MENU

quarta-feira, 30 de janeiro de 2013 - 16:56Dica do dia

DICA DO DIA

SÃO PAULO (admirável mundo velho) – Não sei vocês, mas eu sempre tenho a impressão que o mundo foi preto e branco até mais ou menos a década de 30, quando começaram a se popularizar os registros fotográficos coloridos. Ou, pelo menos, quando eles se tornaram tecnicamente mais viáveis. Populares, mesmo, só depois dos anos 60.

Mas de vez em quando aparecem imagens em cores de tempos distantes, de tempos que a gente não consegue sequer imaginar como eram fora dos tons de cinza. Dia desses recebi um link com fotos da Rússia dos czares em cores, um negócio estupendo. E mais algumas delas estão neste site com fotos excepcionais da Paris do início do século passado, feitas com uma técnica da época para captação de imagens coloridas. O Cacá Vita mandou a dica.

As cores, claro, sempre estiveram por aí. Na verdade, creio que o mundo devia ser bem mais colorido antigamente do que é hoje…

parisemcores

25 comentários

  1. Rafael disse:

    É o “Autochrome” de Lumière. Mais infos aqui: http://en.wikipedia.org/wiki/Autochrome_Lumi%C3%A8re

    Foi usado no Brasil por Marc Ferrez.

    É uma bela técnca, mas em termos de fotos coloridas no começo do séc. XX, ninguém supera o já aqui citado Sergei Mikhailovich Prokudin-Gorskii, cujo acervo completo pode ser visto aqui (mais de 2.600 fotos):

    http://www.loc.gov/pictures/search/?st=grid&co=prok

  2. Ricardo Otto disse:

    Dizem que o mundo é preto e branco. Nosso cérebro é que transforma a imagem em colorida. E o que é verde para você, pode não ser verde para mim…

  3. Jose Brabham disse:

    Fantástico!!! Paris em seu esplendor máximo: a Belle Époque. Centro das artes, da diversão e da aeronáutica! Tem até uma foto com o 14 bis!! E aquele dirigível, seria um de Santos Dumont? Seriam seus dirigíveis amarelos também? Eu sempre pensei que fossem cinza!!

  4. Guma disse:

    acho que nem a tekpix consegue tirar fotos assim. lindissimas.

  5. claude bes disse:

    Durante a guerra de 14 os alema~es adoravam a cor destes uniformes dava p/ enxergar ate no escuro. muitos morreram por causa disso.

  6. Daniel disse:

    Sempre achei que o uniforme deles era cinza… rsrsrs

  7. PRNDSL disse:

    Fotos, inclusive coloridas, de expedição fracassada à Antartica em 1914.

  8. Mauro Oliveira disse:

    Flágio gomes

    Olha estas fotos de Roma em 1960 e note o que aparece na 9ª foto.
    http://www.vintag.es/2013/01/wonderful-color-slides-of-rome-in-1960.html

  9. Giovanni disse:

    Muito bom! Como as cores dão mais noção de como eram as cidades, os ambientes, a vida naquela época. Aproveitei pra pesquisar outras fotos antigas e encontrei essa reportagem sobre fotos antigas de Nova York, de 1940:

    http://www.dailymail.co.uk/news/article-2036932/New-York-City-photos-Charles-W-Cushman-reveal-1940s-life-Big-Apple.html

  10. Ricardo disse:

    Sensacionais as fotos, obrigado!

  11. caio disse:

    É quase inacreditável.

    Confesso, estou boquiaberto.

    Quase chorei vendo essas fotos.

    PQP!

  12. Chico disse:

    Como disse o Orlando acima, essa técnica é chamada autochrome.
    http://en.wikipedia.org/wiki/Autochrome_Lumi%C3%A8re

  13. Marcelo disse:

    A cada foto no link abaixo, a gente sente a sensação de extremo poder que Hitler conseguiu, surreal!

    Especial com 100 imagens coloridas da Alemanha nazista comandada por Adolph Hitler.

    http://felipe398.blogspot.com.br/2009/03/nazismo-100-imagens-especial.html

  14. FAbio Ferreira disse:

    Fantástico. Você deve gostar então do Prokudin-Gorskii, que fotografou os confins da Rússia czarista em cores, com a mesma técnica.
    http://www.boston.com/bigpicture/2010/08/russia_in_color_a_century_ago.html

  15. Acrisio Mota disse:

    “Na verdade, creio que o mundo devia ser bem mais colorido antigamente do que é hoje…”

    Principalmente os carros! Hoje, tudo em vááários tons de cinza!

  16. Nelson disse:

    Naquele tempo o dia deveria ter realmente 24 horas.Hoje,com a correria parece

  17. Patrick Schenk disse:

    Flavio, por acaso você tem o link com as fotos coloridas dos czares?
    Por acaso é esse o endereço: http://www.bbc.co.uk/news/in-pictures-17449958 ?
    Obrigado!

  18. Ricardo Gadelha disse:

    Pode parecer uma obviedade, mas Paris com linhas de metrô bem estabelecidas já no início do século XX é sensacional

  19. Gus disse:

    Sensacional as fotos! Imaginem as histórias do matusa ao lado do canhão…

  20. Orlando disse:

    Não imaginava que a fotografia colorida fosse tão antiga. Fui então consultar a Wikipedia:

    A fotografia colorida foi explorada durante o século XIX e os experimentos iniciais em cores não puderam fixar a fotografia, nem prevenir a cor de enfraquecimento. Durante a metade daquele século as emulsões disponíveis ainda não eram totalmente capazes de serem sensibilizadas pela cor verde ou pela vermelha – a total sensibilidade a cor vermelha só foi obtida com êxito total no começo do século XX. A primeira fotografia colorida permanente foi tirada em 1861 pelo físico James Clerk Maxwell. O primeiro filme colorido, o Autocromo, somente chegou ao mercado no ano de 1907 e era baseado em pontos tingidos de extrato de batata.
    O primeiro filme colorido moderno, o Kodachrome, foi introduzido em 1935 baseado em três emulsões coloridas. A maioria dos filmes coloridos modernos, exceto o Kodachrome, são baseados na tecnologia desenvolvida pela Agfa-color em 1936. O filme colorido instantâneo foi introduzido pela Polaroid em 1963.

  21. Paulo Cunha disse:

    Já ouviram falar de Albert Khan? Foi um banqueiro mecenas de um imenso acervo de fotos coloridas e filmes em preto e branco do mundo todo de antes e depois da primeira guerra mundial.
    Achei algumas fotos do acervo aqui: http://pinterest.com/oficinajcid/fotos-de-albert-kahn/
    O acervo está em um museu nas cercanias de Paris: http://albert-kahn.hauts-de-seine.net/
    Há um excelente documentário sobre ele feito pela BBC: http://www.albertkahn.co.uk/

  22. Eu sempre me achei meio xarope por só conseguir imaginar o passado logínquo em P&B, pelo menos agora eu sei que não é só comigo…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *