VF-20

Haas de volta às cores originais: precisa melhorar bem

RIO (sem sustos) – Ano passado a Haas arrumou um patrocinador master, a tal de Rich Energy, que revelou-se uma picaretagem internacional do ramo de energéticos. Deixou o preto e dourado para trás e voltou às suas cores originais com o VF-20 (de “very first”), também mostrado oficialmente hoje em Barcelona.

A temporada de 2019 foi péssima. Seus pilotos são desastrados e emocionalmente instáveis. O que esperar de um pacote desses?

Boas histórias para a Netflix.

[bannergoogle]

Subscribe
Notify of
guest
7 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Saima
Saima
2 anos atrás

Grosjean estar na F1 há mais de 10 anos é inexplicável.

J Fernando
J Fernando
2 anos atrás

O que fez eu continuar assistindo a série foi justamente a Haas e as rodas soltas. Parecia um drama digno do Oscar e, em alguns momentos, pensei que ia chorar junto com os pobres mecânicos. Acabou criando empatia e estou torcendo por bons resultados da equipe este ano. Pena que a dupla de pilotos não ajuda, né?

RAFAEL PIQUEIRA CHININI
RAFAEL PIQUEIRA CHININI
2 anos atrás

uma das equipes que queria ver crescer, e estava torcendo, mas com essa dupla NÃO DA!

Edgard
Edgard
2 anos atrás

“O que esperar de um pacote desses?
Boas histórias para a Netflix.”
Melhor observação do ano até aqui, acho que nesse vaticínio o grau de exatidão será de 100%.

João Ferreira
João Ferreira
2 anos atrás

Vamos encher de esperança que o campeonato tenha diversos protagonistas, inclusive a Haas, quem sabe a Williams, Alfa-Romeo, queremos muito que estas equipes briguem de igual por igual com a McLaren, AlphaTouri, Renault, então esperamos um bom campeonato para todas equipes médias.

Aliandro Miranda
2 anos atrás

Verdade! A melhor parte do “Drive to Survive” foi ver os quiproquós da Haas e o Gunther Steiner passando o relatório da derrota toda a hora para o Gene.

Que continuem assim!

Jefferson Farias
2 anos atrás

Steiner tem mais esperança que juízo. E Gene Haas diz amém. Ou o mercado de pilotos dispostos a ir para uma equipe do terço final do pelotão é tão restrito assim?