QUATRO VEZES HELINHO!

Helio Casatroneves: maior vencedor da Indy 500

SÃO PAULO(incrível) – Parece conto de fadas. Depois de 20 anos de Penske, que abriu mão dele na Indy, Helio Castroneves se tornou hoje o maior vencedor das 500 Milhas de Indianápolis ao lado de AJ Foyt, Al Unser e Rick Mears. Quatro vezes. Quatro! E aos 46 anos de idade. E no ano em que venceu as 24 Horas de Daytona na IMSA depois que a categoria foi abandonada pela… Penske!

Agora na estreante e nanica Meyer Shank, com um contrato que prevê a participação apenas em algumas provas da temporada, Helinho fez uma corrida impecável, cerebral, daquelas em que a gente via cada ultrapassagem, cada pit stop, cada vácuo e pensava: não sei por que esses caras estão se esforçando tanto, ele vai ganhar de novo!

Ganhou, de forma espetacular. Ganhou a ponta de Álex Palou pela última vez a menos de duas voltas do final. É alguém que sabe exatamente qual é a volta que deve ser liderada no solo sagrado de Indianápolis.

Um cara que ganha quatro vezes a Indy 500, que tem o currículo que tem, que passou pelo que passou — as trevas financeiras por conta da associação com alguém que parece gostar de viver nas sombras –, merece um lugar num pódio muito especial: o dos maiores pilotos brasileiros de todos os tempos.

Helinho é um deles. Escolham os outros dois à vontade. Pódio é de três. Eu tenho o meu. E se querem uma pista, ser um sujeito decente conta muito nessas horas. Por isso mesmo esse pódio que parece óbvio mudou bastante nos últimos tempos, ao menos nos meus critérios pessoais.

Às 19h tem “Fórmula Gomes” em edição extraordinária no meu canal no YouTube. Corram lá!

Comentários

  • Se for falar em Brasileiros: Eu colocaria HELINHO, MOCO e MORENO. Sei que não cabe o assunto aqui, mas vou colocar: A despedida de Piquet da F1 foi uma das mais melancólicas, corrida interrompida por causa de um temporal, o cara pede para o chefe de Equipe dar uma ultima volta, recebe a resposta: ‘”Nelson, não posso, você sabe disso. Se te soltar vai dar merda.” Daí, desce do carro, tira o capacete, e sai pela porta dos fundos. O Nelson, não foi um cara fudido na juventude, como pregam, era filho de Ministro de Estado, foi para o States jogar tênis, sem essa essa de dizer que o cara era um João ninguém. Então, agora ele vem com essa, de apoio a um Regime Fascista, Assassino. Afundou sua historia mais ainda. Assim como sua despedida da F1, sua historia esta sendo apagada. Não somente aqui, mas num mundo onde a informação dá voltas no Globo em fração de fento de cento de segundos. Todos já sabem do seu posicionamento humano.
    Gostaria de saber, se vivo, qual seria o pensamento de Gilles Villeneuve, com uma tocada impar, era mais seguro disputar um curva com ele, que ultrapassar um senhora sexagenária na Faria Lima.

  • “Por isso mesmo esse pódio que parece óbvio mudou bastante nos últimos tempos, ao menos nos meus critérios pessoais.”

    Ou seja, tudo o que um cara fez nas pista muda o que voce pensa dele pois sua opinião de algo fora das pistas é diferente da sua. Os critérios pessoais são na verdade critérios políticos, de ideais. E não tem problema, pode ser um pensamento de merda, mas é a sua merda, voce que cheire.

    O problema é quando isso passa para um site de noticias e eles adotam um posicionamento. Imparcialidade jornalística? Pra que respeitar? Não é toa que grande parte dos jornalistas dizem que certo site é composto por xiitas e que não respeitando nada do jornalismo.

    Em tempo, esse tal site não é um site profissional, um site jornalístico. É um site onde reina a militância apenas. São a vergonha do automobilismo nacional, perderam toda a credibilidade, e com isso terão mais views, já que o bando que lambe eles vai seguir e vai dizer “Imparcialidade pra que? Coisa ridicula! O importante é gritar Lula Livre em um site de automobilismo! O que importa é a verdade… a verdade que nós acreditamos pois os outros não tem direito a nada e nós sabemos toda a verdade”

    Parabéns ^^

  • Caramba, então o país é esse desastre retumbante só pq julgamos o caráter de pessoas públicas?! Essa é a melhor notícia da história tupiniquim, vamos parar com isso e o Brasil deslancha, galere!

