#30 NO AR

SÃO PAULO (não esgota nunca) – Já viram a edição #30 da Revista WARM UP? Não? Estão esperando o quê? Abaixo, um resumo daquilo que você vai encontrar neste mês:

Sinônimo de riqueza, alta tecnologia e competitividade, a F-1 não atrai mais as grandes montadoras. E é justamente este o motivo. O interesse das corporações que dominam o mercado automotivo é desenvolver novas tecnologias para seus carros de rua gastando relativamente pouco, o que não é mais possível na categoria máxima do automobilismo.

Durante a década passada, o Mundial de F-1 foi dominado por grandes marcas, que se deram as mãos e resolveram abandonar o barco assim que a situação econômica apertou. Hoje, como quem apanha não esquece, elas nutrem uma repulsa grande pela categoria e se dizem contentes com os caminhos alternativos pelos quais seguiram.

A Revista Warm Up deste mês conversou com dirigentes de BMW e Toyota, duas montadoras que tiveram suas equipes na F-1, investiram pesado e não tiveram o retorno esperado. Três anos depois de deixarem a categoria, estão satisfeitos no DTM e no WEC, respectivamente.

A edição 30 também traz uma análise da (má) temporada da Indy, o Mochilão Warm Up, com os bastidores das coberturas de Evelyn Guimarães na Europa, e uma entrevista exclusiva com Nigel Stepney, o protagonista do episódio de espionagem da F-1. Ainda, Américo Teixeira Jr. fala em sua coluna que Michael Schumacher não é tudo isso e Felipe Corazza fala da terrível eleição a prefeito de São Paulo.

Para ler tudinho, é só clicar aqui.

Subscribe
Notify of
guest
31 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
thiago
9 anos atrás

As montadoras deveriam fazer apenas MOTORES e o resto que fique com as equipes e seus engenheiros, ow seja com montadora e muito cara metido a dono dando palpite.

Kaio
Kaio
9 anos atrás

Ola, Flavio!

Desculpa, mas eu tenho que discordar. Sou designer grafico e acho as capas da Revista Warm Up um tanto quanto fracas visualmente. As vezes que fotos irrelevantes ou com uma comunicacao visual pobre, como esta ultima.

De qualquer forma, adoro o conteudo!

Abracos.

retka
retka
9 anos atrás

bela capa! pra vc que mete o pau no ufc mma etc, nao deve ter gostado!

Cicero Dimas
Cicero Dimas
Reply to  Flavio Gomes
9 anos atrás

Por falar nisso, eu lia seus textos na finada GRID, que pra mim era a melhor publicação sobre automobilismo. Depois ela virou GRID Indy e acabou. Porquê virou GRID Indy? Influência do SBT que na época transmitia a Indy com aquela invasão de brasileiros? Ih que mancada, nem falei da Warm Up.

Ulisses
Ulisses
9 anos atrás

Tenho a impressão que a F1 se transformou em uma vitrine de vaidades, de dirigentes (FIA no meio), chefes de equipes, projetistas, celebridades, autoridades dos países sedes de GPs, patrocinadores, emissoras de TVs, jornalistas etc etc. Bernie vendeu muito bem a imagem de sua “categoria”.
Somado a isso, o excesso de punições que atualmente tiram da pista automóveis que veiculam a imagem de patrocinadores, prejudicando o espetáculo para tvs e o público, nos dando a nítida impressão de que, penaliza-se atualmente a coragem e o arrojo.
Resumindo, estão se achando muito! Demais até!

Existe sim vida inteligente fora da F1, em categorias menos badaladas, de menos público, menos mídia, mas sem dúvida, mais espetaculares.
Quem mais perde com isso são os pilotos e nós, que gostamos de motores, automóveis, autódromos, corridas.
Bora ler a revista, sempre muito boa!!!!

Marcelo
Marcelo
9 anos atrás

Corrigindo: “Essas barbaridades acima tem haver com esporte, e atitudes dignas?”

Mauricio
Reply to  Marcelo
9 anos atrás

É certo, todas tem a ver sim!
Faz parte da competição. É o que dá cor….

Marcelo
Marcelo
9 anos atrás

Resposta ao colunista da Revista WARM UP, Américo Teixeira Jr que escreveu que Michael Schumacher construiu parte do seu império com atitudes nada dignas.

E o que dizer das várias patifarias abaixo, Teixeira Jr? Garanto que daria uma bela reportagem na Revista WARM UP, só falta coragem!

Saiam desse eterno “mundo maravilhoso de Airton Senna”, e caiam na real. Estamos no planeta Terra e não em um paraíso, aqui primeiro prevalece os “interesses” pessoais. Pra piorar, o Brasil é um país extremamente hipócrita onde a maioria vive na base da malandragem, basta ligar a tv pra ver as barbaridades que aparecem. Não temos moral pra “disparar” contra sequer um morador de rua fora do Brasil. Se Schumacher aprontou na F1 o que dizer de Senna como piloto e pessoa? Ficha suja, por ficha suja a de Senna é muito maior…

Como pessoa Senna era um cara mascarado, na frente das câmeras da Globo se fazia de bom moço, longe delas era arrogante, prepotente e egoísta, confusão virou rotina na carreira do piloto desde o kart! Dentro da pista muitas vezes Senna jogava sujo, só que tudo é “abafado” pra não riscar a imagem que Galvão e a Globo criaram!

A lista de encrencas de Senna desde o kart é bem longa, um vexame atrás do outro, em categorias de base ele chegou a pegar um piloto argentino pelo pescoço!

Vale registrar que Senna foi o piloto que mais se envolveu em casos de agressão física na história da F 1. Senna se envolveu em uma confusão e tomou um soco de Elio de Angelis depois de um treino no GP da África do Sul de 1985. O italiano ficou irritadíssimo com as manobras sujas que Senna fazia para atrapalhar a volta do italiano. Se De Angelis, um piloto que era conhecido pela classe e pelo cavalheirismo fora das pistas, reagiu assim, é porque a coisa deve ter sido muito feia. Vale registrar que, De Angelis deixou a Lotus no final da temporada de 1985, quando ficou claro que os esforços da equipe estavam sendo concentrados em Senna(e ainda falam de Schumacher e Alonso na Ferrari). O substituto de De Angelis na equipe foi Johnny Dumfries, que obteve seu lugar quase que inteiramente devido ao fato dele ter aceitado ser um subordinado de Senna, que não iria tolerar alguém muito mais competitivo, como Derek Warwick na qualidade de segundo piloto.
Infelizmente, a TV não mostrou o lance sujo de Senna sobre De Angelis. Vale lembrar que, os pilotos das décadas entre 50 e 70…até meados de 84 não ficavam jogando carro em cima do rival puramente para impedir ultrapassagens. Os carros nessas épocas eram frágeis, jogar o carro “em cima”, para muitos pilotos era uma manobra considerada “CRIMINOSA”, Senna que fazia parte da nova geração não se importava com isso, entre 85 e 87 ele foi duramente criticado por vários pilotos, entre eles: Lauda, Alboreto, De Angelis, Rosberg, Piquet, Prost e Mansell…

No GP da Bélgica em 1987, foi a vez de Mansell e Senna saírem no tapa, o inglês pela terceira vez entre 85/87 tinha levado uma fechada do brasileiro abandonado, dessa vez o inglês foi parar nos boxes da Lotus, no mesmo ano Senna também agrediu fisicamente fiscais de pista, e levou uma pesada multa da FIA.

No GP Brasil 1990 o “herói” nacional foi convidado para uma homenagem, mas quando soube que não era para ele, de forma arrogante se recusou a ir. Era GP Brasil, perto de sua gente que papelão! Ao ser entrevistado por Stewart após o acidente no Japão em 90, Senna foi questionado por causar o acidente em um trecho de altíssima velocidade, com risco de provocar um grave acidente com vítima. Irritado, Senna saiu dando gritos em direção ao já idoso “jornalista” J. Stewart.

Senna arrumou confusão até com Reginaldo Leme, em outro ato baixo até tentou fazer o jornalista perder o emprego na emissora. E uma das coisas mais bizarras que vi dentro de um time de F1. Senna agrediu fisicamente um mecânico da Mclaren. Pegou o rapaz pelo “colarinho”, só porque o mesmo tinha mudado uma regulagem no carro…

Em julho de 1992 Senna foi brigar com o novato Schumacher no box da Benetton, os dois trocaram uns empurrões e a coisa parou nisso. Schumacher alegou que foi atrapalhado por Senna duas vezes em um treino, na segunda percebeu a má intenção e decidiu dar o troco. Quando terminou o treino, Senna foi arrumar confusão com o alemão nos boxes. Esse era o Senna um tremendo pavio-curto, quando ele atrapalhava os outros na pista ele era sempre certo, quando tomava o troco ficava cheio de razão e queria confusão. Tudo tinha que ser do jeito dele, o mundo estava sempre errado e ele sempre o certo. Com o mesmo Schumacher no GP da França 92 Senna foi de novo arrumar confusão com o alemão. Schumacher tinha errado uma manobra na pista e tirado Senna da corrida (Schumacher dessa vez admitiu o erro, mas considerou uma manobra de corrida, sem intenção, apenas um erro). Existe no yotube o vídeo dessa confusão, o que chamou minha atenção foi como Senna puxou o braço de um jornalista que se aproximava, fez de forma bem estúpida. Ainda no tube existe um vídeo de Senna pegando carona no carro de Mansell, mas o inglês ficou com o carro parado esperando um torcedor se aproximar, e quando ele se aproximou Senna novamente de forma estúpida afastou o rapaz com a perna, dando um coice!!! Mas o que esperar de um animal desse…

Em outro ato idiota, Senna em 93 deu soco na cara do novato piloto Irvine, que tinha se metido em uma disputa entre Senna e D.Hill na pista, mas o inglês não foi arrumar confusão com o irlandês. Quando Senna agrediu Irvine, já fazia pelo menos uma hora que a corrida havia acabado (com vitória de Senna), precisava ir arrumar confusão? Vettel meses atrás foi atrapalhado por Lewis que era retardatário, o alemão também não foi arrumar confusão com o inglês no boxe. Irvine não fez nada de errado, ele provavelmente tinha pneus novos e vinha mais rápido, nesse caso tinha o direito de tira uma volta de desvantagem, se estivesse a frente lento, aí sim receberia a bandeira azul e teria que dar passagem, mas não foi o caso.

O nível estava tão baixo que Senna chegou a dar soco na cara de um JORNALISTA(bom, mas também não é parente do Américo Teixeira , então que se dane). Até mulher jornalista Senna não perdoava! O relato abaixo é da jornalista Alessandra Alves, profissional bem conceituada no meio.

“Talvez uma das maiores decepções que tive foi conhecer Senna pessoalmente. O herói obstinado e patriota que nos surgia na TV era habitualmente arredio e descortês longe das câmeras. Problema meu, eu diria, pois, apesar de minha mãe certamente achar o contrário, nem todos precisam me tratar bem. Mas comecei a sentir que o problema não era só meu quando passei a ligar alguns pontos”

http://alessandraalves.blogspot.com/2008/02/regi-o-rebelde.html

Certa vez Senna também tratou muito mal uma tradutora, vivia arrumando confusão com os cartolas da FIA, fez inimizade com Piquet, Prost e Mansell. Em um ato de pouca inteligência Senna foi cutucar justo ele…Nelson Piquet, acabou saindo como “viado” na história. Senna também se recusou a dar um autógrafo para Felipe Massa quando esse era menino e corria de kart, o que deixou Felipe indignado era que Senna não estava de macacão, portanto fora do trabalho. Na Lotus vetou Warwick em 86 causando a ira da mídia inglesa que disparou o egoísmo do brasileiro, que sequer ainda era campeão.

Cecotto lembra o “caráter difícil” de Senna
http://blogs.estadao.com.br/livio-oricchio/cecotto-lembra-o-carater-dificil-de-senna/

“A Toleman não tinha estrutura para dois carros iguais, o meu sempre incorporava as soluções anteriores às do Ayrton. A alimentação de combustível do meu motor era mecânica, de 1983, enquanto a dele, eletrônica, a nova.” Mais: “Nesse dia, em Donington, eu finalmente poderia testar e em igualdade de condições. Até então a Toleman apenas chamava Ayrton para os treinos particulares”, lembra Cecotto, com ar ainda de insatisfação.

Cecotto não esconde certa mágoa com Senna depois de quase ter morrido no acidente de Brands Hatch.

Todos os pilotos, segundo Cecotto, foram ao hospital, em Londres, visitá-lo. “Ayrton, não.” O companheiro de Toleman nem mesmo lhe telefonou, recorda. “Ayrton e a maioria da equipe me ignoraram. E os médicos ingleses queriam amputar meu pé direito.” A esposa de Cecotto, alemã, entrou em contato com um especialista, em Munique, que a orientou transportá-lo num jato para seu hospital. “No dia seguinte à cirurgia na Alemanha eu já podia mover o pé.

Depois de 20 de julho de 1984 Cecotto nunca mais viu Senna.

Bom lembrar que, na Lotus Senna tinha um fantástico motor especial de classificação com 100cv a mais que o resto do pelotão, o companheiro Johnny Dumfries não tinha essa mordomia, a diferença entre eles na classificação era “gritante”, cerca de 4 a 5 segundos. O que aconteceria se Maldonado tivesse essa mordomia hoje na Williams? Galvão ia fazer o planeta rachar ao meio de raiva…

Dentro da pista, Senna também nunca foi “santo” ao volante, como mostram os vídeos abaixo:

Nelson Piquet diz que Senna ganhou dois títulos na base da “marmelada”.

http://esportes.r7.com/automobilismo/noticias/piquet-diz-que-marmelada-e-comum-e-que-senna-ganhou-dois-titulos-assim-20091024.html

“Em 1983 Senna conquistou a F-3 inglesa ao acertar Martin Brundle. E em 1990, venceu o Mundial de F-1 ao bater em Alain Prost na largada do GP do Japão”, disse Nelson Piquet.

Abaixo a batida de 1983, em que Senna estava atrás do inglês Martin Brundle e acabou batendo durante uma prova no circuito de Oulton Park, na Inglaterra. Com essa batida proposital, Senna foi campeão na F3:

Oulton park F3 83 race Senna Brundle
http://www.youtube.com/watch?feature=player_embedded&v=hCBRErl7GbU

Abaixo, outras trapaças de Senna na pista, agora na Formula 1:

Senna trapaça na classificação em Mônaco 85
http://www.youtube.com/watch?v=FStK3JlFa8w

Senna trapaça, 2º lugar com freios irregulares, desclassificado!
http://www.youtube.com/watch?v=fzdrpcPE-Tc

Senna joga sujo depois da largada, ultrapassa Prost quebrando acordo!
http://www.youtube.com/watch?v=y96Fc8LpSZw

Senna joga carro de forma suja em cima de Prost lado a lado GP POR 88.
http://www.youtube.com/watch?v=btCNZ8dfRgA

Senna joga sujo e leva troco de Rosberg e leva o troco-EUR 85.
http://www.youtube.com/watch?v=a5g27PZt8gI

Pra ser bicampeão Senna joga F1 em cima de Prost a mais de 250 km/h!
http://www.youtube.com/watch?v=SdsZ6IDQEaA

Sinceramente, lembrando destas coisas eu fico pasmo de ver como é que alguém pode considerar Senna como modelo de comportamento, ao mesmo tempo só atacar pilotos como Schumacher, Alonso, Lewis ou Vettel. Enfim, a mídia é capaz de tudo. Quando Galvão e Senna ficaram brincando de “bate-bate” nas estradas do México, todo mundo achou lindo e maravilhoso, mas quem não gostou nada foi a locadora que forneceu os carros. Eu pergunto ao Américo Teixeira Jr:

“Essas barbaridades acima tem haver com esporte, e atitudes nada dignas? É justo ficar atacando só pilotos de fora por pura raivinha?”

Não me lembro dos “satânicos” Schumacher e Alonso agredirem alguém dentro ou fora da F1, no caso do alemão ele sempre foi querido pelos mecânicos. Outro dado curioso, essa fama de arrogante do alemão (ou do espanhol), é pura fantasia da mídia(principalmente da brasileira), basta ver os variados vídeos de Schumacher e do espanhol no yotube. Ambos se mostram educados, alegres e ponderados em várias situações…principalmente com os jornalistas!

Distorceram os fatos, quem tinha muita arrogância e egoísmo era justamente o “herói” nacional, isso porque ele tinha dupla personalidade!!!

Schumacher pode ter errado algumas vezes na vida, mas compensou erros com muitos atos de fraternidade, o alemão possui uma fortuna de mais de 800 milhões de euros, mas poucos sabem do lado social do piloto fora das pistas.

Schumacher é embaixador da UNESCO, e doou US$ 1,5 milhões para projetos ligados a educação e ao esporte, e financiou, sozinho, a construção de uma escola para crianças pobres de Senegal, além de contribuir para melhorias da própria cidade de Dakar.

Também sozinho, construiu um hospital especializado em amputados para apoiar as vítimas da guerra de Sarajevo.

Em Lima, no Peru, fez o “Palácio para os pobres”, centro de ajuda para as crianças de rua, com alimentação, educação, cuidados médicos, roupas e abrigo.

Para as vítimas do tsunami que atingiu a Ásia em 2004 Schumacher dodou US$ 10 milhões, a maior doação individual de um esportista.

Para a Fundação William J. Clinton, em prol de crianças com HIV, malária e pobreza foram mais US$ 5 milhões.

Para as enchentes que alastraram a costa européia, mais US$ 1 milhão.

Anos atrás Schumacher visitou a Costa Rica, e se emocionou com as pessoas que foram afetadas pelo terremoto:
Michael Schumacher en Costa Rica:
http://www.youtube.com/watch?v=OCprLjZbV9U

Em meados de 90, adotou um vira-lata que vagava por Interlagos na época do Grande Prêmio do Brasil, isso muito antes de se engajar em campanhas em defesa dos animais.

Schumacher e a vira-lata de Interlagos:
http://www.doggybook.com.br/blog/?p=435

“Lendo notícias como esta sobre…Ozzy Osbourne que pagou US$ 10 mil para comprar um Yorkshire de outro casal que nem estava afim de vender o animal, me faz lembrar da cadelinha adulta, que o piloto de fórmula 1, Michael Schumacher adotou em Interlagos, isso prova que para alguns o dinheiro não é tudo e são pequenos os gestos necessários para uma boa ação”

No GP de Interlagos em 1996, o heptacampeão de fórmula 1 Michael Schumacher e sua esposa ficaram encantados com uma cadelinha adulta, sem raça definida que caminhava faminta e suja pelos boxes do circuito e a partir daí a vida dela mudou, ela foi batizada de Flea(Pulga em alemão) a primeira medida tomada pelo casal foi de levá-la para uma consulta em um veterinário, onde foi realizado um checkup e ela pôde tomar um banho.

Apesar da proibição do hotel de hospedar animais, Schumacher conseguiu uma exceção para levar “Flea” consigo e depois patriá-la na Alemanha, a partir daí a cachorrinha passou a viver uma vida de “princesa” e acompanhar o piloto ao redor do mundo nas corridas em que disputava.

Essa cadela que Schumacher adotou não esta mais viva (já faz mais 16 anos), mas viveu uma vida de luxo, era comum ver Schumacher e sua mulher passeando com a cadela pelo mundo, era o xodó da família!

Schumacher passeia com vira lata brasileira na pista.
http://img48.imageshack.us/img48/3512/3070484211cp2xz.jpg

http://www.motorsport-total.com/bilder/2005/gp/0516bel/do/z007.jpg

Mulher de Schumacher(Corina) carrega vira lata no colo.
http://t3.gstatic.com/images?q=tbn:ANd9GcSRM2F9nJvmg8uCi72ucnr7YjJyI8deHzFbwbZX4B-vtZ0iZO1cKDFFVy6Y5Q

Nunca vi Senna fazer nada pelo lado social dentro ou fora do Brasil, mas lembro muito bem do oba-oba nas férias em Angra dos Reis. Após a morte do piloto, algumas pessoas vieram com papo-furado que Senna ajudava pessoas mais humildes. Nunca vi isso comprovado em jornais, revistas ou vídeos da época! De “boca” nos dias de hoje é muito fácil falar…

Mauricio
Reply to  Marcelo
9 anos atrás

Resumo de tudo isso acima:

Widow Detected!!!

Mauricio
Reply to  Marcelo
9 anos atrás

Marcelão, o Schummy realmente não teve algumas atitudes consideradas esportivas em sua carreira e é isso que o Teixeira Jr. fala em sua matéria.
Não endeusa ninguém como você faz aqui.
Nem precisava escrever tanto, bastava lembrar a pendenga entre o Senna e o Prost dentro da MacLaren. em que ambos ganharam seus respectivos campeonatos jogando o carro encima do outro em Suzuca, detalhe, na mesma curva.
Na F1 histórica, o que mais há são fatos como estes deslizes. Não há campeão de F1 com histórico limpo e imaculado. Todos foram trogloditas, espertos ou oportunistas em algum momento de suas carreiras. E todos sem exceção eram seres humanos normais.

PHILIPE SPEED
PHILIPE SPEED
Reply to  Mauricio
9 anos atrás

Falar besteira ainda não é crime, no dia que for se tá ferrado!!!!

Mauricio
Reply to  PHILIPE SPEED
9 anos atrás

Por isso é que você raramente fala né?

O que eu disse é simplesmente a verdade.

Nem Schummy é o embaixador da boa vontade e muito menos um anjo.

Era um troglodita como o Senna, o Prost e tantos outros pilotos campeões.

Nenhum foi santo e nenhum precisa ser endeusado.

Eles mostraram seu valor nas pistas e só!

PHILIPE SPEED
PHILIPE SPEED
Reply to  Marcelo
9 anos atrás

Falou tudo, chupa essa Américo!!!! Fala besteira com força!!!!

Arrebentou Marcelo!!!!

Mauricio
Reply to  PHILIPE SPEED
9 anos atrás

Falar besteira ainda não é crime, no dia que for se tá ferrado!!!

Americo Teixeira Jr.
Reply to  Marcelo
9 anos atrás

Marcelo, tudo bom?

Seu texto fala em Senna o tempo todo. Lamento, mas meu texto é sobre Schumacher e não inventei nada. Então, não vamos confundir as coisas.

Abração e obrigado por participar.

Mauricio
9 anos atrás

Pela data que foi lançada, daria tempo de atualizar algumas noticias.

Há pelo menos três delas completamente deslocadas em função do que ocorreu semana passada!

Primeira vez que dão mancada. Esse post é apenas uma dica e não uma afronta.

Alias, essas últimas semanas não tem sido muito legais para a Warm-up. Alguns erros grosseiros aconteceram no site GP. Até engraçados foram. Porém nada que desmereça o trabalho de vocês.

Bola pra frente macacada!

Evandro
Evandro
9 anos atrás

Tanto bmw como toyota erraram grotescamente em suas estratégias na F1 e não devemos ser complacentes com isso. O fracasso, pricipalmente da toyota, foi resultado de teimosia e incapacidade técnica; além de pilotos pouco gabaritados como Trulli, Salo, McNish e Ralf Scumacher. E pior do que essas duas equipes foi a Honda. Por que esta não foi citada?

E falando em Schumacher, o texto sobre Michael traz tanta informação inédita quanto os filmes da sessão da tarde. Leitura completamente dispensável.

Rodrigo Q.Oliveira
Rodrigo Q.Oliveira
9 anos atrás

Flavio Gomes, o qu acha do caso de Pietro Fitipaldi, uma vergonha, terá Post?

PHILIPE SPEED
PHILIPE SPEED
9 anos atrás

AMÉRICO TEIXEIRA JR; bom mesmo deve ser você, ou quem você possa torcer na F1. BOM É ESTE AÍ DE CIMA QUE ESTÁ EM UMA CATEGORIA DE RENOME INTERNACIONAL….

