BOATOS KOMBÍSTICOS

SÃO PAULO (bom demais pra ser verdade) – Seguinte, povo… Recebi informações de três fontes diferentes dando conta de que a Kombi será fabricada por mais dois anos. Isso teria sido informado pelo sistema de som de um caminhão do Sindicato dos Metalúrgicos lá na fábrica da VW, mesmo. Outro leitor me mandou o seguinte e-mail:

Recebi um Whatsapp de um amigo que trabalha na estamparia da VW, e ele informou que hoje pela manhã chegou uma noticia que o governo liberou que as montadoras produzam 30% dos carros sem airbag e sem ABS… Segundo ele, a noticia na VW é que com essa situação, a Kombi permanece em linha.

Agora há pouco pingou aí nos comentários algo parecido. Onde há fumaça, diz o ditado, há Kombi. Será? Estamos tentando apurar, mas a esta hora da noite não encontro ninguém entre meus contatos na indústria automobilística. Se realmente a informação se confirmar, a VW vai ter dificuldade para convencer os compradores da caríssima Last Edition de que fizeram um bom negócio.

Enquanto apuramos, vejam este espetacular álbum de fotos do Volksporsche, outro grupo de amantes de VW e motores a ar. Escolhi uma foto a esmo para ilustrar o post.

knavwdesp

Subscribe
Notify of
guest

136 Comentários
Newest
Oldest Most Voted
Inline Feedbacks
View all comments
Norson Botrel
10 anos atrás

Enquanto o tema não passa, tamos aqui:

http://www1.folha.uol.com.br/mercado/2013/12/1386619-obrigatoriedade-de-airbag-e-abs-em-2014-deve-ser-mantida.shtml

Antes eu critiquei o governo por considerar tirar obrigatoriedade. Agora eu elogio se mantiver. Simples assim.

Renato Soares
Renato Soares
10 anos atrás

Minha opinião é que a Kombi deve continuar em linha. Que façam as alterações , air bag , abs e o que mais quiserem , mas deixem a Kombi atender os consumidores que precisam dela.
Quanto a Last Edition , sempre será uma série especial de grande valor histórico. Quem comprou para especular … rsrsrs … é o risco !

Jão
Jão
Reply to  Renato Soares
10 anos atrás

Se fosse possível fazer as modificações, a VW não a tiraria de linha.

Renato Soares
Renato Soares
Reply to  Jão
10 anos atrás

A VW alega que é inviável fazer as alterações , não impossível .
Por aí entra a costumeira sacanagem das montadoras.

Jão
Jão
10 anos atrás

Resumo da ópera: aparentemente é uma conspiração para manter no mercado algumas latas de lixo sobre rodas que envolve montadoras, sindicato e um ministro bunda mole. Tomara que a “presidenta” não volte atrás e mantenha a obrigação dos equipamentos de segurança sem pensar no impacto que um aumento de no máximo R$ 1.500 nos veículos implicará nas vendas em ano de eleições.

Jão
Jão
Reply to  Flavio Gomes
10 anos atrás

Gomes, deixe o saudosismo de lado e assuma que segurança viária é algo primordial, principalmente em um país onde o trânsito mata anualmente mais gente que uma guerra civil.
Talvez eu tenha me expressado mal ao tratar os carros obsoletos como “latas de lixo sobre rodas”, mas será um retrocesso se o governo der uma sobrevida a Mille, Kombi e outros modelos (vale lembrar que não são vendidos a preços acessíveis). E também não foi minha intenção irritá-lo ao falar de uma possível decisão da “presidenta’ em ano eleitoral. Afinal, acredito que ela ainda pode fazer muita coisa pelo País nos próximos quatro anos.
Quanto a eu ter um carro, infelizmente não possuo uma coleção como a sua (muito bela, diga-se de passagem), mas os meus carros já são equipados com airbag e ABS, sendo que um deles já tem quase 20 anos de idade.

Jão
Jão
Reply to  Flavio Gomes
10 anos atrás

É fácil argumentar assim quando se usa uma bela Kombi de coleção apenas para passear no final de semana. Quem depende dessas cadeiras elétricas para trabalhar e/ou percorrer o trajeto casa-trabalho-casa que fique sujeito à insegurança de projetos obsoletos, não é mesmo?

Jackson Batista
Jackson Batista
10 anos atrás

Recontrata os caixas de banco que perderam lugar com a modernização.
Recontrata os estivadores nos portos, os agricultores nas monoculturas.

Então essa é uma das desculpas para manter o automobilismo brasileiro defasado?
A kombi – menção a parte – é linda e merece respeito, mas os consumidores de hoje merecem segurança e é obrigação da VW e de qualquer outra empresa evoluir.

Se nao ter bons itens de série for a solução para a economia, eu sou a favor de voltarmos a usar carroças..

RIcardo Tavares
RIcardo Tavares
10 anos atrás

Uma vergonha se isso realmente acontecer
Só num país que não respeita seu povo que uma porcaria como a Kombi pode continuar em produção
Um lixo de carro(se é que dá para chamar de carro essa carroça)sem estabilidade, sem segurança nenhuma
Será que na Alemanha, Inglaterra ou entro pais sério se faz carros sem segurança como nessa porcaria de Brasil
O que me admira é um jornalista ache bom uma notícia dessas, uma verdadeira falta de respeito com os consumidores, Qualquer jornalista sério deveria ser contra essa noticia por mais que a Kombi seja um “carro” com valor histórico, ela já deveria ter saído de linha a muitos anos
Cada vez com vergonha de ser brasileiro

Ricardo Tavares
Ricardo Tavares
Reply to  Flavio Gomes
10 anos atrás

Não tenho um carro 1.0 muito pelo contrário, meu carro tem um ótimo motor e toda a segurança atual e paguei (inclusive passou no crash test de institutos europeus) Apesar que qualquer 1.0 anda mais que uma kombi
Quero ver se um de vocês baterem de frente com uma Kombi e ficarem paralíticos vão continuar defendendo ela
Ela é produzida a 56 anos no Brasil, porque na Alemanha ela já mudou a muito e muitos anos, Se essa Kombi fosse feita lá ninguém ia comprar, porque o consumidor europeu tem inteligencia e quer respeito aos seus direitos

Renato Soares
Renato Soares
Reply to  Ricardo Tavares
10 anos atrás

Então quem possui um veículo com ABS e airbag tem vida eterna ???

Ricardo
Ricardo
Reply to  RIcardo Tavares
10 anos atrás

Mas que imbecil! Você está no lugar errado, sr clube do celta, suma daqui! Pra sua informação, não existe porcaria alguma que resista 56 anos no gosto dos consumidores MUNDIAIS! Porque até nos países que você mencionou tem apaixonado por kombi, e que devido ao excesso de consciência dos cidadãos, não tem o gostinho de tê-las em produção, e vem buscá-las onde? aqui no nosso PAÍS PORCARIA (que é porcaria porque tem gente como você) Faça um favor pra si mesmo…compra seu 1.0 de plastico com TOTAL SEGURANÇA porque tem um air bag e abs da melhor qualidade ,quase se equiparando ao 1º mundo e dá o pé daqui coxinha!

emerson57
emerson57
10 anos atrás

uma m-a-r-a-v-i-l-h-o-s-a kombi 2014: R$ 43 mil
um mustang 2014 básico (http://www.ford.com/cars/mustang/trim/v6/)
us$ 22,200,00 = R$ 51 950,00
além do mustang custar muito mais caro, não carrega UMA TONELADA de carga.
e no mustang só cabem 4 garotas além do motorista.
na Kombi, confortavelmente, você pode levar 8 meninas de boas famílias.
chupa mustang!

Jão
Jão
Reply to  emerson57
10 anos atrás

Quero ver a garota que vai preterir um Mustang para andar de Kombi.

emerson57
emerson57
Reply to  Jão
10 anos atrás

ae jão,
pergunte pro ian:
http://www.youtube.com/watch?v=wjtA4ULoGAU

Jão
Jão
Reply to  emerson57
10 anos atrás

Vou perguntar quanto foi o cachê de cada uma para participar do desafio.

Marcus Rocha
Marcus Rocha
10 anos atrás

Mas quem pagou os 80 mil? VW safadinha kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

Kiko
Kiko
10 anos atrás

Em ano de eleições (2014), fazem de tudo para as vendas não caírem. Segundo o governo, o valor dos carros com ABS/Air Bag aumentaria em média, entre R$ 1.000,00 e R$ 1.500,00. Em ano eleitoral vale tudo. A grana fala mais alto que a segurança. Vergonha.