  • Piquet ter virado bolsopata ferrou tudo pra mim, já que ele era o meu número 1. Mas, vamos lá: Senna, Fitipaldi e de Ferran, logo abaixo, vindo colados: Hélio, Massa e Barrichelo. O mais injustiçado de todos é de longe o Massa, tudo o que ele fez antes do acidente parece ter sido apagado do mundo, o cara era muito rápido, excelente, entre 2006 e o acidente em 2009, cabeça a cabeça com Alonso, Hamilton e Vettel.

  • Se aplicarmos um critério de pontos, considerando as principais corridas e campeonatos mundiais. Isso é apenas um exercício pessoal, utilizando os meus critérios de dificuldade.

    6 _ pontos CAMPEONATO MUNDIAL F1
    4 _ pontos VITÓRIA INDY 500
    4 _ pontos VITÓRIA GERAL 24h Le Mans
    3 _ pontos CAMPEOANTO FORMULA INDY
    3 _ pontos CAMPEONATO GERAL WEC
    2 _ pontos CAMPEONATO FORMULA E

    Teríamos a seguinte ordem:

    Emerson Fittipaldi 24 pontos
    Ayrton Senna 18 pontos
    Nelson Piquet 18 pontos
    Helio Castroneves 16 pontos
    Gil de Ferran 10 pontos
    Tony Kannan 7 pontos
    Lucas di Grassi 2 pontos
    Nelson Piquet Jr. 2 pontos

    Emerson conquistou muita coisa legal pela mundo, sou guiar carros diferentes em épocas diferentes. Gil de Ferran é outro monstro, guiou muito! Meu pódio ficaria entre os 5 primeiros, mas tem muito piloto bom ai!

  • Meu pódio…não está em ordem:Senna, Piquet e Emerson
    Poço abaixo: Massa
    Depois Barrichello
    Depois tem muita gente boa: Ferran, da Matta, castroneves.
    Menção honrosa para Moreno e Pace
    Desculpe classificar Andrea moda, coloni e eurobrunn…fazer ponto com a ags e pódio na estreia pela Benneton os pilotos são avaliados pelos feitos na pista….
    Fora dela não interessa em nada pode ter o caráter manchado mas não as conquistas.
    .

  • Faço apenas uma ressalva: Helinho é muito estimado nos EUA, basta ver como o público urrava com suas ultrapassagens e liderança. Até aí é fato notório. O que torna ainda maior essa estima é sabemos como o estadunidense é xenófobo (especialmente com latinoamericanos) e bairrista. Castroneves consegue isso por ser carismático, mas, sobretudo, por ser uma lenda.

    Palmas e mais palmas para ele!

  • Vamos lá….

    Meu pódio: Castroneves pelas conquistas em Indianápolis, Felipe Massa pelo “quase título” em 2008 e Chico Landi pelo pioneirismo e corridas no autódromo da Gávea.

    Abraços!

  • O feito de Hélio foi sensacional, épico, mas na minha opnião a falta de um título de relevância pesa muito para coloca lo entre os 3 maiores, ainda mais quando vários de sesus companheiros de equipe foram campeões, de cabeça aqui lembro de sam hornish jr, gil de ferran, simon pagenaud, will power e josef Newgarden, ou seja..

  • Seu pódio é Emerson Fittipaldi, Ingo Hoffmann e Hélio Castroneves? A propósito, que grafia esquisita ficou nesse nome dele, hein? Lembro dele no começo de carreira com os sobrenomes separados…

  • Senna: Dizia que falava com Deos (ou, pelo menos, com algum representante legal dele)

    Emmo: Batia na mulher e nunca honrou 01 conta na vida

    Piquet: Sarcástico, egocêntrico, rei do tripúdio (coitados do Mansell e de sua esposa)

    Ou seja: é melhor deixar o campeão de um lado e o sujeito do outro.
    Se analisar a fundo o curriculum moral de todos, ninguém presta. Nem eu, que sou um santo.

  • Meu Deus! Esportistas agora são julgados pela posição política e não mais pelos seus feitos em seus respectivos esportes! A que ponto chegamos! Não importa se o cara é GADO ou BURRO! Por isso essa merda de país não vai pra frente….