MENU

sexta-feira, 21 de setembro de 2012 - 16:55F-1

ELOGIO DE ALEMÃO

SÃO PAULO (meio estranho, mas é) – Vai despertar a ira de muita gente, claro. Numa entrevista à “F1 Racing”, Schumacher disse que a maior lembrança que tem de Senna, o tio, é dele rodando na Junção quando tentava alcançá-lo no GP do Brasil de 1994. Ele explica aqui.

Podem estrilar quanto quiserem. Isso aí é um elogio, sim.

194 comentários

  1. Leandro disse:

    Flavio eu li esse comentário do alemão á quem considero um dos genios que eu vi na Formula 1 ,assim como o Ayrton , a minha interpretação foi igual á sua Flavio o comentário foi um elogio .Abraço

  2. Ilmar disse:

    Eu prefiro 1000 vezes um Senna sujo, do que um Barrichello e um Massa limpos.

  3. Ilmar disse:

    Vamos parar com essa discussão, gente. Todo mundo é um pouco santo e um pouco capeta. Com Ayrton Senna e Michael Schumacher não era diferente… Como nasci brasileiro, eu prefiro o Ayrton Senna ( também sou pacheco, sim ), mas, se eu tivesse nascido alemão, eu preferiria o Michael Schumacher.

  4. Marcos Pereira disse:

    O Alemão falando assim,”as viúva pira!!!”

  5. Sigmund Freud disse:

    Ao Segafredo (isso não é uma marca de café bem amargo?)
    Você tem o famoso discurso de um brasileiro contra este mundo todo e coloca o Senna como o heroi do apocalipse. “O” salvador. “O” vencedor e redentor. Você já fez terapia?

  6. Nikolas Spagnol disse:

    Obviamente que, pro Schumacher, bater Senna foi uma vitória. Em Interlagos ’94, Senna foi superado, depois de largar na pole, perder a liderança no pitstop e rodar ao tentar alcançar o alemão.

  7. disse:

    É, a geração viúvas do Senna está caindo na real. Poucos cometários para quem era considerado Deus. Ou será que desistiram do automobilismo da Globo e cresceram?

  8. Paulo Pinto disse:

    Atenção, “viúvas” de plantão:

    Quem não regressar ao mausoléu até à meia-noite, vai dormir na rua! E pior, vai pagar estadia sem utilizar.
    Sejam boazinhas que amanhã tem mais.

    Tchau!

  9. silvio disse:

    Schumacher é ridículo! Senna morreu mas virou uma lenda, Schumacher se arrasta patéticamente pelas pistas, nas maiorias das corridas passa desbercebido por todo mundo kkkk
    Jogou a carreira no lixo com essa volta ridícula as pistas.

    • Tadeu disse:

      Diga-se que a ultrapassagem do Shumi sobre o Senna não foi na pista… foi no boxe. E todos sabem que em 1994 a Beneton estava vergonhosamente FORA do regulamento, o que foi comprovado depois e que não houve nenhuma punição à equipe. Uma das falcatruas era justamente no reabastecimento (!,) coisas do tão conhecido pela safadeza, Sr Briatore.
      Neste mesmo ano o alemão jogou o carro sobre Hill na última prova, depois de sozinho ter acertado o guard-rail, tendo ganhado o 1º campeonato de forma desonesta e pouco elegante. Com a batida e a inevitável parada ele perderia o campeonato daquele ano para o Piloto da Williams, que com um carro tão ruim no início da temporada, largava sempre atrás dos 6 primeiros. Muitos anos mais tarde o próprio Schumaker declarava que caso não tivesse morrido neste ano, o Senna seria o campeão com umas 2 provas de antecedência.

  10. Sieg disse:

    Eu era muito criança na época desta corrida, mas por ser uma das últimas de Senna eu até que lembro bastante dela. Interessante esse elogio do Schumacher, um cara grande falando de outro cara grande, que partilharam as pistas por pouco tempo. Foi mesmo uma cena bonita, embora meio decepcionante aos torcedores de Senna.

    Mas que bom que essa é a memória que mais rápido vem à mente de Schumi acerca de Senna. Muito triste seria se a primeira lembrança fosse do acidente fatal ou de alguma pataquada que ele tenha feito, como bater propositalmente em alguém, etc. Muito triste seria, também, se a lembrança fosse algum momento glorioso de alguma vitória suada de Senna. O belo desta lembrança foi a sensação de ter induzido ao erro alguém que era considerado por todos, talvez pelo próprio Schumi, muito duro, competitivo e excelente piloto.

    • Marcus disse:

      se Hill que era bem inferior a Senna e chegou no fim do campeonato disputando o titulo hum imagina o Senna vivo, todo mundo aqui sabe que motor potente sem um bom carro não é nada, mas mesmo com um carro ruim Senna foi Pole nas 3 corridas!!!

  11. Breno Peixoto disse:

    Senna rodou porque estava lutando com um carro todo desequilibrado.

    Com a proibição da suspensão ativa no fim de 1993, a Willians precisou desenvolver um sistema convencional às pressas, e essa era a grande dificuldade do brasileiro no início da temporada de 1994.

    • Mauricio Alves disse:

      Mais difícil ainda porque o tal do Ayrton não sabia acertar carro e na Williams de 1994 ele não tinha um segundo piloto-capacho, com oele tinha na McLaren (Berger) para desenvolver o carro para ele!!

  12. Matusca disse:

    Esse alemão é bem escroto…

    Fora isso, vejamos:
    – O carro que supostamente estava irregular foi desclassificado? Não? Então, valeu;
    – O piloto é especial porque fez “aquela” ultrapassagem difícil. Todos os bons fizeram ultrapassagens assim;
    – Rodou em circustâncias bobas? Todos…alguns até na volta de apresentação;
    – Todo grande campeão em algum momento fez algumas cagadas e boas cafagestadas;
    – É inútil comparar pilotos de épocas diferentes ou mesmo da mesma época, com carros diferentes ou em circunstâncias diferentes;
    – Tão inútil como comparar um Lada com um BMW no site do Flavio Gomes.

    Então, para quem só defende uma escolha, contribuo com os apelidos:
    Senna – Viúvas
    Schumacher – Viadinhos
    Piquet – Escrotinhos
    Graham Hill – Certinhos (único tríplice coroado – Fórmula 1, Le Mans e Indy 500)

  13. Andre disse:

    O shumacher ta ficando gaga da surra q ta levando do rosberg.
    A volta dele provou q alonso hamilton e vettel sao melhores q ele em qq situacao so p ficar nestes.

  14. Gonzalez disse:

    Schumacher who????

    Esse piloto patético, que está levando uma surra do Nico Rosberg, um piloto medíocre, nos últimos 3 anos????

    Então tá!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *