Comentários

  • Preferências. Um mal do ser humano.

    A Lotus em 1973 preferiu Peterson ao invés de Fittipaldi. Peterson nunca chegou ao título.
    A Ferrari em 1977 preferiu Reutemann ao invés de Lauda. Reutemann nunca chegou ao título.
    A Red Bull em 2014 preferiu Ricciardo ao invés de Vettel. Ricciardo ainda não chegou ao vice.

    E o preferido da Ferrari, até agora, não conseguiu nem chegar em terceiro…

    • Mais um hater do alemão. Foi o 7 x 0?

      Já faz sete temporadas que ninguém consegue, além dos pilotos da Mercedes e de VETTEL, chegar ao VICE. E não sabemos quantas temporadas mais, que ninguém chegará ao VICE.
      Os demais DEZESSETE PILOTOS conseguiram, no máximo, um terceirinho e não passarão disso. Salvo uma hecatombe.

      E não adianta, nessa época de domínio absoluto de uma equipe, ganhar uma corridinha aqui e outra ali. Isso não vai mudar em nada a carreira desses pilotos e sabe porquê? Por quê, com exceção de Stirling Moss e Gilles Villeneuve, só serão lembrados os que faturarem títulos e de preferência os que faturarem vários títulos. Deu pra entender?

      Quanto a se reerguer, só o tempo dirá!

      • Tinha que ser um Fã do Vettel, é verdade que o Vettel não é um piloto qualquer por ser Tetra, o Vettel é o segundo melhor piloto alemão perdendo só para o Hepta Schumacher, mas cá pra nós amigo o Vettel já deveria ter saído da Ferrari no ano passado, esse ano para o Vettel na Ferrari foi uma Tragédia Grega indo bem abaixo do esperado, não adianta você tentar dizer que não.

      • Quanto tempo você levou para descobrir que eu sou “um fã do Vettel”? Foi através do nick ou pelo texto?
        Mas, vamos ao que interessa! Desde quando eu tento dizer que a temporada de 2020 foi boa para o alemão?

    • Fica tranquilo advogado do Vettel, o Vettel é um dos melhores e uma por..ada de pilotos na F-1 não vão conseguir o que ele conseguiu na carreira, mas esse último ano na Ferrari foi feio, que o Vettel melhore ano que vem na Aston Martin.
      Fica tranquilo advogado do Vettel, o Vettel ´já é um piloto consagrado na F-1 por ser Tetra, ele não precisa provar mais nada a ninguém.
      Vexame tem em todo lugar e nem a Seleção Brasileira escapou de algumas, e o 7 a 1 como você escreveu é o maior da Seleção Brasileira numa Copa perdendo para Alemanha, tem gente no Brasil que prefere acreditar numa fantasia que esse 7 a 1 nunca existiu.

  • O ano de 2020 pode ser jogado no lixo pela Ferrari. Não bastasse um carro e um motor ruim ainda levaram um show do Vettel que se mostrou muito maior que a Ferrari nesse momento de despedida.

    Obs.: Outro Show que a Ferrari teve que assistir foi da Mclarem com seu “Cartão de Natal” em Italiano para a Ferrari… que bem fizerem o Norris e o Carlos para a equipe… já começo a ter dó da Renault.

  • O Aitken esteve em Abu Dhabi. Como o Hamilton só foi confirmado na noite de quinta, ele esteve lá caso o Russell fosse chamado para a Mercedes. Georginho inclusive fez as entrevistas pré-GP com a farda alemã.

  • VETTEL foi o único piloto da era Híbrida a bater uma Mercedes no campeonato. 2 vezes. FATO. E pensar em que maneira bonita ele deixa a Ferrari. Vocês lembram da ultima temporada do Alonso na mesma? As baixarias? Então. E no final se mostrou o Fã numero 1 da Ferrari, creio eu, corria por Marchionne e não Binotto. Corria por uma entidade, chamada Ferrari. E não por seus dirigentes atuais. Fácil falar, fácil criticar. Mas o fato é que Leclerc tem um belo desafio pela frente, pois a Mercedes aumenta seu domínio cada vez mais, À medida que a tecnologia aumenta. Eu gostaria muito que a F1 mudasse, e tivesse um caráter mais saudosista, logicamente em se tratando de motores. A volta aos motores 100% combustão, pode ser o V8 sem problemas. Aliás quem entende Vettel sabe que ele nunca se adaptou aos hibridos, o negócio dele é o V8 mesmo. Não só pelo som, mas pelas características de pilotagem. Finalizando eu gostaria muito de ver HAMILTON na Aston MArtin, e não VEttel. O Hamilton sempre ganhou tudo pronto. Eu acho que o que faltou na carreira dele, foi o que o Schumacher fez. Chegar em uma Aston MArtin atual por exemplo, equipe inglesa, ele inglês, e fazer essa equipe campeã. PEgou uma Mercedes pronta desenvolvida por Nico e Schumy, e só alinhou os frutos. Queria ver é ele evoluir uma equipe. Aí sim eu acharia ele melhor que o Schumacher,.

  • FG,

    Que foi surpreendente a musica do Vettel na despedida da Ferrari, isso foi…

    Mas um cara que leva o estilo de vida que ele leva, chegando aos GPs com carros e motos antigas, COLOCANDO NOME EM TODOS OS SEUS CARROS, já era de se esperar uma homenagem do tipo!!!

    Ano que vem o miolo do pelotão vai estar demais: Vettel, Leclerc, Ricciardo, Sainz, Noriz, Alonso e, espero muito, que o Perez vá para a Red Bull e fique “um pouco acima” dessa turma toda…

  • Mais uma vez chamo a atenção para o que disse o Cesare Maria Mannucci no Cadeira Cativa, feito por vocês.
    O jornalista, com excelente nível de informação dos bastidores de Maranello, salientou que Vettel tem um estilo de frenagem muito brusco, tipo “patada”, e por isso não se adaptou bem ao sistema “brake by wire” dos carros atuais.
    Se analisarmos a perda de desempenho do tetra campeão, veremos que a queda de rendimento dele começou no momento em que foi implantado esse tipo de freio. A partir dai a serie de erros dele, quase todos iniciados a partir de uma freada deficiente, foi impressionante. Por isso, estou cético quanto ao futuro desempenho dele na Aston Martin.

    Antonio

    • Ah, não sei não… o brake-by-wire já existe faz 3000 mil anos. O Kimi também teve problemas lá atrás…

      Mas pô, um cara que é piloto e ganha a vida com isso tem que conseguir se adaptar… Se realmente for isso, só mostra o motivo de eu achar que o Vettel é um piloto bom mas não excepcional.

      Claro que todo mundo tem um estilo, uma característica, mas o piloto tem que saber carregar velocidade na curva, fear antes, antecipar troca de marcha, controlar a aceleração…

      Enfim, o piloto precisa conseguir andar rápido nas diferentes situações e se se adaptar. Não dá pra ser “piloto de uma nota só”. Mas eu não acredito que seja isso.

      O que eu acho, por exemplo: Na ferrari, vettel gosta de um carro saindo de frente e o Leclerc gosta saindo de traseira. O Vettel gosta de um carro que freia abrupto e o Leclerc de um carro que freia suave. O que a Ferrari faz? Um carro que sai de traseira e freia suave…

      Ou seja, faz “o carro para leclerc”. Aí sim, se vc tiver que se adaptar em 32 itens diferentes você deixa de ser você…

      Ao contrário da Mercedes, onde minha percepção é: faz um freio e uma suspensão com um parafuso aí… aí o bottas gira os 2 para a esquerda e o Hamilton gira os 2 para a direita, E cada um tem um carro “ao seu modo”.

      RBR também me parece fazer um carro sob medida para o Max. O outro piloto que se vire.