MENU

segunda-feira, 17 de novembro de 2014 - 16:30F-1

DE VOLTA À VIDA

SÃO PAULO (que coisa mais linda) – O Rodrigo Mendes mandou o vídeo. Ao que parece, este Arrows-Yamaha de 1997, o carro com o qual Damon Hill chegou muito perto de vencer o GP da Hungria (e seria lindo…), ficou 12 anos adormecido numa garagem. Tem cara de ser na Inglaterra. Aí, ligaram o monstro. Vejam o que aconteceu.

Semana passada liguei um Candango na garagem do prédio. Ele estava parado havia algum tempo. Fez tanta fumaça quanto e foi lindo. Mas levei uma advertência do síndico. Ridículo, o síndico. Ah, depois ligaram de novo o Arrows. Não saiu mais fumaça. O ronco é delicioso. Está aqui.

29 comentários

  1. Paulo disse:

    não sei pra que serve cínico

    não posso posso ligar meus fuskinhas na garagem que já dizem que a fumaça está intoxicando

  2. Speed Racer da Mooca disse:

    Ok, acordaram o “bicho”. Mas onde será que os compadres vão acelerá-lo, em alguma estradinha nos arredores ou rolará uma “vaquinha” pra alugar uma pista? Outra questão vital: qual tiozão ali cabe no cockpit?? Vai dar briga nessa porra!

  3. Paulo Barros disse:

    Quando a F1 tinha motores era mais legal…

  4. Alessandro Silva disse:

    Esse carro faz parte da minha lista dos 10 mais lindos de toda história da Formula 1 liderada pelo BT-52. À uns dez anos eu criei três chassis feitos com varetas de latão e três carrocerias feitas em papel recobertas com resina de poliester para o autorama. Uma Jordan “vespão”, uma Benneton 1994 do Shumi e essa Arrows do hill de 97. A Arrows foi a única que restou. Tenho ela até hoje. Ta meio capenga, mas um dia eu trago ele de volta a vida também. Adoro esse carro.

  5. Fernando Delucena disse:

    Corrida inesquecível. Curiosidade é que não era a primeira vez que isso acontecia com Damon Hill, que perdeu a corrida também na última volta em hockenheim em 93, o que se não me engano, seria sua primeira vitória na f1.

  6. Leandro de Hollanda disse:

    Vale lembrar que o PP Diniz, que era o companheiro do Hill nessa corrida, levou mais de 2 (dois!) segundos dele na classificação. Um largou em terceiro e o outro em décimo-nono (de 22 carros).

  7. Winston disse:

    Mais emocionante que essas corridas silenciosas de hoje. Da vontade até de chorar!

  8. Helvio Filho disse:

    E trocaram esse som por esse zumbindo de hoje? Que povo sem noção.

  9. josé marinho disse:

    Que bando de velhos loucos! ( loucos por por carros). Imagina despertar um monstro desses em uma garagem apertada toda fechada, no minimo fizeram isso, e compraram o carro também, escondido das mulheres! Mulher não entende essas coisas.

  10. Mario Mesquita disse:

    Lembro dessa corrida, segundo lugar épico com gosto de vitória, como o segundo lugar do Emerson em 1978 com o F5A.

    Também ronquei minha velha picape Chevrolet 27 na garagem, quase um ano sem ligar. Depois de uma revisão de carburador, voltou à vida.

    Como sou síndico do prédio, não levei esporro, rs…

  11. Guzz disse:

    Som de motor bravo, motor raivoso!!
    Eu tenho algumas fitas VHS com corridas e treinos dos anos 90, em 1992, em Interlagos, após as voltas de Senna, a Globo o entrevista nos boxes e de repente um dos V12 é ligado, parece um cachorro grande rosnando, ai ele é acelerado de arrepiar.

  12. lupahp disse:

    la atrás tem um “fusca” todo coberto.

  13. JR disse:

    Quem não deve ter gostado muito são as mulheres desses caras! Chegaram defumados em casa!

  14. totiy disse:

    Pensei que o lance de jogar WD40 na admissao era um macete nosso. . . .

  15. sandro disse:

    Coitados dos moradores de seu prédio…..e coitado do seu sindico.rsrsrs…

  16. Marco Marinho disse:

    É muito legal esse ronco….. acho que é um Judd V10

  17. Fabio disse:

    Fico imaginando como seria ter uma coisa dessas em casa…

  18. Rodrigo Deliberali disse:

    Trocaram os anéis, ficou tudo certo! Hahaha!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *