MENU

quarta-feira, 5 de novembro de 2014 - 16:30Antigos em geral

O NÚMERO 1

SÃO PAULO (joia raríssima!) – Essa eu não sabia, e foi graças ao Mário César Buzanfan, pelo Facebook, que agora sei onde está o primeiro Fiat 147 produzido no Brasil. Vejam que legal. Em 1976, quando o carrinho saiu da linha de montagem em Betim, a Fiat fez um sorteio entre os operários. O dono da Milocar, revenda Fiat no Rio, estava lá e comprou o carro do felizardo. Ele segue lindo e faceiro na loja, como dá para ver aqui pelo Google Street Fighter. A história do carro está aqui. Fui ao site da Milocar, e tem até cópia da nota fiscal. Demais, isso. Parabéns, de verdade, aos proprietários. Que viva para sempre, a linda caixinha de fósforos.

ATUALIZANDO…

O Marcos André Jacintho, gentilíssimo, me mandou fotos ótimas do pequeno Fiat. Já agradecendo, estão todas aí abaixo. Valeu, brother!

 

30 comentários

  1. William Gimenes disse:

    Muito legal o telefone com prefixo 359, dos tempos da Telerj.

  2. roger V disse:

    Adorava meu Gafanhoto Verde Amalfi 80!!!

  3. MARCOS RJ disse:

    Não precisa agradecer FG, na verdade me sinto honrado e feliz em colaborar mais uma vez com o blog e repartir as coisas com você. Que na verdade já nos deu o privilegio de ter acesso a coisas maravilhosas através desse espaço.

    Acho que sigo este blog desde os primórdios, se não me falha a memória foi um post sobre kombis ou fim do motor a ar…algo como um evento em sp para marcar o final dos motores….enfim prefiro receber as informações, me divertir com suas historias, rir do seu humor acido com os pela saco, receber conhecimento e informação.
    Leio seu blog porque gosto de carros, corridas, carros clássicos e mulheres bonitas…e isso tudo eu encontro aqui. E o mundo é tão pequeno que você veio ao rio buscar um certo XR3 amarelo de um ex colega de trabalho..

    Desde já o meu muito obrigado !

  4. Reinaldo Bascchera disse:

    Ao que tudo indica ele foi emplacado originalmente em MG, que na época da placa amarela usava a letra “J” em suas placas.

  5. Zé Bigorna disse:

    Na concessionária Buono, de Guaratinguetá, tem um zerinho também, nem placa tem. Os vendedores dizem que é o quinto 147 a sair da fábrica

  6. Flavio Bragatto disse:

    Este carro foi o primeiro de muitas novidades, que não tinham no Brasil ainda.
    Acho que a principal de todas, é o motor na transversal. Pelo menos, para os modelos de 4 cilindros de hoje em dia, eu acho que só o Gol G4 ainda não tem motor nesta posição.
    Isto sem contar que o 147 foi o primeiro carro à alcool do mundo!

  7. Helder Sobrêda disse:

    Flávio, na Edição de Agosto de 1986 a revista “Quatro Rodas” fez um comparativo entre um 147 86 x 147 76, e foi exatamente este modelo que foi usado. Vale a pena ler, e tem a história do dono dele também.

  8. Marcelo Pacheco #49 disse:

    Aqui em floripa tem a Phipasa, parece que a primeira revenda Fiat do Brasil, ou e Santa Catarina, não me recordo. Ele tem no show room um 81 bege, vendido zero pelo dono da revenda e recomprado a uns 2 anos. Foi restaurado e esta na sala de espera da oficina, em exposição com capo aberto.
    fotos:
    https://scontent-a-lga.xx.fbcdn.net/hphotos-xfp1/v/t1.0-9/10420014_674769122619613_6503712899143588074_n.jpg?oh=a880ff09179bd426d11a18a57ef8b5b7&oe=54D9C625

    https://scontent-a-lga.xx.fbcdn.net/hphotos-xfa1/v/t1.0-9/10704030_674769149286277_1211081465575394279_n.jpg?oh=8af888cdbc242b2f83b5ccf5d84d87f3&oe=54F0CB13

  9. wart disse:

    O melhor é o nº do PBX na plaqueta da concessionária.

  10. Fábio Peres disse:

    Pelo visto, é o primeiro FIAT produzido no Brasil, não?

  11. Filipe disse:

    Li esse comentário lá no blog Antigos Verde Amarelo:

    “A unidade 0001 foi doada pela FIAT para a ABRAVE (Associação Brasileira dos Distribuidores de Veículos Automotores) logo após o Salão de 1976. Só que a FIAT não contava que a ABRAVE sorteasse o veículo entre os revendedores FIAT. O contemplado foi a Milocar, que tem até hoje o veículo. Dez anos se passaram e a FIAT tentou recuperar o veículo, oferecendo um caminhão cegonha com 10 FIAT 147 C 0km. O dono da Milocar recusou a proposta, dizendo que se FIAT oferecesse uma cegonha com 10 FIAT Elba (na época um veículo + caro que o FIAT 147) não aceitaria. Essa história consta na Quatro Rodas de agosto de 1986.

    Estou hoje à procura do 147 mais próximo do 0001, o de chassi 0003, que está no Rio de Janeiro e com placas amarelas. Talvez esse o 1º 147 faturado ao público.”

    Será que procede?

    • Rafael disse:

      Sim, foi eu quem coloquei essa história lá nesse blog. Pode conferir no Acervo Digital da QR, revista agosto de 1986, pág 63.

      Quanto ao 0003, ele ainda consta no sistema do DETRAN-RJ, ainda com placas amarelas. Só não sei o real estado dele hoje, se ainda existe …….

  12. Bruno disse:

    Detalhe para a placa amarela com a plaqueta…

  13. Serginho disse:

    Morava pertinho da Milocar até 4 anos atrás, e sempre estou por alí. Você não deve lembrar, mas já comentei alguma coisa sobre esse carro há muito tempo.

  14. jose carlos disse:

    eu eravenddedor de molykote com mihaly hidasi no rio e o patrao comprou 5 fiat 147 para os vendedores.ai comecou os nossos problemas pois os carrinhos nao tinham freio e a caixa de marcha era uma caixinha de abelha.eu tinha um corcel 1974 e voltei pra o ford corcel,o outro vendedor voltou para um volvo 444 e o vendeor master monteiro voltou pro 4100.nosso patrao ensandecido pegou a frota recem aquirida e levou em uma concessionaria da zona sul que atravez de instrucoes de betim reequipou os freios e trocou os trambulaores dos carros e dai os autos voltaram aos vendedores,hidrovacuo nao era item de segurança e sim item de luxo.esta epoca era assim,mas era infinitamente melhor mas precisavam apontar as arestas

  15. Celio Ferreira disse:

    Cara a mesma cor do fiat 147 do meu primo, e esse aí ta lindo.
    Acabei da ver no JN que o Felipe Nasr vai pilotar pra Sauber em 2015.

  16. Caê disse:

    Meu pai teve dois 147 quando eu era criança, um preto com teto solar e um vermelho mais “esportivo”. Esses carrinhos marcaram minha infância, acho que é por isso que sou aficionado pela Fiat até hoje!

  17. Por falar em número 1, lembro de ter lido aqui no blog sobre o primeiro Passat. Tinham encontrado, e seria reformado. Espero que esteja bem.

  18. MARCOS RJ disse:

    enviei as fotos para o seu email..

  19. MARCOS RJ disse:

    ja estive la e mandei as fotos pra vc ….

  20. JR disse:

    Poxa que “dá hora”! Da vontade de ir até MG só pra visitar a loja e ver o 147-001!

    Parabéns ao proprietário que teve a brilhante idéia e $$$ para comprar um carro 0km e deixa-lo na vitrine por todo esse tempo. Agora não tem dinheiro que o valha.

  21. Felipe Barrozo disse:

    Passo todos os dias em frente, já tive vontade de parar para tirar foto com o Carro, ele fica na frente da loja junto com os modelos Zero KM.

  22. Thiago Leal disse:

    Como era o nome da pick-up que derivava do 147? Fiat City?
    Meu pai teve um 147 e teve uma dessas pick-ups (em momentos distintos), também.

  23. Luciano Balarotti disse:

    O carrinho aparece em um comparativo com a “versão 1986” na edição nº 313 da QR, em agosto de 1986. Dá para ler no acervo digital da revista.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *