MENU

quinta-feira, 25 de fevereiro de 2016 - 21:43One comment

ONE COMMENT

Quando uma marca é elegante e respeitosa com outra, acho legal demais. Albert Robert mandou. Não sei se é oficial, tomara que seja.

jeepdefender

28 comentários

  1. Rodrigo disse:

    Tristeza com o fim do Defender. Defender, Jeep e Landcruiser (Bandeirantes) desbravaram o mundo no século 20. Mais tristeza ainda quando percebo que o mundo está mudando rápido de mais, fontes de matérias primas secando, leis banais que jogam no cidadão a culpa por décadas de descaso com o meio ambiente, empresas que abandonam seus ícones, por não serem mais rentáveis. O que custava manter em produção, ainda que em pequena escala, carros de verdade, mecânicos que com um alicate e um arame chegávamos em casa. Agora é tudo elétrico eletrônico. Se subir 2 graus a temperatura, trava tudo. E o lixo de baterias dos carros elétricos vão para onde? O carro da família não existe mais. Por que o papai e a mamãe trabalham duro, para trocarem seus carros todos os anos. De bem durável para bem de consumo. Infelizmente o automóvel é apenas um exemplo da sociedade em que vivemos.

  2. Albert disse:

    Legal saber que é oficial!

    E legal marcar mais um trocadilho pro meu nome! Obrigado, Flávio!

  3. Charles Sampaio disse:

    Jeep ou Land? Land ou Jeep? Na dúvida, e se a patroa deixasse, teria os dois na garagem. Contudo, como não se pode ter tudo na vida, me contento com o “Azeitona” – meu CJ3a 1951 (placa do ano) verde fosco – firme e forte com seus faceiros 65 anos de idade. Anda tanto em trilha quanto na cidade. É minha terapia… Aliás, vou com o “conversível” para o trabalho a incríveis 40 km/h, sem stress… apreciando o mundo ao meu redor… o sol… as árvores… o céu… as pessoas… que sequer me conhecem, mas não deixam de abrir um sorriso e acenar ao verem um legítimo clássico 4×4 ainda na ativa. Pois é…
    “Um veículo zero daqui 5 anos será considerado um carro velho (semi-novo, como diriam alguns).
    Um Jeep vai ser sempre uma lenda”.

  4. Adriano disse:

    É oficial sim, essa imagem foi publicada no facebook da Jeep da Alemanha. Não se se em outras nacionalidades também, mas lá foi publicada no dia 05/02/2016

  5. Wladimir Andrade disse:

    Simpático. Lembra a homenagem da GM no encerramento do Fusca em 1986.
    Fez mais que a VW.

  6. Wladimir Andrade disse:

    Muito bonito e simpático.
    Lembra a homenagem da GM brasileira ao Fuscs, por ocasião de seu encerramento, em 1986.
    Fez mais que a própria VW.

  7. Rubergil Jr disse:

    Uma lenda exaltando a outra.

    Muito bonito mesmo. Parabéns Jeep. E obrigado por tudo, Landy.

  8. Tumari disse:

    Não sei se vcs já virem essa da Nissan agradecendo a Ford, Dodge e Chevy….tá sem legenda mas…….https://youtu.be/k8tKtYXztzY bem legal também.

  9. Paulo Travaglini disse:

    Excelente!
    Por falar em publicidade, ontem vi um anúncio de lançamento da Toro, Fiat. Vale a pena procurar para assistir. Imagens, texto, música, sem palavras. Há muito tempo eu não via um filme tão bacana. Talvez desde aquele do lançamento da revista Época.

  10. boca disse:

    Emocionante mesmo
    .
    Como um adversário, mas irmão da mesma labuta, um colega de profissão.

    Demais!

  11. Victor disse:

    Ontem ao ir trabalhar me deparei com um Defender pela primeira vez, perto do trabalho. Impõe respeito.

  12. Carlos Henrique disse:

    Espetacular. Goodbye, “LendA” Rover

  13. retka disse:

    não manjo de off roads, mas qual é melhor land rover ou jeep?

    • Mestre Wandelcro disse:

      Deixa de ser bocó rapá. O defender, bem como 90% dos carros fish and fries , tem sérios problemas na confiabilidade da parte elétrica. Fora que apesar da carroceria ser de alumínio o chassi não é, por assim dizer, tão resistente à corrosão.

      Jeep é foda o resto é moda.

      • j2c disse:

        Mestre, vc é camarada do Retka? Se não é, me parece desnecessária sua primeira frase. Ou é um tipo de humor que não compreendi, neste caso peço desculpas…

      • Depende. Esse Jipinho Renegade aí que tá todo mundo comprando não me enche nem um pouco os olhos. O público pra ele parece o mesmo da Tucson e das trocentas SUVs coreanas: Carro que finge que é todo preparado pra offroad quando na verdade vai ser usado só pra levar as crianças pra escola.

        Mas sobre o post, tomara que seja oficial da Jeep sim, porque é bacana demais uma competição entre marcas honrada e respeitosa desse jeito.

      • smoker disse:

        junior, deixa de ser lambão de televisão,

        Defender é moda? jipe não heheheheheauaua!

    • victor freire disse:

      ambos são ótimos veículos. esqueça os fanboys.

    • Christian - Do Niva disse:

      Nem um, nem outro, são modelos bem diversos entre si, além do mais Jeep é uma marca e não um modelo específico.

      Se você se refere ao CJ-5, o último modelo fabricado no Brasil (em 1983), em um modelo 100% original e comparar com último Defender também fabricado no Brasil, o Defender tem mais conforto, como por exemplo ar condicionado, motor mais moderno, maior disponibilidade de peças originais (não considerando o custo) entre outros aspectos.

      Há dezenas de diferenças técnicas entre ambos e apesar do projeto do Defender ter evoluído ainda é um projeto bastante defasado, salvo engano, da década de 50, enquanto o CJ-5 já é um projeto mais moderno, da década de 60.

      Em termos de durabilidade, não posso opinar pois não tive nenhum dos dois, minha opção foi outra (Lada Niva) que me atendeu em 100% do esperado. Você vai achar defensores árduos das duas opções e de outras.

      É a mesma coisa que eu comparar a minha Veraneio com uma SUV moderna, é completamente diferente, mas ela chama muito mais atenção onde passa que estes pseudo-SUV que enchem o mercado.

  14. Paulo F. disse:

    Bom demais, dá uma baita inveja (no bom sentido) que não foi você que fez!
    Jeep e Fiat de parabéns!!!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>