ABU DOUBLE (4)

SÃO PAULO(merecidíssimo) – Para abrir os trabalhos, vamos começar com esta imagem. Rosberguinho fez questão de ir à sala de pré-pódio (sim, existe isso) para abraçar Hamilton. “Lewis mereceu. Fez um trabalho melhor que o meu, especialmente nas corridas”, disse o alemão. Que foi derrotado com dignidade. Quando seu carro perdeu o ERS, antes da metade da prova, poderia ter simplesmente recolhido e ido para o hotel, que deve ser bom, com uma ótima banheira de hidromassagem e toalhas macias. Na volta 54, a equipe pediu que ele fosse para os boxes. Antes de tomar uma volta da Hamilton. “Prefiro tentar ir até o final”, falou o alemão.

Quanto terminou a prova, Paddy Lowe entrou no rádio para pedir desculpas pelos defeitos no carro que acabaram com suas chances de vitória. “Sem problemas. Não iria fazer muita diferença. Parabéns ao Lewis”, respondeu Nico.

Soube perder. É um grande cara, no final das contas.

podioabudiano4

Comentários

  • Pra quem gosta e curte Formula 1, esta imagem foi o melhor da corrida domingo… ou, de todo o campeonato… ou, sei lá, talvez dos ultimos 20 anos!
    Que puta carater teve o Rosberguinho… coisa rarissima em cobras da F1 …

  • Excetuando aquela bobagem na Bélgica, Nico fez um bom papel, jogou suas cartas e reconheceu seu ponto fraco diante do oponente. Não acho que vai passar a entre temporada se lamentando, pelo contrário, vai estudar meios de elevar seu jogo e se tornar um concorrente mais duro. De maneira geral, Hamilton é mais forte, especialmente no ritmo de corrida, ultrapassagens, lidar com o tráfego. Rosberg me surpreendeu com a consistência nas provas de qualificação e muitas vezes pareceu respeitar e entender melhor os limites destes carros atuais. Acho que Nico será um adversário mais duro ainda que nesta temporada.

  • Eu vos pergunto: Fosse o contrário será que Hamilton teria a mesma atitude?

    Será que ele não teria ficado revoltadinho, dizendo que foi sabotado e perseguido, que ele é bonzinho e o outro mal?

    Hamilton quando está ganhando tem uma personalidade. Quando está sendo batido (principalmente por seu companheiro de equipe) começa a choramingar com uma síndrome de perseguição. Foi assim com Alonso, com Button e este ano com Rosberg.

    Sua vitória foi justa, justíssima! Espero que ele tenha aprendido essa lição com Rosberg.

    • Eu acho que sim, a se inverter aos acontecimentos de todo o campeonato. Penso que Hamilton amadureceu bastante, e sabemos que a maioria das reações e atitudes dos pilotos é apenas “jogar para a torcida”, o que não pareceu desta vez na digna reação de Rosberg. Achei muito sincera e honesta.

  • Realmente: soube ser um grande esportista, o Nico. Hamilton venceu o campeonato com méritos, seria injusto perder esse ano, mas o gesto do Rosberg foi sublime. Lembrando de temporadas antigas, em 1991 Mansell perdeu o título para o Senna no GP do Japão e ao final da corrida foi cumprimentar publicamente Senna, erguendo o braço do brasileiro – outro gesto de grande desportividade. No ano seguinte, conseguiu vencer Senna e ser campeão (embora, no caso dele, com um carro que “nem ele perderia o título”! rs!). Quem sabe o Nico não seja o campeão de 2015, assim como Nigel em 92?

  • O melhor venceu!
    Parabéns Lewis!
    O cara de cabeça quente, que é desestabilizado, nervoso, tenso, que comete erros em momentos decisivos, etc etc
    Sabem de nada inocentes!
    Lewis só cometeu dois erros na temporada inteira:
    Quando julgou mal a chuva na Inglaterra e quando errou na classificação na Áustria. Nem a rodada no Brasil pode-se creditar a ele, uma vez q a própria Mercedes admitiu q o deixou na pista uma volta a mais do q deveria, daí ele ter rodado.
    Enfim, em todas as corridas q Lewis chegou ao fim, esteve no pódio. Isso sim é regularidade: 11 vitórias, 3 segundos lugares e 2 terceiros.
    Ambos quebraram 3 vezes em corrida, mas Lewis ainda quebrou 2 vezes nos treinos classificatórios.
    2015 vai ser ainda mais apertado, Nico foi um belo adversário e virá ainda mais forte.
    Parabéns FG pelo blog mais fodástico do automobilismo!

    Go Lewis rumo ao Tri em 2015!

  • A Mercedes falha com o Rosberg na decisão do campeonato que era pra ter os dois carros super afinados, mas seria pior ainda se falhasse com o Hamilton. O Hamilton usou toda sua experiência e perícia de Bicampeão para derrotar o Massacrado na ponta dos dedos e vencer a corrida. Parabéns ao Rosberg que foi um grande vice-campeão e que agora precisa melhorar na agressividade se quiser derrotar o Hamilton no próximo campeonato.

  • Num mundo de ranhetas e chorões, o comentário do Nico solicitando para permanecer em pista até o final foi de uma grandeza de espírito humano e esportivo que já não se encontra por aí.

    Coroou o comportamento em pista com um sincero cumprimento ao Hamilton. Pela imagem da TV, porém, pareceu que o bi-campeão foi pouco receptivo. A foto aí de cima dissolve um pouco essa impressão.

    • É pq quando cortaram a imagem pra eles, o abraço e os cumprimentos iniciais já tinham acontecido.
      Porra, e a globo não transmite mesmo a entrevista pós-pódio, nem com Massa indo bem!
      Falando em Massa, ele foi bem mas ainda falta uma corrida em que ele tenha que passar alguém, pq acelerar com pista limpa parece ser bem mais fácil….

    • Isso, grandeza, mostrou durante o ano o quanto evoluiu e que poderia ganhar, no fim mostrou que sabe perder com dignidade e esportividade. Isso quase que não é perder. Parabéns aos dois pilotos e à Mercedes que ao contrário de certas equipes nos proporcionou um ótimo campeonato de dois pilotos, nada de um piloto só.

  • Não gosto do Hamilton, isso é fato. Mas nada me impede de reconhecer que seu título foi mais do que merecido. Parabéns a Mercedes e ano que vem espero uma F1 mais competitiva. Que venha 2015!!!

    • Também não gosto do Hamilton, estava torcendo para o Nico ser campeão, e realmente o título do Hamilton foi merecido.
      Mas, a conduta e classe de Nico Rosberg hoje me fez ser ainda mais fã do cara.
      Aposto que se tivesse acontencido o contrário, e o Hamilton tivesse perdido devido a problemas mecânicos, ele ia falar um “caminhão” de merdas…..

      • Eu aposto que não, e gosto dos dois, se Rosberg vencesse, mesmo com a influência dos pontos dobrados (o que poderia não ser necessário), também seria merecido. De fato eu gosto de todos os pilotos rápidos e vencedores, nunca entendi o que leva alguém a simplesmente “não gostar” de algum piloto, torcida e rivalidade nada tem a ver com isso, deveria ser algo mais saudável.

  • Hamilton foi o campeão com todos os méritos, pois venceu maior número de corridas e chegou na última etapa liderando a pontuação. Lembrem-se que no início do ano ele teve vários problemas com seu carro.
    Acredito que o divisor de águas desta temporada para Lewis foi o GP da Bélgica, pois após o incidente ele cresceu muito venceu várias corridas, ao passo que o alemão só foi perdendo terreno.

  • Acho que os dois amadureceram muito durante este ano,Hamilton pilotou de forma muito melhor depois da metade da temporada do que costumava antes,cometendo menos erros e sendo mais calmo e calculista do que antes.E Rosberg mostrou que pode ser muito rápido e um adversário difícil.Acredito que se a Mercedes fizer um carro à altura do atual na próxima temporada o domínio possa ser maior ainda.

  • Parabéns pelo vice Kiko Rosberg. Tentou, não deu; nova temporada. Consistência; sorte.

    Amargo mesmo foi para o Massa em 2008, que até mesmo completou a prova (e ganhou) como campeão mundial, em casa, mas antes do Hamilton completar, este conseguiu ganhar os pontos decisivos nos metros finais… aquele ice bucket em pleno gozo do Massa – foi unbelievable.

    Perdi os primeiros 26 minutos de corrida…
    Vou ter que procurar no YT a corrida completa para ver este início.

  • Parabéns Lewis Hamilton!!!!!! Realmente merecido,vá atrás do tri campeonato agora! Excelente fim de campeonato para Felipe,sua auto-estima renasceu,que 2015,seja ainda melhor. Rosberg perdeu com honra,ganhou ainda mais a admiração do público com esse gesto,foi um grande ano para ele também. Esse título de Ham foi a justiça do esporte pelo que foi perdido em 2007,foi psicologicamente frio,nos momentos decisivos,todos nos estávamos tensos do início ao fim,mas esse ano Hamilton teve a alma de um campeão, guiou em momentos críticos,quando largou lá trás,muito bem,sem cometer erros que comprometessem sua corrida,manteve a calma principalmente depois do ocorrido em Melbourne, Mônaco,Alemanha e Spa,mesmo ficando atrás nas poles,quando foi á vera,venceu ou se mantinha pontuando. Mudou a mentalidade e viu que o mundial é a longo prazo,e que somar ponto a ponto é importante,pilotou com maestria graças á Deus,foi sem dúvida um dos melhores mundiais dos últimos anos,e legal foi ver as Willians voltando a brilhar e com um brasileiro. Agora dá para o Lewis conquistar um campeonato com antecipação? Sem deixar os fãs com o coração acelerado? Kkk

  • Grandes atitudes. E Nico fez uma temporada muito boa, foi o cara das poles. Não esperava que dificultasse tanto pro Hamilton. Me parece que, pelo alemão, seriam inimigos só dentro das pistas.

  • Flávio, fez muito bem em ter despachado o seu “colega” do GP q no início do ano disse:
    (Hamilton) parece mais preocupado em resolver os relacionamentos problemáticos com a pussycat Nicole Scherzinger, cuidar de seu cachorro Roscoe e brincar de ser rapper, passando horas em estúdio gravando músicas ruins.

    O inglês se tornou um cara distante da F1, perdeu comprometimento.

    Se o campeão virá da equipe prateada, este será o alemão…É mais comprometido, focado e regular, além de possuir uma técnica de pilotagem muito consistente.

    http://grandepremio.uol.com.br/f1/noticias/coluna-becketts-por-hugo-becker-por-que-nao-lewis

  • Tudo muito bonito. MAs, não gostei muito da comemoração do HAmilton, ao sair do carro jogando aquela parte do cockpit no chão. Vc não veria um alemão fazendo isso hehehe eles respeitam as máquinas, geralmente beijam elas ao vencer, Principalmente quando tem uma estrela de 3 pontas incrustada, e vc sempre precisa ouvir um hino alemão no final. Respect.

  • Se existe um Deus da velocidade , hoje êle foi justíssimo, Hamilton mereceu
    ser campeão , pelos retrospecto de vitórias, e cá ´pra nós, por uma ou duas
    falcatruas de Rosberg, ( Spa e Mônaco ). Grande corrida de Massa e Bottas
    colocando as duas Willians no pódium.

  • Não são os campeões os únicos vencedores! Os gestos de Nico ao longo da prova, e após, provaram que o caráter de um ser humano está acima de quaisquer outras conquistas efêmeras… e, no fundo, essa é a maior vitória! Parabéns Nico, parabéns Lewis, parabėns Massa. Até Albert Park-2015!!!

  • O único que não soube perder na F1, embora já esteja mais do que acostumado, foi o Viceonso.

    Basta ver o papelão que fez em Abu Dhabi em 2014, colocando no Petrov a culpa por sua incapacidade.

    Fãs Allesianos invadiram o FB do pobre rapaz xingando até sua 4º geração.

    Por falar nisso, Al Caponso correu hoje!?

  • Na verdade foi um tapa com luva de pelica no Hamilton, que em uma corrida passada, não lembro qual, teve o mesmo tipo de problema e ficou pedindo para recolher o carro, o que acabou acontecendo muitas voltas depois.