MENU

quinta-feira, 10 de março de 2016 - 17:41F-1

NUMERÁLIA

SÃO PAULO (novilíngua) – Inventei a palavra agora, não estranhem. Seguinte: o parceiro Bruno Vicaria fez um levantamento de todos os números da pré-temporada em seu blog. Dão uma boa medida do que foi a preparação de pilotos e equipes para o Mundial que começa dia 20 na Austrália.

Por exemplo: do tempo mais rápido (Raikkonen, 1min22s765) para o pior em Barcelona (Haryanto, 1min25s899), foram 3s314. Não é nenhum abismo. Os 107% que eliminariam alguém a partir dessa “pole” representariam uma diferença de 5s793. As equipes pequenas não serão indecentemente lentas.

Mercedes (1.294) e Toro Rosso (1.049) foram as equipes que completaram mais voltas. Previsivelmente, a Haas foi a que andou menos — 474. A McLaren, embora muito melhor que no ano passado, ficou em nono nesse quesito. E tem muito mais, é só entrar lá.

A foto é de Luca Bassani.

lucatettegrelha

8 comentários

  1. Gustavo disse:

    Olá Flavio, sou grande fã seu e fiquei muito feliz com sua aceitação do novo formato de classificação, pois também gostei muito.
    Adoro correr de kart e sempre faço corridas com grid invertido + troca de karts, para premiar com mais justiça o melhor piloto.
    Pensando nisso, elaborei um formato de campeonato de F1 que em minha opinião seria divertido para assistir e premiaria com mais justiça equipes e pilotos. Veja o que acha… uma bosta, legal ou demais! hahaha
    OBS: desculpe os erros de português, não sou de escrever muito e estou enferrujado.

    Segue:

    O campeonato de F1 é principalmente um campeonato de construtores. Essa característica é desconhecida por boa parte dos fãs. Essa representativa parcela dos seguidores apenas percebe a competição entre pilotos. A fundamentação dessa teoria pode ser vista na grande quantidade de comentários de pessoas nas redes sociais pedindo por carros iguais. Tal interesse, apesar de ser completamente descabido com a realidade do campeonato de construtores de F1, não deveria ser ignorado. Pensando em fazer um campeonato mais justo para premiar os melhores pilotos e ao mesmo tempo sem entrar em conflito com o campeonato de construtores, elaborei este formato:

    Sistema de pontuação para pilotos e equipes:
    Qualify = 50% dos pontos
    Race 1 = 100% dos pontos
    Race 2 = 100% dos pontos

    1º = (nº de pilotos participantes – 0)
    2º = (nº de pilotos participantes – 1)
    3º = (nº de pilotos participantes – 2)
    4º = (nº de pilotos participantes – 3)
    5º = (nº de pilotos participantes – 4)
    6º = (nº de pilotos participantes – 5)
    etc
    +
    Bônus de vitória sobre companheiro de equipe = 5 pontos

    Rodízio de pilotos / equipes
    No início do ano, deve haver um sorteio que definirá quais carros cada piloto usará em cada pista. Todos os pilotos deverão usar todos os carros em quantidades iguais ao final do campeonato.
    Isso fará com que o campeão seja o piloto que mais pontos somou pilotando por todas as equipes. Ainda haverá o fator sorte, pois alguns carros são mais vantajosos que outros em determinadas pistas. Porém, nada disso é muito diferente do que aquilo acontece com sorteios de grupos na copa do mundo, por exemplo.
    Como o número de equipes não é necessariamente múltiplo do número de GPs. Portanto, algumas pistas deverão ter rodada dupla, fazendo com que o número de vezes que cada piloto utilize cada carro seja igual. Estas rodadas duplas deverão ser previamente escolhidas mediante sorteio.
    Cada equipe deverá disponibilizar 2 carros por piloto para cada final de semana, fazendo com que não haja desfalque por quebra na segunda prova.
    Finais de semana de rodada dupla deverão disponibilizar 4 carros por piloto, portanto só poderão acontecer em locais viáveis logisticamente.
    Caso haja substituição de piloto com o campeonato em curso, o novo integrante assumirá os mesmos cockpits sorteados para o piloto anterior.

    Formato dos finais de semana:
    Pratice 1 – Pratice 2 – Pratice 3 – Qualify – Race 1 – Race 2
    OBS 1: Race 2 será com grid invertido ao do Qualify.
    OBS 2: Finais de semana com rodada dupla terão qualify + corrida no sábado e no domingo
    Race 1 e Race 2 deverão ter obrigatoriamente a duração de 45 minutos cada, com intervalo de 15 minutos entre uma e outra.

    Personalização dos carros
    Cada equipe poderá personalizar a carenagem de seus carros livremente.
    Os pilotos devem ter a pintura de seu capacete estendida para 3 pontos do carro: ponta do bico, laterais da entrada de ar superior e verso da asa traseira. Todos estes pontos devem dar destaque para o numero do piloto e suas cores.

    Uniformes:
    Cada piloto poderá usar o seu uniforme particular, independentemente da equipe

    Viabilidade técnica
    As equipes teriam que possuir cockpit padrão e cada piloto possuir o seu assento personalizado encaixável. Deve haver um lastro que iguale o peso de todos os pilotos.

    Pódio:
    Premiação dada à somatória dos pontos do final da rodada.
    O pódio deverá ter piloto no patamar superior e carros no patamar inferior plenamente visíveis para a transmissão de TV.

    Conclusão:
    Com este formato teríamos as seguintes vantagens:
    Os melhores pilotos seriam os favoritos ao título. O fator sorte influenciaria muito pouco comparado à influência atual da equipe (atualmente quem tem a melhor equipe praticamente já é campeão. Em minha proposta, estar na equipe certa para cada GP seria um fator decisivo muito menos relevante do que estar na mesma equipe durante o campeonato todo). Alem disso, a bonificação por vitória sobre companheiro de equipe traria interesse por todos os carros na pista.
    Mesmo que hajam grandes diferenças entre equipes, as corridas não ficariam monótonas. Como o interesse dos fãs não é tão relevante ao campeonato de construtores, não teria nenhum problema em uma equipe ter domínio total sobre as outras.
    A pontuação do qualify gera interesse por todo o final de semana e premia os pilotos mais rápidos.
    A personalização dos carros e uniformes dos pilotos trará grande identificação o público, uma vez que os cockpits em breve serão cobertos e os pilotos trocarão de equipes.

  2. Daniel disse:

    Desculpem minha ignorância, mas como faz essa conta dos 107%, poderiam me explicar ? Obrigado

    • Anonimo disse:

      Tempo do primeiro vezes 1,07. Exemplo:
      Se o tempo de volta do primeiro fosse 60 segundos cravados, 60 x 1,07 = 64,2; o tempo do ultimo teria que ser menor que 1:04:200 na classificação ou não correria a corrida.

  3. Daniel Feijó disse:

    Detestei esse Grande Premium.
    Muitos cliques pra se ver uma matéria.
    Pegadinhas para obrigar o leitor a se cadastrar ou pagar.
    Um saco.
    Fora esse conteúdo feito para ser visto em telefones.

    Perderam um leitor assíduo, de muitos anos.

  4. Ricardo Dalmolin disse:

    Que negócio é esse? Limpa-trilhos? Ou será uma tela contra mosquitos na entrada de ar?

  5. Boca disse:

    “Ultramacio – sete voltas (Sebastian Vettel e Valtteri Bottas)
    Supermacio – oito voltas (Sebastian Vettel)
    Macio – 17 voltas (Valtteri Bottas)
    Médio – 30 voltas (Kevin Magnussen)
    Duro – 26 voltas (Valtteri Bottas)”

    Era essa informação que eu procurava.

    Pra completar, falta o comparativo dos tempos de cada volta num stint longo entre os pilotos da Mercedes, ferrari e willians.

  6. Formiga disse:

    Oi Flavio
    Gosto do seu trabalho acompanho desde o Warmup e sei que o negócio precisa cobrir os custos e ter um retorno. Contribuo com alguns sites como o Counterpounch, assino a Autosport e alguns outros.

    Acho boa a sua ideia de conteudo “premium” (para mim você seria o ultimo a aderir à moda VIP). Mas vocês lancaram o site meio que versão beta. Ja tentei acessar por android e ios usando chrome e firefox e não consigo. Fui tentar ver o conteúdo outro dia no computador e diquei tonto, essa apresentação iterativa é bonita, mas não é boa para ler. No final de uma reportagem eu não consigo ir para outra pois a “experiência” (outro termo famigerado) não é boa. Leio mais de 20 noticias por dia varias delas com mais de 1000 palavras, e tudo bem. Mas não consigi chegar ao final de uma dessas de infograficos dos infernos. O Uol lancou uma revista com grandes reportagens e parece com o projeto do site.

    Sugiro uma versão mais simples, que carregue rapido (esses adds do grandepremio de vez em quando dão problemas de fechamento de paginas e deixa a abertura lenta).

    Passei esse tempo todo digitando não para criticar mas para dar um retorno de um leitor comum do site.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *