SOBRE ONTEM DE MANHÃ

A IMAGEM DA CORRIDA

Vitórias seguidas para contar nos dedos das mãos: um fenômeno

SÃO PAULO (tá perto…) – Desculpem os que sugeriram ontem, aqui e nos comentários das transmissões no YouTube, que a foto do GP da Itália fosse dos dois carros da Red Bull lado a lado na chegada em Monza. O pessoal viu, naquela imagem, uma provocação da equipe numa referência a “Ford x Ferrari”, o filme. Em 1966, a marca americana derrotou a Ferrari em Le Mans e fez questão de cruzar a linha com seus três carros juntos, para humilhar os italianos. Tudo porque Enzo Ferrari não quis vender sua marca para Henry Ford II, ou III, sei lá qual.

Como se sabe, a Red Bull assinou com a Ford. OK, só vai estar valendo em 2026, mas já tem o oval azul na fachada da sede do time na Inglaterra. E ontem Verstappen e Pérez, se não humilharam exatamente ninguém, fizeram dobradinha na casa da Ferrari.

Mas a Red Bull não tem raiva da Ferrari, e sequer a considera uma rival de verdade. A rival de Christian Horner & cia. é a Mercedes, que anda meio em baixa. Assim, fiquemos com os dez dedos de Verstappen como imagem mais significativa dessa prova. O recorde que ele bateu, dez vitórias seguidas agora, é coisa que a gente não vê toda hora.

A FRASE DE MONZA

“Nossa posição era diferente [da red Bull hoje], porque tínhamos dois carros lutando entre si. Não acho que Max liga muito para recordes. Esses números servem para a Wikipedia, e ninguém lê aquilo.”

Toto Wolff

Vocês têm notado que o chefe da Mercedes se tornou um ótimo frasista neste ano. Mas escolhi essa declaração aí em cima, dando a ele novamente o privilégio da autoria da frase do fim de semana, justamente para ilustrar o parágrafo anterior, sobre rivalidades. É com Verstappen e com a Red Bull que Toto se preocupa. A Ferrari, e sei que isso pode deixar muita gente ofendida, é café com leite nessa briga.

Caixinhas coloridas, agora, porque sei que vocês adoram.

FERRARI 1 – Falando nela, a Ferrari, vale destacar outra frase interessante do domingo, esta de Leclerc. O monegasco minimizou a tensão gerada pela briga com Sainz ao longo de toda a prova, especialmente nas últimas voltas. “Lutamos feito loucos, mas foi divertido para nós. Talvez não muito para os torcedores. Mas isso é Fórmula 1, eu só consigo entender uma corrida dessa maneira, competindo e me divertindo”, falou. Sainz, já na primeira entrevista antes do pódio, também exaltou a disputa. Disse que seu companheiro é um grande piloto e que curtiu a batalha. Sendo assim, não serei eu a discutir a conveniência de se colocar em risco um resultado daquela maneira. Na verdade, acho legal, também. Se fosse chefe de equipe, só impediria essas coisas em casos muito extremos — disputa de título, pódio inédito ou coisa parecida. No mais, briguem à vontade. Mas não batam um no outro. Como Sainz e Leclerc não bateram, está tudo bem.

Invasão após a corrida: ferraristas tensos com disputa entre Sainz e Leclerc

FERRARI 2 – E não é que o domingo de Sainz foi ainda mais tenso depois da prova? Por volta das 20h30, ele saía de seu hotel em Milão, o chiquérrimo Armani, quando dois caras roubaram seu relógio! Era um Richard Mille avaliado em 500 mil euros. Aí ele, mais um acompanhante e vários cidadãos que passavam por ali saíram correndo atrás dos gatunos. Que foram pegos e entregues para a polícia. O relógio, claro, foi recuperado.

QUASE… – Depois da prova, Verstappen revelou que nas últimas voltas recebeu uma “urgent request” para tirar o pé e monitorar a temperatura de seu motor. A equipe detectou um problema que poderia, simplesmente, deixá-lo a pé a qualquer momento. As últimas três voltas, em particular, foram bem tensas. “Tinha uma boa vantagem e deu para controlar”, contou o holandês. Assim, venceu mais uma no ano, a 12ª, e, como já informado repetidas vezes, décima seguida. Detalhe: a Red Bull ganhou 24 das últimas 25 corridas disputadas na F-1. Desde a vitória no GP da França, no fim de julho do ano passado, a equipe dos energéticos só perdeu uma corrida. Foi o GP do Brasil, vencido por George Russell, da Mercedes.

