TEMPOS INCRÍVEIS (2)

SÃO PAULO (furiosa) – Ela já esteve aqui em 2007, num post modesto. Acabamos falando pouco de um dos projetos mais legais da história do automóvel: a Renault Espace F1. De um tempo em que as montadoras e as equipes de F-1 se davam o luxo de dar uma zoada com todo mundo se preocupar muito com a conta. Nenhum board discutia os custos. Nenhum nerd do setor de finanças fazia carinha de nojo. Nenhum CEO pedia planilhas, business plan e estudo de branding e impacto nas redes sociais.

[bannergoogle] A Espace era uma van careta da Renault, lançada em 1984 e reestilizada em 1991. A fábrica fornecia motores à Williams no início dos anos 90 e enfileirava vitórias e títulos. Aí alguém teve a ideia de “vestir” um F-1 com a carroceria do furgão urbano.

Assim nasceu a Renault Espace F1, exemplar único que de vez em quando aparece em grandes eventos de carros antigos e, no resto do tempo, repousa no museu da Matra na França. Matra, Williams e Renault. Ô turma boa…

E foi um grande barato. Debaixo daquele pão de forma, localizado entre-eixos, espetaram um monstruoso motor V10 com mais de 800 hp, o mesmo dos carros da Williams, com câmbio semiautomático de F-1. Passava dos 300 km/h. De 0 a 200, em 6s9. O vídeo abaixo, enviado pelo apaixonado Ricardo Divila, é de um de seus primeiros testes, conduzido por um velho piloto de rali da Renault, Jean Ragnotti.

Eu nunca tinha visto. Notem a simplicidade de tudo, pista, equipamentos, uniformes, gente. E a alegria da turma que colocou esse troço para andar. Depois, nos anos seguintes, quem mais se divertiu ao volante da Espace F1 foi Alain Prost, levando jornalistas para vomitar quando terminava o passeio. Hoje, seria processado.

É preciso que se diga que a ideia não era propriamente inédita. No início dos anos 70, uns doidos enfiaram um motor de carro de corrida numa Ford Transit, o furgão de maior sucesso da história do oval azul. Essa maluquice, e a que Renault e Williams fizeram em 1994, é impossível nos dias atuais. Alguém imagina a Mercedes colocando sua sofisticadíssima unidade de força debaixo da carcaça de alguma van? Nem van a Mercedes tem… Hoje é tudo SUV. E a Ferrari? Faria uma brincadeira dessas naquele treco horrível que era da Chrysler, virou Fiat e se chamava, ou chama, sei lá, Freemont?

Esqueçam. Como sempre digo, o mundo antes era mais divertido. E nem faz tanto tempo assim.

Subscribe
Notify of
guest
31 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Müller
Müller
7 anos atrás

Lembrando que a Ford chegou até a terceira geração do Supervan, também nos anos 90 –
https://www.youtube.com/watch?v=83dDHKFeWcM

Zé Tros
Zé Tros
7 anos atrás

Meus caros, os pioneiros da indústria automobilística foram o Karl Benz e o Gottlieb Daimler:

“Karl Friedrich Michael Benz, nascido Karl Friedrich Michael Vaillant1 (Karlsruhe, 25 de novembro de 1844 — Ladenburg, 4 de abril de 1929) foi um engenheiro de automóveis alemão.

É o inventor (com Gottlieb Daimler) do automóvel movido a gasolina como o conhecemos atualmente. Em 29 de Janeiro de 1886, registou esta patente (DRP 37435) e em Julho apresentou o primeiro automóvel, o Benz Patent-Motorwagen.

Em 1984 foi incluído no Automotive Hall of Fame.

Em julho de 1886 Karl Benz apresentou o primeiro carro do mundo.”

https://pt.wikipedia.org/wiki/Karl_Benz
http://www1.mercedes-benz.com.br/historia/biografia/karl/cenbiografiakarl.htm

samuel.aju
samuel.aju
7 anos atrás

Muito legal… Mas não dá pra desesperar, Tem muita gente boa por ai recuperando relíquias, recuperando motores , e, assim, resguardando a memória de carros iconicos. Você tá no bolo Flávio.

Ricardo Bigliazzi
Ricardo Bigliazzi
7 anos atrás

Esse barulho faz toda a diferença.

luigi
luigi
7 anos atrás

Meu caro , o primeiro automóvel foi inventado por Karl Friedrich Michael Bens em 1885(1844/1929) e não por louis Renault (1877 /1946) , mas Renault era apaixonado por corridas e só parou de competir após a morte de seu irmão Marcel ,também piloto . Então ; a empresa tem em seu D N A as competições automobilísticas . E os melhores carros de competição franceses foram Lorraine-Dietrich , Delage, Bugatti (isto no tempo de Louis Renault ,vivo ) .

Mibson Lopes Fuly
Mibson Lopes Fuly
7 anos atrás

A Supervan da Ford tinha o motor do Ford GT40.

Batista Lara
Batista Lara
7 anos atrás

O Lemyr Martins foi o único jornalista brasileiro que andou de carona com Prost. E ele narra a sua aventura de uma forma deliciosa de se ler!

http://quatrorodas.abril.com.br/acervodigital/home.aspx?edicao=421&pg=44

Cristiano
Cristiano
7 anos atrás

A Mercedes no Brasil tem a Sprinter, na Europa tem a Vito, e tem até minivan Classe B. Podiam colocar o motor V8 de 2013 em algum desses, em vez dessas traquitanas atuais….

Zé Tros
Zé Tros
Reply to  Cristiano
7 anos atrás

A Vito já está sendo vendida na Argentina e pode vir a ser vendida no Brasil em breve.

Rodrigo Freitas
Rodrigo Freitas
7 anos atrás

A Honda poderia colocar o motor da McLaren no Honda Fit… Pensando bem, talvez o motor do Honda Fit na McLaren ficasse melhor!

charles
charles
7 anos atrás

E, depois, vem neguinho falar que o barulho da F1 atual é bom, que não tem muita importância, ahh, vão se catar!

Allez Alonso!
Allez Alonso!
7 anos atrás

Eletrônica maldita! Naquela época já precisava do computador pra ligar o motor, rs!

JR Lemos
JR Lemos
7 anos atrás

Flavio

A Mercedes no final dos 90 fez um Classe A com dupla motorização para o Mikka Häkkinen. Ficou com 250 HP, interessante mais nada comparada com esta Space.
Link abaixo:
http://www.oocities.org/motorcity/speedway/5350/atwin.htm

Sds
JR Lemos

paulo
paulo
7 anos atrás

Se bobear anda mais rápido que a Marussia…

Thiago Azevedo
Thiago Azevedo
7 anos atrás

Gomov,

Lembro quando fizeram o carango. Se não me engano, ele tem a suspensão ativa da Williams de 1992 também!
Lembro que disseram (brincaram) que é melhor que muito F1 da época, pois era a toda poderosa Williams com a carroceria de uma van.
Sensacional!

Daniel Sanchez
7 anos atrás

Houve também uma Alfa 164 Pro Car com motor V10 de F1. Se me lembro bem, queriam fazer uma categoria de fundo com carros assim, mas a ideia não foi pra frente. Narração do Reginaldo Leme: https://www.youtube.com/watch?v=k_gKGKAnFG8

Giovani Jardim
Giovani Jardim
7 anos atrás

Que doideira, gostei muito. Imagina o barulho dentro disso ai…

PS.: O tal do Freemont é horrível mesmo.

Marcelo
Marcelo
7 anos atrás

Muito ducaralho!

Deni Williams
7 anos atrás

A Mercedes tem van sim. Olha ela: https://www.mercedes-benz.com.br/sprinter/van

Zé Tros
Zé Tros
Reply to  Tiago Oliveira
7 anos atrás

Essa do link é a nova Classe V, que substituiu o Viano, que era a versão luxuosa do Vito.

Eric Arruda
Eric Arruda
7 anos atrás

Que saudades desse som! Maravilhoso…

Ricardo Dalmolin
Ricardo Dalmolin
7 anos atrás

Como é bom ouvir o som de um motor de verdade despejando sua cavalaria, e não aquilo que a F1 se tornou hoje, absolutamente sem graça!

Nadim Jabur Filho
Nadim Jabur Filho
7 anos atrás

Flávio, eu como fã da antiga F1, concordo com você. O mundo de hoje, incluindo a F1, está bem menos divertido. Só uma informação a van da Mercedes é a Sprinter.

Willians Thiago
Willians Thiago
7 anos atrás

Dá um alivio ler textos como esse, percebo que não estou só quando sou chamado de “chato nostálgico” os dias atuais são chatos demais,me lembro que 4 rodas publicou uma matéria da Espace F1 que eu devo ter lido umas 20 vezes. Bons tempos

Antonio Carlos
Antonio Carlos
7 anos atrás

E o ronco deste motor, que delícia!

Pablo Vargas
Pablo Vargas
7 anos atrás

Pô, Flávio. Nem van a Mercedes tem ?
Pode não ter mini-van, mas van tem a Sprinter.

Orlando
Orlando
7 anos atrás

A Mercedes tem van. É a Sprinter.

Guilherme
Guilherme
7 anos atrás

Meu pai tem uma Sprinter Mercedes-Benz, quando conseguir ser presidente do mundo eu deixo você colocar um “motor” (unidade de potência, aff…) nela!!!! Hahaha….

Celio Ferreira
Celio Ferreira
7 anos atrás

Genial, e pelo jeito no pessoal se divertiu muito ( pessoal e o ronco hein ).

Zé Tros
Zé Tros
7 anos atrás

A Mercedes tem van: uma é a Vito e a outra é a Sprinter. Já a Freemont é a versão pobre da Journey da Chrysler