Fabio Amparo
Fabio Amparo
10 anos atrás

Pessoal

Pelo jeito a prorrogação vai virar. Vejam matéria postada na Folha.

http://www1.folha.uol.com.br/mercado/2013/12/1384420-prorrogacao-para-instalar-air-bag-e-abs-dara-sobrevida-a-modelos-antigos.shtml

Abraços.

Sabugo
Sabugo
10 anos atrás

Comprem Toyotas, comprem Hondas, comprem Renault, comprem Nissan, comprem os chineses, comprem somente das marcas que já oferecem o airbag e o ABS de série.

Não comprem das quatro parasitas que chantageiam o governo nos últimos 50 anos.

Luke
Luke
10 anos atrás

Sinceramente espero que isso não seja verdade ou será mais um capítulo da vergonha nacional. É dar um prêmio àqueles fabricantes que não se prepararam, não investiram, apesar de terem tempo e dinheiro suficiente para fazê-lo. Mudar uma regra que foi ajustada por todos há 4 anos a menos de 30 dias do prazo final é, no mínimo, suspeitíssimo. Ano que vem é ano de eleição, não? E o partido do prefeito da cidade onde está a fábrica da Volks é o mesmo da presidente, não é?

Paulo Coelho
Paulo Coelho
10 anos atrás

A que se pensar no seguinte:
Não jogar a culpa nas montadoras pois já tinham assimilado o fim da produção da Kombi, G4 e Uno.
A Volkswagen, por exemplo, não iria fazer o “papelão” de lançar a Last Edition se soubesse que o governo iria mudar de última hora a questão da lei de Air Bag+ABS para jan/2014 agora aos 48 do segundo tempo.
Quanto a valorização da Last Edition, eu tenho Kombi faz anos e apesar de algumas pessoas criadas no carpete meterem o pau na perua, Kombi só valoriza, quanto mais rara, mais cara. O tempo dirá se a Last Edition valorizará, eu acredito que sim.
Muitos de nós estão na zona de conforto, empregados e vamos passar o natal de 2013 comendo chocotone, mas e quem trabalha nas linhas de montagem e estava na berlinda com aviso prévio na mão ?
Atrás da linha de produção de um carro, mesmo sem airbag e ABS, tem toda uma cadeia produtiva de milhares de pessoas, metalúrgicos das montadoras, fornecedores, importadores de peças e muitos outros.
A Kombi é vendida aqui no Brasil há quase 60 anos, ficar mais 2 anos em produção faz diferença ?
Seria bom que o governo tivesse pensado em mudar a lei antes e não em cima da hora, mas tudo bem, pelo menos mudou e muita gente terá emprego por mais 2 anos.

Jão
Jão
Reply to  Paulo Coelho
10 anos atrás

Concordo que os empregos têm de ser mantidos, mas quem garante que as montadoras manterão esses funcionários. Será que elas irão reajustar os preços dos carros que não irão mais precisar dos equipamentos de segurança.
E vale lembrar que emprego de metalúrgico não tem nada a ver com a segurança de quem precisa viajar ou trabalhar a bordo dessas carroças fabricadas e vendidas a preço de ouro por aqui.

Pedro Jungbluth
Pedro Jungbluth
Reply to  Paulo Coelho
10 anos atrás

Sem muito dinheiro de Lobby não aconteceria nada disso. A Volkswagen era a única não preparada para o fim da produção, sem lançamentos equivalentes, o que demonstra que ela orquestrou isso tudo.

joao
joao
Reply to  Paulo Coelho
10 anos atrás

Paulo, imagine você recebendo um aviso prévio com 4 anos de antecedência. Quantas pessoas tem esta oportunidade? Ridículo é continuarmos perdendo pessoas por falta de itens básicos de segurança.

André
André
Reply to  Paulo Coelho
10 anos atrás

Muito interessante suas colocações, Paulo!

Ricardo Passini
Ricardo Passini
Reply to  Paulo Coelho
10 anos atrás

A VW tem muita culpa sim. Fez lobby e o governo abriu as pernas. Na soma de tudo, quem perde é a população brasileira.

Glauber
Glauber
10 anos atrás

Nada disto me surpreende em um país onde banqueiros e montadoras é que mandam.

rufles
rufles
10 anos atrás

As montadoras estão rindo a toa na cara desse governo, Produzem lixo de carros que atualmente só vendem com abatimentos tributários e ainda assim são absurdamente caros. Pra completar agem dessa maneira, pior ainda são os sindicatos que militam a favor destas empresas. Agora perguntem se querem baixar os preços dos carros cujo nível de segurança é correspondente ao dos veículos de primeiro mundo da década de 70 e 80?

Lavoro
Lavoro
10 anos atrás

VW 1 x Segurança da população 0. Como já disseram aqui, as montadoras tiveram 3 anos para se adaptar as normas…Pois 2009 já sabem disso, conforme Lei 11.190 de 18 de MARÇO de 2009 e Resolução CONTRAN 312 de 03 de ABRIL de 2009.

Alexandre Werner
Alexandre Werner
10 anos atrás

Será que a continuidade vai desvalorizar mesmo a last edition? Quanto estão valendo os Fuscas 87 com chave dourada? Eu nunca nem vi para vender. Que a Kombi viva.

Jason Vôngoli
Jason Vôngoli
10 anos atrás

Não entendo a grita. Mas ninguém será obrigado pelo Contran a comprar uma Kombi, uai…
Quem preferir pode comprar as vans chinesas com airbags e ABS – ou pagar o dobro para levar uma Master, Sprinter ou Boxer.

AntonioBorba
AntonioBorba
Reply to  Jason Vôngoli
10 anos atrás

Muitas vezes as kombis são compradas para uso de empresas. Ou seja, quem dirige não é quem compra.
Assim, um monte de funcionários responsáveis por entrega morrerão devido essa falta de artigos mínimos de segurança.

bruno bariani
Reply to  AntonioBorba
10 anos atrás

Perfeito Antonio

Humpf
Humpf
10 anos atrás

A Volta dos que não foram? (desta vez a Kombi foi mais rápida que o Fusca, no retorno…).
Espero que não seja verdade, é um retrocesso retirar uma medida de melhoria da segurança, mas pelo visto segurança não dá votos…

Venax
Venax
10 anos atrás

Isso nada tem a ver com desemprego. A VW vai tirar a Kombi e o Gol G4 de linha mas vai lançar o compacto Up em janeiro/fevereiro e as vendas do modelo devem ser maiores do que os dois carros descontinuados juntos. A questão é o aumento do IPI, ou melhor a volta do IPI já que o governo para incentivar a venda de carros novos abaixou o imposto e vem prorrogando a sua volta há tempos. Isso causa um grande prejuízo na arrecadação de impostos, dinheiro que seria usado na saúde e educação e vai para o bolso das montadoras. Como adicionar Air Bag e ABS gera custos e devem ser repassados ao consumidor com a volta do IPI ao normal este aumento de preço seria maior ainda. Particularmente acho errado prejudicar toda a população em especial a que não pode ter um automóvel em favor daquela que pode pagar. As montadoras tiveram quase 3 anos para se adaptar as normas, não vejo motivo para adiar. A segurança deveria vir em primeiro lugar e não o lucro mas aqui é Brasil o país onde as montadoras mandam e desmandam fazendo o que querem com o mercado.

Eduardo_SC
Eduardo_SC
10 anos atrás

Só um pouquinho, as montadoras preferem demitir do que adaptar dispositivos de segurança em seus esquifes sobre rodas? Que joguinho sujo das montadoras para conseguir sobrevida desses carros.

Guimartins
Guimartins
10 anos atrás

Que bela foto

hendrix
hendrix
10 anos atrás

Governo deve adiar obrigatoriedade de ABS e air bags. Produção da Kombi deve ser mantida. Saiba mais: http://migre.me/gYpzG

Foto: Reuters

Marcio Vieira
10 anos atrás

eu tenho kombi antiga, vou aos encontros da kombi, mas acho um absurdo o governo voltar atrás, sendo que as fábricas tiveram mais de 2 anos para se adequarem a lei e recolocarem os funcionários em outras linhas de montagem.
Ninguém foi pego de surpresa, se a VW não se planejou sobre a ociosidade de diversos funcionários, ela é culpada, e não pode vir agora pedir prorrogação do prazo.

Isso vai prejudicar o consumidor, porque TODAS as montadoras tirarão o air bag dos carros mais simples para diminuir custos de produção, consequentemente aumentar o lucro.

