi quando , em várias ocasiões, referiu-se aos latinos americanos excluindo os brasileiros, que eu saiba os países americanos não latinos são: Canada e Estados Unidos e quem sabe as antigas Guianas (francês é língua latina).
    Falamos português que é tão latino como o espanhol, fomos colonizados por portugueses tão latinos como os espanhóis, franceses e italianos, Barrichelo é tão latino como Perez .

  12. Emmo says:

    Não, não a culpa é do Galvão Bueno!!!

  13. Gringo says:

    Tenho apresentado um projeto para revitalização do automobilismo ao presidente da CBA, e foi tão ingrato que nem para me contestar que teria escrito um monte de merda,
    Assim caminha o automobilismo brasileiro, depois botam a culpa em Schumacher…

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *