“MUDOU MINHA VIDA”

&

SÃO PAULO (o Brasil precisa de algo parecido) – A todos que defendem o motoqueiro do post um pouco mais abaixo, que dizem que seus vídeos de barbaridades no trânsito “mudaram suas vidas”, digo apenas que um vídeo como este é que é capaz de mudar a vida das pessoas. O resto é tudo cascata.

Quem mandou foi o Márcio Nascimento. Não é a primeira vez, creio, que coloco aqui. Para quem não entende inglês ou tem preguiça de entender, traduzo a descrição:

No dia 10 de dezembro de 1989, o primeiro comercial da TAC (Transport Accident Commission, do governo de Victoria, na Austrália) foi ao ar. Naquele ano, o número de vítimas nas estradas foi de 776. Em 2008, tinha caído para 303. Este vídeo contém uma retrospectiva de cinco minutos das campanhas de segurança no trânsito feitas pela TAC nos últimos 20 anos. A montagem contém imagens que ajudaram as pessoas na Austrália a mudarem a maneira como dirigem. A trilha sonora é a música “Everybody Hurts” do REM. Esta campanha é a chance de rever algumas imagens que ficaram gravadas nas nossas memórias, para lembrar as milhares de pessoas que foram vítimas de acidentes de trânsito, e para nos lembrar que, em nome de todos, por favor dirijam com segurança.

O site da TAC está aqui. Os vídeos da Comissão mostram o horror dos acidentes de trânsito, causados por pessoas como o motoqueiro admirado por seus vídeos no YouTube e por outros tantos milhões que fazem o mesmo, mas não necessariamente gostam de divulgá-los como se fossem heróis.

Se alguém, depois de ver isso, ainda acha que é legal sair botando terror de moto ou de carro pelas ruas e estradas, é doente e precisa de tratamento. Seria ótimo que todos os seguidores do motoqueiro, ou aqueles que adoram ver vídeos de atrocidades cometidas por gente de todos os tipos (brancos, negros, motoboys, riquinhos, pobres, caminhoneiros, motociclistas, taxistas, motoristas “civis”, playboys, jovens, velhos, TODOS), perdessem cinco minutos de suas vidas vendo isso. Ao rapaz da moto também recomendo. Sempre é tempo para parar e refletir sobre o que se faz da vida.

Sobre o Autor

Flavio Gomes

Flavio Gomes é jornalista, mas gosta mesmo é de dirigir (e pilotar) carros antigos.

97 Comentários

  • E muita gente falando oque nem se quer sabe, quantos videos tem no youtube divulgando imagens de alta velocidade e etc? agora porque o cara ficou conhecido pelos videos todo mundo cai matando encima, o fato ocorreu e sim como pode acontecer com qualquer um quantas pessoas foram atropeladas e morreram por pessoas como dizem vocês trabalhadoras porque o resto para vocês são vagabundos e foram visto como fatalidade? quantas pessoas morrem e ninguem faz nada, mais como o cara e conhecido pelos videos fica facil criticar! Vocês que sabem apenas escrever porque não cuidam ou dedicam o seu tempo para trazer algo de bem as pessoas que precisam ao invez se criticarem e tentarem diflamar um pessoa que sim faz o bem e tenta ajudar e como tem varios relatos de pais e filhos que vem o video e procuram ajuda pra se livrar das drogas ou algo do tipo!
    Parem de cuidar da vida dos outros e vão cuidar e olhar da sua propria e tentar tirar algo de bom e ajudar aquem necessita! Porque pra mim quem critica sem conhecer quem esta criticando esta perdendo tempo e causando apenas mais tumulto! ou se quiserem fazer isso ja que tem tempo o suficiente corram atraz e levantem todos os dados antes de colocarem oque não sabem a publico!
    Acho que e isso o cara faz videos de forma que ele esta acarretando problemas a ele e como ele sempre diz que este modo de pilotagem não e para ser seguido agora o acidente como muitos pode ter sido uma fatalidade e não somos nos que vamos definir isso tem muita gente bem paga para averiguar e tomar frente a isso!

      • E fácil entender antes de criticar e criar casos como esse devemos rever e confirmar as coisas, como tão aqui não foram! Fácil criticar mais difícil reconhecer! Se tem tempo hábil busque informações se tem mais tempo ajude a quem precisa e não fique supondo coisas aonde já tem muita gente PAGA E CERTA para oque esta fazendo e não apenas uma pessoa que sai escrevendo que pensa ou oque quer! Acidentes acontecem todos os dias e ninguém faz nada como foi com um cara que faz seus videos e ficou conhecido todo mundo caio encima! Se seu modo e criticar busque os outros videos no youtube e saia denunciando as outras pessoas que aparecem no vídeo ninguém e santo e ninguém vai ser então faca a sua parte que o resto tem autoridades para controlar tudo isso ai!

      • A questão não e ser idolo, idolo para mim são pessoas que nos inspirão que nos dão força para ser alguem na vida! Vivo do mundo do automobilismo pena que não posso divulgar nomes pois você e uma pessoa que ja tive contato por esses meios e me espanta muito sua postura infame junto ao meio! Você como jornalista do meio devia mostar e postar coisas afim de trazer beneficios e não discordia! Busque matérias que venham a somar para todos e não diflamar alguem que mau conhece!

  • 1
  • 2
Por Flavio Gomes

Perfil


Flavio Gomes é jornalista, dublê de piloto, escritor e professor de Jornalismo. Por atuar em jornais, revistas, rádio, TV e internet, se encaixa no perfil do que se convencionou chamar de multimídia. “Um multimídia de araque”, diz ele. “Porque no fundo eu faço a mesma coisa em todo lugar: falo e escrevo.” Sua carreira começou em 1982 no extinto jornal esportivo “Popular da Tarde”. Passou pela “Folha de S.Paulo”, revistas “Placar”, "Quatro Rodas Clássicos" e “ESPN”, rádios Cultura, USP, Jovem Pan, Bandeirantes, Eldorado-ESPN e Estadão ESPN — as duas últimas entre 2007 e 2012, quando a emissora foi extinta. Foi colunista e repórter do “Lance!” de 1997 a 2010. Sua agência Warm Up fez a cobertura do Mundial de F-1 para mais de 120 jornais entre 1995 e 2011. De maio de 2005 a setembro de 2013 foi comentarista, apresentador e repórter da ESPN Brasil, apresentador e repórter da Rádio ESPN e da programação esportiva da rádio Capital AM de São Paulo. Em janeiro de 2014 passou a ser comentarista, repórter e apresentador dos canais Fox Sports no Brasil. Na internet, criou o site “Warm Up” em 1996, que passou a se chamar “Grande Prêmio” no final de 1999, quando iniciou parceria com o iG que terminou em 2012. Em março daquele ano, o site foi transferido para o portal MSN, da Microsoft, onde permaneceu até outubro de 2014. Na sequência, o "Grande Prêmio" passou a ser parceiro do UOL até maio de 2019, quando se uniu ao Terra por um ano para, depois, alçar voo solo. Em novembro de 2015, Gomes voltou ao rádio para apresentar o "Esporte de Primeira" na Transamérica, onde ficou até o início de março de 2016. Em 2005, publicou “O Boto do Reno” pela editora LetraDelta. No final do mesmo ano, colocou este blog no ar. Desde 1992, escreve o anuário "AutoMotor Esporte", editado pelo global Reginaldo Leme. Ganhou quatro vezes o Prêmio Aceesp nas categorias repórter e apresentador de rádio e melhor blog esportivo. Tem também um romance publicado, "Dois cigarros", pela Gulliver (2018), e o livro de crônicas "Gerd, der Trabi" (Gulliver, 2019). É torcedor da Portuguesa, daqueles de arquibancada, e quando fala de carros começa sempre por sua verdadeira paixão: os DKWs e Volkswagens de sua pequena coleção, além de outras coisinhas fabricadas no Leste Europeu. É com eles que roda pelas ruas de São Paulo e do Rio, para onde se mudou em junho de 2017. Nas pistas, pilotou de 2003 a 2008 o intrépido DKW #96, que tinha até fã-clube (o carro, não o piloto). Por fim, tem uma estranha obsessão por veículos soviéticos. “A Lada foi a melhor marca que já passou pelo Brasil”, garante. Por isso, trocou, nas pistas, o DKW por um Laika batizado pelos blogueiros de Meianov. O carrinho se aposentou temporariamente no início de 2015, dando o lugar a um moderníssimo Voyage 1989. Este, por sua vez, mudou de dono em 2019 para permitir a volta do Meianov à ativa no começo de 2020.
ASSINE O RSS

Categorias

Arquivos

TAGS MAIS USADAS

Facebook

DIÁRIO DO BLOG

agosto 2012
D S T Q Q S S
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031