Como não tem como responder na revista warmup a sua matéria de “Schumacher não é isto tudo”… taí meu comentário. Tenho o maior respeito pela democracia e pela liberdade de expressão, como sou fã deste site a mais de 9 anos também posso me reservar o direito de jamais ler o que você escreve, sem dúvida é mais instrutivo pra mim!!!

Flavio, desculpa parceiro, só estou usando meu direito de expressar!!! Parabéns por tudo e pelo trabalho, você faz a diferença guerreiro!!!

PHILIPE SPEED
PHILIPE SPEED
Reply to  PHILIPE SPEED
9 anos atrás

Quando digo “bom é este aí de cima que está em uma categoriam de renome internacional, é o eterno Rubinho…” Só para esclarecer!!!

Americo Teixeira Jr.
Reply to  PHILIPE SPEED
9 anos atrás

Na boa, não entendi nada do que você quis dizer. Abraço!

Ana Paula Rodrigues
Ana Paula Rodrigues
9 anos atrás

Flavinho, blz?! Antes de mais nada lhe informo que meu sócio é FANATICO pela Lusa, Marco Antonio Roque, vcs ja devem ter se trombado pelos jogos da Portuguesa…mas a minha duvida é: Como posso assinar a revista warm up? Não acho em lugar algum….
Beijos e apesar de sao-pauilina, tenho apreço pela Lusa (vide meu sobrenome) e sou FANATICA sim, por automobilismo. Ha!

Gerson
Gerson
9 anos atrás

As viúvas vão soltar rojões!! Alívio geral para as beatas!!

Schumacher vai aposentar

“O alemão, no entanto, admitiu que não contava mais com a gana suficiente para novos desafios em 2013. A certeza de poder brigar em igualdade de condições por vitórias e títulos é a razão maior que motiva seu sentimento.

– Nos últimos meses, eu já não estava mais com certeza se tinha a necessária motivação e energia para me candidatar a mais um ou dois anos, e não é o meu estilo fazer algo que eu não esteja 100% convencido. É por isso que eu hesitei por tanto tempo. Com a minha decisão de hoje, sinto-me livre destas dúvidas. Não é minha ambição somente correr, e sim lutar por vitórias. E o prazer de pilotar é alimentado pela competitividade – acrescentou.

No fim de 2006, o alemão voador anunciou sua retirada das pistas, mas retornou para a temporada de 2010, agora na também alemã Mercedes. Após um nono lugar na classificação geral no primeiro ano e um oitavo no segundo, Schumacher amarga em 2012 sua pior performance, ocupando atualmente a decepcionante 12ª colocação, após 14 provas disputadas.

Mesmo ainda sem vencer após sua volta às pistas, Michael Schumacher anuncia a aposentadoria com seu nome brilhando no alto da galeria dos grandes nomes da Fórmula 1 em todos os tempos. Os sete títulos mundiais e as incríveis 91 vitórias colocam o piloto alemão como o mais laureado na história da categoria.”

ESTEJAMOS PREPARADOS PARA AS MANIFESTAÇÕES DE BARRICHELLO SOBRE O ASSUNTO (JÁ PODEM IMAGINAR A ‘COMEMORAÇÃO’ E AS IRONIAS) E O PÚBLICO “SEMPRE MUITO EDUCADO” COM QUEM NÃO USA CAPACETE VERDE-AMARELO, NA ÚLTIMA CORRIDA DO ANO, EM INTERLAGOS…

Ricardo Arcuri
Ricardo Arcuri
9 anos atrás

Desculpa Flavio, mas pq “(ma) temporada da Indy”?

Os caras colocaram um novo carro, que deu outra dinamica às provas, trouxeram um experiente diretor de provas que acertou em todas as medidas que tomou, as corridas forneceram espetaculos que nao se viam iguais desde os anos aureos da CART….

Se usar o lado politico como fracasso, entao estao analisando errado, muito errado.

Zalex
Zalex
9 anos atrás

a questão não é dinheiro mal gasto, e sim falta de sucesso, títulos… não conseguiram nada e depois falam mal, isso é conversa de perdedor.