Nos EUA, a obrigatoriedade do air bag e freios com ABS é de 1991. São 22 anos de atraso!

Acho que a vida é a prioridade, e carros como Kombi e Uno devem sair de linha. Se forçam a barra para continuar a produção é por total irresponsabilidade da Volkswagen por não ter sido competente em treinar os funcionários da linha de montagem da kombi para realizar, a partir de 2014, outras funções na fábrica.

Oi?
Oi?
10 anos atrás

É PRA LOUVAR DE PÉ!

Alexandre
Alexandre
10 anos atrás

Gosto muito da Kombi, simpática e guerreira, mas não dá mais pra ela ficar no mercado.
Só esta lá ainda porque o Brasil é ridiculo em relação ao mercado de carros.

Tem que ter ABS e Air-bag em todos.. se a Kombi não dá, desolé, se o Mille não dá desolé…
Não são carros que farão falta, até porque as Kombis legais são as que tem pelo menos 20 anos…
Vamos pra frente gente… pra frente…..pra frente….

Banana Joe
Banana Joe
10 anos atrás

Kamarada Gomes, se eu fosse você estaria preocupado com os boatos a respeito do rebaixamento da Lusa e não da volta da Kombi…
Sabe como é, se for pra beneficiar um grande do futebol carioca pode tudo.
Desde briga planejada em Joinville pra anular jogo até punir o time por escalar jogador e ganhar os pontos.
Futebol é podre meu caro.

Jader
Jader
10 anos atrás

Governo, parece, fará uma MP acabando com a obrigatoriedade de airb bags e abs a partir de 2014, então a VW poderia manter a fabricação da Kombi e do Gol G4.

“A medida seria o fruto de uma negociação entre o sindicato e o governo Dilma, já que as lideranças do ABC apontaram demissão de 4.000 empregados na VW e nos fornecedores por conta do fim da Kombi e do Gol G4”.

http://www.noticiasautomotivas.com.br/carros-sem-abs-e-airbag-podem-permanecer-em-producao-por-mais-dois-anos/

Welington Leal
Welington Leal
10 anos atrás

A proxima vai ser VERY LAST EDITION!

Norson Botrel
10 anos atrás

Não tenho nada contra ou a favor da Kombi. Não sou kombeiro, nem critico os que são.
Acho um completo absurdo o governo aliviar uma medida de segurança, qualquer que seja, de modo a facilitar a vida de uma corporação ou segmento econômico. A manutenção da produção da kombi, em si, não me afeta em nada. Mas a causa raiz desse notícia é péssima do ponto de vista conceitual.
Realmente, vivemos em um país onde o poste é que faz xixi no cachorro. Ê governinho ruim esse mesmo, viu ?

paulo costa
paulo costa
Reply to  Flavio Gomes
10 anos atrás

Hein?

Estevam
Reply to  Flavio Gomes
10 anos atrás

Será mesmo que o mesmo está defendendo os trabalhadores Flavio? Todas as empresas tiveram tempo para se adequar e lançar novos produtos no mercado. O interesse é outro, pura politicagem. A ford não fabrica mais o corcel, a gm tirou o monza de linha, porque então a fiat e a Vw mantem a esses veiculos a venda? Porque vendem! Algo me diz que a Fiat sabia disso, pois não lançou o uno comemorativo…

Waldinei
Waldinei
Reply to  Flavio Gomes
10 anos atrás

Não me dói ver o governo defender o trabalhador, embora seja contraditório isso, pois muitos e muitos trabalhadores já morreram dentro, não apenas de Kombis, mas de carros sem a menor condição de segurança. O que me doi é ver um governo se dobrando a chantagem de uma empresa, logo um governo que teoricamente nasceu justamente protestando contra esse tipo de atitude, agora uma multinacional multimilionária, que todo ano reporta aos seus acionistas lucros ridiculamente exorbitantes, vai lá disser que vai demitir um setor inteiro por conta de uma decisão tomada em 2009 do governo, que visa justamente proteger a vida de milhões de Brasileiros trabalhadores, porque não teve “tempo” de se preparar para essa mudança. Pensei que a ideia por trás dessa medida fosse justamente proteger as pessoas e não as empresas, não acha? Ou não né, ou pode me xingar e me chamar de burguês ou qualquer outro adjetivo que você gosta muito para desqualificar qualquer um que vai contra suas opiniões, pode nem publicar meu comentário, melhor né? Falta de argumentos inteligentes causa isso mesmo nas pessoas.

Ricardo
Ricardo
Reply to  Waldinei
10 anos atrás

sugiro opção “curtir” nos comentários do Blog! parabéns!

Ricardo Passini
Ricardo Passini
Reply to  Waldinei
10 anos atrás

vc realmente acha que o governo está defendendo os trabalhadores? Muito ingenuo vc Flavio Gomes, na verdade o governo está abrindo as pernas pra VW, e quem abre as pernas, ganha algo em troca. O Brasil estava dando um passo a frente, agora vai esperar dois anos para dar esse passo.

Christian - Do Niva
Christian - Do Niva
Reply to  Flavio Gomes
10 anos atrás

Prezado Flávio,

Permita-me discordar, mas se o governo realmente baixar uma MP postergando a obrigatoriedade das bolsas frontais e do freio anti-bloqueio não é para defender o trabalhador, mas sim os interesses dos fabricantes em continuar auferindo lucros estratosféricos em produtos defasados, nisto se inclui a Kombi, o Uno, o Ka, o Clio, e quase todas as excrescências produzidas pela GM entre outros carros jurássicos.

Bastava simplesmente adequar a linha de produção para um modelo já em produção como a Multivan / California, que são as sucessoras da Kombi na Alemanha que nenhum trabalhador será dispensado.

Norson Botrel
Reply to  Flavio Gomes
10 anos atrás

Amigo Flávio, acho que você entendeu as coisas ao contrário desta vez. Acho que está claro que existe um mercado bastante sólido para veículos da categoria da kombi. Também está claro que o modelo está bastante ultrapassado em termos de segurança para os passageiros para o condutor. A VW já devia ter atualizado o modelo por conta própria há, digamos, 20 anos. Não faz porque não quer.
Daí o governo baixa uma norma perfeitamente correta, embora atrasada, que põe ordem na casa.
A VW, em vez de atualizar o modelo, faz chantagem trabalhista dizendo que vai tirar o modelo de linha e vai demitir os funcionários dela (da linha). E o governo cede, claro, pois o interesse é não perder a “amizade” dessa corporação.
E como ficam os milhares de (puxa vida !) trabalhadores que continuarão a ser transportados por um veículo sabidamente perigoso? E o motorista da kombi, é um capitalista ganancioso também ou seria apenas (puxa vida !!!) um trabalhador ?
Eu mesmo não uso kombi para nada. Devo ser algum tipo de gênio-do-mal-capitalista-tucano-reaça-leitor-da-Veja que usa fretado (pago pela empresa) e metrô todo dia. Pessoalmente, não me afeta em nada.

João
João
10 anos atrás

FG, comentário off topic: não sou torcedor da Lusa e tampouco fico com essa peninha dela quando ela se dá mal, porque isso pra mim é torná-la menor – a Lusa é time grande e tradicional do Estado e ganhar dela é ganhar clássico. Agora, se essa pouca vergonha para salvar o Fluminense (e também o Vasco) se confirmar, acho que realmente temos que fechar as portas e repensar tudo o que está sendo feito de errado nesse país (que sirva de gatilho para algo maior). As lamentáveis cenas da briga em Joinville, aliás, apenas confirmam o óbvio: falhamos enquanto sociedade. Aliás, falando nela, fazemos parte de uma repleta de ignorância, prepotência, ódio irracional e, o pior, tomada de pessoas que se acham mais espertas que as outras. Não dá para ser muito pior do que isso. Estou perdendo a paixão pelo futebol, pelo meu time, por morar num lugar que nos ofende enquanto seres humanos todos os dias, por morar no Brasil e ser brasileiro, etc. Que tristeza… Abs

Gustavo
Gustavo
10 anos atrás

É só mais uma das medidas de proteção ao setor automobilístico brasileiro. Deve ter alguém recebendo algum grande por fora

EduardoRS
EduardoRS
10 anos atrás

Eu adoro a Kombi, mas se essa medida for realmente verdadeira, vai ser uma chinelagem incrível. Tanto por parte do governo, que muda leis e abre exceções de acordo com interesses e lobbies de grandes empresas (VW, nesse caso), quanto por parte da própria VW que, por pura falta de vontade, não tem um produto à altura para substituir a Kombi e que atenda às normas de segurança vigentes em países civilizados.

Ser romântico é bom, é saudável para a alma, mas precisamos progredir, sempre. A Kombi atual fatalmente teria sua produção encerrada algum dia, e teria de ser substituída por outro carro, ou passar por uma reavaliação de projeto. Se nos apegássemos sempre a objetos e métodos clássicos, estaríamos ainda acendendo fogueiras com pedras ou esfregando um graveto num pedaço de madeira. Vergonha na cara dos dois, governo e VW.

Alexandre
Alexandre
10 anos atrás

Brasil sil silllll.

Não me espantaria. Brasil o país da insegurança jurídica…aonde contratos foram feitos para serem quebrados…. Leis feitas para serem descumpridas.

Eu tenho vergonha do Brasil sil sil. Vergonha de ser brasileiro, vergonha alheia de ver o povo se orgulhar do “jeitinho brasileiro”, se ser o país do samba, do carnaval..

Vergonha de ser o país dos sindicatos, o país do orgão estatal inchado e corrupto, o pais da morosidade e incompetência.

Vergonha de ser um país de tolos como já dizia o poeta.

Um país que consegue não vingar o etanol e nem o petróleo do pré-sal.

O país do carro flex, a prova cabal da insegurança que vivem as montadoras.

Não estou dizendo isso do pessoal que aqui escreve, nós somos pessoas privilegiadas. Mas a grande maioria do povo é ignorante e prefere assim continuar.

@@$
@@$
10 anos atrás

Em se confirmando é absolutamente absurdo! Sem mais!

Cassius Clay Regazzoni
Cassius Clay Regazzoni
10 anos atrás

Meu grande Flávio, não vai dar o grito sobre a tentativa de prejudicar a lusa em favor do tetra rebaixado (no campo) Flunimed!

Você é o cara para fazer um post sobre o assunto.

Mas, senão quiser tudo bem, não precisa me xingar.

Abraço.

Cassius Clay Regazzoni
Cassius Clay Regazzoni
Reply to  Flavio Gomes
10 anos atrás

Esse é Flávio que eu conheço e adoro!

Alexandre
Alexandre
Reply to  Cassius Clay Regazzoni
10 anos atrás

Cara, deixa de ter medo de levar xingamento. Vc não deve ficar baixando a cabeça aos outros…A vida é dura, enfrente-a.

Alvaro
Alvaro
10 anos atrás

Se isso é verdade, é realmente lamentável, a VW já se encheu tudo que tinha de ganhar dinheiro com essa arma suicida de péssima qualidade chamada Kombi, e agora querem perpetuar mais ainda essa droga

Davi Ribeiro
Davi Ribeiro
10 anos atrás

Concordo com a maioria. Não se pode abrir mão da obrigatoriedade de Air Bags e ABS só para um veículo seja fabricado. Vai abrir precedentes enormes para as montadoras continuarem a produzir carros inseguros para nós.

Carlos
Carlos
10 anos atrás

NOTICIA LAMENTÁVEL, mais uma vez o governo cuspindo na cara do povo. Como assim mudança progressiva? Não tiveram tempo ainda para mudanças. A vida do brasileiro não vale nada mesmo…

Felipe Garcia - F2G
Felipe Garcia - F2G
10 anos atrás

Pois é muito se fala mas pouco se vê. Só aqui vi essa informação. Pelo que sei a VW vai tirar o G4 de linha para colocar o UP.

A Kombi eles estavam estudando a importação de uma van européia.

Se foi relaxado tem que ter alguma publicação no DO. Alguém viu?

Perneta
Perneta
Reply to  Felipe Garcia - F2G
10 anos atrás
Gus
Gus
10 anos atrás

Não creio que seja verdade, mas isso será apurado.

Ontem eu manobrei a 652/1200 Last Edition na agência local, “grande coisa” pensarão…mas realmente é bacana poder experimentar a última versão da kombi em seu suspiro derradeiro.

A manufatura antiga e de má qualidade continua viva nas ventarolas mal acabadas com uma espécie de cola derretida sobre as borrachas; falhas na banda branca dos pneus de carga que tornam o carro muito duro, a caixa de marchas quase inoperável de tão dura apesar de dar um desconto por não estar aquecida, e outras pequenas discrepâncias na pintura em dois tons e na cobertura do estepe….

De bom a costura da forração das portas, o acabamento mais caprichado na caixa de rodas para diminuir o barulho de pedriscos, parece uma manta asfáltica pintada, ou sei lá o que…as cortinas e o visual em geral que ficou bem mais bacana.

Marcos Pereira
Marcos Pereira
10 anos atrás

Uma pergunta, a Kombi é produzida em outro país? Ou o Brasil era o único país que a produzia?

Jonas
Jonas
Reply to  Marcos Pereira
10 anos atrás

A Kombi, ou Volkswagen Typ 2 Geração 2, foi fabricado até 1995 no México, enquanto que a fabricação na Alemanha parou em 1979. Gerações posteriores – “Caravelle”, “Transporter” – foram fabricadas ao redor do mundo. O geração T6 vai ser lançado em 2015. http://www.autobild.de/artikel/vw-t6-2015–3937876.html

Não duvido que resolvam chamar de Nova Kombi no Brasil…

Jonas
Jonas
Reply to  Jonas
10 anos atrás

Ah, e custando uns 150 mil reais, no mínimo…

Guilherme
Guilherme
Reply to  Jonas
10 anos atrás

A T6 dificilmente será vendida no Brasil. A VW estuda mesmo trazer uma van, aparentemente chinesa, com o logo da marca alemã.

Jonas
Jonas
Reply to  Guilherme
10 anos atrás

Verdade, teria baixíssima demanda e teria um público semelhante ao novo Fusca, nem dois mil carros por ano.

Luciano
Luciano
10 anos atrás

Penso que essa mudança se deve principalmente por causa da Kombi, já que não haverá um carro que a substitua a altura. Sem contar que os órgãos do governo são os maiores consumidores da Velha Senhora. Pra mim, a continuidade é motivo de comemoração.

Banana Joe
Banana Joe
10 anos atrás

Mais uma trapalhada do governo.
Carros inseguros e ultrapassados.
Tem sua tradição e fazem parte da história, mas hoje não dá mais.

Tom
Tom
10 anos atrás

Isto é a típica virada de mesa pura, somente para beneficiar quem não sem preparou no caso a VW,picaretagem…, assim como estão fazendo com a Portuguesa Flavio,em 1999,o FluminenCe,perdeu os 2 jogos para Anapolina-GO e depois a CBF que tinha liberado o jogador ,”Sumiu com o documento” e falou que o jogador do time goiano estava irregular,resultado “Classificaram o time carioca e deram o titulo da serie C para eles,o resto todo mundo sabe.

Perneta
Perneta
10 anos atrás

Last Edition do Malandro!!
Rárárá!

Nelson Barreiros Neto
Nelson Barreiros Neto
Reply to  Perneta
10 anos atrás

Muito boa… Tou me cagando de rir…!!!!!

Jean Rul
Jean Rul
10 anos atrás

Só uma correção: onde há fumaça, há um dois tempos, e não uma Kombi! ; )

guilherme
guilherme
10 anos atrás

isso quer dizer que o governo concorda que 30% das pessoas que compram carros no brasil tem o “direito” de morrer mais facil em um acidente automobilistico. equipamentos basicos de seguranca obrigatorios anos em outros paises no brasil sao itens de luxo. o consumidor nao fala nada pq no fim das contas sai mais barato. eh de chorar… que pais desgovernado…

Iúri Moreira
Iúri Moreira
10 anos atrás

Achei essa pérola e lembrei do Flávio na hora…

Kombi Branca, por Vitória Matos! http://youtu.be/mpEXzHb5Lko

Oi?
Oi?
10 anos atrás

Não sou petista, mas, só por essa notícia, a presidenta vai levar meu voto! É Dilma 2014 na cabeça! Ô Medida abençoada! Longa vida, velha senhora!

Victor
Victor
10 anos atrás

O Governo Federal relaxou a exigência, mas não necessariamente a VW vai voltar atrás na decisão de tirar Kombi e Gol G4 de linha. Aliás, acho bem difícil porque foi feito um evento mundial, e também porque com certeza os planos para a linha de montagem já estão em andamento, e não podem ser mudados de uma hora pra outra. A Fiat acabou de lançar o Grazie Mille e também não deve voltar atrás.