PNEU CERTO – O décimo lugar de Bottas foi uma recompensa para a estratégia da Alfa Romeo. O finlandês foi um dos três únicos que largaram com pneus duros ontem, adiando a parada. Deu certo para Valtteri, que encerrou a seca de pontos de cinco corridas da equipe. E acabou funcionando também para Hamilton, que terminou em sexto. Magnussen, o terceiro que largpou com pneus duros, ficou em último.

NAS ESTATÍSTICAS – Oscar Piastri tornou-se ontem o 137º piloto da história a registrar a melhor volta de uma corrida. E o 180º a liderar um GP na história da categoria. Foi por uma volta apenas, mas está valendo, claro.

PUNIÇÃO INÚTIL – Russell e Hamilton foram dois dos pilotos punidos com 5s em seu tempo total de corrida por manobras irregulares em Monza. A dupla da Mercedes, porém, não foi afetada pelas decisões dos comissários esportivos. Ambos conseguiram terminar a prova com mais de 5s de vantagem para quem vinha atrás — no caso de George, o quinto colocado, quem estava em sexto era seu próprio companheiro. O prejuízo foi bem maior para quem eles atrapalharam, especialmente Piastri. Tocado por Hamilton, o australiano perdeu a chance de pontuar porque quebrou a asa dianteira.

Alonso: marca histórica de longevidade

O NÚMERO DA ITÁLIA

20.000

…voltas em corridas completou ontem Fernando Alonso, que terminou o GP da Itália em nono. Ele já era o piloto com mais voltas completadas em GPs, mas agora alcançou a marca redondinha. Depois dele, nas estatísticas, vêm Kimi Raikkonen (18.621) e Lewis Hamilton (18.528).

GOSTAMOS & NÃO GOSTAMOS

GOSTAMOS muito do desempenho de Alexander Albon, sétimo colocado. Ficou atrás, apenas, das duplas de Red Bull, Ferrari e Mercedes. E isso com a Williams. A equipe chegou a 21 pontos (todos feitos pelo tailandês) e se firmou em sétimo entre os construtores. De 2017 para cá, só em 2021 o time marcou mais do que isso: 23 pontos. Essa cifra deve ser batida nesta temporada graças a Albon, um dos maiores destaques do ano.

NÃO GOSTAMOS da Alpine, que depois de um bom fim de semana na Holanda saiu zerada da Itália. A equipe mostrou uma enorme deficiência de motor, com velocidades máximas até 30 km/h inferiores que suas rivais nas retas enormes de Monza. Há quem diga que os motores Renault, que só estão na Alpine hoje em dia, têm cerca de 40 HP menos do que a concorrência.

Subscribe
Notify of
guest

37 Comentários
Newest
Oldest Most Voted
Inline Feedbacks
View all comments
Luis Felipe
Luis Felipe
5 meses atrás

“Há quem diga que os motores Renault, que só estão na Alpine hoje em dia, têm cerca de 40 HP menos do que a concorrência.”

E há quem diga que o CEO da Renault está doidinho doidinho para sair da F1. Se acontecer seria muito ruim para a categoria.

Markinicov
Markinicov
Reply to  Luis Felipe
5 meses atrás

Ui que m*

Fabio FC
Fabio FC
5 meses atrás

30km/h de defasagem em reta dá exatamente uma desvantagem de 25 metros de diferença em 3 segundos nessa situação… Que difícil para a Alpine.

Ademir Antunes
Ademir Antunes
5 meses atrás

A xenofobia do Marko merece um textão q somente vc sabe fazer !

Romario
Romario
Reply to  Ademir Antunes
5 meses atrás

Ademir dá um tempo cara, se toca meu, deixa o FLA em paz não enche….acho que o voce gosta ta em outros blogs, procure. Aqui é F1 na veia !!!!

DECIO JOSE DOS REIS JUNIOR
DECIO JOSE DOS REIS JUNIOR
5 meses atrás

FG, boa noite!
Favor ver anexo.

Papo no FG.jpg
Igor
Igor
Reply to  DECIO JOSE DOS REIS JUNIOR
5 meses atrás

Só pra entender, vc tá apelando ao Flavio para intervir num bate boca nos comentários do youtube? Vc tem quantos anos?

Thiago Muniz
Thiago Muniz
5 meses atrás

Mestre! Por favor me desbloqueia lá no Instragram. Sou seu fã!
meu instagram é @thwrestler
Grande abraço!

Chupez Alonso
Chupez Alonso
5 meses atrás

Fora o Versttapen, outro alguém já ganhou em Mônaco, Silverstone, Spa e Monza no mesmo ano?

Toni
Toni
Reply to  Chupez Alonso
5 meses atrás

VERSTAPPEN É DIFERENCIADO, simplesmente melhor que todo mundo na F1, com todo respeito melhor até mesmo que MICHAEL SCHUMACHER, vi uma foto em que o SCH pai segurava um menino meio gorducho de uns 2-3 anos de idade numa lanchonete de autodromo, o Schumy de macacão, e o bebezão gordinho era ninguém menos que MAX VERSTAPPEN…. POIS AGORA É O MAX QUE COLOCA TODO MUNDO NO COLO! VIVA MAX VERSTAPPEN !!!!

Luis inacio
Luis inacio
5 meses atrás

Mas o relógio do Sainz era só pra tomar uma cervejinha pô.

PEPE
PEPE
Reply to  Luis inacio
5 meses atrás

Sr. Luis o Sr está enganado era o celular.

Marcio
Marcio
5 meses atrás

Alpine está estudando um jeito que acrescentar um motor de Gordini e seus 40hp de emoção

Wellington
Wellington
5 meses atrás

Flávio,

Sempre achei o Leclerc mais piloto que o Sainz mas o monegasco praticamente não dificultou a ultrapassagem das Red Bulls enquanto o espanhol vendeu muito caro.

E no final ainda tentou ultrapassá-lo e quase provocou um acidente entre is dois.

Você acha que isso pode ter algum impacto na priorização dos pilotos dentro da Ferrari?

robson
robson
5 meses atrás

Hamilton mais uma vez estragou a corrida de um jovem piloto. Veja que Max ultrapassou Sainz na mesma curva que Lewis, numa manobra errada, quebrou a asa do carro de Piastri.

WTF
WTF
Reply to  robson
5 meses atrás

O crime compensou pro patrão

CHAGAS
CHAGAS
5 meses atrás

Hamilton, Bottas e Magnussen foram os que tentaram a “estratégia reversa”.
Hamilton e Bottas fizeram funcionar, Magnussen não.
Nada de novo no front.

Ricardo Bigliazzi
Ricardo Bigliazzi
5 meses atrás

obs.: Acho que as punicoes precisam ser revistas. Hamilton acabou com mais uma corrida de um piloto novato e nao foi prejudicado em nada. Ainda por cima vai com a maior cara de pau pedir desculpa para o menino que teve sua corrida destruida. Nesses casos acho que um drive thru com o mesmo tempo perdido pela Mclarem seria o minimo aplicado ao Mito Hamilton. Dando uma de Xandao… a gradacao da pena deve ser diretamente proporcional ao dano causado.

CARLOS HENRIQUE
CARLOS HENRIQUE
5 meses atrás

Certamente, na perseguição aos gatunos, Sainz estava calçado com compostos super macios ao passo que os gatunos estavam de compostos duros. Além disso, Saínz tinha a vantagem do DRS, o que facilitou o alcance dos meliantes.

PEPE
PEPE
Reply to  CARLOS HENRIQUE
5 meses atrás

Pois é Carlos, os bandidos se enganaram pois pensaram “Oba, uma cervejinha fácil pois Sainz não corre nada”……

Ricardo Bigliazzi
Ricardo Bigliazzi
5 meses atrás

Mais uma bela corrida do Max. Sereno e implacavel colocou a pressao na Ferrari ate que o erro aconteceu. Nem tinha chegado a esse nivel de enxergar uma conspiracao Fordiniana contra a Ferrari em pleno seculo XXI. Mas se fizeram isso foi bem legal. Quem anda sendo sacaneada eh a Honda, em toda e quaquer acao comercial dos pilotos sempre podemos encontrar um puro sangue Mustang sendo conduzido pelos meninos. No ultimo domingo ganhou a Honda… nome de motores estampado na carenagem desses incriveis carros (tem muita gente na RedBull puta com a Honda).

Fernando (Pai do Clark)
Fernando (Pai do Clark)
5 meses atrás

Sei que não é o foco do debate, mas a FIA passou da hora de entender os finais de semana de F2 e F3… Entendo plenamente que estão pecando pelo excesso nas situações que envolvam segurança, mas o Bernd Maylander andou mais que boa parte dos pilotos nas últimas rodadas. Seja treino, quali ou prova a molecada tá passando do ponto (legal, é aprendizado), mas FIA e Liberty precisam achar um meio termo, para o aleatório não virar mais provável que o padrão.
Começar filtrando o grid que tem umas figuras ali que causam semana sim, semana tbm …
São bons campeonatos, até pela combatividade, mas não tem 4 voltas seguidas sem safety car ou bandeira vermelha…

Rafael Rego
Rafael Rego
5 meses atrás

Quando Rubinho ganhou em Monza em 2002 ele e o Schumacher tb deram a volta de retorno para os boxes lado a lado. Essa de provocação é bobagem…Acho que Monza é uma pista que facilita isso, por causa das retas, e fica bonito.

Marcos Bassi
Marcos Bassi
Reply to  Rafael Rego
5 meses atrás

Isso sempre aconteceu…a Benneton de Piquet e Moreno no Japão…vai achar exemplos de sobra…mas o pessoal achou a referência do filme…sei lá….

Sandro
Sandro
5 meses atrás

Alonso com exatas 20.000 voltas percorridas!
Mais um recorde pessoal para El Fodon de las Astúrias!
Isto é incrível!

Guilherme
Guilherme
5 meses atrás

Este roubo do relogio, menos a recuperacao, logico, pode servir de inspiracao para criar desculpas para o desaparecimento de joias que anda ocorrendo por ai…

alex
alex
Reply to  Guilherme
5 meses atrás

Entrei aqui depois de 3 anos esperando passar a pira do fanatismo político seja que lado quiser escolher. Nao passou, volto daqui 3 anos.

O crítico
O crítico
Reply to  alex
5 meses atrás

Se é por falta de adeus…

PEPE
PEPE
Reply to  Guilherme
5 meses atrás

Não Guilherme, esse roubo era pra tomar uma cervejinha…..

Chupez Alonso
Chupez Alonso
5 meses atrás

De todo modo, fica o registro histórico.

Coisa linda de se ver!

IMG_2929.jpeg
Chupez Alonso
Chupez Alonso
Reply to  Chupez Alonso
5 meses atrás

E o registro atual:

IMG_2937.jpeg
Chupez Alonso
Chupez Alonso
Reply to  Chupez Alonso
5 meses atrás

Até na Moto GP!

IMG_2955.jpeg
Jonivan
Jonivan
5 meses atrás

Alpine deve usar um motor romeno 1.6 8V do Dacia Sandero…

Klaus
Klaus
Reply to  Jonivan
5 meses atrás

Se fosse esse tava bom. Tá usando é aquela íngua do três cilindros do Kwid…

Leonardo
Leonardo
5 meses atrás

Flávio, boa noite!

Como sugestão, segue abaixo o link de um vídeo no youtube com imagens de Monza em 1955 (conforme descrição do vídeo). Acho que você pode gostar.

https://www.youtube.com/watch?v=hRgkiYdqJ2U

A descrição do vídeo é: “F1 1955 Monza [60 FPS] First time the banking (oval) was used / Original Mercedes team’s last race”.

O vídeo é bem curto, pouco mais de dois minutos, mas é bem bacana.

Abraços!

Barreto
Barreto
5 meses atrás

Estava quase vendo as Ferraris se encontrarem e Albon chegando em quinto.
Seria a patuscada do ano.